Negócio fechado?

As negociações para a compra da Quattor pela Braskem estão paradas há mais de um mês. Motivo: uma parte do grupo controlador da Quattor conseguiu uma liminar na Justiça sustando as negociações. Oficialmente, as duas empresas esperam somente a derrubada da liminar para retomar e fechar o contrato, que daria à Odebrecht (dona da Braskem) […]

As negociações para a compra da Quattor pela Braskem estão paradas há mais de um mês. Motivo: uma parte do grupo controlador da Quattor conseguiu uma liminar na Justiça sustando as negociações.

Oficialmente, as duas empresas esperam somente a derrubada da liminar para retomar e fechar o contrato, que daria à Odebrecht (dona da Braskem) a hegemonia no setor petroquímico brasileiro.

Mas extraoficialmente a turma da Quattor começou a refazer as contas e discutir internamente se a venda vale mesmo a pena.  O problema é que voltar atrás é uma operação delicada:  esse é um daqueles negócios que o governo faz muito gosto que aconteça.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s