Lei da Magistratura viabiliza salto salarial e pacote de benesses

Os ministros do STF encerraram à meia-noite, por meio eletrônico, a votação do texto base

 

Os ministros do STF encerraram à meia-noite, por meio eletrônico, a votação do texto base da nova Loman (Lei Orgânica da Magistratura).

Com isso, a corte pode votar nesta quarta-feira, em sessão administrativa, os itens que foram destacados por ministros.

Na corte, os críticos da nova Loman dizem que ela seria um abuso até mesmo para a realidade econômica da Suécia, uma vez que penduricalhos, gratificações, verbas extras e toda forma possível de aumentar salário foram incluídos na proposta.

Pelo texto, haverá casos em que juízes poderão mais do que dobras seus vencimentos.

Há auxílios para creche, educação, capacitação, saúde, moradia, gratificações para exercer funções, por tempo de serviço, para quem vai estudar no exterior, espécies de 13 e 14 salário para quem julga mais processos do que recebe… E por aí vai.

Além disso, há a possibilidade de enfraquecimento do CNJ e de sua capacidade de punir magistrados.

Após a votação do texto final pelo STF, a matéria ainda precisa ser enviada ao Congresso para apreciação dos parlamentares.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Vcs acharam que o golpe não teria preço? A mídia cobrou a não regulamentação do setor, a Fiesp a terceirização, os bancos a reforma da previdência e o judiciário a nova lei orgânica. Parabéns aos patriotas que como idiotas pateram suas panelas.

    Curtir

  2. Jose Jaime Zaccarelli Sagueiro

    Na Democracia a Sociedade não vai conseguir nada . É Golpe em Cima de Golpe . Vindo de quem deve dar Exemplo. Só com Guerra Muda esse País .

    Curtir

  3. Luiz Moscaleski

    Heiii, quem votou em Dilma nao votou em Teme?
    Engraçado, se nao presta tem que tirar mesmo, fazer o que se votaram errado…..
    O povo tem que parar de reclamar, agora trabalhe duro e pfv…., vota direito nas proximas vezes!!

    Curtir

  4. paulo tarso da costa

    E assim esses bandidos e sanguessugas da nação vão mutilando causas pétreas da constituição julgando e legislando em causa própria para “legalizar” a roubalheira. Depois quando questionados, os excelentíssimos argumentam pomposamente que esta tudo “estritamente dentro dos parâmetros legais”. Só cadeia mesmo pra essa turma se tocar.

    Curtir

  5. Cledir Ramos

    Em um país que tudo pode, como comentar alguma coisa sabendo que de nada vai adiantar. Eles fazem as leis, projetam os aumentos nos salários cometem todo tipo de desmando, farinha do mesmo saco não querem perder nenhuma regalia.

    Curtir

  6. Gerson vinenti

    Infelizmente tiraram nossas armas, pois seria agora a hora de encostar todos os párias que infestam este Brasil num paredão e fuzila-los todos. Eles podem, o Povo que se exploda de tanto trabalhar para pagar os nababescos salários deles. Não é justo.

    Curtir