Mauricio Lima Radar on-line

Radar on-line

Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Ernesto Neves e Pedro de Carvalho

sobre

O Radar publica informações exclusivas e bastidores de tudo o que for relevante. Da política à economia; do esporte à área cultural; do mundo dos negócios à segurança pública – tudo cabe neste espaço, desde que seja uma informação confiável e inédita.

Aula pela metade

Por: Severino Motta

Longa sessão

A longa sessão de julgamento do mensalão no STF parece ter cansado a juventude.

Nenhum dos estudantes das faculdades de Direito que hoje foram à Corte acompanhar o caso ficou até o encerramento da sessão.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. milton

    Q. vergonha !!!! Provavelmente só foram para serem filmados pelas câmeras de TV. Isso é Brasil = lamentável !!! Por pior e/ou mais enfadonha que tenha sido, ainda assim foi uma “baita” aula jurídica. Mas . . . . infelizmente isso não interessa aos nossos futuros advogados/magistrados, enfim . . . . Q. pena !?!?!?!
    e.t. Sou um cidadão comum , atento e interessado nas coisas do Brasil !

  2. Rodolfo

    Para quê estudar? A molecada já percebeu que ESTUDAR e ser HONESTO no Brasil não dá em nada!
    O grande negócio é ser filiado ao PT, membro de algum SINDICATO e conseguir um CARGO COMISSIONADO com DAS-6!
    Esses têm aumento de 25%, enquanto que os cargos normais, conseguidos via CONCURSO PÚBLICO, têm 15% de aumento divididos em 3 anos!

  3. Luiz Antonio Rodrigues

    na verdade, os “meninos” só aparecem quando o “professor demorowski” dá suas aulas de embromação, tentanto de todas as maneiras possíveis, “esticar” o julgamento até onde o saco da nação resista!