Blogs e Colunistas

quarta-feira, 6 de março de 2013

18:04 \ Economia

Saindo do sufoco

Eike e Esteves: parceria

O namoro entre Eike Batista e André Esteves (leia mais em Negócio fechado) resultou em casamento. Oficialmente, ambos chamam o contrato de “acordo de cooperação estratégica”.

Eike Batista e o BTG Pactual acabaram de fechar um meganegócio, pelo qual o banco de investimentos de Esteves pode injetar bilhões de dólares para que o grupo EBX possa dar seguimento ao seu pesado plano de investimentos. O BTG abrirá linhas de crédito para os projetos de Eike.

Eike e BTG anunciarão que a remuneração do banco será calculada com base no desempenho das companhias do grupo. Um comitê, comandado por Eike e Esteves, será formado e se reunirá semanalmente para discutir as estratégias, projetos e investimentos.

Como se sabe, o fôlego financeiro de Eike estava no final. Pelo acordo, o BTG passa a dividir a gestão dos negócios com Eike. O anúncio será feito a qualquer momento ao mercado.

A operação é neste momento vital para Eike Batista que desde meados do ano passado, sofre com o ceticismo dos investidores, que teve como consequência mais vistosa a queda fenomenal no valor das ações das empresas do grupo EBX.

A ideia de procurar André Esteves foi discutida pela primeira vez na casa de Eike Batista, no dia 15 de fevereiro, numa reunião entre o bilionário e dois conselheiros, Adriano Vaz e Roberto D’Ávila.

Dois dias depois, Vaz conversou sobre o tema pela primeira vez com Esteves em pleno Desfile das Campeãs, no Sambódromo (Aliás, quem conhece Esteves sabe que ele só gastaria seu tempo num desfile de escola de samba se usasse parte dele para prospectar negócios).

No domingo, 17, Eike e Esteves finalmente tiveram o primeiro encontro para embalar o negócio.

Nada como um dia após o outro. Os bilionários Eike e Esteves já tiveram momentos de briga entre eles (leia mais em Temperatura máxima  e Divergência de bilionários).

Num dia recheado de novidades (leia mais em Bye bye Eike) as ações das empresas X fecharam em forte alta. A OGX, que chegou a cair 4,3% no início da tarde, fechou com alta de 5%. A LLX fechou em alta de 8,3%.

Por Lauro Jardim

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

25 Comentários

  • Simulador Credito

    -

    6/3/2014 às 23:55

    Por favor, como podemos entrar em contato com o departamento de vendas da empresa?

  • Gilberto Mendes

    -

    7/3/2013 às 16:03

    Tudo que SOBE, um dia DESCE !!! E a descida dele foi vertiginosa.

  • Mosca Azul

    -

    7/3/2013 às 12:33

    ESTEVES – O MELHOR MELHOR DO MUNDO…

  • Mosca Azul

    -

    7/3/2013 às 12:32

    EIKE E ESTEVES AS ESTRELHAS DO CAPITALISMO BRASILEIRO AMADOS PELO GOVERNO PETISTA.

  • Frank

    -

    7/3/2013 às 11:17

    O BTG ACEITOU A PARCERIA PARA NÃO LEVAR O CANO. A COISA ESTÁ FEIA PARA O EIKE. TEM GENTE NO ITAU E BRADESCO SEM DORMIR, O BARCO ESTÁ AFUNDANDO. CRUZ CREDO AVE MARIA………….

  • Sanfoneiro de Zona

    -

    7/3/2013 às 10:39

    Isso é pirâmide!

  • Think Tank

    -

    7/3/2013 às 9:35

    É pirâmide Ponzi de IPO do Mr. X desmoronando.
    Só este achou que poderia fazer oferta publica infinitamente sem produzir nada.

  • José

    -

    7/3/2013 às 1:49

    O Eike,como a maioria dos empreendedores natos, não dimensionou bem a operacionalização da coisa. O resultado disso é que o alongamento da concretização da fase pré-operacional, postergou a fase de entrada de recursos, uma simples questão de fluxo de caixa e gestão de capital de giro. Fez muito bem em buscar um banco e estabelecer uma parceria, isso vai viabilizar seus projetos, afinal nem só de ações vivem os negócios, há que se compor o capital também com bancos. Questão de dar tempo ao tempo, literalmente, pois suas empresas essencialmente são negócios altamente rentáveis.

  • ANALISTA DE MERCADO

    -

    7/3/2013 às 0:50

    PELO QUE SEI NOVAS DIVIDAS SO AUMENTAM O SUFOCO. EM GERAL NA SITUACAO DE SUFOCO DO CARECA OS TERMOS DOS NOVOS EMPRESTIMOS DEVEM SER DRACONIANOS. SE BOBEAR ATE O CACHORRO VAI SER DADO COMO GARANTIA. E INTERESANTE E PATETICO VER COMO A MAIOR PARTE DOS ANLFABETOS NAO ENTENDE O QUE PASSA E USAM TERMOS DEBILOIDES COMO “INJETAR” DINHEIRO. FAZ ME RIR…PARA ENSINAR A ESSA TURMA: OU E EMPRESTIMO OU O BANQUEIRO E LOUCO E ESTA SE TORNANDO SOCIO DO TOMADOR FALIDO. MAS ESSE PAIS E DE LOUCOS MESMO. TUDO E POSSIVEL.

  • MILITAR EMPUTECIDO

    -

    7/3/2013 às 0:36

    O Gabriel tem razao. Ainda dizem que o Andreazza roubava. Pelo que sei nao tem general ou coronel bilionario ou mesmo milionario. Me lembro so os civis enriqueceram nababescamente, como e o caso do professor Delfim. Agora, o que tem de gatuno roubando nao esta escrito. E uma roubalheira ampla, geral e irrestrita, como se dizia em outro contexto. O Delfim vai ficar na saudade do tempo que surrupiava, por ter sido modesto demais.

  • Rodolfo

    -

    6/3/2013 às 23:03

    O Esteves fechou com o Eike e as ações do Pactual já estão indo ladeira abaixo!

  • juscelino

    -

    6/3/2013 às 22:54

    Respirando por aparelhos a partir de agora…

  • ALCEU

    -

    6/3/2013 às 22:51

    quer fazer a mesma coisa na sua empresa sem precisar de banco?
    leia e aplique o que está no blog Axiomas da Capitalização

  • Gabriel Asroul da SIlva

    -

    6/3/2013 às 22:19

    Nunca antes na estoria do Brasil duas pessoas tiveram tanto acesso ao lobby estatal BB, BBI, BNDES, Caixa. De 2005 ate hoje o Brasil criou bilionarios.

  • ANALISTA DE MERCADOS

    -

    6/3/2013 às 22:06

    PARECE QUE SE TRATA DE CONTRAIR MAIS DIVIDAS. ESSA E UMA TERRA DE LOUCOS ONDE MAIS ENDIVIDADO MELHOR. VAMOS PARA A ZORRA E DEIXAR A CONTA PARA OS OTARIOS PAGAR.

  • Gugu Maran

    -

    6/3/2013 às 22:05

    Eike deve estar quebrado. Endividamento líquido elevadíssimo! Subscrição na mmx, put na osx, na ogx. O negócio está feio. Vai subir. Mas depois cai. E a HRT Lauro Jardim? Estou comprado a 20 reais e tomando uma naba feia.

  • Mark Felt

    -

    6/3/2013 às 21:29

    Chega a ser assustadora a semelhança entre as praticas de Andre Esteves e as do fundador do Pactual, Luiz Cesar Fernandes. Fernandes afundou quando enveredou por laranja, textil, embalagens e outros negocios e, por isso, Esteves o expeliu do banco. Esteves o repete em tudo, desde a mansao cinematografica que comprou na Toscana até a diversificação de negocios além da capacidade de digestao. Nunca é tarde para lembrar que quando a historia se repete é sempre sob a forma de tragédia. A do Luiz Cesar já aconteceu. Esteves começa a cavar a propria cova se juntando ao aventureiro irresponsavel Eike. É questao de tempo.

  • Flavio A. Lourenço

    -

    6/3/2013 às 21:08

    Vai afundar os dois, questão de meses!!!

  • abelardo borborema.

    -

    6/3/2013 às 20:46

    Parece mais um encontro entre o solido e a cavidade, trolha e cabaca. As portas do BNDES vao ser arrombadas de vez por esses “empreendedores que desejam trazer desenvolvimento, progresso e modernidade”. A macacada tupiniquim vai pagar a conta nos impostos e recapitalizacoes do BNDES.

  • ze do matogrosso

    -

    6/3/2013 às 20:24

    ..eiqui começa a entregar o anel de ….Esteves é raposa ladina, sabe o que faz. Faz lembrar a história da coleira. Vai acabar usando uma. Merecido.

  • Evilasio

    -

    6/3/2013 às 20:17

    A esperteza do BTG, pode ser um tiro no pè, pois, o engodeiro EIKE BATISTA, não passa de um conto de fadas.

  • ANALISTA DE MERCADO.

    -

    6/3/2013 às 19:57

    SE FOR PARTICIPACAO ACIONARIA O BTG AFUNDA COM O ABRACO DE AFOGADO. VAMOS VER SE O ESTEVES E MACACO VELHO OU MACACO NOVO. SE FOR EMPRESTIMO, VAI DEPENDER QUANTO ESTIVER EM JOGO E QUAIS SAO AS GARANTIAS. PARECE QUE NA BANANIA O CONFLITO DE INTERESSE EM INFORMACOES PRIVILEGIADAS E A CORRETORA DO ESTEVES NAO E LEVADA EM CONTA. ISSO PODERA FECHAR AS PORTAS PARA O ESTEVES NO MERCADO AMERICANO SE ELE TIVER PRETENSOES NESSE SENTIDO. ACHO POUCO PROVAVEL QUE CONSIGA LIBERACAO DA SECURITIES AND EXCHANGE COMMISSION JA QUE ESTAO DOCUMENTADAS TRANSACOES ENTRE A CORRETORA E ACOES DO GRUPO X. ENFIM, MACACO NOVO OU MACACO VELHO. VAMOS VER.

  • Sidney sa Pereira

    -

    6/3/2013 às 19:49

    Creio que esta será a parceria de negócios mais perfeita de todos os tempos no Brasil. Ambos almejam ganhar dinheiro,obviamente,mas a diferença é que ambos desejam trazer agregados desenvolvimento,progresso e modernidade ao nosso país.O Brasil vai ganhar muito com esse novo modelo de empreendedorismo ousado. Eike precisava de capital de investidores e Andre não tinha onde aplicar melhor seu capital disponível. Foi o encontro do côncavo com o convexo.Chega de empresàrios que só querem se dar bem com dinheiro público!

  • ANALISTA DE MERCADO.

    -

    6/3/2013 às 19:45

    SE O BTG COMPRAR ACOES DAS EMPRESAS X ESTAO COLOCANDO A CABECA NO LACO E ASSUMINDO OS RISCOS. SE ESTIVEREM APENAS EMPRESTANDO DINHEIRO, SERA DINHEIRO COMO DE QUALQUER OUTRO BANCO. O QUE VAI SER? PARTICIPACAO ACIONARIA OU APENAS EMPRESTIMO?

  • Sanfoneiro de Zona

    -

    6/3/2013 às 19:17

    Esse pessoal do BTG Pactual é esperto pra caramba. Eike Batista ainda acaba empregado de André Esteves.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados