Vera Magalhães Radar on-line

Radar on-line

Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Severino Motta e Natalia Viri

sobre

O Radar publica informações exclusivas e bastidores de tudo o que for relevante. Da política à economia; do esporte à área cultural; do mundo dos negócios à segurança pública – tudo cabe neste espaço, desde que seja uma informação confiável e inédita.

Investigado na Acrônimo, presidente da Cemig pede demissão

Por: Vera Magalhães

De malas prontas da Cemig

De malas prontas da Cemig

Investigado na operação Acrônimo, o presidente da Cemig, Mauro Borges, pediu demissão.

O ex-ministro do Desenvolvimento, que assumiu a estatal mineira no começo do ano passado, teve bens como computadores, celulares e tablets apreendidos pela Polícia Federal em outubro e chegou a prestar depoimento, na condição de investigado.

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, cuja campanha é o alvo da Acrônimo, procura um substituto para Borges.

(Atualizado às 13h57: A Cemig negou que Borges esteja deixando a companhia. A assessoria de imprensa do governo de Minas Gerais também afirmou que “Borges é e permanece presidente da Cemig”. O Radar mantém a informação. A coluna apurou que o executivo  pediu demissão e sua saída depende de o governador Pimentel aceitar o pedido e encontrar um sucessor.)

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. Alexandre Paiva

    Falo com conhecimento de causa: se sair, a roubalheira com outro irá continuar.

  2. Guilherme

    Veja o comentário na coluna da Raquel, no jornal O Tempo de 06.0l.16

  3. Lucas Souza

    Esse presidente é um factoíde que vai sair sim, isto porque está fazendo um caos inrresponsavél deixando a sociedade, consumidores, acionistas e muitos projetos da empresa parados por incompetência.

  4. Anisio Santiago

    Volta Djalma!!!

  5. Oliver de Oliveira Cesar Sampaio Dos Santos Neves

    Alguém poderia me dizer porque um governo estadual precisa de uma empresa de energia elétrica? Ou porque precisa de qualquer empresa?

  6. B Coimbra

    Indicado por Pimentel, só pode ser pilantra!

  7. Camilo Oliveira

    Não tinha a menor dúvida que governo do PT seria isso que está ai (um ano) so página policial em Minas a vergonha passa a ser um item no Mineiro que teve a defazate de votar em Fernando Pimentel e na quadrilha que ele faz parte.
    pobre de nós que não votou e tem a amargura do dia a dia de ver estes bandidos no governo de um estado como Minas gerais ( vendo no dia a dia a intenção clara desses vagabundos so querem roubar), pobre Minas Gerais

  8. Kika

    A Cemig não é mais o que era…tudo piorou depois que o ex presidente da FNU, indicado pelo sindicato, ex militante, se tornou diretor em uma das pastas mais cobiçadas da empresa, Geração e Transmissão. O trabalho se uniu ao capital e o empregado foi o mais prejudicado.

  9. Toninho Malvadeza

    Em tempo:Acrônimo

  10. Toninho Malvadeza

    (…)cuja campanha é alvo da Anacrônimo.

  11. Dica Vaqueiro

    Veja, a Cemig divulgou uma nota informando que o presidente continua. Quem está mentindo Cemig ou Veja? Isto não é brincadeira que se faça

  12. Por falta de adeus, não!
    XÔ! !!!!!!!!!!!!!!!! Pega o pilantrel, dilma, e os outros vagabundos do pt, leva-os junto com você.
    Extinção do ptorpe, já.

  13. Diogo

    Tudo bem,mas ninguém aguentava mais aquele Djalma lá na Cemig.

  14. Diogo

    Porque o PT votou contra a constituição.Agora esta Acrônimo vai esperar terminar o mandato do Batista para entregá-lo à justiça que é bastante morosa?

  15. Moisés de Carvalho

    Assim como Pimentel, Mauro Borges se transformou em uma grande decepção para os mineiros. Eletricitários da Cemig estão em greve a 41 dias.

  16. Jotaga

    A Papuda espera de braços abertos .

  17. João Brasil

    Quando Aécio era governador do estado, sua irmã ‘distribuiu’ verbas (90%) para rádios e jornais da família. Construíram um aeroporto na fazenda de um tio, para favorecer o governador que tem casa pertinho, onde era do vô. Teve desvios no SUS, na Cemig (essa mesmo em foco), além de problemas com indicações dele para Furnas. Por que uns NÃO SÃO IGUAIS perante a lei como preconiza nossa Constituição?

  18. Lucio Moreira

    Já vai tarde e pode levar o Pimentel junto.

  19. eli

    Tomara que alem de sair, ele vá pra cadeia

  20. Trapizomba

    O DF conviveu por 4 anos com o Ratão do Cerrado, os mineiros terão mais 3 anos com o Ratão do pão de queijo. O impressionante é como a própria população elege ratos para assaltá-la.

  21. Anisio Santiago

    Especulação pra bolsa de valores…

  22. João Carlos

    Eu nunca me senti tão decepcionado com uma mudança de governo. Em Minas Gerais os eleitores acreditaram, que estavam fazendo um grande mudança. Ficou a mesma coisa ou pior. E não me venham com posições partidárias. Qualquer partido politico só pensa em cargos e poder. O POVO só é lembrado durante a campanha. Depois passa 4 anos esquecido.

  23. Cirval

    Do mesmo modo, deveriam renunciar a Dilma, o Cunha, o Renan, o governador Pimentel, e uma infinidade de políticos desmoralizados, que envergonham a política e depreciam a economia nacional.

  24. Inacio Morandi vianini

    Já foi tarde!!!!

  25. Alexandre Medeiros

    A notícia não procede, Mauro Borges continua!!!

  26. Antônio M. de Souza

    Eu aceito o cargo