Blogs e Colunistas

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

8:34 \ Economia

Eike e a LLX

Eike: mudou de ideia

Eike Batista não vai mais fechar o capital da LLX. Beleza. Aos mais próximos, porém, não se cansa de dizer que ele e o Ontario (fundo de pensão canadense, seu sócio) passaram a comprar ações para aumentar suas respectivas posições na empresa.

Por Lauro Jardim

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

10 Comentários

  • Sardinha

    -

    24/9/2012 às 22:21

    a decisão de investir ou não nas empresas X é uma decisão individual,
    -
    Claro que cada um faz o que quiser com a sua grana, mas há maneira melhor de jogar dinheiro no lixo.
    -
    -
    muitos já tentaram especular com as empresas de Eike e se deram mal, então ficam por aí, de beiçinho…
    -
    Claro! ninguém gosta de ser roubado, principalmente com conversa mole de ladrãozinho safado fingindo generosidade. Só não se deu mal os tubarões com informação privilegiada agindo arquestradamente com o reizinho e também tem aqueles evidentemente não espera noticias de mercado em jornal (análise gráfica) – beicinho não é coisa que se espera de um Trader profissional, as vezes perder faz parte do jogo.
    -
    -
    o Superporto Açu inicia suas atividades em 2013(muitos que postaram por aqui nem sabe onde ele se localiza),
    -
    onde fica é o que menos interessa – só sei que você está muito mal informado. Açu não terá start-up nem em 2015 – talvez você não saiba o que são obras civis – montagem eletromecânica – comissionamento, automação, operação assistida. Cadê os galpões?, cadê os transportadores? cadê a operação? – rump-up mesmo talvez em 2020.
    Te oriente!!! seus assessores estão te enganando.
    -
    -
    seus sócios são o maior fundo de pensão canadense(OTPP), a maior mineradora do mundo(Anglo),
    -
    Se informe melhor a Anglo American é quinta mineradora do mundo. Dr. google não faz mal a ninguém.
    -
    -
    o maior fundo de investimento árabe(Mubadala), a General Eletric e outros megainvestidores… opinião de sardinha pouco importa nas minhas avaliações.
    -
    Eu sei disso, todos já sabem que sardinha você só quer o coro mesmo.
    é por isso que ninguém compra mais suas ações.

  • Leonardo Vieira

    -

    24/9/2012 às 6:13

    a decisão de investir ou não nas empresas X é uma decisão individual, muitos já tentaram especular com as empresas de Eike e se deram mal, então ficam por aí, de beiçinho… o Superporto Açú inicia suas atividades em 2013(muitos que postaram por aqui nem sabe onde ele se localiza), seus sócios são o maior fundo de pensão canadense(OTPP), a maior mineradora do mundo(Anglo), o maior fundo de investimento árabe(Mubadala), a General Eletric e outros megainvestidores… opinião de sardinha pouco importa nas minhas avaliações.

  • corretor

    -

    23/9/2012 às 19:18

    O Mauro Vaz descreve um dos esquemas mais antigos para arrancar o dinheiro dos pequenos: e o celebre “pump and dump” que era comum na epoca do crash da bolsa de Nova Iorque em 1929. O que se seguiu foi a Grande Depressao. Vamos ver o que vai acontecer aqui.

  • IKE BATISTA

    -

    22/9/2012 às 19:49

    PARECE QUE O MAURO VAZ SACOU A JOGADA DO EIKE BATISTA. ANALISE BRILHANTE.

  • MACACOVELHO INVESTIDOR

    -

    22/9/2012 às 17:14

    AS EMPRESAS DO EIKE SAO COMO UMA BANANA. A PARTE MADURA E COMESTIVEL E REPRESENTADA PELA CENTENNIAL E EBX. SAO PRIVADAS E PORTANTO NAO ESTAO AO ALCANCE DA PATULEIA QUE FICA OLHANDO A VITRINE. AS EMPRESAS DE LETRINHAS SAO A PARTE PODRE DA BANANA QUE ELE CONSEGUE DISFARCAR COM GRANDES DOSES DE FUMACA, ESPELHOS, PIRLIMPIMPIM E OUTROS TRUQUES PARA VENDER AOS “INVESTIDORES”. GRANDES INVESTIDORES E TALVEZ ATE O PROPRIO EIKE E O FUNDO DE PENSAO DE ONTARIO PODEM FAZER O QUE O MAURO VAZ ESTA SUGERINDO PUXANDO PARA CIMA O PRECO DOS MACACOS ATE A RASTEIRA FINAL.. PARA O PEQUENO INVESTIDOR SO RESTA COMER A BANANA PODRE E CARREGAR OS MACACOS NO PESCOCO.

  • silvio santos da silva

    -

    22/9/2012 às 13:05

    EIKE BATISTA E UM BOM VENDEDOR DE MACACOS, ESPECIALMENTE COM SEU ASSISTENTE DE ONTARIO. O BRASIL ESTA CHEIO DE OTARIOS QUE PEDEM PARA SER ENGANADOS. E SO VER OS POLITICOS QUE SAO ELEITOS.
    VAI TER MUITA GENTE PENTEANDO MACACO NO FIM DESSA HISTORIA.

  • Marcos Eliziário Santos

    -

    22/9/2012 às 12:33

    Eike conseguiu capital barato com o IPO de suas empresas, levantou bilhões. Agora, as ações cairam, e ele recompra as mesma ações que vendeu caro por um preço menor. A diferença, ficou como caixa para a empresa, é a mesma coisa que pegar dinheiro no banco e pagar juros negativos.
    Ok, uma coisa dessas pode ser uma puta coincidência ou pode ter sido premeditada, de ma fé mesmo. O fato é que se fosse nos EUA, a SEC no mínimo estaria fazendo uma investigação.
    Por essas e por outras que falo que pequeno investidor que investe em ações no Brasil ou é desinformado, ou então é jogador compulsivo. Aqui o acionista minoritário não tem proteção institucional nenhuma.

  • Mauro Vaz

    -

    21/9/2012 às 17:11

    ENTENDA O MERCADO DE AÇÕES

    Certa vez num vilarejo, apareceu um homem anunciando aos aldeões que compraria macacos por $10 cada.

    Os aldeões sabendo que havia muitos macacos na região foram à floresta e iniciaram a caça aos macacos.

    O homem comprou centenas de macacos a $10 e então os aldeões diminuíram seu esforço na caça.

    Aí, o homem anunciou que agora pagaria $20 por cada macaco e os aldeões renovaram seus esforços e foram novamente à caça.

    Logo, os macacos foram escasseando cada vez mais e os aldeões foram desistindo da busca. A oferta aumentou para $25 e a quantidade de macacos ficou tão pequena que já não havia mais interesse na caça.

    O homem então anunciou que agora compraria cada macaco por $50! Entretanto, como irias à cidade grande, deixaria seu assistente cuidando da compra dos macacos.

    Na ausência do homem, seu assistente disse aos aldeões: “Olhe todos estes macacos na jaula que o homem comprou. Eu posso vender por $35 a vocês e quando o homem retornar da cidade, vocês podem vender-lhe por $50 cada.

    Os aldeões, espertos, pegaram todas as suas economias e compraram todos os macacos do assistente.

    Passaram se muitos anos, e até hoje eles nunca mais viram o homem ou seu assistente, somente macacos por todos os lados.

    Agora você entendeu como funciona o mercado de ações.

    Autor: desconhecido

  • Mauro Vaz

    -

    21/9/2012 às 14:48

    Bobo esse Eike Batista, agora vai especular com as ações de sua própria empresa;
    1 – Eike compra grande lotes;
    2 – As ações sobem;
    3 – os pequenos investidores desinformados voltam as comprar as ações das X’s da vida;
    4 – As ações se valorizam ainda mais;
    5 – Então, Eike rapidamente vende suas ações valorizadas, enche ainda mais o rambo de dinheiro;
    6 – Como os lotes vendidos são grandes as ações voltam a cair,
    7 – Os tubarões batem em retiradas fazendo grandes lucros;
    8 – As ações cai ainda mais;
    9 – Os pequenos investidores fica a ver navios com mico nas mãos,
    10 – A imprensa noticia que Eike Batista ficou mais pobre com a queda das ações.
    11 – Eike Batista longe no bem bom, rindo da cara de todo mundo.
    12 – Os pequenos investidores desesperados vendem agora tudo a preço vil;
    12 – Eike Batista volta e compra tudo a preço de banana.
    12 – E assim caminha a humanidade – para cada otário, um otário e meio.

  • Joubert J. Cogo

    -

    21/9/2012 às 14:18

    Eu havia adquirido as ações da llx e com o discurso do Sr. Eike Batista vendi as ações com prejuizo, agora fico pensando se isto foi mais uma estratégi do bilionário ou não, gostaria de saber, foi totalmente deselegante isto.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados