Blogs e Colunistas

sexta-feira, 1 de junho de 2012

12:03 \ Economia

A nova guerra das cervejas

Reação às medidas do governo

Os setores de cerveja e refrigerante estão reunidos agora para analisar a paulada que levaram com o aumento do IPI, que pegou a turma de surpresa. Eles estavam em meio a uma negociação com o próprio governo, que previa o cumprimento de determinadas metas exatamente para que o IPI não fosse majorado.

As empresas internamente fizeram as contas e garantem que o aumento de preço para o consumidor chegará a 10%.

E que só neste ano 500 milhões de reais previstos em investimentos serão revistos. Diz um diretor de uma cervejaria:

- Não é do nosso lucro que vamos tirar o dinheiro que o governo está nos tomando via impostos.

Por Lauro Jardim

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

23 Comentários

  1. Podrespoderes

    -

    02/06/2012 às 23:59

    As cervejas populares são nojentas e intragáveis. Se é que se pode chamar determinadas marcas de cerveja. As artesanais brasileiras são caríssimas para o consumidor, pois deve ser uma dureza produzi-las, num país onde o governo só entra para atrapalhar tudo!

  2. Rafael

    -

    02/06/2012 às 22:04

    O que mais tem me assustado mesmo neste tópico são os gritantes e horrorosos erros de português. Mexer com CH, aumento com L e por aí vai… Não é à toa que esse país vai de mal a pior mesmo…

  3. ZEDOBAR

    -

    01/06/2012 às 22:22

    VEJAM O VIDEO DO CABRAL E DILMA NO CARNAVAL. TAO MAMADOS E FALANDO “INGRES”.

  4. ZEDOBAR

    -

    01/06/2012 às 22:17

    LULA BEBE CACHACA.

  5. João Moura

    -

    01/06/2012 às 21:43

    A Val Marchiori deve está tranquila, ela só bebe champagne comprada com dinheiro de propaganda de cerveja…

  6. sidineizancanaro

    -

    01/06/2012 às 19:29

    tem que aumenta mesmo, nao aumentarao do cigarro, tudo e droga legalizada, bebida alcoolica, causa problemas, como o cigarro e po figurinha , que nem os macos de cigarro………………..

  7. Emerson

    -

    01/06/2012 às 18:08

    Se querem saber? MUITO BEM FEITO! Isso mesmo grandes empresários, continuem dando grana ao PT, contribuindo para o fim da democracia e do livre mercado! A retribuição é essa! Esperavam o que?

  8. Emerson

    -

    01/06/2012 às 18:07

    Agora , Maconha tá liberada né? Então tá!

  9. Roberto

    -

    01/06/2012 às 16:52

    Aumenta impostos sobre cerveja e baixa dos automoveis.
    Pela campanha, se comprar carro não tem dinheiro pra cerveja ou seja se dirigir não vai conseguir beber.

  10. lul@ o Chefe do MENSALÃO

    -

    01/06/2012 às 16:51

    Quem está pagando os Carros e a Cerveja é o consumidor. O que esse governo CORRUPTO e INOPERANTE tem que fazer é cortar os seus gastos, apra que assim possa reduzir a carga tributária de forma geral na economia, e não ficar enganando a população, reduzindo impostos de um setor e aumentando emm outro.
    Prá que esse governo quer tanta gente fazendo espionagem e dossiês, sem nada produzir, e sendo pagos a peso de OURO.

  11. Mário Rogério

    -

    01/06/2012 às 16:12

    ô Lauro, que história é essa? Não só os senhores da cevada sabiam da tungada que anteciparam em um mês o aumento da cerveja. Ah, e não foram em irrisórios 10% não. Teve marcas -inclusive da Ambev- que sapecaram foi 30% de reajuste. ô povo ladrão.

  12. Francisco Magalhães Barros Junior

    -

    01/06/2012 às 16:02

    Acho que vou montar meu alambique.

  13. Jose Antonio Dias

    -

    01/06/2012 às 15:33

    O bom mesmo é que os impostos em cima dos remédios e e alimentação básica fosse zero o restante a gente segura.

  14. Think tank

    -

    01/06/2012 às 15:12

    Este é o governo parasita sempre disposto a meter a mão no bolso do contribuinte , nunca melhorar a própria eficiência, reduzir numero de ministérios inúteis que só servem para acomodar as BOQUINHAS dos cupinchas, sem oferecer nenhuma contra partida,

  15. Almir Bohana

    -

    01/06/2012 às 14:57

    Quanto mais o governo recebe mais aumenta os impostos.
    Tudo isso para financiar a corrupção, a bandalheira e alimentar os com-
    ponentes da quadrilha que Lula implantou e que Dilma continua.
    Vai chegar um dia e toda a quadrilha estará presa. Ou a quadrilha vai
    acabar com o Brasil.
    Orgulho para Lula e Dilma. O povo que se ferre.

  16. João Moura

    -

    01/06/2012 às 14:45

    Dislexia… No posto anterior leia-se Itaipava onde está “Itaivapa”…

  17. João Moura

    -

    01/06/2012 às 14:43

    Agora chegou a vez das pequenas… As cervejas com menores preços aumentarão em muito as vendas nas classes D, C e B. Eu mesmo vou trocar as “premiums” importadas e nacionais pela boa e leve Itaivapa… No barzinho vou tomar meus whiskies escocêses desconhecidos, aí não preciso pagar pelo “merchan”, só pelo sabor…

  18. Francise Frota

    -

    01/06/2012 às 14:41

    A 45 dias a cerveja teve um almento só com as especulações. E, agora? Sobe novamente?
    E, a saúde, a segurança, que não recebe esse dinheiro de volta? Nome de nosso País? Respondo: IMPOSTO

  19. Adriano

    -

    01/06/2012 às 14:23

    http://cervejariabamberg.blogspot.com.br/2012/06/entenda-o-por-que-reclamamos-dos.html

    Veja com é a zona da tributação nesse setor! É a cara do Brasil!

  20. Ismael

    -

    01/06/2012 às 13:48

    A cerveja brasileira já é cara demais pela pouca qualidade que tem. Em SP os bares já tão cobrando entre 7 e 8 reais a garrafa e agora vai aumentar mais? Vergonha

  21. Olivio Santos

    -

    01/06/2012 às 13:05

    Este anúncio de aumento já havia sido publicado ha dois meses atrás e, em consequência disso, o comércio já vinha praticando um aumento em torno de 15% a mais. Agora, que foi oficializado, o produto aumentará mais 20% e, depois darão um desconto de 10% informando que estaria em promoção. Acredite se quiser.

  22. Janio

    -

    01/06/2012 às 12:37

    Isso é um absurdo mecher no leite,ovos e carne tudo bem mas na cerveja é pra lascar.

  23. Roberto

    -

    01/06/2012 às 12:23

    É pessoal…..e o problema é que um dos grandes representantes da bancada da bebida no Congresso está “atolado” de serviço…o relator da CPMI ODAIR CUNHA !!! 150 mil reais só da Schin na campanha de 2010….dentre outras….

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados