E-books lá e aqui

Enquanto nos EUA, os e-books já desbancam os livros impressos em alguns segmentos, por aqui a coisa ainda não deslanchou. Um exemplo: 1822, de Laurentino Gomes, é o e-book de autor nacional mais vendido pela Amazon. Um sucesso nunca visto que, no entanto, não passou de 1 500 exemplares. Algo como metade de uma tiragem […]

Enquanto nos EUA, os e-books já desbancam os livros impressos em alguns segmentos, por aqui a coisa ainda não deslanchou. Um exemplo: 1822, de Laurentino Gomes, é o e-book de autor nacional mais vendido pela Amazon. Um sucesso nunca visto que, no entanto, não passou de 1 500 exemplares. Algo como metade de uma tiragem inicial de um livro no Brasil.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s