Blogs e Colunistas

sábado, 17 de março de 2012

9:33 \ Cultura

E-books: longe e perto

Kindle: cada vez mais longe do Brasil

Voltou à estaca zero a negociação entre as editoras brasileiras e a Amazon. Na semana passada, houve nova rodada de conversas. O impasse continua.

Em compensação, as conversas das editoras com Google e Apple avançam em ritmo bem mais acelerado.

Por Lauro Jardim

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

10 Comentários

  1. Celina Ferreira

    -

    19/03/2012 às 15:27

    Pena. Enquanto eles não se entendem estou disponibilizando o meu e-book free para download no seguinte endereço: http://celinaferreira.blogspot.com
    É um romance que se chama Desaparecidos conta a história da investigação do desaparecimento de um jornalista ! Confiram !!

  2. João Batista

    -

    19/03/2012 às 1:22

    AMAZON.COM VENDE MEU LIVRO: VOU TE MATAR EM NOME DE DEUS.

  3. João Batista

    -

    19/03/2012 às 1:19

    ESTOU ESPERANDO ESSA NEGOCIAÇÃO ACABAR PARA EDITAR MEUS LIVROS SEM CABEÇUOS NO MEIO.

  4. Ana Belacqua

    -

    18/03/2012 às 19:53

    Amazon no Brasil seria uma bença, os preços deles são muito em conta e eles também vendem produtos usados de qualidade, comorei demais por ela quando morava nos EUA.
    É uma pena, quanto mais competitividade melhor.

  5. Marcos

    -

    18/03/2012 às 14:54

    Não dou a mínima, tenho o Iba. Porém só falta ele pro Android.

  6. Alexandre Vasconcelos

    -

    18/03/2012 às 14:46

    É realmente uma pena, isso tem cara de lobby por parte da Apple e do Google, é importante que a Amazon entre no mercado Brasileiro em condições de igualdade para aumentar a competição, favorecendo assim o consumidor. Mas neste caso, infelizmente, o foco é no domínio do mercado e não no consumidor.

  7. Jacques

    -

    18/03/2012 às 12:13

    quem precisa de editoras brasileiras? com o preço dos livros que vendem, fico muito contente em comprar direto da amazon. O livro “1421 – O ano em que a China Descobriu o Mundo” custa, aqui, entre 60 e 80 reais. No Kindle custa $9,90 mais o achaque de 6% da Dilmá.

  8. silvinha m.m.

    -

    18/03/2012 às 0:54

    eu quero umm desse pra ler relatos porno

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados