Mauricio Lima Radar on-line

Radar on-line

Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Severino Motta e Pedro de Carvalho

sobre

O Radar publica informações exclusivas e bastidores de tudo o que for relevante. Da política à economia; do esporte à área cultural; do mundo dos negócios à segurança pública – tudo cabe neste espaço, desde que seja uma informação confiável e inédita.

E-books: longe e perto

Por: Lauro Jardim

Kindle: cada vez mais longe do Brasil

Voltou à estaca zero a negociação entre as editoras brasileiras e a Amazon. Na semana passada, houve nova rodada de conversas. O impasse continua.

Em compensação, as conversas das editoras com Google e Apple avançam em ritmo bem mais acelerado.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. […] company has been negotiating publishing rights with Brazilian publishers for the last few months, rumor has it that the discussions have stalled, and Amazon hasn’t yet confirmed when it will start beefing […]

  2. Celina Ferreira

    Pena. Enquanto eles não se entendem estou disponibilizando o meu e-book free para download no seguinte endereço: http://celinaferreira.blogspot.com
    É um romance que se chama Desaparecidos conta a história da investigação do desaparecimento de um jornalista ! Confiram !!

  3. João Batista

    AMAZON.COM VENDE MEU LIVRO: VOU TE MATAR EM NOME DE DEUS.

  4. João Batista

    ESTOU ESPERANDO ESSA NEGOCIAÇÃO ACABAR PARA EDITAR MEUS LIVROS SEM CABEÇUOS NO MEIO.

  5. Ana Belacqua

    Amazon no Brasil seria uma bença, os preços deles são muito em conta e eles também vendem produtos usados de qualidade, comorei demais por ela quando morava nos EUA.
    É uma pena, quanto mais competitividade melhor.

  6. Marcos

    Não dou a mínima, tenho o Iba. Porém só falta ele pro Android.

  7. Alexandre Vasconcelos

    É realmente uma pena, isso tem cara de lobby por parte da Apple e do Google, é importante que a Amazon entre no mercado Brasileiro em condições de igualdade para aumentar a competição, favorecendo assim o consumidor. Mas neste caso, infelizmente, o foco é no domínio do mercado e não no consumidor.

  8. […] E-books: longe e perto Kindle: cada vez mais longe do Brasil […]

  9. Jacques

    quem precisa de editoras brasileiras? com o preço dos livros que vendem, fico muito contente em comprar direto da amazon. O livro “1421 – O ano em que a China Descobriu o Mundo” custa, aqui, entre 60 e 80 reais. No Kindle custa $9,90 mais o achaque de 6% da Dilmá.

  10. silvinha m.m.

    eu quero umm desse pra ler relatos porno