Blogs e Colunistas

quinta-feira, 19 de abril de 2012

8:29 \ Congresso

O fim da prova

Cunha versus OAB

Eduardo Cunha intensificou a cruzada contra o exame da OAB. O deputado conseguiu a assinatura do Jilmar Tatto, líder do PT na Câmara, para a urgência na tramitação do projeto que trata sobre o fim da prova da Ordem. Outros líderes prometeram assinar o documento.

Por Lauro Jardim

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

150 Comentários

  • Pedro felippe

    -

    30/3/2014 às 11:16

    A prova é inconstitucional, porém o judiaciario ainda mantém ganhos de causas para a OAB porque muitos dos desembargadores, juízes e possivelmente ministros devao ser proprietários de cursinhos.

  • Paulo Cesar de Souza

    -

    20/6/2013 às 1:52

    UM EXAME ESPECÍFICO DEVERIA SER APLICADO PELO MEC PARA OS CURSOS DE BACHARELADO DE VÁRIAS ÁREAS, SENDO MAIS RIGOROSOS PARA AS CARREIRAS QUE ENVOLVESSEM DE MANEIRA AMPLA RISCO A SAÚDE, SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE, EX: MEDICINA, ENFERMAGEM, ENGENHARIA,ARQUITETURA, GEOLOGIA, ETC… OS DEMAIS CURSOS,TERIA A EXIGÊNCIA DE UMA ESPECIALIZAÇÃO NA ÁREA DE ATUAÇÃO, ex: DIREITO, ADMINISTRAÇÃO, ECONOMIA,CONTABILIDADE, TURISMO, JORNALISMO, ETC..SENDO SUPRIDA A EXIGÊNCIA DE QUALQUER EXAME,SE OS PROFISSIONAIS TIVESSEM ACESSO A ESTÁGIO EM ÓRGÃOS PÚBLICOS E NOS SEUS CONSELHOS ESPECÍFICOS DE NO MÍNIMO 430HS APÓS A COLAÇÃO DE GRAU. TEM CARREIRAS QUE ESTÃO NAS ESTATÍSTICAS DE ACIDENTES E HOMICÍDIOS NA MÍDIA TODOS OS ANOS. MESMO ASSIM OS NÃO HABILITADOS NOS CONSELHOS, SENDO BACHAREL, PODERIAM LECIONAR NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO E NOS 50% DOS PERÍODOS ANTERIORES DA SUA FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA, AFIM SE APLIMORAREM NAS PESQUISAS ESPECÍFICAS DAS ÁREAS DE SUAS CARREIRAS, SENDO POSSÍVEL O INGRESSO NOS ULTIMOS 12 MESES APÓS SUA COLAÇÃO DE GRAU . ULTRPASSANDO OS 12 MESES, SÓ PODERIAM LECIONAR NO PERÍÓDO DE MATRICULADO EM UMA PÓS ESPECÍFICA DA MATÉRIA, SUJEITO A ANÁLISE DE CURRÍCULO PELA INSTITUIÇÃO INTERESSADA. O BACHAREL EM DIREITO NÃO PODE SER ESTAGIÁRIO, POIS ESTÁ FORMADO E NÃO É ADVOGADO,PERGUNTO A OAB QUAL A CLASSIFICAÇÃO LEGAL PARA ESTE CIDADÃO? EU ME ESCREVI NA ORDEM,SOU FORMADO PAGO EM DIA,ME SENTINDO UM DOADOR PORQUE OS ESCRITÓRIOS SÓ ADMITEM FORMANDOS.

  • luiz carlos da silva

    -

    27/4/2013 às 11:41

    Bom dia;
    Queridos colegas, estamos vivendo dias difíceis, os partidos políticos divorciados das suas militâncias, os corruptos mandando em todos, inclusive no STF, as instituições mergulhadas numa burocracia sem igual
    os presídios todos lotados, a globo coloca no ar mais uma telenovela.
    Os corruptos estão por toda parte e esses milhões que a OAB arrecada com essa vergonha de exame é um prato cheio, todos querem um pouquinho desse dinheiro fácil de ganhar. NOSSA LUTA não será nada fácil estaremos lutando diretamente contra o poder e contra milhões de pessoas IGNORANTES que pouco ou nada entende.
    Estarei lá na Av. Paulista, mesmo que seja o único, estarei LUTANDO pelo pai, pelo filho, por todos os espíritos santos, por todos os brasileiros que ainda acreditam na VERDADE, na justiça e que e POSSIVEL MUDAR.
    Ah, estarei gritando VITÓRIA, VITÓRIA, VITÓRIA estou aqui e não vou mais me calar.
    ADVOGADOS COM CARTEIRA OU NÀO VAMOS LUTAR, TODOS NA PAULISTA.

    MUITO OBRIGADO

    LUIZ
    \

  • JOÃO BATISTA SUAVE

    -

    25/4/2013 às 15:50

    A/C DA VOSSA SANTIDADE PAPA “FRANCISCO”

    NOTÁVEL PAPA FRANCISCO:

    Nós Bacharéis em Direito do Brasil, pedimos o Vosso apoio em nossa árdua luta, que já perdura desde o ano de 1994, pedimos que ore por nós principalmente, pois temos fé em DEUS e em ti. “Nosso Movimento”, gostaria de ter o direito ao livre ofício do trabalho, já que atendemos as exigências da LEI de nosso PAÍS. infelizmente, vemos nosso direito ser suprimido pela OAB(ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL), que insistentemente discrimina aqueles que não passam no seu EXAME IMORAL, ANTIÉTICO, INJUSTO, DESUMANO e com o fim específico de arrecadar milhões com suas taxas exorbitantes, mantendo a quase uma década a sua reserva de mercado.
    Ressalta-se que seu EXAME imposto, não têm nenhuma função pedagógica para acrescentar à aqueles que já concluíram a faculdade(universidade).
    Há milhões de Bacharéis em Direito no Brasil que muita dificuldade conseguiram formar com aprovação do MEC, hoje são impedidos de exercerem com dignidade sua profissão, se amontoando aos outros milhões de desempregados em nosso País, que se dizem “ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO”.
    Enfim, Vossa Santidade que o MESTRE JESUS CONTINUE TE ILUMINANDO SEMPRE.
    Cordialmente,
    JOÃO BATISTA SUAVE
    PRESIDENTE NACIONAL DOS BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL

    ABAIXO TRANSCREVEMOS A CARTA ABERTA ENVIADA AOS POLÍTICOS DO NOSSO PAÍS:
    “CARTA ABERTA AOS EXCELENTÍSSIMOS SENHORES DEPUTADOS FEDERAIS E SENADORES DA REPÚBLICA :
    Nós BACHARÉIS EM DIREITO de todo o Brasil, estamos contando com apoio de V.Exa, de forma irrestrita para acabar com o exame desleal imposto pela OAB, pois os milhares de bacharéis em direito, são impedidos de advogar, por um exame, que não têm nenhuma função pedagógica, pois quase toda a sociedade de um modo em geral, sabem que a OAB arrecada todo ano valores milionários, para impor tal restrição e discriminação à aqueles que formaram de acordo com as exigência do MEC, os quais são impedidos de exercer com dignidade sua profissão. A OAB como sempre, utiliza o seu EXAME para manter sua reserva de mercado e como meio de arrecadação milionária. O que nos causa estarrecimento, é que a OAB continua mantendo sua arrecadação milionária todo ano, não paga imposto e tampouco presta conta da sua gestão. O GOVERNO FEDERAL deixa de arrecadar todo ano, impostos significativos para os cofres públicos, por tal omissão. “É LAMENTÁVEL QUE O EX-PRESIDENTE DA OAB OPHIR CAVALCANTE, TER AFIRMADO QUE O CONGRESSO NACIONAL É CONSIDERADO UM PÂNTANO, MESMO ASSIM OS DEPUTADOS VOTARAM A FAVOR DA MANUTENÇÃO DO EXAME PARA O BACHAREL EM DIREITO PODER ADVOGAR”
    Enfim, Notáveis Deputados Federais e Senadores da República , pedimos os Vossos apoio como forma da mais LÍDIMA JUSTIÇA!
    Atenciosamente,
    Vitória – ES, 23/04/2013
    JOÃO BATISTA SUAVE
    PRESIDENTE NACIONAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS EM DIREITO

  • Alex Baldwin

    -

    21/2/2013 às 14:44

    Boa tarde a todos,
    Sabe quando as injustiças da OAB vão cessar? Quando acabarem com a corrupção no Brasil, ou seja, nunca. Afinal, o mensalão da OAB sustenta oposição e governo. Estão todos na mesma lama, exceto raríssimos políticos (5%).

  • CIPRIANO LACERDA

    -

    20/1/2013 às 10:52

    NÃO SOU BACHAREL EM DIREITO, E SIM ENGENHEIRO CIVIL, PROFESSOR DE MATEMÁTICA E FÍSICA. NÃO ENTENDO O PODER DA OAB EM DECIDIR PELA CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL DOS BACHAREIS EM DIREITO, POIS O UNICO ORGÃO CERTIFICADOR LEGAL NO BRASIL É O MEC, SÃO SITUAÇÕES ANACRÔNICAS QUE NÃO ENCONTRAM JUSTIFICATIVA OU AMPARO LEGAL. SUJIRO AOS BACHARÉIS IMPEDIDOS NO EXERCICIO LEGAL DA SUA PROFISSÃO QUE LUTEM PELA CRIAÇÃO DE UM CONSELHO INDEPENDENTE DA (OAB), QUE POSSIBILITE UMA PROVA CERTIFICADA PELO MEC COM AMPARO PEDAGÓGICO, SEGUINDO PELAS VEREDAS DA QUALIFICAÇÃO DOS CURSOS DE DIREITO NO BRASIL, COM PROVAS TRANSPARENTES A TODA A SOCIEDADE. O FEUDALISMO EDUCACIONAL HÁ MUITO NAUFRAGOU, APESAR DE EXISTIREM AQUELES INTERESSADOS EM PRESERVAR SEUS FEUDOS.COMO PROFESSOR EU GOSTARIA DE SABER DA ATUAL BANCA QUAL A TEORIA AVALIATIVA QUE PERMITE AVALIAR 5 OU 6 ANOS DE ESTUDOS EM APENAS UMA PROVA!!!!!

  • WANDERLY AGUIAR OLIVEIRA

    -

    6/12/2012 às 23:59

    NÓS BACHARÉIS EM DIREITO, VAMOS CONTINUAR NOSSA LUTA DE FORMA DEMOCRÁTICA PARA MUDAR O EXAME QUE É APLICADO PELA OAB PARA A COMPETÊNCIA DO MEC. O DISCURSO PODE MUDAR, DESDE QUE SEJA LEGAL E DEMOCRÁTICO; A OAB A CADA EXAME APLICADO, REPROVA OS BACHARÉIS EM MASSA, SOB A ÓTICA QUE ESTÁ PROTEGENDO O PROFISSIONAL QUE NÃO PASSA NO EXAME, GERARÁ RISCOS PARA A SOCIEDADE. TAMANHO ABSURDO TAL AFIRMAÇÃO, A SOCIEDADE NÃO É DESPROVIDA DE CONHECIMENTOS COMO A OAB ACHA, QUEM VAI AVALIAR O PROFISSIONAL DEPOIS DE FORMADO É A PRÓPRIA SOCIEDADE. A OAB DESDE O ANO DE 1994, QUANDO PASSOU SER OBRIGATÓRIO O EXAME, VEM IMPEDINDO OS BACHARÉIS QUE NÃO PASSAM NO SEU EXAME PRECÁRIO, QUE SÓ TEM DE FATO, MEIO ARRECADATÓRIO DE FORMA MILIONÁRIA, GERANDO DESEMPREGO E OBRIGANDO QUEM ESTUDOU POR CINCO ANOS NUMA FACULDADE E UNIVERSIDADE, VIVER EM CONDIÇÕES NÃO DIGNAS PARA QUEM ACREDITOU NUM DIPLOMA AVALIADO PELO MEC. UM VELHO DITADO GANHOU, MAS NÃO LEVOU!
    VAMOS MUDAR ISTO, CUSTE O QUE CUSTAR, VAMOS LUTAR SEMPRE, UM DIA A JUSTIÇA PREVALECERÁ!

  • LUIZ SANTANA COUTINHO

    -

    6/11/2012 às 14:59

    DIANTE DO GRANDE DESEMPREGO QUE ASSOLA NO NOSSO PAÍS, ONDE VAI TRABALHAR OS CINCO MILHÕES DE BACHARÉIS EM DIREITO FORMADO NO BRASIL, DE QUE TEMOS NOTÍCIA, QUE NÃO POSSUEM A CARTEIRA DA OAB? O PRESIDENTE NACIONAL DA OAB NÃO SE SUBMETEU AO EXAME DA ORDEM QUE ELE COMANDA, portanto há vicio cristalino que não corrobora com o “Princípio de Razoabilidade”, previsto no nosso ordenamento jurídico. O Dr. Ophir Cavalcante (Presidente Nacional da OAB), MANTÉM O EXAME, PORQUE UM VELHO DITADO “PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS É REFRESCO”. A IMPRENSA DE QUASE TODOS OS PAÍSES JÁ TEM CONHECIMENTO DESTE FATO VERGONHOSO DENOMINADO “EXAME DA OAB”, CUJA FINALIDADE É UMA ARRECADAÇÃO MILIONÁRIA, EM TORNO DE SETENTA E CINCO MILHÕES POR ANO, SEM NENHUMA FINALIDADE ACADÊMICA, ONDE SIMPLESMENTE QUEM APLICA A PROVA, INCENTIVA A “RESERVA DE MERCADO”, VIOLANDO UM DOS PRINCÍPIOS “ISONOMIA(IGUALDADE), QUE É A NOSSA MURALHA PARA QUE DE FATO VIVEMOS NUM PAÍS DEMOCRÁTICO. BREVE A SOCIEDADE TERÁ ACESSO A VÁRIOS PUBLICAÇÕES DE NÍVEL INTERNACIONAL, SOBRE TEMA “EXAME DA OAB”. O Nobre Deputado Eduardo Cunha elabora o Projeto lei 2154/2011, que “Revoga o inciso IV e § 1º do art. 8º da Lei nº 8.906, de 04 de julho de 1994”, que dispõe sobre o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)”, que aguardamos que os demais deputados federais, votem para sua votação, como forma da mais lídima justiça aos Bacharéis em Direito.

  • LUIZ SANTANA COUTINHO

    -

    30/10/2012 às 19:24

    AS FAMÍLIAS DOS BACHARÉIS EM DIREITO VÃO NAS SUAS FORMATURAS E REALIZAM UM SONHO, VEM A OAB, E FRUSTA ESTE SONHO, COM UMA ALEGAÇÃO PATÉTICA, QUE SEU EXAME PREPARA MELHOR O PROFISSIONAL PARA O MERCADO, NÃO GERANDO RISCO PARA A PRÓPRIA SOCIEDADE. TAL AFIRMAÇÃO É TOTALMENTE IRRELEVANTE, POIS QUEM PREPARA O PROFISSIONAL SÃO AS FACULDADES(APROVADAS PELO MEC), POIS O ACADÊMICO EM DIREITO, ANTES DE FORMAR, REALIZA PRÁTICA JURÍDICA DO 7º AO 10º PERÍODO. ENFIM COM ESTAS PRECÁRIAS ALEGAÇÕES DA OAB, A MESMA CONTINUA MANTENDO A SUA ” RESERVA DE MERCADO”, AFRONTANDO A CONSTITUIÇÃO, FERINDO SEUS PRINCÍPIOS CRISTALINOS TAIS COMO “ISONOMIA”, “DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA”, “RAZOABILIDADE”, ENTRE OUTROS. O LIVRE EXERCÍCIO DA PROFISSÃO É UM DIREITO CONSTITUCIONAL, CUMPRINDO O QUE A LEI EXIGIR; O BACHAREL PREENCHE TODOS REQUISITOS, QUANDO É PORTADOR DE UM DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR, REGISTRADO PELO MEC.
    A OAB ARRECADA EM MÉDIA 75 MILHÕES DE REAIS CADA ANO, COM TAL EXAME ABSURDO E IMORAL, CUJA ENTIDADE SE ACHA ACIMA DA LEI, NÃO PAGANDO IMPOSTOS, NÃO PRESTANDO CONTA DE SUA GESTÃO, MANTENDO SEU VOTO SECRETO NA ELEIÇÃO DOS SEUS MANDATÁRIOS. É IMPORTANTE RESSALTAR, QUE TODOS SEUS DIRIGENTES NÃO SUBMETERAM AO EXAME DA ORDEM DOS ADVOGADOS. “OS DONOS DE CURSINHOS CADA VEZ MAIS RICOS E A MAIORIA DOS BACHARÉIS EM DIREITO, CADA VEZ MAIS POBRE”. O ÚLTIMO EXAME DA OAB REPROVOU MAIS DE 85% DOS SEUS INSCRITOS, OU SEJA A OAB DIFICULTA, PORQUE QUER O MERCADO SOMENTE PARA MANTER OS INTERESSES DELA. ENQUANTO ISTO A MAIORIA DAS FACULDADES E UNIVERSIDADES, CONTINUA COM A NOTA NO FUNDO DO POÇO, SENDO A CREDIBILIDADE DAS CREDENCIADAS PELO MEC, SEUS NOMES SÃO JOGADOS NA LAMA, PERANTE A TODA PODEROSA “OAB”.
    OS DEPUTADOS, DEVERIAM CRIAR UMA CPI PARA SABEREM O DESTINO DOS SETENTA E CINCO MILHÕES ARRECADADOS TODO ANO, COM O EXAME DA OAB.
    OS CINCO MILHÕES DE BACHARÉIS EM DIREITO EXISTENTE NO BRASIL, DEVERIAM INGRESSAR COM UMA AÇÃO EM CONJUNTO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS CONTRA A OAB, JÁ QUE ELA IMPEDE, SEM NENHUMA FUNDAMENTAÇÃO JURÍDICA PLAUSÍVEL, PARA IMPEDIR O BACHAREL EM DIREITO, TRABALHAR COM DIGNIDADE, EXERCENDO A PROFISSÃO DE ADVOGADO.
    ESPERAMOS QUE O PL 2154/2011, DE AUTORIA DO ILUSTRE DEPUTADO “EDUARDO CUNHA”, SEJA VOTADO DE FORMA FAVORÁVEL PARA EXTINÇÃO DO EXAME INCONSTITUCIONAL DA OAB, AINDA NESTE MÊS DE NOVEMBRO(2012); GOSTARIA DE CONTAR COM O APOIO DA NOSSA PRESIDENTA DILMA, A QUAL ELEGEMOS NOSSA MAIOR REPRESENTANTE NA REPÚBLICA FEDERATIVA BRASILEIRA, PARA EVITAR PROTELAÇÕES DOS DEPUTADOS, E HAJA QUÓRUM NO MÊS DE NOVEMBRO/2012, PARA QUE A VOTAÇÃO SE CONCRETIZE. JUSTIÇA URGENTE PARA OS BACHARÉIS DE DIREITO E SUAS FAMÍLIAS!

  • JOÃO BATISTA SUAVE

    -

    30/10/2012 às 18:56

    NÓS BACHARÉIS EM DIREITO E NOSSAS FAMÍLIAS, REPRESENTADOS PELOS NOSSOS MOVIMENTOS NACIONAIS E ESTADUAIS ESPALHADOS POR TODO TERRITÓRIO BRASILEIRO(MOVIMENTO NACIONAL DOS BACHARÉIS EM DIREITO, ORDEM DOS BACHARÉIS DO BRASIL, ORGANIZAÇÃO DOS ACADÊMICOS E BACHARÉIS DO BRASIL, BACHARÉIS EM AÇÃO, ENTRE OUTROS). VAMOS LUTAR PARA SER EXTINTO O EXAME DA OAB, DANDO APOIO AO DEPUTADO EDUARDO CUNHA, AUTOR DO PROJETO DE LEI 2154/2011, PARA SER VOTADO DE FATO NO MÊS DE NOVEMBRO DESTE CORRENTE ANO EM CARÁTER DE URGÊNCIA. AQUELES DEPUTADOS QUE CONTINUAREM MANTENDO OPOSIÇÃO OU PROTELANDO A VOTAÇÃO DO PROJETO CITADO, SIMPLESMENTE NÃO VAMOS VOTAR NELES. “A OAB ARRECADA EM MÉDIA SETENTA E CINCO MILHÕES DE REAIS CADA ANO”, REALIZANDO TAL EXAME INCONSTITUCIONAL, É EVIDENTE QUE PARA ELA É RELEVANTE MANTER TAL MEIO DE ARRECADAÇÃO, UTILIZANDO DESTE INSTRUMENTO, “A RESERVA DE MERCADO”. A OAB É UMA ENTIDADE SUI-GENERIS, CONFORME PARECER DO STF. SABEMOS QUE A OAB NÃO PAGA IMPOSTO, NÃO PRESTA CONTA DE SUA GESTÃO, E SUA VOTAÇÃO É SECRETA. ONDE IMPERA A TRANSPARÊNCIA DA OAB, PERANTE AO PODER PÚBLICO? É UMA VERGONHA, É UM ABSURSO, A OAB NÃO RESPEITAR A NOSSA CONSTITUIÇÃO E NINGUÉM FAZ NADA. O MEC SE MANTÉM OMISSO, O QUAL TERIA LEGITIMIDADE PARA COIBIR OS ABUSOS PRATICADOS PELA OAB, EM IMPEDIR O BACHAREL QUE ESTUDOU E INVESTIU DURANTE CINCO ANOS DE SUA VIDA, SEJA NO LADO FINANCEIRO E EMOCIONAL, PARA DEPOIS DE FORMADO, SER ESBARRADO DE TRABALHAR COM DIGNIDADE NA SUA “PROFISSÃO DE ADVOGADO”, POR UM EXAME DA OAB QUE LEVA EM MÉDIA 5 HORAS POR CADA ETAPA, TOTALIZANDO 10 HORAS NO MÁXIMO. AFINAL A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL É UMA FACULDADE OU UNIVERSIDADE, COM FILIAL EM BRASÍLIA E MATRIZES EM TODO TERRITÓRIO BRASILEIRO? A OAB É CREDENCIADA PELO MEC?
    PELO QUE SABEMOS, QUEM SÃO APTAS A FUNCIONAR NO PAÍS NA ÁREA DE DIREITO, SÃO AS FACULDADES E UNIVERSIDADES DE DIREITO, AUTORIZADAS PELO MEC.
    SE OS DEPUTADOS FICAREM ADIANDO A VOTAÇÃO; ESPERAMOS QUE A PRÓPRIA PRESIDENTA DILMA, INTERFIRA NESTA DITADURA IMPOSTA PELA OAB, EM MANTER TAL EXAME INCONSTITUCIONAL, QUE FERE DE FORMA AVASSALADORA OS PRINCÍPIOS DE “RAZOABILIDADE”, “DIGNIDIDADE DA PESSOA HUMANA”, “ISONOMIA”, ENTRE OUTROS. CONFIAMOS NO ESPÍRITO DE JUSTIÇA DA NOSSA PRESIDENTA DILMA, PARA SOCORRER OS INJUSTIÇADOS “BACHARÉIS EM DIREITO” E OUTROSSIM SEUS FAMILIARES, QUE SOFREM DE TEREM IDO NA FORMATURA DE SEUS FILHOS, TEREM REALIZADO UM SONHO; SENDO DEPOIS DO SONHO REALIZADO, VEREM ESTE MESMO SONHO, SER SUPRIMIDO. UM VELHO DITADO “GANHOU, MAS NÃO LEVOU”!

  • rUBENS DOS SANTOS PIRES

    -

    27/10/2012 às 13:30

    Para mim como bachárel em Direito e uma honrar temos Deputado como vossa excelência para lutar contra a injustiça da OAB.

  • PEDRO PAULO NETO

    -

    14/9/2012 às 21:26

    Parabéns ao Deputado Eduardo Cunha pela iniciativa de fazer justiça aos bacharéis com seu projeto. O exame de ordem está ultrapassado e não mostra a realidade de quem deve ou não exercer a profissão de advogado. A verdadeira missão da OAB é sim! de fiscalizar os maus profissionais, mas, não tem competência para usurpar a tão fragilizada condição muitas vezes até financeira do bacharel. É preciso por um fim nesse absurdo chamado exame de ordem.

  • Alessandra santos

    -

    13/9/2012 às 14:24

    Concordo em acabar com essa prova , ou pelo menos o candidato que fosse aprovado na 1° fase , e ficasse reprovado na 2° fase não teria que voltar para fazer a primeira fase de novo isso eu acho uma covardia, porque os médicos que se formam não fazem prova? gostaria de saber ?

  • Elço Santos

    -

    7/9/2012 às 10:54

    Parabens Dep. Eduardo Cunha, uma luta justa em defesa dos bachareis de direito. A OAB, sempre teve essa prova, era uma forma de compensar os formandos em direito, que faziam o curso a noite e durante o dia, trabalha em outra atividade, ou seja não tinha a pratica juridica nos cursos de direito. Aqueles que trabalhavam na área do direito apresentavam a ordem, certidão de horas trabalhadas e com isso conseguiam a inscrição da ordem sem auxilio de prova. Aqueles formandos assinalados acima que não tinha a certidão, faziam uma prova elaborado na ordem de suas regiões e tinham a sua inscrição caso tivesssem aprovação. Era um critério justo, pois a prova era uma ajuda para os formando que não tinha a pratica juridica. Ocorre que com o tempo as fuculdades incluiram na grade de direito, 4 periodos de pratica juridica, ou seja 7º, 8º . 9º e 10º periodos, essa grade era com aulas praticas e em laboratórios de informatica, com atendimento da população carente, eu especialmente atendi várias pessoas nos juízados, distribui varios processos no forum, tive varios MS distribuidos e ganhos, fiz varias conciliações com sucesso, evidente com acessoria de um advogado (professor) que assinava as peças, mas eu é que fazia as peças.
    Ora deputado, a OAB daquela época era a verdadeira OAB, a tual oab (a letra minuscula) é como vejo a oab atual, com um presidente nacional que comseguiu cargo de procurador sem concurso, por indicação politica, esse despoda esclarecido faz uma campanha de difamação contra o deputado, como fez contra o desembargador que deu ganho de causa aos bachareis, dizendo que o desembargador tinha um filho que não tinha passado em 4 exame, pura mentira, a ação era de uma associação dos bachareis, o desembargador jurista probo, juiz sério, foi difamado por esse presidente da ordem nacional, que evidente almeja notariedade,ou cargo público melhor do que possui.
    É bom lembrar que ser presidente do Conselho Nacional ou não, é cargo não remunerado, esses candidatos gastam enormes quantias para esse cargo, qual será o objetivo?
    A oab atual, não presta conta a ninguem, é tudo entre os grupos do poder instituidos, bastante estranho, os outros conselhos prestam contas ao TCU, porque a oab não?
    Caro deputa Eduardo Cunha, até não sou contra o exame, mas quem deveria faze-lo é o MEC, êsse sim tem titularidade moral e legal para exercer esse direito a oab não. Ganharam no STF o deireito de ser constitucional o exame, claro um ministro é dono de curso os outros dão aulas online ou palestra nesse curso, alem de forte lobbi da oab,
    em que amicus curio professores renomados, foram em defesa da oab, quanto custou isso, qual era o objetivo, estou falando do sr. Barroso os bachareis não tiveram amicus curio, com tal projeção.
    Deputado dizer que o exame não fere o princípio da esonomia, é rasgar a Constituição, alias o STF está até fazendo leis, quando muito poderia alerta a ao poder legislativo com relaçao ao assunto, e aí sim o poder legislativo elaborar projeto de leis, é assim que tem que funcionar.
    Deputado sou solidario ao amigo, conte com meu apoio, sou do Rio de Janeiro, e estou acompanhado a sua luta. Um aviso a oab, o mercado é o grande selecionador de profisionais, querer evitar a entrada de bachareis, e temer a concorrência, essa é a verdade. O verdadeiro Ministro Sepulveda Pertence, êsse sim um jurista super qualificado, diz que o exame da oab fere o principio da esonomia. Qualquer pensamento diferente, há interesse proprio, não levo a sério.
    Amigo Eduardo, conte comigo nessa luta.

  • Emilton

    -

    10/8/2012 às 16:00

    Se até o ex-presidente Lula tem ojeriza a esse deputado, é porque ele não é boa bisca. Essa luta toda é puramente por interesses pessoais e do seu partido.

  • carlos

    -

    9/8/2012 às 0:33

    Peço a DEUS que acabe com essa prova.
    sou chefe de familia e estou sem trabalho no momento.
    Fui fazer a prova da oab,passei na primeira faze e fui reprovado na segunda faze.(fiquei com nota zero na peça).
    Preciso muito de trabalho pois tenho familia para manter .
    gastei 200 reais com essa prova e não tive exito.
    só gostaria de trabalhar e manter minha familia com dignidade.
    vou pedir dinheiro emprestado para pagar essa proxima prova do dia 9 de setembro,pois eu estudei muito e tenho fé em DEUS que ele vai me abençoar dessa vez.
    Infelismente é essa a situação de um pai de familia hoje no brasil

  • Helio

    -

    25/7/2012 às 1:02

    Espero que os Doutos revejam esta situação ou uma lei seja criada, mas por enquanto temos que cumprir a ordem.

  • Helio

    -

    25/7/2012 às 0:56

    Espero que consigam, pois quem passa neste exame esquece da luta e os que nunca fizeram acham bom, pois menos concorrência é melhor.Então para que faculdade de direito?

  • Helio

    -

    25/7/2012 às 0:38

    Todo tirano tem um triste fim, hoje se fartam junto com seus cursinhos, mas estão a espera de serem descobertos, pois com a gordura acumulada acham que vão se safar. Lembren-se que são milhares de brasileiros prejudicados por poucos.
    Avante deputado.

  • Pedro

    -

    17/7/2012 às 13:20

    Daqui alguns dias vão além da prova, ter que ser submetidos ao exame psiquiátrico pra reprovar mais bacharéis para inflar os grandes escritórios dos ministros do STF e STJ em São Paulo pra trabalharem de empregadinhos. Vamos então estiguir as faculdades e louvar os cursinhos que ensinam mais que as faculdades do país, assim daremos mais dinheiro ao Damasio e outros brilhantes juristas que visam somente o próprio capital. Cadê a isonomia nesse país? Alô Ophir não seria bom você fazer a prova pra ver se você consegue passar? Aposto que não! obrigado!

  • ANTONIO DA SILVA

    -

    5/7/2012 às 12:29

    NOBRE DEPUTADO FEDERAL, DR. EDUARDO CUNHA, QUERO PARABENIZÁ-LO PELA BRILHANTE INICIATIVA DE LEVAR ADIANTE ESSE PL QUE EXTIRPA, EXTINGUE ESSA ABERRAÇÃO QUE O TÃO PROPALADO EXAME DE ORDEM FEITO POR MEIO DE RESOLUÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DA OAB. TAL EXAME SÓ SERVE MESMO PRA ENCHER OS COFRES DA OAB. JÁ NÃO BASTA A OAB ARRECADAR COM CURSINHOS, PATROCINADORES, PARTICIPAÇÃO PERCENTUAL NAS CUSTAS JUDICIAIS, ETC. TAL EXAME DE ORDEM, ALÉM DE TER UMA TAXA DE INSCRIÇÃO MAIS DO QUE UM CONCURSO PARA MAGISTRATURA, NÃO PROVA NADA, POIS É MAIS UMA BARREIRA INTENTADA PELOS OPHIR PARA IMPEDIR OS BACHARÉIS DE EXERCEREM A PROFISSÃO DE ADVOGADO.
    MAIS UMA VEZ, DEPUTADO FEDERAL, QUERO PARABENIZÁ-LO POR ESSA BRILHANTE INICIATIVA DE PEITAR A OAB.

  • Márcia

    -

    28/6/2012 às 11:35

    O problema aqui não é material de direito, e sim de português!!!É inaceitável uma pessoa assassinar a língua portuguesa publicamente, com tantos recursos que temos hoje, ainda mais sendo um operador de direito. Querido, use o word, escreva tudo que quiser no word antes, para não passar vergonha. Lembre-se que se você conseguir passar no exame de ordem, ainda sim, a sua inscrição pode ser cancelada se incidir em erros reiterados que evidenciem inépcia profissional, segundo o estatuto da ordem.

  • Adelson

    -

    28/6/2012 às 0:15

    ProteJe, baIXarel, preSisa, infelismente… Esse pessoal ainda quer o fim do Exame? Nem no MOBRAL vão passar!
    O deputado quer IBOPE!

  • Adelson

    -

    28/6/2012 às 0:14

    Putaquepariu… ProteJe, baIXarel, preSisa, infelismente… Esse pessoal ainda quer o fim do Exame? Nem no MOBRAL vão passar!
    O deputado quer IBOPE!

  • Anderson Belchior

    -

    27/6/2012 às 23:43

    Espero que o Exame ainda persista. Já pensou se os “bachareis” que cometam abaixo virarem “adevogados”?

  • felipe

    -

    23/6/2012 às 19:15

    nao acredito na justiça , o stf mostrou que nao proteje a constituição e ano faz justiça esta sempre do lado dos ricos, muitos deputados tem rabo preso com oab e existe trocas de favores a presidente que ja foi humilhada nada faz para mudar isso visto que e competencia do executivo resolver tal merda que o stf ja fez cada deputado tem um rabo preso por causa de emprenteiras e foi advogado ligado a oab quem defendeu assim a oab sabe dos podres nao conheço deputado e senador que tenha culhoes para acabar com isso nao irei mais sonhar pois minha familia nao como ilusões,minha familia paga imposto que gera o salarios dos ministor do stf que nao fizeram justiça

  • maria

    -

    23/6/2012 às 17:38

    nao entendo porque so a oab exige exame
    exame rigoroso deveria ter os medico ja trabalha com vidas
    se um baixarel presisa do exame da ordem para exercer a profisao, porque
    os engenheiros nao precisam,os administradores pubico e estatais nao precisa
    os candidato ao cargo publico nao precisa de ser diplomado em universidade mesmo exercendo cargo de responsabilidade
    vamos la brasil ou ordem total ou desordem total

  • MARCOS CUNHA

    -

    23/6/2012 às 13:18

    Os bacharéis, não tem direito a greve, não tem direito de se expressar suas opiniões na mídia não tem direito respeitado na CF/88, não tem direito a nada ou seja após a formutura as portas se fecham e o seu diploma de cinco anos não tem serventia para nada, isso tem que acabar URGENTE milhares de brasileiros com o 3° grau desempregados pelos dirigentes da OAB APOIO O NOBRE DEP EDUARDO CUNHA..

  • Antonio Almada

    -

    18/6/2012 às 14:33

    Apoio totalmente a iniciativa do Deputado em acabar com essa vergonha, que distingue de maneira desfavorável os bacharéis em direito, coisa que a CF de 88 repudia. A OAB e o STF deveriam se preocupar em acabar com essas diferenças e não simplesmente impedir os futuros advogados de trabalharem depois de terem investido 5 a 6 anos de suas vidas social e financeira no curso. Se algo esta errado esse erro provém das faculdades, das maneiras de ensino e não se resolve isso penalizando os alunos que não tem poder para exercer tais mudanças. Diga-se de passagem que os advogados que não forem competentes, como qualquer outro profissional, serão excluídos pelo próprio mercado e não por demagogos que se intitulam defensores do cidadão, que acharam neste exame uma fonte inexgotável de renda. Desejo bom senso aos lideres dos partidos para acabar com essa pouca vergonha do exame da oab.

  • Luiz Gama

    -

    15/6/2012 às 20:58

    OAB não é MEC, por isso ela não tem o direito de avaliar um aluno. É um grande afronto que a OAB faz com todas as faculdades de Direito de nosso pais.

  • MILTON ROSA NUNES

    -

    11/6/2012 às 12:18

    Para ser um médico o estudante passa seis anos na faculdade. depois de formado e cumprir a residência médica pode exercer sua função sem prestar prova ao seu conselho. E porque a exigência para o bacharel de direito ? o STF, que ao invés de guardar a constituição infelismente está rasgando a carta magna. Lembro que um dos ministros disse que a exigência da prova deveria ter em todos os demais cursos superiores.Tomara que essa lei seja aprovada para acabar essa mamata da oab. Cabe a união a fiscalização das instituições de ensino superior. Prova de ordem não mede uma coisa importante para o advogado ou qualquer outra profissão: ÉTICA.

  • VASCO VASCONCELOS-ANALISTA E ESCRITOR-BRASÍLIA-DF

    -

    1/6/2012 às 12:19

    FIM DO CAÇA-NÍQUEIS EXAME DE ORDEM (BULLYING SOCIAL)

    PELO FIM DA MÁQUINA DE ARRECADAÇÃO O CAÇA-NÍQUEIS EXAME DE ORDEM (BULLYING SOCIAL)

    As provas da OAB estão num nível de dificuldade absolutamente igual às da defensoria do Ministério Público e, se bobear, da magistratura”, desabafou recentemente num jornal carioca o desembargador Sylvio Capanema, ex-vice-presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro “Posso dizer com absoluta sinceridade que eu, hoje, não passaria no Exame de Ordem”. Dias depois ou seja, dia 16/05/2011 OAB por maioria dos seus pares, aprovou alteração no Provimento n° 136/2009, pasmem, para dispensar do Exame de Ordem os bacharéis em direito oriundos da Magistratura e do Ministério Público. No ano passado isentou desse exame os Bacharéis em Direito oriundos de Portugal, e com essas tremendas aberrações e discriminações ainda têm a petulância de afirmarem que esse tipo de excrescência é Constitucional? Amanhã irá dispensar do referido exame, filhos, netos e esposas de Senadores, bem como de Deputados etc.

    Aliás os mercenários da OAB, atuam com fossem dirigentes de futebol de várzeas. “A bola é minha e no meu time só joga quem eu quero”.

    Meus nobres causídicos se realmente esse tipo de Exame qualificasse alguém, questiono: por que a OAB, foi contra a provinha do Exame de admissão ao Quinto Constitucional exigida pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro/TJ/RJ, para os apadrinhados da OAB e do Ministério Público, ao ponto da OAB questionar a inconstitucionalidade de tal Exame junto ao Conselho Nacional de Justiça que incontinente julgou inconstitucional? Onde está a coerência da OAB? Ou é correto ela se utilizar de dois pesos e duas medidas? OAB tem que parar com essa ciclotimia de contradições e aberrações.

    VASCO VASCONCELOS

    Analista e Escritor

    BRASÍLIA-DF
    ……..

  • Sergio

    -

    25/5/2012 às 13:45

    Prezado Deputado fico feliz pela luta que abraçou e principalmente em mostrar o respeito a nossa contituição (art. V) todos são iguais…

  • WELLINGTON

    -

    14/5/2012 às 20:47

    SR. DEPUTADO PARABÉNS E GOSTARIA DE ENFATIZAR QUE O CÓDIGO DE ÉTICA EM SEU ART. 29 § 1 DIZ:
    § 1º Títulos ou qualificações profissionais são os relativos à profissão de advogado, conferidos por universidades ou instituições de ensino superior, reconhecidas.
    § 2º Especialidades são os ramos do Direito, assim entendidos pelos doutrinadores ou legalmente reconhecidos.

    DESSA FORMA, ISSO SÓ VEM CONTRIBUIR COM O EXPOSTO NO PL E NO PARECER DO RELATOR DA CCJC.

    SOU VIZINHO DO EX SENADOR PAULO DUQUE, ELE É DE MARICÁ.

    ABÇ.

  • André Souza

    -

    8/5/2012 às 12:50

    ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬●ஜ │
    ۞۩۩● MNBD. Movimento Nacional Bacharéis Direito ●۩۞๑۩
    Bacharéis em Ação
    ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ
    Nos deste movimento democrático lutamos por vários anos para
    Moralizar este exame, conscientes da necessidade de uma avaliação
    Para aferir realmente conhecimentos lutamos por Isonomia
    Que este exame seja aplicado pelo MEC para todos os cursos
    antes a graduação e gratuitamente.
    Visto que a OAB não é uma instituição de ensino para aferir
    Conhecimento, nem tão pouco Órgão da fiscalização educacional
    Pois estas atribuições ela não e detentora na CF/88.
    Desta forma solicitamos o apoio de todos os Juristas justos
    Deste País a apoiar nossa movimentação , agradeceremos a
    todos, qual quer apoio será bem vindo, compreendemos o
    esforço, mas no presente momento a aberração é suprema e
    inevitável será uma resposta ao agravo que a OAB tem criado.
    Uma boa tarde.
    André Souza.
    ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬●ஜ │
    ۞۩۩● MNBD. Movimento Nacional Bacharéis Direito ●۩۞๑۩
    Bacharéis em Ação
    ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ

  • willyan johnes

    -

    2/5/2012 às 17:53

    Caros membros e demais bacharéis

    O exame de ordem foi mantido com o objetivo de proteger a sociedade, até mesmo o Art. 84,IV da CF, que reza sobre matéria privativa da presidência da república, foi posto como artigo em desuso “fora de moda” pelos ministros do STF de tanta preocupação e com isso, também preocupada com a sociedade, nossa presidenta, por intermédio de grandes figurinistas, cabeleireiros e esteticistas, privativos da presidência, fez questão de mostrar aos brasileiros que ela não compartilha com essa opinião, pois, sendo representante da mãe gentil, está sempre na moda.

    Sabemos que os Ministros do STF, filhos justos da mãe gentil, jamais entrariam no lobby da OAB e tampouco seriam injustos com centenas de milhares de brasileiros que pagam seus míseros salários, até porque, mesmo com baixos rendimentos, a exemplo dos professores no Brasil, trabalham por amor a arte.

    Sabemos também, que o Procurador Geral da União, filho próximo, jamais mudaria o parecer dado pelo subprocurador, no tocante a inconstitucionalidade do exame de ordem, se não tivesse a certeza da incompetência daquele irmão que com certeza, fundamentou em mais de quarenta páginas a inconstitucionalidade da prova da OAB com criatividade, falsas doutrinas e interesse pessoal no sentido de mostrar poder, provavelmente para tentar fazer parte da cúpula exemplar, composta de grandes personagens políticos, que desfrutam de propinas através de envolvimento com jogos ilícitos e outras falcatruas no país, enfim, o Procurador Geral da República, provou que é um fenômeno em sabedoria e grande orador, pois conseguiu mostrar esse dom de cabisbaixo com uma única palavra. “É constitucional.”

    Quanto aos políticos brasileiros é inadmissível alguém questionar a honestidade de cada um deles, pois foram escolhidos pelo povo e a sociedade brasileira não erra, estuda os programas de governo e analisa a idoneidade de cada candidato antes de votar no intuito de evitar que pessoas desonestas assumam o poder em nossa pátria amada. Tanto que ninguém vai pescar no dia das eleições, pois, democraticamente, não sendo obrigados, conscientemente exercem um dever cívico.

    Vivemos em um país que prega a paz para o mundo inteiro, um Estado que cuida de seus filhos, principalmente daqueles mais queridos pela mãe pátria, os que governam, onde nada lhes falta, inclusive a imunidade. Somos contra a bomba atômica e a favor da igualdade, sendo notória a igualdade entre os filhos mais queridos pela mãe gentil, que os protege até mesmo na mais alta corte do país.

    Nossa constituição adotou os princípios constitucionais e entre eles temos os princípios da isonomia, legalidade e moralidade, princípios esses que os demais não ferem tais prerrogativas, mas respeitam a imunidade e o fórum privilegiado dos protegidos, pois a lei é igual para todos que não foram acolhidos pela mãe gentil. O que está certo, pois cada mãe cuida mais ou apenas de seu filho próximo, sendo assim um dever materno.

    Em que pese os filhos saírem do mesmo ventre, é comum os filhos próximos da mãe, terem maiores cuidados dispensados pela genitora e assim, não é diferente com a mãe gentil que, não só cuida de determinados filhos próximos com segurança e privilégios, como até mesmo de suas noras, como vimos recentemente a proteção dada a mulher do Senador Demóstenes Torres, que foi presenteada com a carteira vermelha da OAB por seus dirigentes no intuito de agradar a mãe gentil e receber em troca o mesmo carinho.

    É certo que é comum também uma mãe ter filhos rebeldes, onde com a mãe gentil, também não é diferente, haja vista os bacharéis em direito que vivem enciumados, não concordam com a natureza e se sentem discriminados, não entendem que uma mãe cuida melhor dos filhos que convivem ao seu redor, principalmente dos que ainda estão mamando, portanto, a mãe gentil só consegue ver os filhos que se encontram debaixo de sua saia, ou seja, no poder, mas vale lembrar que os bacharéis em direito, mesmo distantes são lembrados pela mão gentil, que não é omissa e sim defensora dos interesses dos que ainda mamam, três vezes por ano com uma “prova” de amor que nada rende aos cofres públicos, mas promove o bom relacionamento entre seus filhos dependentes e suas negociações. Como em qualquer família.

    Vale lembrar também, que entre esses rebeldes, alguns se destacam lutando arduamente no sentido de obter mudanças, mas felizmente para os filhos dependentes da mãe gentil, esses bacharéis rebeldes não se unem em massa na luta por seus objetivos, assim, são ignorados pelos irmãos protegidos e tampouco constrange a mãe gentil, que poderia ser interpretada como uma mãe desnaturada, por dar tanto a poucos e nada a muitos de seus filhos.

    Mas isso não quer dizer que a mãe gentil se esquece dos demais filhos esparramados pela pátria amada, pois assim como todas as mães, vive escrevendo para seus filhos ausentes, quer seja por notificações de impostos, citações, intimações e até mesmo como prova de amor e orgulho desses filhos, mostra seu lado enérgico com fins disciplinares com as execuções.

    Nossa mãe gentil é tão protetora, que protege seus filhos próximos até mesmo dos poucos jornalistas intrometidos, basta observar que, quando um desses profissionais comete uma injustiça, divulgando corrupção ou qualquer crime cometido por qualquer um de seus filhos dependentes, imediatamente é divulgada na mesma emissora matéria esportiva ou cômica com a intenção de distrair a atenção dos filhos distantes, assim, não só protege o filho injustiçado, como também protege a sociedade de ataques cardíacos, tensão nervosa, depressão, revolta…

    É certo que, entre tantos filhos dessa amada mãe gentil, muitos só desmamaram ao partirem numa “urna” depois de descobrirem que não eram imortais, outros desmamaram por decisão da maioria de seus filhos distantes que se sentiram enganados em outro tipo de “urna”, mas é certo também, que existem filhos que ali se encontram e não concordam com essa proteção, mas que precisam da ajuda dos irmãos distantes daquela casa, onde muitos não se apresentam, por acreditarem que não preenchem os requisitos necessários para frequentar a casa sede da família, ou seja, por não serem formados em desonestidade, banditismo e possuírem valores que não interessam aos que lá estão. O que não procede, afinal, a mãe gentil é mãe de todos e precisa de amparo, tanto que existem filhos conscientes que tentam entrar naquela casa com esse objetivo, no entanto são barrados pelo sistema implantado pelos que ainda mamam e não sobrevivem longe das tetas da mãe gentil, onde compram decisões, são intocáveis e ajudam os filhos mais carentes dessa mãe na época de eleições em troca de seus votos.

    Contudo, devemos ser gratos aos nossos irmãos protegidos pela mãe gentil, afinal, independente do orgulho que eles têm de seus irmãos desafortunados, geram milhares de empregos em diversos setores com nosso dinheiro, cabos eleitorais, mordomos, empregadas/os domésticos para todos os seus familiares, professores particulares e de dança, motoristas particulares, pilotos para seus jatinhos, seguranças particulares para seus familiares, garçons e músicos para suas festas, lindas/os acompanhantes, babás para seus filhos, massagistas, enfermeiras/os particulares… Isso sem contar com o cabide de empregos, mão de obra fantasma e ainda contribuírem com a produtividade do país, aumentando de forma significativa o consumo de bebidas alcoólicas, produtos eróticos, produtos de beleza e guloseimas em geral.

    PATRIA AMADA BRASIL, UMA MÃE TRAÍDA E EXPLORADA QUE PRECISA DA AJUDA DE TODOS OS FILHOS QUE A AMAM.

    Willyan Johnes
    Ordem dos Bacharéis do Brasil

    Acesse e faça parte de corpo http://www.obb.net.br

    Todos os direitos reservados-OBB 2011_ http://www.obb.net.br
    contato@obb.net.br

  • Jamara Dias da Silva Bertoluchi

    -

    1/5/2012 às 15:49

    Apoio totalmente e penso que nosso direito de registro na carteira da OAB tem que ser retroativo, ou seja, desde quando nos formamos.

    Outra coisa os médicos não fazem prova alguma eles exercem e tá tudo certo.Também temos o direito.

  • LEONICE

    -

    30/4/2012 às 2:01

    Lamento é ter que esperar mais quantos anos até o projeto ser votado e quando que chegar ao nossos ilustres julgadores do STF que julgam com as vantagens jultamente com a OAB, teremos no julgamento novamente por unanimidade a constritucionalidade, o que sabemos que as mãosinhasjá se apertaram para este resultado. É INCONSTITUCIONAL ESTE EXAME, UMA MÁQUINA DE DINHEIRO PARA ELES, UM DESRRESPEITO AO DIREITO.

  • LEONICE

    -

    30/4/2012 às 1:49

    Sou a favor de acabar com este exame que qualifica nenhum profissional o mercado é seletista não precisa de OAB. Chega de reserva de mercado, pura politica e se julgam muito fortes que tudo podem. Vão realmente trabalhar.

  • WALQUIRIA MARY COSTA DE MELO MOLINA

    -

    29/4/2012 às 0:08

    PARABÉNS DEPUTADO POR SUA INICIATIVA EM EXTERMINAR COM ESTE NEFASTO EXAME DE DESORDEM E NÃO DE ORDEM COMO QUER FAZER CRER A OAB,VAMOS PRESSINAR TODOS OS DEPUTADOS A DAREM SEU APOIO PARA ACABAR COM ESTE EXAME INCONSTITUCIONAL,POIS EU NUNCA VI UM EXAME TÃO ABSURDO COMO ESTE OBRIGADO DEPUTADO POR NOS AJUDAR POIS SÓ QUEM FORMOU COM MUITA DIFICULDADE FINACEIRA COMO EU POSSO FALAR COMO É DIFICIL PAGAR UM EXAME MOSTRUOSO COMO ESTE QUE AO FINAL NÃOOOO QUALIFICA NINGUEM,POIS CONHEÇO VÁRIOS ADVOGADOS QUE PASSARAM NESTE EXAME E NÃO SABE NADA,PORTANTO NÃO É UM EXAME DESTES QUE QUALIFICA ALGUEM MAS SIM O QUE O BACHAREL APRENDEU EM UMA FACULDADE OU UNIVERSIDADE,PARABÉNS DEPUTADO PODE CONTAR COM TODOS OS BACHARÉIS E VAMOS NOS UNIR MAIS E PEDIR A TODOS OS DEPUTADOS QUE ESTÃO NOVAMENTE EM CAMPANHA PARA VOTAREM A FAVOR DO SEU PROJETO…UM GRANDE ABRAÇO
    WALQUIRIA

  • Sidney Perdigao

    -

    26/4/2012 às 20:29

    ou melhor resgata a dignidade e a valoracao da qualificacao do ensino superior.

  • Sidney Perdigao

    -

    26/4/2012 às 20:27

    Carissimo Parlamentar parabens pelo seu projeto tras de volta a dignidade de todos os Bachareis em direito.

  • juarez

    -

    26/4/2012 às 17:45

    Ufa! Até que em fins uma noticia que presta!

  • ANDREALAM

    -

    26/4/2012 às 17:03

    “SE VC É NEUTRO EM QUESTÕES DE INJUSTIÇA, VC ESCOLHEU O LADO DO OPRESSOR.” DESMOND TUTU
    PARABÉNS DEPUTADO EDUARDO CUNHA, O SR. FAZ A DIFERENÇA. E ESSES HIPOCRITAS QUE CRITICAM ALGUEM QUE FAZ A DIFERENÇA, DEVEM SER SIMPLESMENTE O ESGOTO DE NOSSA NAÇÃO MERGULHADA NA CORRUPÇÃO. ACREDITO QUE TODA AÇÃO TEM UMA REAÇÃO, E ESTA, SERÁ A REAÇÃO DO FIM DA CORRUPÇÃO EM NOSSO PAÍS.
    REFLEXÃO: O QUE A AOB FAZ REALMENTE PARA MELHORAR O NOSSO PAÍS E A CLASSE?
    A OAB TEM CONCLUSÃO DO ROMBO FINANCEIRO NA CAARJ?
    AONDE ESTA SENDO APLICADO A ARRECADAÇÃO DOS 10% CUSTAS PROCESSUAIS QUE VÃO DIRETO PARA A CONTA DA CAARJ?
    O CÓDIGO DE ÉTICA DOS ADVOGADOS E ESTATUTO ESTA SENDO RESPEITADO POR SEUS LIDERES DA OAB?
    A PROPRIA ORDEM FAZ EXECRAR SEUS INSCRITOS.
    A QUEM DE DIREITO FAZ VALER, SERÁ COLOCADO EM PRÁTICA.
    GLÓRIA A DEUS!

  • THADEU

    -

    26/4/2012 às 1:19

    Prezado Deputado – Eduardo Cunha, venho, respeitosamente, a presença de V.Exa., dizer do orgulho que tenho como Cidadão Brasileiro, ao deparar-me com o projeto de Lei de sua autoria, que visa resgatar do limo, o direito de milhares de concidadãos que estão cerceados de exercerem seus ofícios ou profissões, pela total “INCONSTITUCIONALIDADE”, imposta por um simples conselho de classe, que quer se passar por Estado, uma vez que exige o (exame da OAB),para o Bel., que já se acha graduado por uma Instituição de Ensino Superior, fiscalizada, reconhecida e, legalizada pelo Governo Federal através do MEC, assim cumprindo todos os preceitos fundamentais da nossa Carta Magna.
    Assim sendo, o Graduado já passou pelo Crivo e, pela Chancela do “ESTADO”, sendo achado apto para exercer as profissões inerentes ao ofício e, para o qual se qualificou.

    ANTE AO EXPOSTO – e certo de merecer sua obsequiosa atenção, transmito-lhe votos de estima e, consideração.

    Att:. Bel. Thadeu.

  • Adilson Marcos

    -

    24/4/2012 às 21:26

    Que os bachareis e qualificados pelo MEC, por meio de seus representantes politicos elaborem projetos de Lei para que o MEC faça a aferição do processo educacional pedagogico que o formado em ciencias juridica foi submetido ao longo de cinco longos anos, além do estágio de dois anos (que acabaram).Que se cumpra a Constituição. Afinal o MEC tem essas prerrogativas para avaliação desses academicos e está devidamente legitimado, destarte, o exame não seria de responsabilidade exclusiva da OAB,mas de quem de direito; O MEC com uma comissão formada por membros do Judiciario e professores. Os valores arrecadados seriam investidos em politicas educacionais.

  • Adilson Marcos

    -

    24/4/2012 às 21:00

    É um absurdo esse caça niquel da oab(sic) que afronta a CRFB/88, nos principios elementares como: principio da dignidade humana, direito ao trabalho e da livre iniciativa.Rasgaram a LDB, usurpam atribuições e prerrogativas do MEC; jogam no monturo a formação academica de 5 anos em nome do vil metal, porque a oab não presta conta pra ninguem nem mesmo ao TCU – até estagiários(meu caso) paguei durante dois anos e nunca obtive nada em contra partida, ou seja a oab (sic) só arrecada, fora a anuidade extratosferica que cobra de cada advogado e R$ 200 por cada prova, 4 X ao ano, com uma natureza jurídica hibrida – IMPAR – a oab é um caça niquel poderoso, até mesmo o presidente Ophir Cavalcante não fez a prova que obriga todos que querem exercer a advocacia a fazer(video na internet). É a única profissão que depois de formado ainda precisa se submeter a tal inconstitucionalidade. O caso da esposa do Senado Demóstenes, é um caso que merece ser apurado. recentemente o ex presidente do STF foi acusado pelo ministro Barbosa de manipular decisões e de ser tirânico, Barbosa sofreu Bullying Social do ministro Peluso. Isso poem em xeque uma série de decisões contra os estudantes de direito que se formaram, afinal os tentaculos da oab são extensos, além do capital acumulado. Não se deixe enganar. Não se pode ignorar os muitos interesses em manter esse negócio da china ou “Tupiniquim”, onde todos lucram menos os que se formaram ao longo de 5 anos + dois anos de estagio que o STF tirou. Não se pode ignorar os interesses…Todos lucram menos os academicos formados e legitimados pelo MEC, mas, contudo, todavia, Ophir Cavalcante, é um coveiro eficiente no curso de ci~encias jurídicas. O “latifundiário” do Behaviorismo do direito, que massifica em nome do vil metal para formatação de uma geração robotizada, que não aprende direito mas “apenas” passar numa infame prova cheia de pegadinhas, que já foi amplamente questionada, muitos juizes e desembargadores deram seus depoimentos que não passariam nessa prova que não afere realmente o que uma academico estudou durante 5 longos anos, mas apenas serve para reprodução de um sistema nefasto e pernicioso. Um latifundio improdutivo ou seria um título de uma capitania hereditária que ficará nas mãos dos novos coroneis que afrontam a Constituição Federal. A mão de obra barata é outra vantagem para quem promove essas coisas que atentam contra a dignidade humana, e o direito ao trabalho. Mas, quanto é que a oab arrecada/ Como é essa caixa preta que não presta contas a ninguem nem mesmo ao Tribunal de contas da União? Que metodologia nefasta é essa, que não faz a devida aferição dos conhecimentos academicos adquiridos ? Que correção é essa que tem por finalidade promover a reserva de mercado, arrecadar e a promoção da exclusão social?

    Os excluidos estudantes de direito que se formaram aumentarão seja em proporção PG OU PA, com certeza esses australopitecus que promovem essa reserva de mercado não passarão. Todos estaremos unidos derrotando nas urnas todos aqueles que afrontam a CRFB/88 dando suporte e apoio a essa prova imoral e inconstitucional gerada no ventre da tenebrosa treva do capitalismo. Adilson Marcos.

  • VASCO VASCONCELOS - ANALISTA E ESCRITOR

    -

    23/4/2012 às 22:37

    Demóstenes X Cachoeira X Caça-níqueis Exame de Ordem

    Relativamente às gravações da Polícia Federal na Operação Monte Carlo e o envolvimento do Senador Demóstenes Torres com o contraventor Carlinhos Cachoeira um fato me chamou atenção. Num dos trechos da gravação divulgado por VEJA , Cachoeira fala com a mulher de Demóstenes, Flávia, que comemora a obtenção de sua carteira da OAB; a conquista aí é nossa” Tô com a vermelha no bolso, 32.650, pode arrumar cliente aí pra mim (…) Tô com a vermelhaça no bolso (…) Um detalhe antes mesmo de colar grau, Flavia passou no caça níqueis exame de ordem com… NOTA MÁXIMA !!! 10 !!! Gabaritou a prova de 2ª fase. Como se vê caça-níqueis atrai caça-níqueis. Agora estou entendendo porque esse pálido Senador foi o Relator que rejeitou e arquivou a PEC nº01/2010 do nobre Senador Giovane Borges -PMDB-AP, que pretendia banir do nosso ordenamento jurídico a máquina de arrecadação, o caça-níqueis Exame de Ordem, feito para reprovação quanto maior reprovação maior o faturamento. Abocanha R$ 72,6 milhões por ano,sem dar nada em contrapartida, sem prestar contas ao TCU, cujo faturamento é de fazer inveja aos CAÇA-NÍQUEIS DO CARLINHOS CACHOEIRA, gerando fome desemprego (num país de desempregados) e doenças psicossociais, verdadeiro mecanismo de exclusão social (Bullying Social).

    A privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos. “Assistir os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos. Segundo Martin Luther King “Na nossa sociedade, privar um homem de emprego ou de meios de vida, equivale, psicologicamente, a assassiná-lo.”

    VASCO VASCONCELOS

    Analista, Escritor, Poeta, Jornalista, Administrador e Bacharel em Direito

    BRASÍLIA-DF
    E-mail: vasco.vasconcelos@brturbo.com.br

  • Marcia

    -

    23/4/2012 às 19:22

    Eu não sou contra a prova,e sim contra o comércio que ela virou!!QUE O MELHOR SEJA FEITO.. PARA O BEM DE TODOS!!!

  • Ricardo

    -

    23/4/2012 às 15:08

    Se é para medir os conhecimentos dos Bachareis, porque o exame não passa a ser gerido pelo MEC com uma comissão formada por membros da OAB e Judiciario, com os valores arrecadados ficarem apenas com o MEC. Duvido que a OAB aceitaria.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados