Blogs e Colunistas

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

7:32 \ Brasil

Facility vendida

Arthur: fora da Facility

Arthur: fora da Facility

O Grupo Facility, campeão de contratos com o governo Sérgio Cabral, está sendo vendido pelo seu dono, Arthur Cesar de Menezes Soares. Eram cerca de 1,7 bilhão de reais anuais para prestação de serviços em várias secretarias do Rio de Janeiro.

A Performa Partners, empresa paulista especializada na gestão de empresas, é a compradora do Grupo. O negócio será anunciado em fevereiro. Arthur não se desligará por completo do seu grupo; ainda irá manter-se no conselho de administração da Facility. E, para o futuro, pretende colocar parte do seu capital em hotéis no Rio de Janeiro.

A propósito, Arthur está em dia com as suas obrigações com a polícia. Depois de não depor dez vezes na Polícia Civil em um inquérito que apura crime contra a ordem tributária e cartel da Facility (Leia mais aqui), Arthur compareceu e respondeu aos questionamentos da Delegacia Fazendária no fim do ano.

(Atualização às 17h42: A assessoria de imprensa da Performa entrou em contato e informou que, na verdade, a empresa representa um fundo estrangeiro que está efetuando a compra da Facility.) 

Por Lauro Jardim

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

6 Comentários

  1. kelma

    -

    26/03/2014 às 13:20

    NÓS PRESTADORES DE SRVIÇO DA GRUPO FACILTY VAMOS MANDADO EMBORA DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO TEM PESSOAS QUE TINHA DE 19 ANOS E 8 ANOS SOMOS OTIMOS FUNCIONARIOS O CONTRADO ACABOU E NOS QUE TERMOS FAMILA QUE DEPENDE DE NÓS.

  2. Toninho Malvadeza

    -

    06/01/2014 às 20:54

    O Garotinho,adora o “REI” Arthur…

  3. Rodolfo

    -

    06/01/2014 às 19:02

    Não disse que havia LARANJADA!
    Se bobear, é o fundo do Zé, o Rei da Papuda!

  4. Rodolfo

    -

    06/01/2014 às 15:08

    Deve estar rolando a maior LARANJADA nessa história! Não sei como a PF e o MPF não investigam esse troço!

  5. Gabriel

    -

    06/01/2014 às 10:26

    O (des)governo Cabral PMDB parece o TITANIC, os ratos estão todos deixando o navio…….

  6. Jujuba Salgada

    -

    06/01/2014 às 9:52

    E o sócio “aquele que é invisível” sairá candidato ao senado no Rio.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados