Aos 87

Quem estreou ontem na tribuna do STJ foi o jurista Tourinho Filho. Promotor aposentado do Ministério Público de São Paulo, Filho é um dos principais autores sobre Direito Processual Penal no Brasil. Ontem, quando foi falar da tribuna do STJ, pediu desculpas aos ministros pelo visível nervosismo e revelou que ocupava aquele espaço pela primeira […]

Carreira longa

Quem estreou ontem na tribuna do STJ foi o jurista Tourinho Filho.

Promotor aposentado do Ministério Público de São Paulo, Filho é um dos principais autores sobre Direito Processual Penal no Brasil.

Ontem, quando foi falar da tribuna do STJ, pediu desculpas aos ministros pelo visível nervosismo e revelou que ocupava aquele espaço pela primeira vez.

Bastante elogiado pelos ministros, ouviu de Thereza Maria de Assis que até hoje ela guarda a primeira edição do livro Manual de Processo Penal, que foi usado em sua formação como juíza.

Na estreia, Filho venceu seu caso no STJ e livrou seu cliente que respondia a um processo penal, mas, na verdade, era um homônimo do verdadeiro bandido.

Tourinho Filho é tio do desembargador aposentado Tourinho Neto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s