Blogs e Colunistas

03/07/2015

às 12:01 \ Bastidores

Fanfic põe Jorge Amado em ‘Malhação’

Dona Bianca e seus dois maridos: personagem de Bruna Hamú sonha que está casada com Duca (Arhtur Aguiar) e João (Guilherme Hamacek) (Divulgação)

Dona Bianca e seus dois maridos: personagem de Bruna Hamú sonha que está casada com Duca (Arhtur Aguiar) e João (Guilherme Hamacek) (Divulgação)

Em verdadeira lua-de-mel com o público, que lhe deu não só boa audiência na TV mas também sustentação nas redes sociais, Malhação (Globo, 17h40) preparou um presente para os fãs: vai ao ar nesta sexta (3) uma sequência escrita por Ana Carolina, uma telespectadora de 15 anos, que participou de um concurso promovido pelo site oficial da novelinha. 

De acordo com o regulamento, o aspirante a autor poderia escolher os personagens que quisesse e envolvê-los num sonho. Em mais uma das tantas tentativas da emissora de estabelecer pontes com a internet, o concurso se aproveita da febre das fanfics, ficções escritas por fãs na internet a partir de seriados, quadrinhos, romances e todo tipo de história original.

A ideia vencedora, entre as 4,8 mil recebidas, envolve os personagens Bianca (Bruna Hamú), Duca (Arthur Aguiar) e João (Guilherme Hamacek). Em clima de Dona Flor e Seus Dois Maridos, o grande romance de Jorge Amado, a garota sonha que se casou com seus dois “crushs” – que é como os adolescentes andam chamando os pretendentes.

No ano em que completa 20 anos no ar, Malhação chega na reta final desta temporada com todos os motivos para comemorar. Feliz na condução do enredo que soube aproveitar bem a oposição entre o pessoal das artes e os engajados de academia e personagens carismáticos, o trio de autores Rosane Svartman, Paulo Halm e Marcio Wilson bateu seu recorde na última terça (28), quando marcou 21 pontos em São Paulo e 28 pontos no Rio.

Leia também:

As melhores aberturas dos 20 anos de ‘Malhação’

Twitter: @patvillalba
Share

01/07/2015

às 16:57 \ Folhetinescas, Sem categoria

Aderbal Pimenta, o canalha de muitas faces

Beatriz (Glória Pires) e Aderbal (Marcos Palmeira) assinam contrato para construção de um elefante branco na modesta Jatobá: prefeito vai de vilão homofóbico e corrupto a herói romântico leal (Divulgação)

Figura que parece ter saído das manchetes políticas diretamente para a novela, Aderbal Pimenta (Marcos Palmeira) leva ao extremo a ideia de que os personagens ambíguos são os mais ricos. Corrupto e populista, ele ainda dá expediente como homofóbico e marido infiel desde os primeiros capítulos de Babilônia (Globo, 21h15). Nos últimos tempos, entretanto, demonstra que no peito do fundamentalista cristão também bate um coração.

O prefeito de Jatobá andava vivendo uma relação clichê com uma cidadã simpatizante de sua administração, quando foi fisgado por Inês (Adriana Esteves). O que começou como uma manobra dela para negociar contratos, evoluiu para um chamego divertido e sincero. Palmeira e Adriana formam um par já testado e aprovado em outros carnavais – em Renascer (1993) e Torre de Babel (1998) – e a novela precisa mesmo do carisma do casal. Talvez seja por isso que, presa por um crime que não cometeu e vivendo uma espécie de Orange Is The New Black (Netflix), a vilã aparece agora como uma mocinha apaixonada, a esperar que o amado venha lhe salvar – difícil acompanhar as mudanças de personalidade na novela.

Também apaixonado e – que surpresa! – fiel, Aderbal corresponde à altura, e age como um perfeito cavalheiro, que não teme o ônus político que uma visita à prisão poderia lhe causar. Sem medo do perigo, aliás, o prefeito vai assinar o contrato com a empreiteira Souza Rangel para a construção de um grande estádio em Jatobá, cuja licitação é uma fraude. A aliança nas negociatas não significa, entretanto, que ele está do mesmo lado que Beatriz (Glória Pires). “Você me serve por enquanto. Mas não pense que eu esqueci ou abandonei a Inês. Nisso, você está muito enganada”, avisará ele, em cena que vai ao ar no capítulo desta quinta (2).

Leia também:

Saudades do Comendador? Conheça Romero Rômulo

Argentino desbanca mocinho, mas é exilado em ‘Sete Vidas’

Entre ’50 Tons’ e ‘Cinderela’, Camila Queiroz brilha em ‘Verdades Secretas’

Twitter: @patvillalba
Share

30/06/2015

às 21:13 \ Fotonovela

Saudades do Comendador? Conheça Romero Rômulo

Na nova novela de João Emanuel Carneiro, Alexandre Nero é o ex-vereador Romero Rômulo e Vanessa Giácomo é Toia (João Cotta/Divulgação)

Na nova novela de João Emanuel Carneiro, Alexandre Nero é o ex-vereador Romero Rômulo e Vanessa Giácomo é Toia (João Cotta/Divulgação)

Com ainda dois meses de Babilônia pela frente, a Globo começou a divulgar a nova trama das 9, A Regra do Jogo. Escrita por João Emanuel Carneiro, do sucesso Avenida Brasil (2012), a trama vem com bons ingredientes para recuperar o público do horário. O primeiro deles é o casal principal, já testado e aprovado em Salve Jorge (2012): Giovanna Antonelli e Alexandre Nero, que ainda outro dia era o Comendador José Alfredo de Medeiros em Império.

Giovanna Antonelli volta a ser par de Nero em 'A Regra do Jogo', como a estelionatária Atena (Divulgação)

Giovanna Antonelli volta a ser par de Nero em ‘A Regra do Jogo’, como a estelionatária Atena (Divulgação)

Na história, que discute a ética nas relações cotidianas, Nero será Romero Rômulo, um ex-vereador de passado misterioso que se apresenta como um verdadeiro herói, especialista em reintegrar criminosos arrependidos à sociedade. A personagem de Gioanna é Atena, estelionatária que disputará o bonitão com Toia, personagem de Vanessa Giácomo – não custa lembrar que, de novo, até outro dia o Comendador sonhava com a Eliane interpretada por ela na primeira fase de Império.

Como Babilônia, A Regra do Jogo é ambientada numa favela carioca, o fictício Morro da Macaca, na zona sul. A estreia está prevista para 31 de agosto.  O elenco tem ainda nomes como Cauã Reymond, Cássia Kis Magro, Tony Ramos e Susana Vieira.

Leia também:

Argentino desbanca mocinho, mas é exilado em ‘Sete Vidas’

Entre ’50 Tons’ e ‘Cinderela’, Camila Queiroz brilha em ‘Verdades Secretas’

Twitter: @patvillalba
Share

29/06/2015

às 15:19 \ Maestro, uma nota

Zeca Camargo pede desculpas a fãs de ‘Cristiano Ronaldo’

Globo levou os apresentadores do novo 'É de Casa' ao 'VídeoShow': visita serviu para Zeca Camargo se retratar (Divulgação)

Globo levou os apresentadores do novo ‘É de Casa’ ao ‘VídeoShow’: visita serviu para Zeca Camargo se retratar (Divulgação)

Os apresentadores do novo É de Casa – André Marques, Tiago Leifert, Ana Furtado, Patrícia Poeta, Cissa Guimarães e Zeca Camargo – apareceram ao vivo no VídeoShow da tarde desta segunda (29) para falar sobre o programa que a Globo estreia no dia 8 de agosto. Parte do grupo, Zeca Camargo tinha missão dupla: se explicar aos fãs do cantor Cristiano Araújo, vítima de um acidente de carro na última quarta-feira (24). “Quero me desculpar com quem se sentiu ofendido”, disse o apresentador, visivelmente nervoso – tanto, que chamou o cantor de Cristiano Ronaldo.

O nome do apresentador domina o Twitter desde a noite de sábado, quando foi ao ar Jornal das Dez, da GloboNews uma crônica em que ele analisa o fenômeno pop. Zeca não foi o único a tocar no assunto, delicado em meio à comoção popular que cercou a tragédia. Nas redes sociais, os que não conhecem o cenário sertanejo universitário se surpreenderam com o espaço dedicado à cobertura da morte do cantor na TV, incluindo a própria Globo. No seu texto, Zeca questionou a definição de ídolo popular nos dias de hoje e lamentou o atual cenário musical. “Nossa canção popular é dominada por revelações de uma música só”, disse ele. “Como fomos capazes de nos seduzir emocionalmente por uma figura relativamente desconhecida?”

A opinião provou forte reação, não só entre os fãs de Araújo que, só no Facebook, são 6 milhões de pessoas. Colegas como Sorocaba e a dupla Munhoz e Mariano puxaram a hashtag #QuemEZecaCamargo, postando fotos em que aparecem tapando os ouvidos. Henrique e Juliano foram ainda mais longe: postaram uma foto de um vaso sanitáro no Instagram com o nome do apresentador, acompanhada de um texto em que se leem os termos “drogas”, “dança do ventre” e “incompetência”.

A discussão sobre quem merece ou não ser ídolo popular não é nova, e sempre volta à tona em episódios que envolvem a morte de uma celebridade. Em 1996, quando o acidente aéreo que vitimou os integrantes do Mamonas Assassinas chocou o país, também se questionou se uma banda de um disco só merecia tanto choro, comoção e horas de programação na TV. O público, como se sabe, respondeu que sim.

Twitter: @patvillalba
Share

25/06/2015

às 19:09 \ Bastidores

‘Sete Vidas’ cede espaço para jogo do Brasil

Próximos capítulos de 'Sete Vidas' serão marcados pelo drama de Irene (Malu Galli), que tenta adotar uma filha (Divulgação)

Próximos capítulos de ‘Sete Vidas’ serão marcados pelo drama de Irene (Malu Galli), que tenta adotar uma filha (Divulgação)

Nada de DR neste fim de semana. Por causa da partida entre Brasil e Paraguai pela Copa América, a Globo não vai exibir o capítulo deste sábado (27) de Sete Vidas. A novela das 6 está na reta final, com desfecho marcado para ir ao ar em 11 de julho.

A Seleção de Futebol joga no Estádio Municipal de Concepción, às 18h30, pelas quartas de final.

Leia também:

Argentino desbanca mocinho, mas é exilado em ‘Sete Vidas’

De novo, Miguel?

Entre ’50 Tons’ e ‘Cinderela’, Camila Queiroz brilha em ‘Verdades Secretas’

Twitter: @patvillalba
Share

24/06/2015

às 22:00 \ Maestro, uma nota, Sem categoria

‘Vamos tirar o ateuzinho lésbico do caminho’

Consuelo (Arlete Salles): ela prefere comentar – sempre (Divulgação)

Consuelo (Arlete Salles): ela prefere comentar – sempre (Divulgação)

Porta-voz de todo o tipo de absurdo e, de quebra, de alfinetas bem escolhidas pelos autores para  atingir os setores mais conservadores, Consuelo (Arlete Salles) não tem cena perdida em Babilônia (Globo, 21h15). Estrela do único núcleo que aparentemente escapou da repaginada pela qual passou a novela, ela é clássica perua sem noção, mas com um ingrediente a mais: o falso moralismo religioso.

A combinação de ignorância, deslumbramento e fanatismo rende à personagem algumas das melhores tiradas da trama. “Vamos tirar o ateuzinho lésbico do caminho”, disparou ela no capítulo desta quarta (24), determinada a separar a neta Laís (Luisa Arraes) de Rafael (Chay Suede). A Julieta evangélica de família homofóbica e o Romeu ateu criado por um casal de lésbicas enfrenta resistência – mesmo sem perder o traço cômico à la Copélia de Toma Lá, Dá Cá, Consuelo não deve dar trégua.

Leia também:

Glória Pires não está disposta para ver ‘Babilônia’

Alice volta a sofrer em ‘Babilônia’

Argentino desbanca mocinho, mas é exilado em ‘Sete Vidas’

Twitter: @patvillalba
Share

23/06/2015

às 15:22 \ Bastidores

Glória Pires não está disposta para ver ‘Babilônia’

Glória Pires em cena de 'Babilônia': no centro do elenco, atriz não tem tempo para ver TV (Reprodução)

Glória Pires em cena de ‘Babilônia’: no centro do elenco, atriz não tem tempo para ver TV (Reprodução)

Entrevistada de surpresa no VídeoShow desta terça (23) por Mônica Iozzi, Glória Pires confessou que não é telespectadora assídua de novelas – nem mesmo da que protagoniza, Babilônia. “Faz uma semana que eu não vejo. Ou você grava ou você assiste”, disse a Beatriz da novela das 9, às gargalhadas.

Caracterizada como a Ninon que Cláudia Raia viveu em Roque Santeiro, Mônica “invadiu” o estúdio de gravação de Babilônia no Projac para uma reportagem especial sobre a novela histórica de Dias Gomes, que completa 30 anos. Num dos cenários, encontrou Glória Pires, a diretora Maria de Médicis e o ator Thiago Martins repassando o texto sobre uma cama. Mônica quis saber se Glória assistiu à novela exibida em 1985, já tantas vezes reprisada, e a resposta não poderia ser mais sincera: “Não vi”, disparou, justificando-se com bom humor: “Se dissesse que sim e você me perguntasse alguma coisa, ia ser pior.”

Sem medo de ser feliz, Mônica ainda arriscou: “Glória, você sabe que eu fiz um papel em Alto Astral?”

Ela não sabia.

Leia também:

Alice volta a sofrer em ‘Babilônia’

Argentino desbanca mocinho, mas é exilado em ‘Sete Vidas’

Entre ’50 Tons’ e ‘Cinderela’, Camila Queiroz brilha em ‘Verdades Secretas’

Twitter: @patvillalba
Share

22/06/2015

às 17:02 \ Fotonovela

Alice volta a sofrer em ‘Babilônia’

Chora, mocinha!: Alice (Sophie Charlotte) é acusada de roubo pelo namorado, Evandro (Cássio Gabus Mendes) (Divulgação)

Chora, mocinha!: Alice (Sophie Charlotte) é acusada de roubo pelo namorado, Evandro (Cássio Gabus Mendes) (Divulgação)

Garota de programa que foi reformulada para tentar agradar ao público de Babilônia (Globo, 21h15), Alice (Sophie Charlotte) virou mocinha e, portanto, terá de sofrer como tal – trabalhar como faxineira de botequim não foi suficiente. Depois de uma temporada em Paris, a ex-interesseira e agora criatura honrada de caráter inabalável será expulsa de casa, acusada de roubo pelo namorado Evandro (Cássio Gabus Mendes). As cenas de muito choro, como se pode apostar pela foto acima, vão ao ar no capítulo desta segundda (22).

Cafetão regenerado, Murilo (Bruno Gagliasso) flanava pela trama sem função, mas de uns tempos para cá anda de olhos vidrados como os do Edu de Dupla Identidade. Na dúvida sobre o que fazer da vida, encasquetou que quer a ex-namorada de volta. A julgar pelas primeiras cenas da nova história, o remendo enfraqueceu a participação de Gagliasso na novela. Murilo se juntou a Beatriz (Glória Pires) para separar Alice e Evandro, com golpes dignos de novela das 7. Na última cartada, que vai resultar na briga de hoje, o malandro aparecerá usando um relógio caro de Evandro. Transtornado de ciúmes, o empresário pensará que Alice roubou a joia para presentear o suposto amante. Na verdade, foi Murilo que conseguiu entrar no apartamento dos dois – com notável facilidade, aliás – e furtar.

Chama a atenção no enredo que os pares românticos não confiem quase nada um no outro – talvez falte a eles discutir a relação, como faz o pessoal de Sete Vidas (Globo, 18h20). Basta uma mínima desconfiança para iniciar uma grande discussão e, embora a parte acusada insista em dizer que há um engano, o outro simplesmente não quer saber. Foi assim com Regina e Vinícius, Rafael e Laís e até Teresa e Estela.

No episódio, também fica evidente mais uma mudança brusca de personalidade em Babilônia, a Evandro. Empresário habilidoso que reergueu a empreiteira herdada do pai, ele começou a novela como um aposentado cínico que prometia momentos ácidos e divertidos – o empreiteiro é uma figura bem contemporâneo, digamos. Mas, do jeito que ficou, o personagem não passa de mais um homem fraco de folhetim, mocinho romântico de meia-idade que serve de joguete entre a sogra interesseira e a ex-mulher manipuladora. Citando Vale Tudo (1988) a grande obra de Gilberto Braga, pode-se dizer que Evandro nasceu para ser Marco Aurélio, mas ficou mais para Afonso Roitman.

Leia também:

Argentino desbanca mocinho, mas é exilado em ‘Sete Vidas’

Entre ’50 Tons’ e ‘Cinderela’, Camila Queiroz brilha em ‘Verdades Secretas’

Twitter: @patvillalba
Share

20/06/2015

às 14:24 \ Folhetinescas

Argentino desbanca mocinho, mas é exilado em ‘Sete Vidas’

Júlia (Isabelle Drummond) e Felipe (Michel Noher): casal conquistou o público, mas autora abre espaço para o protagonista Pedro (Jayme Matarazzo) (Divulgação)

Júlia (Isabelle Drummond) e Felipe (Michel Noher): casal conquistou o público, mas autora abre espaço para o protagonista Pedro (Jayme Matarazzo) (Divulgação)

Falta pouco para Sete Vidas (Globo, 18h20) acabar e já vai sendo preparado o caminho que leva Pedro (Jayme Matarazzo) de volta para Júlia (Isabelle Drummond). Apaixonados desde o primeiro capítulo, os mocinhos, como se sabe, nunca puderam namorar em paz. Primeiro, acharam que eram irmãos. Desfeito o mal-entendido, foi ele se tornou um chato de galochas, ao engravidar Taís (Maria Flor) sem querer e passar a sofrer horrores com a revelação de que Miguel (Domingos Montagner) é seu pai.

Mesmo com todos os problemas, é de se esperar que Júlia dê mais uma chance para o garoto-enxaqueca. Afinal, estamos falando de uma novela das 6. Mas acontece que Júlia se encantou por um argentino – não só ela, mas também o público . Felipe, hermano que, como o próprio Pedro, foi gerado a partir de uma doação de Miguel para um banco de sêmem, mal parece carregar o DNA dos ecologistas arredios – é bem resolvido, engajado, divertido e alto astral. Com esse perfil carismático, formou um casal adorável com Júlia.

O personagem de Michel Noher foi tão acolhido pelo público que será difícil para a autora Lícia Manzo convencer o noveleiro de que Pedro merece a disputa pelo coração da simpática mocinha. No Twitter, muitos confessam que deixaram de torcer pelo casal original por causa do argentino e apelam à autora que escreva um felizes para sempre entre Felipe e Júlia. Para os fãs do casal, uma péssima notícia: no capítulo deste sábado (20), Felipe vai seguir o estilo do pai biológico e sair numa aventura pela África, como voluntário em Uganda. O guapo ficará um mês fora, o que obviamente abre espaço para Pedro reconquistar a mocinha.

Leia também:

De novo, Miguel?

Entre ’50 Tons’ e ‘Cinderela’, Camila Queiroz brilha em ‘Verdades Secretas’

Twitter: @patvillalba
Share

17/06/2015

às 15:03 \ Folhetinescas

Entre ’50 Tons’ e ‘Cinderela’, Camila Queiroz brilha em ‘Verdades Secretas’

Camila Queiroz em cena de 'Verdades Secretas': desfile deslumbrante marcou a passagem da interiorana Arlete para a aspirante a top model Angel (Divulgação)

Desfile deslumbrante marcou a passagem da interiorana Arlete para a aspirante a top model Angel em ‘Verdades Secretas’: a estrela sobe (Divulgação)

Enredos sobre modelos são difíceis de produzir porque pedem um tipo muito específico de elenco. É preciso ter um psysique du rôle capaz de dar credibilidade ao papel e, ao mesmo tempo, convencer como atriz. Somemos a isso o fato de que boa parte dos personagens é bem jovem, e teremos uma ideia do quanto é complicado encontrar uma atriz para viver a Arlete/Angel de Verdades Secretas (Globo, 23h).

A estreante Camila Queiroz, modelo de 21 anos que usa a experiência nas passarelas para criar, vem dando conta do recado – como a própria Angel, é um achado. A personagem criada por Walcyr Carrasco representa uma grande responsabilidade não só por ser protagonista, mas trajetória intensa que vai modificar seu caráter. É um papel bem construído e de muitas nuances, que em cinco capítulos foi da “menina na janela” na primeira cena ao furacão que apareceu em momentos quentes com o Alex de Rodrigo Lombardi ontem (terca, 16)  – da interiorana Arlete à aspirante a top model Angel. 

Por enquanto, Arlete escapa com louvor da categoria de mocinhas que o público ama odiar. É educada, inteligente e boa filha, e consegue transmitir uma dose preciosa de ingenuidade sem parecer boba. Nos episódios em que sofreu bullying na escola, por exemplo, por ser bolsista e recém-chegada do interior, ela chorou o suficiente para conquistar o telespectador sem cair na vitimização fácil.   

Empurrada para um programa com o patrocinador do desfile, Angel (Camila Queiroz) cedeu mais pelo charme de Alex (Rodrigo Lombardi) do que pelo cachê (Reprodução)

Empurrada para um programa com o patrocinador do desfile, Angel (Camila Queiroz) cedeu mais pelo charme de Alex (Rodrigo Lombardi) do que pelo cachê (Reprodução)

Entre 50 Tons de Cinza e Cinderela, a novela apresentou no capítulo de ontem uma visão aparentemente romantizada da exploração sexual de menores. Angel, lembremos, tem apenas 16 anos, mas um respeito familiar que a leva, num impulso, a querer fazer de tudo para ajudar em casa. Recém-chegada a São Paulo, ela tem como referência duas gerações de mulheres derrotadas pela vida – a avó é professora aposentada, com uma renda deficiente e apartamento à beira do confisco judicial, e a mãe é uma criatura que largou tudo para ser dona de casa e foi trocada por outra. Não é à toa que dinheiro seja um ponto de tensão para a heroína da história. 

“Dinheiro? Não quero que você faça nada que não queira. Não quero que você me olhe como um cara com quem tem que ficar por dinheiro”, disse Alex, seduzinho personagem e público na sequência em que a menina se entregou mais pelo charme do empresário do que pelo dinheiro que ele pagou à cafetina Fanny (Marieta Severo). Doce ilusão. No capítulo desta sexta (19), ela perguntará se ele pretende se casar com ela. A resposta não será boa de ouvir. 

Confundir o sujeito que escolhe mulheres num cardápio com um príncipe encantado será um grande erro da personagem. Disse muito sobre ele a sequência anterior ao desfile que lançou Angel: pouco antes de ir ao evento do qual sairia com a ninfeta, Alex foi ao quarto do filho adolescente e pregou sobre o uso da camisinha, aproveitando para oferercer uma prostituta, caso ele queria se livrar da virgindade. Alívio moral ou flagrante machismo? Não demora muito, Arlete descobrirá.    

Leia também:

‘Verdades Secretas’ prende com sexo, drama e glamour

5 tramas estreladas por modelos

Twitter: @patvillalba
Share
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados