Blogs e Colunistas

16/07/2010

às 19:30 \ Campanha política

Truque perigoso

Num improviso nesta tarde em Diadema, o presidente Lula encontrou o responsável pelo atraso crônico das obras do governo federal em São Paulo: “Uma pessoa que não sei quem é”. Pela reação da plateia, todos entenderam que devem ser debitados na conta de José Serra também os exageros da burocracia e a incompetência gerencial que fazem do PAC um colosso de papel.

Mais difícil será transferir para algum adversário a culpa pela paralisia dos projetos vinculados à Copa de 2014. Difícil e perigoso: Lula discursa para a arquibancada, mas precisa convencer a cartolagem na tribuna de honra. Seu interlocutor é a FIFA, que está apenas cobrando o que o Brasil se dispôs a fazer há dois anos ─ e não fez. A entidade que controla o futebol mundial é bem menos indulgente que as plateias domésticas. E não teme bravatas.

Sejam quais forem as explicações do palanqueiro incansável, a sede da Copa do Mundo será transferida para outro país se o Brasil não cumprir o que prometeu. O presidente da FIFA se limitará a informar que a culpa foi de uma pessoa que todos sabem quem é.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados