Blogs e Colunistas

Bolsa Família

29/05/2013

às 21:31 \ Justiça

PSDB quer acesso ao inquérito sobre boato do Bolsa Família

O PSDB deve entrar na sexta-feira com um mandado de segurança na Justiça Federal para ter acesso ao inquérito conduzido pela Polícia Federal que investiga os boatos que provocaram uma onda de saques em bancos por parte de beneficiários do Bolsa Família. A ação deverá ser apresentada pelo líder do partido na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP).

No entendimento de Sampaio, o partido passou a ser parte interessada do processo no momento em que a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, disse nas redes sociais que os boatos sobre o fim do programa tinham sido espalhados pela oposição.

Segundo o tucano, o próprio diretor-geral da PF, Leandro Daiello, não fez objeção a que a oposição tenha acesso ao inquérito. “Vou recorrer à Justiça para assegurar um direito que me foi confirmado pelo próprio delegado Daiello”, disse Sampaio.

(Com Estadão Conteúdo)

29/05/2013

às 10:11 \ governo Dilma Rousseff

Ministra Maria do Rosário não fala (mais) sobre confusão do Bolsa Família

Um dia após o presidente da Caixa Econômica, Jorge Hereda, ter pedido desculpas pelo episódio do boato sobre o fim do Bolsa Família, a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, interrompeu uma coletiva, nesta terça-feira, ao ser indagada sobre o caso. Na semana passada, Rosário usou o Twitter para culpar a oposição de ter espalhado notícias sobre o fim do programa. O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, também evitou falar sobre o tema. “Não estou acompanhando este caso”, disse Carvalho em São Paulo. Ao admitir que poderia ter havido falha da Caixa Econômica no episódio, a presidente Dilma Rousseff desautorizou qualquer membro de seu governo a fazer comentários sobre o caso.

O rumor, que surgiu no dia 18 de maio, levou uma multidão às agências da Caixa Econômica Federal em pelo menos doze estados, na tentativa de sacar o benefício deste mês. Em alguns estados também circulou o boato de que o programa iria disponibilizar um suposto pagamento “extra” de Dia das Mães, o que também atraiu pessoas para as agências. A corrida aos bancos ocorreu principalmente em cidades do Nordeste, do Norte e no Rio de Janeiro.

Leia também:
Dilma diz que é ‘desumano e criminoso’ boato sobre Bolsa Família
Aécio diz que Dilma deve desculpas por mentira da Caixa

(Com Estadão Conteúdo)

01/03/2011

às 15:08 \ governo Dilma Rousseff

Bolsa família terá reajuste de até 45,5%, anuncia Dilma

Presidente Dilma Rousseff cumprimenta moradores de Irecê (BA), onde anunciou ajuste do Bolsa Família. (Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência)

Presidente Dilma Rousseff cumprimenta moradores de Irecê (BA), onde anunciou reajuste do Bolsa Família. (Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência)

Durante evento em comemoração ao Dia da Mulher, em Irecê (BA), a presidente Dilma Rousseff assinou o decreto de reajuste médio de 19,4% e máximo de 45,5% do programa Bolsa Família, anunciado informalmente por ela durante o programa Mais Você, pela manhã. Dilma afirmou que a mudança nos valores do Bolsa Família é o primeiro passo do Programa de Erradicação da Pobreza, anunciado em campanha e que ainda está sendo elaborado. Ao todo, 12,9 milhões de famílias serão afetadas pelo aumento, que exigirá investimento de 2,1 bilhões de reais do governo federal, o correspondente a 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

O último reajuste do benefício ocorreu em 2009, quando o valor médio passou a ser de 96 reais, com variação de 22 a 200 reais. “Desde 2009 que o programa Bolsa Família não tinha reajuste porque 2010 era ano eleitoral e a gente não fez política com o programa em época de eleição”, explicou a presidente. Com o decreto assinado por Dilma nesta terça, a quantia paga às famílias vai variar entre 32 e 242 reais, com média de 115 reais.

As maiores beneficiadas serão as famílias com filhos de até 15 anos, com reajuste de 45,5%. “O reajuste beneficia a quem tem mais filhos, porque elas são as que têm maior dificuldade de enfrentar a vida e têm nível de pobreza maior”, justificou Dilma. Quem tem filhos com 16 ou 17 anos terá ajuste de 15,2%. De acordo com a assessoria do Palácio do Planalto, atualmente 25% dos beneficiários do Bolsa Família têm até nove anos e mais de 50% têm menos de 20 anos.

(Adriana Caitano)

01/03/2011

às 12:43 \ governo Dilma Rousseff

Dilma anuncia reajuste do programa Bolsa Família

Na tentativa de neutralizar os efeitos negativos do anúncio e detalhamento do corte de 50 bilhões de reais no Orçamento de 2011, a presidente Dilma Rousseff declarou, na manhã desta terça-feira, que vai reajustar parcela do Bolsa Família. A revelação extra-oficial foi feita em um meio estrategicamente escolhido: durante sua participação no programa Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, na TV Globo. O anúncio oficial será feito ainda nesta terça, durante viagem a Irecê, no sertão baiano, a 478 quilômetros de Salvador.

Mulheres – A presidente não antecipou em quanto as parcelas do programa de transferência de renda serão reajustadas, mas indicou que privilegiará as mulheres com mais filhos. “O Bolsa Família tem uma parte que é fixa e outra que varia conforme a quantidade de filhos. Nós vamos mudar a situação. Vamos privilegiar cada vez mais a mulher recebendo pela quantidade de filhos que tem. Nós vamos reajustar a parcela relativa à quantidade de filho, porque 34%, 35% das famílias mais pobres têm como chefes uma mulher”, afirmou.

Apesar de Dilma não ter antecipado o porcentual do aumento, o Congresso já havia aprovado em dezembro, dentro do orçamento, uma reserva de 1 bilhão de reais para o caso de o governo desejar reajustar o benefício.

O último reajuste do Bolsa Família ocorreu em setembro de 2009. O programa atende 12,9 milhões de famílias de baixa renda no país e paga, em média, 94 reais por família.

(Beatriz Ferrari, de São Paulo)

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados