Blogs e Colunistas

03/05/2013

às 22:14 \ STF

Livro de Tuma Jr. traz novidades sobre arapongagem no STF

Está para sair um livro que vai trazer à tona mais uma vez o tenebroso episódio das escutas ilegais montadas para espionar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Em Assassinato de reputações: um crime de Estado, o ex-delegado da Polícia Civil de São Paulo Romeu Tuma Jr. afirma ao jornalista Claudio Júlio Tognolli que as operações eram comandadas por delegados e agentes da Polícia Federal.

Tuma Jr. cita o delegado Protógenes Queiroz e o agente Idalberto Matias de Araújo, o Dadá. Ele afirma que soube do episódio no Supremo por meio de uma carta enviada pelo amigo Edson Oliveira, ex-diretor da Interpol no Brasil, em 2011.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados