Blogs e Colunistas

25/06/2013

às 13:31 \ Congresso Nacional, governo Dilma Rousseff

Dilma desistiu de Constituinte, diz OAB

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinícius Furtado, deixou a reunião desta terça-feira com a presidente Dilma Rousseff afirmando que o governo desistiu da ideia de convocar uma Constituinte para fazer a reforma política. Em vez disso, afirmou ele, será realizado um plebiscito para que a população decida diretamente quais pontos pretende mudar na legislação sobre o tema.

Representantes da OAB e o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral estiveram com Dilma, com o vice-presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em uma reunião no Palácio do Planalto.

“O ministro da Justiça virá logo em seguida para anunciar essa posição no sentido de que, após a demonstração, pelos movimentos sociais, à presidente da República de que a reforma política pode ser feita sem alterar a Constituição, uma convocação de Constituinte seria algo desnecessário e que iria inviabilizar a realização da reforma política para que ela possa ter validade no próximo ano”, afirmou Furtado, após deixar o encontro.

O presidente da OAB ressaltou ainda ter alertado a presidente sobre os “graves riscos” que uma Assembleia Constituinte poderia significar à democracia, e disse que ela deixou o encontro “convencida”. “Faz parte da teoria do direito constitucional que qualquer constituinte pode dizer sobre o que ela vai regulamentar, e a convocação poderia significar graves riscos à democracia brasileira, às garantias do cidadão – inclusive às liberdades de expressão e manifestação. Levamos toda esta preocupação da sociedade civil brasileira à senhora presidente da República”, afirmou Furtado.

A ideia de um plebiscito para tratar da convocação de uma Constituinte foi lançada nesta terça-feira pela presidente Dilma Rousseff, na abertura de uma reunião de governadores e prefeitos. O encontro foi convocado após a sequência de manifestações que tomou as ruas do país nos últimos dias.

(Gabriel Castro, de Brasília)

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

51 Comentários

  1. Ricardo

    -

    26/06/2013 às 16:23

    OAB muito mais que uma instituição de ELITE.

    E Dilma, fique sabendo que não aceitaremos VETERINÁRIOS no lugar de médicos viu. Sabemos muito bem como é a medicina em CUBA, também não queremos aliança alguma com a Venezuela !

  2. luiz carlos silva

    -

    25/06/2013 às 18:13

    eu sempre falei no velho ditado quem com porco se junta farelo come quem tem dado as cartas é o PT isso esta evidente ou a presidenta se afasta dos PTralhas e tenta ajudar o Brasileiro que esta na banca rota ou poderá pagar o preço da maior rejeição popular da historia presidenta ainda tem tempo de mostrar mais respeito pelo povo Brasileiro lembre dos aposentados sofridos que deram seu sangue por esse país e recebem cada vez menos de aposentadoria esse salario minimo é injusto a maioria do povo Brasileiro é de assalariados respeite o povo Brasileiro e serás respeitada não queremos esmolas queremos dignidade trabalhando e ajudando o desenvolvimento do nosso lindo país !!!!!!!!!!

  3. Gilton Campos

    -

    25/06/2013 às 16:01

    Essa senhora é apenas uma estúpida idealista do passado, usada por um lunático, ignorante… .

  4. Pedro Ferrero

    -

    25/06/2013 às 15:45

    Nao podemos fazer um plebicito com esse senado e deputados que estao ai….. eles como sempre vao continuar a legislar em beneficio proprio….. melhor nos beneficiarmos do artigo da cosntituicao que nos da o poder de tomar o poder …..ARTIGO 1º ; COMPETE AO POVO ESTABELECER PARAMETROS E LIMITES PARA OS REPRESENTANTES POR ELE ESCOLHIDOS, SENDO CAUSA DE IMPEACHMENT E DESTITUIÇÃO DE SEUS CARGOS: alínea “a”: A MÁ APLICAÇÃO DOS RECURSOS DISPONÍVEIS alínea “b”: OS DESVIOS DE VERBAS DESTINADAS A MANUTENÇÃO E CRESCIMENTO DE NOSSO PAÍS.

  5. carlos Henrique

    -

    25/06/2013 às 15:43

    Vendo uma reportagem no Jornal “Nacional” da Rede Globo de Televisão sobre a repercussão mundo a fora dos movimentos sociais ocorridos no Brasil, em que O The New York Times em manchete pergunta: Por que será que os brasileiros estão irritados? Faz-se necessário responder: presumo que dentro da minha resposta os motivos estejam subentendidos, ou seja, moro na cidade de Contagem/MG, no bairro Inconfidentes onde há um córrego que compõe a Bacia do Ferrugem, cujas obras de drenagem, canalização e urbanização são aguardadas há mais de 30 anos e para nossa surpresa a Administração anterior da Prefeita Marília Campos conseguiu a aprovação das verbas e iniciou as obras, orçadas pelo Ministério das Cidades em quase 5.500,000,00, os quais já foram liberados. A população ficou esperançosa com o início da urbanização e no entanto a indignação veio logo em seguida quando as obras foram paralisadas sem qualquer esclarecimento à população pela Administração do PC do B, encabeçada pelo Prefeito Carlin Moura, o qual em seus discurso pré-eleitorais dizia que sua gestão seria inovadora, sem os vícios que permeiam as administrações públicas neste País. Nossa indignação é que ainda que tenhamos enviado mensagens à Ouvidoria do Município e por orientação dessa Ouvidoria, enviado mensagem à Secretaria de Planejamento e até mesmo ao Ministério das Cidades denunciando a paralização dessa tão esperada obra, não obtivemos qualquer pronunciamento, nem dos órgãos municipais e nem do próprio Ministério das Cidades. Calam-se, emudecem-se e as verbas vão parar onde? Já estamos cansados de políticos oportunistas que se locupletam e a população vive a mercê da pobreza, péssimas condições de moradia, educação deficiente e como se não bastasse, ter de enfrentar os baixos salários pagos pela iniciativa privada. É mole? Acredito que essas manifestações, além de demonstrarem subjetivamente todas essas mazelas acima citadas, de corrupção, de hipocrizia, menosprezo às Leis que tentam regular as relações Estado e cidadãos. Uma vez que, quando enviamos mensagem à Secretaria de Planejamento do Município, invocamos os preceitos da Lei de Transparência e nem mesmo assim obtivemos resposta. Onde foi parar o dinheiro? Senhores do “colarinho branco”?

  6. hugo csar 2

    -

    25/06/2013 às 15:37

    burra

  7. Podoss

    -

    25/06/2013 às 15:19

    O antro político brasileiro é tão rasteiro, tão sujo, tão inominável, que certamente, vão criar um monte de razões para jogar, mais uma vez, areia na engrenagem das aspirações da nação. São bandidos ou não são? Imaginem a hipocrisia do Renan,a maior ratazana do submundo do Congresso, dizendo que deve ser feito um plebiscito para ouvir o povo (!!??). Foi feito um abaixo assinado, com mais de 1.500.000 milhões de assinaturas para apeá-lo da presidência do senado, por indignidade, por ser ficha-suja e um monte de outras coisas. E ele, afrontosamente, cuspindo na cara da nação, vem com essa hipocrisia toda. São bandidos ou não são? E querem que a revolta seja feita sem excessos? E a quebradeira que essa gente está fazendo contra todas as áreas da nação, não são muito piores que semáforos e vidros que são quebrados no desespero desse caos moral, provocado pela gangue que está aí no poder, legislativo, executivo e judiciário?
    Gente nojenta, asquerosa… será que o movimento precisa ir ao extremo e começar sangrar políticos bandidos? Assim como eles tem feito com a sociedade, no seu inescrúpulo e volúpia, fazendo sangrar desde crianças até idosos com seus roubos astronômicos! O povo sangra faz anos!
    Bandidos!

  8. José Americo Repiso e Silva

    -

    25/06/2013 às 15:16

    Após a gafe institucional que trouxe no bojo de sua fala a Presidente da República, ao -Propor Consulta Plebiscitária-, em boa hora a Ordem dos Advogados do Brasil sugere que a Reforma da Organização Política se dê através de Projeto de Lei que aprovado e promulgado pelo Congresso Nacional se estabeleceria como Emenda Constitucional.Diante de vigilância próxima e participativa da população teríamos a voz das ruas se fazendo entendida e obedecida,pontualmente em relação a alguns temas importantes e fundamentais,tais como…Voto Distrital;Redução do número de Cadeiras no Poder Legislativo, em todos os níveis, e o fim do voto proporcional;Gratuidade para o Mandato de Vereadores(como era antes);Redução drástica, por lei,do número de Cargos em Comissão(os CCs), em todos os níveis;Não ao financiamento público de Campanha;Redução dos percentuais orçamentários destinados à manutenção do Congresso Nacional, Assembleias Legislativas e Câmaras de Vereadores;Imediata redução(limitação por percentual orçamentário)) do número de Ministérios, Secretarias Estaduais e Municipais; Agendamento via Congresso, de ampla REFORMA CONSTITUCIONAL, já atribuindo poderes de Constituintes aos eleitos nas próximas eleições, onde discutirão quem sabe a redução de mandato dos senadores e até a manutenção ou não do Sistema Bicameral, etc etc.

  9. catson aruak

    -

    25/06/2013 às 15:07

    Acho que dona dilma deveria estar participando de um jogo de truco no bar que dom llulla frequenta, porque o Brasil é muita areia para o caminhãozinho dela.
    Dona dilma, PEDE PRÁ SAIR!

  10. gilson

    -

    25/06/2013 às 15:05

    Nota-se que a Presidente está desamparada,não há assessoria para o seu pronunciamento. Ela diz uma coisa e depois volta atrás, parece que ela fala por impulso.

  11. Francisco Cripa

    -

    25/06/2013 às 15:05

    Congresso, mostra sua cara! Queremos Reforma Política, já! Estão com medo de que?Vão nos fazer esperar mais 25 anos?

  12. elizabeth hirata

    -

    25/06/2013 às 14:54

    SOU TOTALMENTE A FAVOR DE MUDANÇAS NA POLITICA…UMDESPERDICIO,DESVIO DE MONTANTE DE DINHEIRO…PARA ONDE VAI??NOS BOLSOS DOS DESGRAÇADOS DOS POLITICOS MAL INTENCIONADO!!!UM DIA O POVO RACHARÁ A CARA DELE E ISSO É POUCO

  13. ADALBERTO SALVADOR PERILLO KÜHL JÚNIOR

    -

    25/06/2013 às 14:53

    Com o devido respeito, em um momento em que não existe partido de direita ou conservador no poder, em um momento em que todos os três poderes estão corroídos, inclusive o STF, que vota com o PT a muito tempo, em um momento em que a única militância organizada (inclusive a que iniciou as manifestações) é de esquerda, trocar constituinte por plebiscito é trocar seus por meia dúzia, o que é preciso é tirar esse pessoal do PT e do Foro de São Paulo do poder ou daqui a pouco, do Brasil só restará a bandeira em um museu.

  14. David

    -

    25/06/2013 às 14:51

    Que vergonha!!! Eu, se fosse a Dilma, me esconderia debaixo da cama: foi preciso os MOVIMENTOS SOCIAIS informarem à Dilma que o tal plebiscito era inconstitucional???
    É o bolivarianismo em ação!! Socorro!!

  15. Cesar Augusto

    -

    25/06/2013 às 14:50

    Caros amigos,
    mais uma vez a incompetência do governo do PT deu as caras, falhou a Presidente e seus assessores, falhou a casa civil, falhou o ministro da justiça, que não orientaram a presidente que para se mudar uma Lei não precisa mudar a constituição.
    A presidente deveria saber que o povo só quer duas coisas, ORDEM E PROGRESSO, pois isto está escrito em nossa bendeira.

  16. castanholobo

    -

    25/06/2013 às 14:50

    Garboso, o ministro – deve ter feito biquinho; afinal a ideia foi daquela anta. Mas, o grande irmão presidente da OAB socorreu nossa garbosa presidenta (sic) explicando que tava “dando na cara” demais o plágio do Chaves ( o imortal bolivariano)..acho que hoje ela volta a Globo pra lançar outro “super plano mágico”.

  17. SAUDADES DE GEISEL

    -

    25/06/2013 às 14:49

    EU ACHO INCRÍVEL COMO A OAB SE ARVORA EM REPRESENTAR A SOCIEDADE CIVIL BRASILEIRA. PENSAMENTO NAZISTA DE QUE TODA MENTIRA REPETIDA MUITAS VEZES, TORNA-SE VERDADE.

  18. Silvio

    -

    25/06/2013 às 14:47

    A renúncia à Constituinte, após encontro da presidente com o presidente da OAB, deixa claro que o atual Ministro da Justiça é uma calamidade pública. Fica também nítido que esse governo é de um amadorismo inconsequente. E deixa transparente que estamos sendo governados por rum bando de arrogantes incompetentes que estão destruindo todo o alicerce de estabilidade econômica deixado pelo governo anterior ao PT.

  19. miguel

    -

    25/06/2013 às 14:38

    A presidente se mostra mais Dilma do que nunca. Confusa e sem um projeto para o país ele percebe cada vez mais a encrenca em se meteu. Sem experiência e sem capacidade para governar o país, foi jogada aos leões por seu mentor. Vacilante como sempre ela agora deixa claro que fez um pronunciamento quando nem ela sabia ou acreditava naquilo que algum conselheiro aloprado disse pra ela falar.
    Parabéns povo brasileiro pela escolha.
    O povo escolheu a presidente que não sabe o que fazer quando a realidade bate a sua porta.

  20. Carlos

    -

    25/06/2013 às 14:36

    Convocar uma constituinte. Boa ideia mas não é prática para resolver a atual situação dos brasileiros que clamam por melhorias em diversos aspectos da sociedade brasileira, como: transporte, saúde, segurança pública, distribuição de renda, melhores oportunidades de emprego, informação turística nas grandes cidades e aeroportos e, ainda, atendimento as crianças pobres e esquecidas do Brasil.
    Lamento mas é melhor consertar o que está feito hoje do que tentar aplicar uma nova reforma na Constituição.

    Busquemos outra solução. O povo está cansado de tudo e de todos, inclusive políticos.

  21. Jane

    -

    25/06/2013 às 14:31

    CARAMBA! para que um plebiscito se o povo já está dizendo que quer justiça nesse país. Acabar com a ordomia desses parlamentares, quer ver os depuatdos condenados no mensalão cassados.Vai gastar um dinheiro enorme para fazer isso? Não seria outra forma de rouabr mais ainda o nosso dinheiro? Qual é a dificuldade de entende risso? Será que a corrupção é tão forte nesses polpiticos que não a creditam que o povo quer isso?

  22. Fabio Tomaz

    -

    25/06/2013 às 14:28

    Quanta incompetência numa mulher só em……..Ontem em cadeia de tv no horário nobre ela propõe esse maldito plebiscito e hj, menos de 24 horas depois já mudou de ideia….Será que ela não consultou seu criador, o Ilustríssimo, iluminado, o sabidão do Lula , e por falar em Lula…ele não vai falar nada?

  23. Willian

    -

    25/06/2013 às 14:24

    A única coisa boa nisso é o fato de que não será o PT a fazer tal reforma constituinte, pois no meu entender, é fato a necessidade de uma reforma sim!

  24. Theodorico Palmeira

    -

    25/06/2013 às 14:13

    Essa mulher e uma louca!

  25. walther antonio diogo

    -

    25/06/2013 às 14:12

    TENDO COMO O PRINCIPAL TEMA,RESPONSABILIDADE FISCAL. A EXPLICITA COMÉDIA NA POLITICA BRASILEIRA A DE CONVIR QUE RESPONSABILIDADE NÃO ESTA NO CONTEXTO DOS NOSSOS POLÍTICOS. ESTA DEMAGOGIA É APLICADA PELOS DONOS DO PAÍS.

  26. Domingos

    -

    25/06/2013 às 14:11

    E assim, devido ao medo de alguns (dos que se aproveitam do país de forma indevida e inescrupulosa)o país perde a chance de progredir… Agora sim o povo deve seguir seu clamor, pois precisamos de mudanças drásticas, que cortem o mal pela raiz…

  27. Altevir Rezende

    -

    25/06/2013 às 14:11

    PLEBISCITO, PARA QUE? GASTAR DINHEIRO COM VOTAÇÃO? MAIS DINHEIRO PARA AS EMISSORAS DE TELEVISÃO? GOVERNO MANIPULANDO O QUE INTERESSA À ELE? INCLUAM NESSE “NEGOCIO” UMA PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR. VC ACHA QUE BENEFICIARIO DE PROGRAMA SOCIAL TEM DIREITO A VOTO?

  28. Lavio

    -

    25/06/2013 às 14:10

    Só engambelando o povo!!! Ano que vem?? Q ano que vem?? E essa corja de ladrões instalados?? Mensaleiros condenados?? O POVO Não irá engolir esses rola rola, esse jogo absurdo de palavras e falsas atitudes!!

  29. Artur de Araújo Pereira

    -

    25/06/2013 às 14:08

    É a velha e morta “Administração por Impulso”.

  30. llusanira sales

    -

    25/06/2013 às 14:06

    A idéia da Dilma já amarelou!

  31. waldo

    -

    25/06/2013 às 14:02

    A presidente está completamente perdida, um dia quer a constituinte no intuito de dizer que os movimntos populares não atingem o executivo mas simo legislativo, que convenhamos é péssimo, quer seja federal,estadual ou municipal,outro dia diante da bobagem que disse desiste da idéia. Pare de se aconselhar com o Lula , presidente, pois ele também está perdidinho e está até se escondendo.

  32. Ubirajara Resende

    -

    25/06/2013 às 14:00

    Sugestão: Se realmente quer melhorar a situação politica no Brasil, renuncie a presidência dele Dilma.

  33. Wilson

    -

    25/06/2013 às 13:58

    Vejam como estamos bem de presidentA. Essa reunião deveria ter sido feita antes do anúncio equivocado. Qualquer medida tomada pelo governo deve ser dentro da lei. Ora, mas nas primeiras dificuldades ela, ao invés de procurar o STF, Ministro da Justiça e outros especialistas do seu próprio governo, esquece tudo e recorre ao oracuLula, pai de toda a sabedoria. Estamos muito mau de governo… isto prova que realmente precisamos de mudanças.

  34. Luiz Sena

    -

    25/06/2013 às 13:57

    A ideia é do lula, ele já tentou isso antes.

  35. Keyson Fonseca

    -

    25/06/2013 às 13:57

    SEM COMENTÁRIOS…

  36. Esther

    -

    25/06/2013 às 13:57

    Estas Manifestações não foi feita só por Brasileiros que aqui residem mas também por outros Brasileiros residentes em muitos outros países do mundo .

  37. fabio Leal

    -

    25/06/2013 às 13:55

    Deu a ideia ontem como solução e hoje já desistiu???? ha tá …….

  38. Luiz França

    -

    25/06/2013 às 13:55

    O governo está mais perdido que cego em tiroteio. Vamos ver onde isso tudo vai terminar.

  39. MARIAHELENATHOMAZHERCULANO

    -

    25/06/2013 às 13:54

    o plesblicito e´ um ato democratico. tomara que seja verdade.

  40. Cassilda Martins de Barros

    -

    25/06/2013 às 13:52

    Além de tuuudo que está acontecendo, ainda temos uma presidenta ignorante, no sentido de falta de conhecimento.

  41. Antonio Costa Filho

    -

    25/06/2013 às 13:52

    OBA !….ALELUIAAAAAA !….A SARAMANDAIA TÁ LÁ NO TOPO DO IBOPE; DATAFOLHA E SABE-SE MAIS AONDE. SUCESSO DE AUDIÊNCIA DE PRIMEIRISSIMA GRANDEZA !… É ASSIM QUE SE BRINCA COM UMA NAÇÃO !…

  42. luciano

    -

    25/06/2013 às 13:52

    Plebiscito de novo?!Pra quê?!
    O plebiscito sobre o desarmamento foi uma piada e ainda insistem nisso?!
    O Brasil escolheu o “NÃO DESARMAMENTO DA POPULAÇÃO”,e mesmo assim o povo não pode comprar e muito menos portar suas armas!
    Milhões de reais gastos em campanha de desarmamento!
    Plebiscito não serve pra nada,só tem efeito se vai de acordo com a vontade desse governo comunista!

  43. MARCO ANTONIO

    -

    25/06/2013 às 13:51

    Encurtar os caminhos para mudarmos situações que estão anos a fio no plenário…
    Não ha interesse dos parlamentares, mudar nada…
    apenas aquilo que os beneficia…
    Então tomaremos posse de instrumentos capazes de fazer aquilo que deve ser feito…

  44. Weslenn Honnie

    -

    25/06/2013 às 13:51

    CARA Sra. PRESIDENTE DA REPUBLICA DILMA ROUSSEF , PEÇO HUMILDEMENTE A Sra. QUE DESPEÇA, ESTE BANDO DE ASSESSORES TOTALMENTE INCOMPETENTES QUE A Sra. TEM ,E QUE RECEBEM SALÁRIOS ENORMES (as nossas custas), QUE NÃO SOUBERAM DIZER A Sra. O QUE AS PESSOAS NAS RUAS ESTÃO PEDINDO , E CRIE UMA CONTA NO FACEBOOK ( que e de graça) DAI A Sra. SERA INFORMADA DO QUE AS PESSOAS NAS RUAS ESTÃO PEDINDO. CASO SEJA MUITO COMPLICADO, PODE ME ADICIONAR, E EU DIGO A Sra. O QUE QUEREMOS. SIMPLES ASSIM

  45. Nancy

    -

    25/06/2013 às 13:51

    Faltando 1 ano para as eleições,desmoralizada, sabemos que o “petê”, é um partido contrario aos trabalhadores.
    Foraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

  46. João Romão

    -

    25/06/2013 às 13:50

    UM DISCURSO LEVIANO

    UMA AMEAÇA EXPLÍCITA DISFARÇADA DE CONCILIAÇÃO

    O corrupto desgoverno Collor, derrubado pela vontade da sociedade, virou brincadeira de criança levada, diante da desgraça de desgovernos petistas que transformaram o poder público em um Covil de Bandidos e o país em um Paraíso de Patifes.

    As contundentes vaias e xingamentos de todos os tipos, com luzes piscando na Barra da Tijuca e em diversos locais do Brasil, depois do discurso da “presidenta”, são mais uma clara demonstração da absoluta rejeição social para esse desgoverno espúrio que luta com as formas mais desonestas possíveis para se manter no poder em 2014.

    Como uma “presidenta” tem a coragem de declarar, por exemplo, em rede nacional, que os investimentos da construção dos estádios foi somente de origem privada?

    Isso não é o papel de um líder estadista de uma nação mas de alguém motivado por inconfessáveis motivações de um golpe para transformar o país em uma Cuba Continental.

    Esta “senhora” realmente pensa que a sociedade somente tem idiotas a serviço dessa classe política nojenta e de seus cúmplices esclarecidos canalhas.

    Vamos lembrar que a “presidenta” foi cumplice de uma luta terrorista que ceifou a vida de mais de 120 civis e militares e continua sendo uma leal fantoche do mais sórdido político da história do país, seu guru, o Retirante Pinóquio, o patife líder denunciado como verdadeiro chefe da gang dos 40 que subornou o Parlamento, uma gang que deveria já estar presa mas que continua livre, leve e solta por vontade de um Poder Judiciário em estado de podridão terminal por obra e graça do PT e de seus cúmplices em todas as instâncias desse poder degenerado.

    Por isso e muito mais a “presidenta” não tem a menor condição moral de ameaçar a sociedade em rede nacional em um discurso disfarçado de conciliação.

    Mesmo que não concordemos com a promoção de destruições do patrimônio público nem de propriedades privadas como instrumentos de protesto, que condição moral tem essa “senhora” de criticar os vândalos já que no seu tempo de luta por transformações sociais colocou fogo no país com seus cúmplices promovendo atos terroristas, sequestros, roubo de bancos e assassinatos de civis e militares – fez muito pior do que os manifestantes mais revoltados, infiltrados de bandidos, estão fazendo.

    Nada pode ser aproveitado desse discurso leviano – a não ser a preparação de um golpe –, uma verbalização da voz de uma sórdida alma terrorista que ficará na história da política, depois de manifestações em massa contra a degeneração moral do país.

    Esse discurso não passa de uma rara peça de profunda idiotice montada por marqueteiros de plantão inspirados pelos conselhos do mais sórdido político que o Brasil já conheceu, o padrinho da “presidenta”.

    Foram compromissos vazios de honestidade e sinceridade, visando uma estúpida desqualificação e esvaziamento de um legítimo movimento – muito maior do que a farsa do “Movimento Passe Livre” organizado pelo PT para atingir o governador de SP –, e para a preparação final de mais um estelionato eleitoral que está correndo um crescente risco de não se concretizar pela tomada de consciência do povo que o poder público da era PT foi transformado em um Covil de Bandidos e que a manutenção dessa sórdida classe política no poder é autorizar em 2014 um regime fascista comandado pelo PT para sustentar a corruptocracia resultante da Fraude da Abertura Democrática.

    Um discurso vazio de verdades que não tocou em nada do que justifica um imediato – chegamos no limite da nossa paciência ordeira – impeachment da “presidenta” do PT, que não se comporta como “presidenta” do país, mas como uma golpista com atos e motivações já amplamente divulgadas na Internet:

    - cumplicidade em todos os atos dos dois desgovernos de seu antecessor e que já foram publicamente e sistematicamente rejeitados pela sociedade;

    - transformação do poder público em um Covil de Bandidos favorecendo durante os últimos anos a criação de uma verdadeira casta de mafiosos da política e exploradores da sociedade;

    - absoluta degeneração moral dos podres poderes da República liderados pelo fascismo do Poder Executivo;

    - incompetência, desonestidade, corrupção, enganação, suborno e mentiras como instrumentos da implantação de um projeto de poder com a marca de uma corruptocracia que ira escravizar o país a um poder público fascista e degenerado;

    - obras inacabadas, superfaturadas, mal feitas, não fiscalizadas;

    - falência da educação, da saúde, da segurança e do saneamento básico;

    - deterioração crescente da estrutura econômica do país com um processo de sucateamento da indústria em andamento, e a perda de competitividade internacional;

    - irresponsável e inconsequente perdão de dívidas e empréstimos secretos a outros países;

    - utilização das empresas estatais para praticar um incontrolável empreguismo de meliantes do PT;

    - abandono das obras de transposição do rio São Francisco, um dos incontáveis instrumentos de absurdos estelionatos eleitorais;

    - um covarde estímulo à luta de classes, à invasão de propriedades particulares e à desagregação da sociedade;

    - um vergonhoso assistencialismo, que custa todos os meses bilhões para os contribuintes, com a clara intenção de escravizar os menos favorecidos às manipulações eleitorais da canalha da política;

    - o descontrole sem volta da dívida pública e da inflação;

    - o intencional crescimento da máquina governamental que consome bilhões dos contribuintes de forma irresponsável, dinheiro que poderia ser aplicado na saúde, educação, segurança e no saneamento;

    - deterioração dos valores familiares com uma tentativa da disseminação do homossexualismo entre jovens e adolescentes em formação de caráter e personalidade;

    - a transformação da classe dos professores públicos em mão de obra de segunda classe e reféns de estudantes que os agridem ou os ameaçam em sala de aula, motivados pelas cartilhas petistas de deformação moral e pelos conselhos tutelares que os afastam da disciplina imposta por suas famílias;

    - subordinação da política externa às ordens do Foro de São Paulo, com o país seguindo as decisões do populismo ditatorial que toma conta da América Latina;

    - covarde e sistemática perseguição e humilhação das Forças Armadas com a clara intenção de se defender da justa reação dos nossos militares à tentativa de transformar o Brasil em uma Cuba Continental;

    Repetindo: Por tudo isso e muito mais a “presidenta” não tem a menor condição moral de ameaçar a sociedade em rede nacional em um discurso disfarçado de conciliação.

    O que a “presidenta”, seus lacaios, e todos os esclarecidos canalhas seus cúmplices não perceberam ainda, é que o Brasil acordou de uma hibernação patriótica de mais de vinte anos impostas por uma Fraude de Abertura Democrática promovida por sucessivos desgovernos corruptos e traidores do país.

    Que as manifestações e a greve geral organizada para 1º de julho mostre definitivamente a esse desgoverno espúrio que discursos levianos em rede nacional não irão adormecer novamente o país no sono dos omissos e covardes.

    A hora da mudança é agora pois o Brasil acordou do silêncio imposto pelos canalhas da política e de seus cúmplices.

    Esta mensagem precisa invadir as redes sociais e que a mesma seja transformada em uma vontade do exercício do desejo de mudança todos os dias.

  47. Rúbia

    -

    25/06/2013 às 13:48

    Golpe baixo.
    Pilantragem.
    Fora!

  48. maria tereza

    -

    25/06/2013 às 13:45

    Claro ficou que a presidente tentou, desesperadamente, desviar o foco das atenções. Incompetência dá depressão em todo mundo.

  49. Eurico Marques

    -

    25/06/2013 às 13:45

    Resumindo: vai acontecer o que sempre acontece, ou seja, nada.Dilma vai se despedindo da cadeira de presidente de maneira melancólica, ou antes, com cólicas. Lula a orientou mal , ela acreditou nele e deu no que deu. Nada x nada.

  50. william vicente borges

    -

    25/06/2013 às 13:43

    O Governo está perdido. Não fez o que deveria ter sido feito na hora que precisava ser feito e agora não sabe como fazer ou mesmo oque fazer.

  51. Eduardo

    -

    25/06/2013 às 13:41

    Ainda bem que não sou Jurista. Senão me sentiria envergonhado deste homem.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados