Blogs e Colunistas

Arquivo de 2 de abril de 2012

02/04/2012

às 5:20 \ Diário Olímpico

Frustração imobiliária

Uma reportagem publicada neste domingo pelo Guardian mostra a decepção de alguns vizinhos do Parque Olímpico com o aluguel de suas propriedades durante os jogos. Muitos moradores dos arredores esperavam fazer pequenas fortunas ao alugar suas casas para turistas, mas a realidade tem se mostrado diferente do que eles imaginavam.

Um dos casais entrevistados pretendia fazer uma viagem de volta ao mundo durante os Jogos e alugar seu apartamento de dois quartos, localizado a pouco mais de um quilômetro do Parque Olímpico. Sete meses depois de anunciá-lo por 3000 libras (8700 reais) por semana, baixaram o preço para 2500, sem muito sucesso. Até agora, têm recebido propostas de interessados em ficar por duas ou três noites.

Outro morador de Stratford, bairro em que fica o Parque Olímpico, anunciou sua casa de quatro quartos em um dos sites de classificados mais utilizados no Reino Unido. À reportagem, admitiu que o imóvel não está no melhor dos estados em termos de decoração – que inclui um sofá de gosto duvidoso e um gaveteiro sem alguns de seus puxadores. Preço: 4000 libras (11600 reais) por semana.

Uma das explicações expostas pelo Guardian é a grande oferta: o Parque Olímpico está localizado em uma zona urbana, e tem uma ampla vizinhança. Não à toa, há diversos sites especializados apenas em aluguel temporário para os Jogos. E a ampla rede hoteleira de Londres é capaz de absorver boa parte da demanda.

Outro motivo é bem mais evidente: os proprietários têm expectativas altas demais. O valor médio do aluguel de uma propriedade em Stratford varia de 220 a 1270 libras por semana, segundo a imobiliária Foxtons. Há quem queira alugar seu imóvel por até 20 vezes o valor normal.

A esses argumentos, eu acrescentaria o fato de que o transporte público eficiente da capital diminui a necessidade de se hospedar muito próximo ao Parque Olímpico. Por mais que o deslocamento possa se tornar caótico, o acesso aos locais dos Jogos a partir da região central pode ser feito em tempo razoável.

A escolha por uma casa próxima ao Parque Olímpico, sem outros grandes atrativos turísticos ou culturais, só faz sentido para quem tem interesse muito estrito aos Jogos (como jornalistas, por exemplo) ou busca preços mais em conta. Pelo visto, não é o caso.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados