PUBLICIDADE

As doenças da tireóide estão aumentando?

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009 | 0:05

Tanto os pacientes como os médicos notaram, que nestas duas últimas décadas, um número crescente de pessoas apresentou alterações da tireóide, esta importante glândula situada na região cervical, que produz dois hormônios: a tiroxina (chamada de T4) e a tri-iodo-tironina (conhecida como T3). Os nomes se explicam pelo fato de que a T4 possui 4 átomos de iodo e a T3 apenas 3 átomos de iodo. Quase toda a tiroxina secretada pela tireóide perde um átomo de iodo e se transforma em T3, que é a forma ativa de hormônio tireóideo, executando as tarefas metabólicas (aumento do gasto energético, maior consumo de oxigênio, queima de gordura) e propiciando o crescimento das crianças, além de estimular a geração de proteínas cardíacas, acelerar a excreção de sódio pelos rins e cumprir muitas outras funções.

Portanto, quando faltam os hormônios da tireóide surge o hipotireoidismo, que significa que pouco hormônio da tireóide está disponível. É evidente que se um paciente tem sua tireóide retirada por cirurgia, não haverá produção dos hormônios; essa pessoa precisa de comprimidos de tiroxina por toda a vida. Mas a tireóide pode, também, funcionar demais. Quando isso ocorre, o paciente tem hipertireoidismo, quando muito hormônio é secretado pela tireóide. Nesse caso, nota-se logo o emagrecimento, a perda de força muscular, os batimentos cardíacos acelerados, a fome exagerada, o número de evacuações aumentadas. Em cerca de 10% dos pacientes os olhos ficam saltados para fora, com inflamação.

Hipotireoidismo está em alta

A falta de função da tireóide é bem mais comum em mulheres e torna-se mais frequente com a idade. A causa mais comum decorre da auto-agressão do paciente a sua própria tireóide. O mecanismo é relativamente simples de se entender. O paciente pode herdar genes que aumentam o risco. Os genes que induzem a chamada auto-agressividade contra a própria tireóide já foram, parcialmente, identificados. Para nós, basta olhar a família do paciente. Quando existem muitos parentes próximos afetados com doença de tireóide, existe mais chance de um descendente vir a apresentar doença auto-imune da tireóide. O fenômeno parece ser dependente de permissividade ambiental, ou seja existe uma predisposição genética, mas é importante um fator desencadeante ambiental. Este fator ambiental seguramente é o excesso de iodo.

Quando uma população vive, anos a fio, com excesso de iodo na alimentação, a tireóide torna-se a "bola da vez" para o nosso organismo. Achando que a tireóide está muito iodada, que não pertence ao corpo que a abriga, ele passa a gerar anticorpos contra a tireóide, que inicialmente causam inflamação. Logo inicia-se um ataque destrutivo às células da tireóide. Com o tempo vem a falta de produção de hormônios. A doença também é chamada de tireoidite crônica ou Doença de Hashimoto. Na população da cidade de São Paulo chega a atingir cerca de 16% das mulheres e 4% dos homens. Isso porque durante 1998 a 2004, nosso sal de cozinha esteve excessivamente iodado. A solução é o tratamento diário com comprimido de tiroxina, todos os dias pela manhã, em jejum.

Os nódulos e cistos da tireóide

A presença de nódulos e cistos na glândula também aumenta com a idade, podendo chegar a até 50% dos idosos, sendo mais freqüente em mulheres. Com o advento de aparelhos para realizar exames ecográficos da região cervical anterior, o diagnóstico de nódulos e cistos da tireóide tornou-se mais fácil e generalizado. Muitos especialistas solicitam a ultra-sonografia de tireóide na avaliação anual das mulheres que os procuram para uma avaliação geral. Com o aparelho tornou-se possível achar nódulos com bastante nitidez, até em casos em que o cisto tem só 3 milimetros de diâmetro. Mas o consenso médico atual indica que nódulos muito pequenos, de menos de 5 milímetros, são considerados achados ocasionais e, geralmente, não necessitam de investigação mais profunda.

E quando o nódulo é maligno?

Esta é a grande preocupação do paciente quando o exame de ultra-sonografia indica a presença de nódulo ou cisto na tireóide. A primeira consideração que se deve fazer é o tamanho. Nódulos muito pequenos não precisam de maiores investigações, a não ser que estejam em regiões da tireóide consideradas como criticamente vulneráveis. O médico classifica os nódulos e cistos examinados como I (seguramente benigno), II (provavelmente benigno), III (pode ser maligno) e IV (chance maior de malignidade). A classificação se baseia no tamanho do nódulo, no limite de suas bordas com o tecido normal, com eventual presença de calcificações, e outros detalhes técnicos.

Os cistos quase sempre são benignos. Quando o nódulo apresenta grau III ou IV, é preciso fazer punção biópsia por agulha fina. A técnica é muito difundida e quase sempre orientada pelo aparelho de ultra-som, permitindo ao médico entrar com a agulha no nódulo e aspirar as células. Logo após, esse tecido é colocado em lâminas e examinado ao microscópio. Combinando os achados da ultra-sonografia e o exame das células obtidas na punção pode-se chegar a um diagnóstico bastante seguro. Aproximadamente um em cada cinco nódulos pode ser maligno. Neste caso o tratamento é cirúrgico seguido de iodo radioativo. A boa notícia: o índice de cura total é muito elevado, entre 90% e 95%.

    33 comentários em “As doenças da tireóide estão aumentando?”

    1. fatima soares disse:

      O meu t4 e tsh são normais, mas o antpodá sempre aumentado.Gostaria de saber se jã desenvolvi hipotiroidismo ou não?

    2. Maria Aparecida da F. medina disse:

      Gostei muito da matéria, tenho hipotireodismo desde meus 39 anos estou com 46, tomo diariamente Puran t4 em jejum,com é claro orientação de meu médico gostaria de saber se possível sua opinião ou melhor esclarecimento se o fato de estar agora com meu ácido úrido do sangue aumentado é em função do hipo? obrigada.

    3. Conceição de Maria disse:

      Em maio de 2004, aos 22 anos, fui diagnosticada com um câncer de tireóide do tipo papilífero. Apesar do susto, hoje me sinto muito bem, feliz, vida normal. Tomo diariamente Synthroid e faço controle anualmente da Tireoglobulina.

    4. sonia disse:

      adorei da matéria, descobri que tenho hiperdiodismo, me esclareceu muito. Gostaria de saber qual a melhor alimentação para quem tem isso.

    5. rosangela disse:

      Tenho hipotireodismo, tenho 35 anos, tomo e medicamento puran T4, estou ganhando muito peso, o que posso fazer para não ganhar peso.

    6. Papa disse:

      Aparecida- amei a matéria parabéns, tenho hipotiroidismo desde meus 35 anos e estou com 49, gostaria de saber se tem haver alguma coisa com varias doenças cronicas: tipo asma, sinusite, polipo nasal. Desde já obrigada

    7. André Luiz disse:

      Ainda há um preconceito muito grande em relação aos pacientes que tiveram cancer de tireoide. As pessoas ficam sempre com aquele ar de “esse cara tá morrendo”. Mas muito pelo contrário. Estamos vivos e ativos graças a cirurgia e a tireoide de balcão (Levotiroxina Sódica).

    8. paloma disse:

      excelente

    9. Barbara disse:

      Gostei da matéria, tenho 27 anos e descobri que tenho um nódulo, graças a Deus, benigno na tireóide, mas que está crescendo, hj está com 27 mm e estou receosa de operar, pois aqui no HCPM, foi-me indicado um cirurgião de cabeça e pescoço, mas não tem este especialista, apenas o cirurgião geral, gostaria de saber se o cirurgião geral tbm faz este tipo de cirurgia e como fazer pelo SUS?MUITO OBRIGADO

    10. Débora Carla disse:

      Meu cisto tem cerca de 2,6 centimetros será q pode ser maligno e será q vai necessitar de uma cirurgia???? Atenciosamente!!!

    11. Ana Ruth disse:

      Gostei da matéria, tenho 26anos e aos 22anos contatou cãncer de tireóide,fiz cirurgia e estou bem graças a Deus e tomo rémedio pra repor hormonio tomo shintroyde 125 e faço sempre exame de rotina.

    12. marlene z.santos disse:

      descobri que tenho tiroide a – 4 anos, so que as vezes os exames estao normais mesmo sem tomar o puran ,no inicio tomava 150mg,mas passei a 25mg,o medico disse que as vezes acontece de normalizar ,mas tenho muitas duvidas,pois tenho um grande medo de desenvolver um cancer. por favor me responda c/urgencia

    13. LUCINEIDE LIMA disse:

      amei este site pois tenho muitas duvidas sobre o Hipotireoidimo pois sofro desse mal e estou com 20kg acima do meu peso e nao consigo emagrecer pois nao tenho coragem para fazer exercicios fisicos. E gostaria de saber se existe remedios naturais que pode substituir esse tal de euthirox?

    14. Antonio Augusto disse:

      muito bom sua explicação. meu exame da tireoide deu TSH 17.60 ul T3 normal T4 4,6 trigliceridio 157 colesterol 163 sou masc. tenho 49 anos peso 72 kg l,65 alt meu medico receitou prendsona 5mg 18 comp. tomei mas sinto aida algun sitomas.

    15. katilucia disse:

      gostaria de saber quais os risco de operar da tiroide , pois tenho muito medo .descobrir a uns 6 meses tomo puran t4 todos os dias beijos

    16. Luciana disse:

      Descobri recentimente atraves de um exame de ultrasom que estou com um nódulo e um cisto na tireoide. Tenho 30 anos.

    17. ieda maria disse:

      tenho hipotireoidismo e asma tem alguma relação essas duas doenças e ainda polipos nasais,vivo com candidiase e me sinto muito cansada tomo eutyrox 50 e uso foraseq a 4 ano oeutyrox a 1 ano,faço tratamento mas as vezes fico muito insegura.

    18. Renata Juliano disse:

      Gostaria de saber se um dia vou conceguir emagrecer…tenho Hipotireoidismo a 20 anos e tomo purant-t-4 150 mg todos os dias em jejum..faço sempre controle munca consigo sair da depressão e da obsidade..isso me incomoda muito..minha estima fica lá em baixo…com isso me atrapalho em tudo..me acho a pior das pessoas..penso que sou fraca ..enfim ..queria melhorar esse quadro mão achei ajuda até hoje com nenhum proficional da area..já tomei muitos remedios p/ emagrecer..daqueles fortes sempre acabo engordando o dobro novamente começa minha peleja..por favor me mande alguma luz..vivo depressiva..e quero ser normal ..pois tenho uma familia linda para cuidar tento ser forte.. não é facil..espero com ansiedade uma resposta ..beijos Renata de Goiania

    19. thais disse:

      queria saber a principal droga quee causa o tireoide..e as drogas tireodianas..vlw…obrigado !

    20. susana nobre magno disse:

      Gostaria muito de saber a relação de exames para a tireoide.

    21. RITA disse:

      Olá! Foi maravilhoso descobrir este site pois, descobrir a a quase 1 ano que tenho um nódulo na tireoide do lado direito, já fiz punção e graças a Deus é benigno, mais terei que operar este ano. Tenho medo por questão de recuperação ou até mesmo queloide no pescoço, pois isso gostaria de saber como é a recuperação após a cirurgia, pois a médica disse que é para retirar totalmente a tiroide para evitar que desenvolva outros nódulos do lado esquerdo. Quais são os Hospitais mais qualificados em Salvador para realização desta cirurgia, por favor me dê respostas para que possa saber em qual hospital devo me operar com segurança. Obrigada! Desde já pela atençãoBeijos!!!!!!!!!!

    22. cintia disse:

      Achei o site muito informativo. Tenho uma filha de 11 anos, q toma Euthirox há 3 anos. No início do tratamento, ela tomava Euthirox 50mg. Após 6 meses, a médica diminiui a dose p/ 25mg, q mantém até hoje. Ela tem 11 anos, pesa 40 quilos e mede 1,40m. Outras meninas da sala de aula dela são maiores aproximadamente em 10 centímetros. Como fica o fator crescimento e a menarca? Quais as funções da tiróide?Grata.

    23. Beatriz disse:

      Boa noite!!…….desculpe fazer uma pergunta meia boba, pq minha mae fez cintilografia num hospital aqui do Rio e os funcionarios parecem ser estanhos ,não gostam de falar, fui ao banheiro onde as pessoas iriam fazer o exame e fizeram uso de iodo ,fiquei muito com minha mae ela e idosa 80 anos tive que segurar ela varias vezes ,colocar ela no carro, fiquei muito perto dela ,estou com medo dessa radiatividade falada, pq so falaram para não abraçar e beijar crianças , tenho reto colite ulcerativa e tenho medo de ficar com essa doença chata chamada hipertireoidismo ou hipo, a mãe fez apenas o exame e retornou outro dia . É perigoso essa radiaçaõ? grato desculpa, muito obrigado, sei que vc é um ótimo médico

    24. CINTIA MARTINS disse:

      Boa tarde,vou fazer o exame de cintilografia da tireoide,mas fui proibida durante uma semana de usar,varias coisas dentre elas batom ,esmalte,sombras fora as restrições alimentares esta correto ? será que se eu usar so um pouquinho de batom vai dar problema no resultado do exame.Obrigado

    25. claudio disse:

      Boa noite, descobri um cisto tireoidiano medindo 3,4×2.,0×3,8 cm imagem cística multiseptda com conteúdo anecóico apresenta varias calcificações puntiformes esparsa nas suas paredes,na minha cidade nao tem especialista, por isso tenho duvidas do que pode ser este cisto, me esclareça por favor. Obrigada

    26. beth disse:

      faço acompanhamento medico da tiroide,tento emagrascer é dificil,estou com uma duvida é possivel emagrescer sem evacuar todos os dias vou ao banheiro cada dois tres dias

    27. rosy disse:

      descobri que estou com carcinoma papilífero e o pior estou gravida tenho muito medo, e gostaria de saber se depois de curada se o cancer pode voltar depois de um certo tempo.

    28. andre luiz disse:

      descubrir por acaso que tinha um cisto na tireoide 0,6 cm, e o medico da ultrasom colocou como cisto coloide sem valor clinico, ai fiz um ressonancia para analisar outra coisa com contraste e no resultado deu nodulo 1.1 cm, preciso e meu otorrino ja me mandou para medico de cabeça e pescoço estou preocupado, o que devo fazer…

    29. elisangela pereira disse:

      bom dia. tenho tireóide a uns 5 anos,eu tomava propanolol de 40mg,mais de 1 ano pra cá minha médica mudou para propiltiuracil.Ela disse que eu nao preciso operar,porque eu so tenho um inchaço no bócio,e nao um nódulo,esse inchaço praticamente já sumiu,mais ainda fico com medo.meu peso vria muito as vzes engordo,as vzes enagresso,a pergunta é ue tipo de ti´reóide eu tenho,e o que faço par melhorar minha condicao de vida.e se esse remedio e o correto? obrigado…

    30. samia disse:

      olá boa tarde, gostaria de tirar algumas duvidas, fiz uma ecografia da tireóide e apresentou um cisto tireoidiano medindo 0.5×0.3, nestes casos é preciso fazer cirúgia? E tambem tenho apresentado muito cansaço, falta de ar, dor peitoral,irritação na garganta, tenho muita tosse, as vezes até infecciona a garganta,enche de pus, tenho alergia, no momento estou usando Ebastel comprimido e as vezes Loratadina xarope, o que fazer para melhorar o meu dia a dia.Desde ja agradeço

    31. telma disse:

      Fiz um ultr som da tiroide,e constatou um cisto tiroidiano.Ele tem 3 mm.gostaria de saber qual o tratamento?

    32. telma disse:

      tambem sinto mutio mal estar,cansaço,tosse dor na garganta,dor pra engolir,muito sono durante o dia,calor demais.obrigado pela sua atençao.

    33. silvia marilia disse:

      estou com um cisto na tireoide sugestivo de cisto coloide e linfonodomegalias cervicais sugestivas de reacionais,estou com muito medo de ser cancer.gostaria de saber se é ou não.

    Comentar

    Powered by WP Hashcash