PUBLICIDADE

Depressão e tireoide

segunda-feira, 17 de agosto de 2009 | 17:37

A síndrome depressiva é caracterizada por alterações de humor, com ansiedade, insônia e demais sintomas psicológicos que persistem por um período mínimo de duas semanas, com impacto mais ou menos profundo nas atividades sociais e ocupacionais, prejudicando o trabalho do paciente, ou limitando sua atividade produtiva e profissional. A severidade da depressão é geralmente avaliada por uma escala de pontos em que cada sintoma ganha um valor numérico. Os pacientes que, nesta escala, têm um “score” muito elevado são portadores de depressão extremamente severa.

A classificação psiquiátrica emprega várias terminologias para diferentes subtipos de sintomas depressivos. É o caso da depressão pós-parto (relativamente comum, atingindo 10% das puérperas e com alterações na glândula tireoide); da doença depressiva sazonal, que ocorre em invernos prolongados do hemisfério norte; e da depressão com predomínio melancólico, com sinais depressivos durante o período matinal, perda do apetite, peso e retardo psicomotor.

As causas

Em nosso cérebro, as comunicações são efetuadas por meio de ondas eletromagnéticas perceptíveis ao exame chamado de eletroencefalograma. Por outro lado, os elementos que constituem a massa cerebral – os neurônios – têm como forma de mensagem as substâncias químicas chamadas monoaminas (serotonina, dopamina e nor-adrenalina).

A hipótese mais aceita pelos cientistas e neurologistas clínicos é que as síndromes depressivas se associam a uma queda da atividade da serotonina. Com menor conteúdo de serotonina, o sistema de mensagem entre neurônios torna-se errático, levando ao desequilíbrio de outros neurotransmissores, tais como a nor-adrenalina. Quando o clínico, o psiquiatra, o neurologista indicam medicamentos que elevam a serotonina, os sintomas depressivos se atenuam e progressivamente desaparecem.

Outras teorias sobre estados depressivos indicam que baixos níveis de hormônio feminino (estradiol), encontrados na maioria das mulheres menopausadas, podem ser coadjuvantes no desencadear da depressão e que a reposição hormonal com estradiol favorece a “cura” do estado depressivo.

A função da tireoide e a depressão

Os hormônios da tireoide, tiroxina (T4) e tri-iodo-tironina (T3), são essenciais para o funcionamento do sistema nervoso central. O cérebro transforma o hormônio tiroxina em T3 por meio de uma atividade enzimática peculiar à célula nervosa. O hormônio T3 liga-se à célula nervosa por um receptor especial e induz vários efeitos metabólicos dentro da célula nervosa.

Desta breve descrição da importância do hormônio da tireoide para o tecido cerebral veio a noção de que a falta de T3, como ocorre em pessoas com HIPOTIREOIDISMO (falta de hormônio da tireoide) seria causa de síndromes depressivas ou seria um agravante da depressão.

Mais tarde, estudos realizados em pacientes que tiveram a glândula tireoide totalmente removida por cirurgia, por doença auto-imune ou por uso de iodo radioativo em dose elevada indicaram que o estado de melancolia, baixa capacidade de comunicação e alterações psicomotoras estavam associados à baixa produção de hormônios tireoideos.

Hoje já se sabe que o hipotireoidismo agrava os estados depressivos. Por outro lado, a persistência do estado de baixa função da glândula tireoide pode dificultar o tratamento do depressivo com os fármacos serotoninérgicos usuais. Por este motivo é consensual a solicitação da dosagem do nível de hormônios tireoideos (T4, T3, T4 livre) e de TSH (hormônio da hipófise que estimula a tireoide) no conjunto de exames que avaliam o paciente com depressão.

Alguns autores propõem a introdução de pequenas doses de hormônios da tireoide em casos de depressão em que exista o chamado hipotireoidismo sub-clínico, isto é, pacientes que possuem níveis de tiroxina livre (T4 livre) normais, mas TSH elevado. Tal prática, contudo, ainda não é aceita por alguns endocrinologistas, embora tenha o sentido terapêutico de abreviar o retorno do paciente depressivo a suas atividades habituais com o alívio dos sintomas melancólicos.

    43 comentários em “Depressão e tireoide”

    1. celina disse:

      Um ótimo artigo.
      A depressão nos tira anos preciosos de vida.
      Temos que combate-la.

    2. marines timoni disse:

      estive em varios psiquiatras ,nenhum conseguiu acabar com minha depressao.festou com68anos,fiz reposiçao homonal ate os 64 mais oumenos.depois comecei a me sentir mal,principalmente de manha.ja tomei varios anti depressivos,insisto com os medicos a respeitode tireoide,pois quando criançative hipertiroidismo e fiquei muito mal durante anos ,ate descobrir adoença.
      atualmente estou tomando Venlift 150,mas nada resolve.jafiz varios exames de tireoide e nao da nada.
      O que devo fazer,sepossivel um conselho.

      abraços Marines

    3. cleide disse:

      Gostei muito do artigo. Seria ótimo ter na revista Veja, uma reportagem mais detalhada sobre este assunto.

    4. rosangela disse:

      Muito bom o artigo. Eu não tinha o conhecimento de tal informação.

    5. Vera disse:

      Tive hipertiroidismo e fui “tratada” com iodo radioativo e não me encaixo em nenhum daqueles problemas! Fiquei feliz por sair do problema.

      Sou super alegre,contadora de piada,faço esportes (66)idade.Super vaidosa e antenada c a vida.

      Olhem o lado Bom,valorizem os momentos alegres e não comentem c ninguem sem ser o médico senão serão consideradas chatas.

      Deem Graças a Deus q tem remédio e assim já estarão 50% curadas.

      Depressão????????nem morrrrrta.

      Vera

    6. Jane disse:

      Tenho o mal de Hachimoto (hipotireodismo auto-imune) e doença de Adson. Apesar do controle constante, vinha me sentindo cada vez mais fraca, nao deu outra, no exame deu TSH elevado. Minha médica aumentou a dosagem e a melhora veio rapidamente. Também convivo com depressão há anos e o artigo me alertou para essa associaçao. Tenho também colesterol elevado. Será que a tireoide tb influi no colesterol?

      Também gostaria de ver uma reportagem mais detalhada sobre a tireoide. Que glândula poderosa!

    7. Mere Sebastiao disse:

      Tenho depressão há mais de 15 anos. Tomo Anafranil e 75mg. de manhã e 50mg a tarde. Mas sinto-me cada vez pior. Tenho problema de tireóide e faço reposição de T4. Já estou conformada com a doença e virei um zumbi: não saio da cama, não tomo banho, não saio a rua, não gosto de visita ou vida social. Ultimamente não vou nem no supermercado. Moro em Resende-RJ, cidade pequena…li a respeito do Departamento de Psiquiatria do Hospital das Clínicas em São Paulo, será que eu poderia ir lá tratar-me, pois gostaria muito de me curar e voltar a vida normal? Sei que preciso e quero ajuda, mas onde moro não encontro. Pode explicar-me o que significa DEPRESSÃO AUTO IMUNE?
      Agradeço muito sua atenção.

    8. juliana maia disse:

      ola, descobri o hipertireoidismo ha um ano, porem tomo medicação ha 6 meses, antes eu achava q todos os sintomas eram, de certa forma, “mania de doença”, até q todos os sintomas foram ao extremo….tomo em jejum 40mg de tapazol mais 3 vezes por dia 60mg cloridrato de diltiazem, o porém, é q ainda continuo muito ansiosa…chorosa e estressada, sentindo os sintomas da doença…..gostaria de saber se posso tomar fluoxetina, se sim, durante qto tempo?
      muito obrigada

    9. mariana disse:

      minhas amigas, estou admirada de ler tanta coisa que vem da tiroide…tanta depressão …não sai da cama, não vai ao mercadoooo….que estoria é cessa amiga…isso não é da tiroide não, minha santa…você é que se incuca e tudo a culpada é a pobre da tiroide….que nadaaaa….eu tenho problema de tiroide desde jovem e em 1998 me operei pela segunda vez, pois a primeira tirou uma e depois surgiu um nodulo na outra e tive de operar e foi cancer dessa vez…me tratei, tomei iodoterapia, que cancer da tiroide o tratamentonão é quimioterapia não é iodoterapia, vc se interna um dia pra tomar uma droga que vale a quimioterapia e vivo sempre fazendo meus exames e não sinto nada dissoooo..será que eu sou diferente? graças a Deus! quem vive depressivo e sentindo um batalhão de coisas não deve associar a tiroide simplesmente porque tem problema de tiroide…pode ser a pessoa que não reage aquerle mal estar…nós temos de pensar positivo e nunca viver pensando em doença embora tenha alguma….mas, não devemos nos deitar no travesseiro da doença, entendeu?saia . passeie, vá ao shopping, deixe de pensar na tiroide como um bicho de sete cabeça..dar pra viver bem com ela ou sem ela…tá, minha amiga…o nosso pensamento positivo é tudo!!!melhor do que qualquer remédio fique certa. boa sorte.

    10. Joelton Farias disse:

      Acho que essa obrigação por ser saudável e feliz torna nossa vinda infernal, talvez uma causa da depressão. Viramos escravos da saúde e da felicidade, e nos tornamos fachadas superficiais. Ou estamos sedados letárgicos a caminho do trabalho, para suportar a futilidade grotesca da nossa existência. Eu prefiro pensar que até a depressão me torna mais maduro e mais forte.

    11. silvania disse:

      Tireioide, pode ser causa de depressão? nunca associei nada a tireioide, retirei a glândula há 10 anos, devido a um carcinoma papilifero em estágio inicial, nem precisei tomar a iodoterapia..vivo super bem, até esqueço que não tenho mais a glândula… faço academia, caminhadas…..tenho um trabalho intenso, que nem tempo de pensar em doenças……o segredo de tudo é ocupar a mente…..e não ficar sentado esperando sintomas de doenças, faça igual a mim……nem leio a bula do meu remédio…..tenho que tomar……..estou feliz……..que bom que estou viva sem minha glândula….

    12. Amanda disse:

      Tenho esse problema, e estou morrendo de medo de esta com deprssão

    13. eloaguimaraes@supracomp.com.br disse:

      Muito bom, gostei.

    14. silvia disse:

      Olá, após ter minha filha de 5 anos tive tiroidite de HASHIMOTO. Trato com Eutirox 125 mg a 4 anos. Só que e4la diminuiu, MEU TSH está em 0,08, com exame feito novamente e T4 LIVRE 1,9; Meu médico em viagem. Queria entender mais o por que disto:? Grata. Silvia

    15. eliana disse:

      meu marido operou dia 24 de setembro e tirou toda a tireóide. Estava com um nódulo de quase 7cm de diametro e os medicos optaram por retirar tudo. A biopsia deu negativa , ele está em casa tomando hormonio e cálcio. Mas, não sente-se bem. Muito cansaço, fadiga, fica de mau humor sente-se enjoado daí fica irritado a maior parte do tempo. Dorme fora de hora depois fica sem sono á noite. Sinceramente, eu não sei o que fazer para ajuda-lo . Ele disse que relatou ao médico estes sintomas. Como ele operou em S.Paulo e moramos aqui no RJ , não tive acesso a este médico. Gostaria de saber se isso é normal no pós operatorio ou se tem alguma coisa fora de padrão.

    16. wilman disse:

      não tenho mais a tireoide pq tive nodulos e foi preciso tirar tdo tomo synthroid 100 agora meu tsh deu alterado foi para 10,261 foi mudado o medicamentpo para 125, quais os sintomas que esta alteração podem causar?gostaria de uma resposta prá eu pode me tranquilizar já que tenho passado muiot mal principalmente na parte da manhã

    17. Suely Yoko Nakata Takeguma disse:

      Sou brasileira, e vivo no Japão há quase 20 anos,só retornei ao Brasil para uma visita aos meus pais em 1992, e tenho hoje 45 anos. Desde jovem sempre fui dinâmica e alegre mas nos ultimos anos 3 anos e meio venho me tornando uma pessoa insuportável, deixei de der aquela que faz de tudo, e sabe de tudo e se vira com tudo para me tornar uma pessoa amarga, escura e sem brilho que é como me defino hoje,

      Para mostrar um pouco da minha tragetória em em 1985 com quase 21 anos me acidentei, fiquei acamada por um ano, perdi parte de minhas lembranças em função do choque. Em fim de 1989 vim para o Japão, em 1990 me casei, em 1991 fui mãe de primeira viagem sem minha mãe ou qualquer outra pessoa para me orientar em como criar filhos ou manter casamento. Em 1994 tive meu segundo filho, super prématuro nascido 4 meses antes do previsto, e eu me culpava sem saber do quê, por este fato, em 1996 meu marido contrai um cancer de bexiga e fica afastado do trabalho para operação e tratamento por um ano. Em todos os momentos difíceis superei tudo com o meu bom jogo de cintura e positivismo que eram minha marca registrada. Hoje o cancer de meu marido está curado, meu filho com15 anos está quase um homem de tão forte mas, ………. o mundo à minha volta parece escuro, sem vida e sem perspectivas de um dia melhor, o que aconteceu comigo???

      Há seis anos atras fui trabalhar em um hospital e, mesmo sem qualificação acadêmica ou diploma de curso para Helpper encarei a batalha, imaginei que mais uma vez daria conta do recado. Foram dois anos e meio de tentativas quando percebi que já havia perdido 30 Kgs de peso, não dormia, me irritava, me esquecia de muitas coisas e estava começando a distruir minha família e meu trabalho, Meus exames médicos trimestrais apresentavam alta taxa de proteína na urina, o que signifacava o strees pelo qual estava passando. Procurei ajuda com a Orientadora psicologica à trabalhadores do hospital que me aconselhou um afastamento para um tratamento de depressão. Por dois anos tomei anti depressivo, fiz tratamento mas, um belo dia mais uma vez achei que tava na hora de levantar, e dar volta por cima, em primeiro lugar abandonei os anti depressivos e tratamento por minha conta. Percebi que apesar de um pouco de dificuldade conseguia dormir, já controlava um pouco mais meus impulsos e que precisava ajudar meu marido financeiramente, voltando a trabalhar.

      Para voltar gradativamente ao convívio com as pessoas em primeiro lugar determinei que jamais voltaria ao hospital, pois lá foi o início de tudo, as duras realidades dos bastidores de um hospital é que contribuiram muito a causar minha depressão, embora não fosse a única culpada. Resolvi encontrar um bico de meio período, para me reacostumar gradativamente, estava sendo bom eu estava voltando a me tornar uma pessoa positiva e recuperava um pouco da minha alegria e brilho que eram minhas marcas registradas. Já estava até com boa memória assimilando como antes tudo de novo à minha volta quando num belo dia, após retornar do serviço resolvi sair com meu esposo, fomos visitar um tio que, junto com meu esposo se ausentou e me deixou em seu apto, eu estava sózinha, pois comecei a sentir muito frio e cansaso. Em um período de uma hora antes que eles voltassem eu estava lá, tremendo de frio, caída quase sem sentidos e expelido sangue pela boca. Fui imediatamente hospitalizada. Estava com o corpo inchado por retenção excessiva de líquidos, o coração inchado por uma taquicardia por não conseguir eliminar a contento o excesso de líquido e me informaram um princípio de pneumonia. Foram 3 semanas de internação e exames para constatar que, a principal causa do meu problema seria, uma elevação a 110 vezes acima do normal das taxa hormonais da Tireóide e alteração do meu metabolismo. Foram mais de 20 exames de sangue, mais de uma de dezena de ecografias, cts e mris além de outros exames que nem imagino o que sejam. Hoje já depois de 9 meses de tratamento, somente com o endocrinologista percebi que embora as taxas hormonais estejam regregindo, estando agora em 40 vezes acima do normal, com tratamento apenas com medicamentos, ando muito esquecida, baixíssima capacidade para aprendizado e concentração, voltei a ser uma pessoa obscura e negativista, embora o médico tenha há dois meses atrás me liberado para voltar a fazer caminhadas e exercícios leves, não tenho mais ânimo nem tampouco vontade para tal. As brigas conjugais e com os filhos aumentando em função disto e, acima e tudo o medo que voltou para reencarar o mundo de fora.

      A família nem sempre me compreende, acham ás vezes que simulo dores que sinto em toda minha musculatura, que simulo cansaso e até mesmo o esquecimento e, tudo isto cada vez mais me acua para o meu mundinho em que quero ficar só e sem aborrecimentos. Sei que a crise econômica do Japão e o desemprego de meu marido também dificulta a convivência e, que meus filhos também sentem reflexos da minha doença. Será a depressão querendo voltar??? será problemas físicos ???? a única coisa que me aborrece e mais tira mais a tranquilidade são as cobranças para fazer algo, para voltar a trabalhar, não tenho coragem, para melhorar a educação das crianças que estão rebeldes, podem ser reflexo do meu comportamento, ou para ir à uma Igreja por que Deus salva. Não quero contrariar a ninguém mas gostaria de apenas uma resposta, creio em Deus, amo minha família e sei que estou em débito com a minha família mas será que sou a culpada por um dia ter adoecido e estar assim??? Por quê procurar uma igreja ou ter que fazer algo que me amedronta e aborrece se já tomo os medicamentos, tenho eu que simular uma falsa melhora e agradar aos outros??? Não quero ficar assim por toda a minha vida, mas quanto mais procuro respostas e melhoras mais me magoo, mais me tranco em meu mundo e mais longe me sinto de uma luz.

      Me desculpem este e-mail que quase parece um livro, mas foi uma forma de desabafo que encontrei para não encomodar a alguem que esteja a minha volta, talvez eu não receba uma resposta nem tampouco tenha minha internet conctada quando esta possa chegar, pois em breve estarei sem ela por atraso em pagamento, é a crise financeira apertando, mas só o fato de poder desabafar um pouco já me faz ter valido à pena estar sentada por horas diante do PC tentando buscar uma resposta a estes problemas, Mesmo que não encontre, é uma forma de perceber que ainda estou viva, e com chances de melhora. Quem sabe um dia o sol brilhe como era antes…………..

      Quem sabe um dia eu esteja de volta ao Brasil e te abraçe Sr Geraldo Medeiros, para agradecer este espaço que você proporcionou para estas mau traçadas linhas, obrigado!!!!

      Alguem, que um dia quer voltar a ser EU.

    18. Suely Yoko Nakata Takeguma disse:

      Por favor em matéria que enviei há pouco publicar apenas meu pre-nome

    19. celia chamon disse:

      bom dia!
      gostaria de saber se vocês estudaram as pessoas que possuem hipertiroidismo, e, se neste grupo de pessoas portadoras do hipertiriodismo, existem algumas com quadro de depressão.
      Pois todas que conheço, tem uma disposição muito grande, e parecem sempre que tem uma vontade de viver muito grande, uma alegria que irradia, e que me da inveja e um pensamento recorrente, por que não tenho hipertirioismo.
      obrigada.
      célia chmon

    20. SANDRA disse:

      po favor me ajude tomei o iodo faz 2 meses.e meu TSH estava 2,30 agora depois de 1 mês esta 3,70 estou muito agiatada nervosa sem vontade de nada ..as vezes tenho de pegar minhas uitimas forças para fazer algo me ajude.. tenho tbem muitas palpitaçoes ;dore sde cabeça ;desamino enfim,,achei que com iodo ira melhorar acho que esse resulatdo me deixou pior. obrigada

    21. alexandra rocha disse:

      olá, sou uma mulher que tomou antipressivos ( paxetril) e olcadil durante 10 anos, inclusivé durante uma gravidez.Acontece que após o nascimento do meu rebento,foi-me detectado um nodulo na tiroide de 35 mm, e fiz uma punção aspirativa, e deu-me benigno. Por indicação do endrocronilogista, foi-me prescrito leter, um por dia. Tomei por tomar, juntamente com cipralex, novo antidepressivo prescrito para aliviar a depresaõ que reactivou, bem com alprazolam 05 mg 1 mg. O que é que aconteceu comecei a sentir-me muito mal, a ter muito calor, frio, a ficar muito irritada e a aumentar a minha ansiedade. o que fiz,deixei de tomar o letter, não sei se fiz bem ou mal. mas neste momento interessa-me o meu bem estar psiquico, pois perdi o meu pai de cancer, e esta situação está dificil de gerir. foi-me também indicado e prescrito eleontril 300g para aliviar este novo estado de depressaõ, não sei o que fazer? por favor ajudem-me.

    22. alexandra regina disse:

      em março fiz cirurgia da tireoide tirei nodulo maligno de 3cm , depois da cirurgia , fiz a iodoterapia , estou com varios problemas de saude apos a cirurgia pressao alta, arritimia cardiaca, depressao gostaria de saber se é normal e se com tempo vou melhorar.

    23. isabela disse:

      sou adolecente e como estou acima do peso por causa da tireóide eusou muito mal tratada ,e acho que estou entrando em depressão.por isso vou começar a fazer caminhada para eu me sentir bem.O IMPORTANTE É QUE VOCÊ SE SINTA BEM E MAIS NINGUÉM!!!!!

    24. lucia disse:

      gostaria de saber se é normal ter a glandula alterada e as taxas de todas nomais isso se trata com medicamentos ou tem que ser cirugico

    25. cristina fagundes disse:

      Sempre fui muito disposta, cheia de energia, não cansava nunca, podia ficar a noite toda dançando,etc…muito ansiosa, sem paciência, sentia calor excessivo,extressada,as vezes tinha intolerância a cheiros,acordava com enjoo fortissímo,e regurgitava até a água que tomava,porém muito alegre, nunca fui gorda a não ser qdo bebê.Até derepente começei a ter depressão fortissíma, pensava e preparava tudo para me suicidar, não encontrava motivo, porque era uma mulher de trinta e poucos anos ,bonita ,inclusive fazia procedimentos cirurgicos esteticos quando achava que algo estava fora do lugar, tinha condição financeira ótima, uma filha linda e maravilhosa , que foi o que me fazia voltar atrás cada vez que ia até um viaduto para me jogar de carro pensava nela e no sofrimento dela, voltava atrás porque aí me sentia egoísta acabando com meu sofrimento e deixando ela sofrer com o que poderia me aontecer.Tinha namorado apaixonado, aliás esse não era problema sempre tive relacionamentos com quem eu queria….comecei a perder muito peso,um´dia estava na casa de um médico amigo meu e ele disse, nossa como você emagraceu e desconfiou, na hora diagnosticou hipertiroidismo, nesta época eu evitava de ficar parada próximo as pessoas pq minhas mãos e pernas tremiam muito, tinha desmaios frequentes, digo esses desmaios tinha a anos e junto aos enjoos, várias vezes fui internada algumas horas em hospitais e fazia vários exames e não diagnosticava nada até pq eu era saudavel, sem contar que todas as vezes me internava particular chamava melhores especialistas de estomago,neurologista,cardiologista e nada só gastava uma fortuna, até que como citei descobriram e não era um endocrinologista e sim obstreta, fui me tratar co m uma médica marvilhosa, inclusive ministra aulas em uma universidade de medicina.Graças a Deus e ao seu profissionalismo depois de varios exames e tratamentoscom várias medicaçãos ,conseguimos após nove meses de controle inclusive alimentar fazer a aplicação de iodo, desde lá tomo reposição 100mg dia. Só que engordo com mais facilidade, tenho ainda alguns momentos de depressão só que fraco,não consegui mais trabalhar, sinto muito sono, as vezes dores em toda a musculatura do corpo, tenho vontade de fazer as coisas porém não consigo, claro até posso dizer que se a semana tem sete dias, desses sete dois estou dispostas o resto não.até quando viajo para outro pais as vezes~acabo não indo em todos os pontos turisticos pq tenho preguiça….não tenho paciência ou digo cabeça para suportar nenhum problema que apareça fico em pânico, também estou tentando ter outro filho e não estou conseguindo faz um ano que tento e nada,segundo os médicos está tudo bem nesse lado ginecologico. Finalizando resolvi escrever porque podem até dizer que foi outro motivo, mais depois que fiz o tratamento de hipertiroidismo, nunca mais fui a mesma sinto saudades de como era, gostava de passear , etc….agora sinto e vejo tudo bem diferente mais triste , para mim foi como tivesse acabado com meus sonhos……..Talvez não seja tudo relacionado a tireóide mais 90porcento sim……………….

    26. valdiléia disse:

      bom,tive várias crises de depressão e tomo rivotril e sertralina todos os dias,e tenho tireóide sinto uma coisa horrível na cabeça tenho medo de enlouquecer…..me ajudem estou em crise;…….

    27. fatima disse:

      23 de fevereiro de 2010 tenho tireoide,não consigo comer frutas,gostaria de saber por que,se e da mesma tireoide,sinto uma liga na boca,de todas as frutas,tenho canseira sono fome,mais não como carne,porque sinto nojo,gostaria de uma resposta,o que pode ser,obrigado.

    28. lucia disse:

      Dia 19 de janeiro de 2010, terirei a tiroide pois tive carcinoma papilifero, e desde então estou sentindo dores musculares, enjoo, e muita angustia me pego chorando, depremida …sempre fui alegre e agora ando mal..gostaria de saber se esses sintomas vão passar, e se a reposição homonal é lenta.

    29. ELI disse:

      sofro de todos estes, gostaria de saber qual o tratamento adequado

    30. VALERIA disse:

      EU ESTOU DESESPERADA NAO AGUENTO MAIS, DESCOBRI QUE TENHO TIREOIDE NAO TENHO VONTADE DE FAZER MAIS NADA,NAO TENHO FORÇAS QUERO VOLTAR A TER VONTADE DE VIVER. SERA QUE O TRATAMENTO E LONGO. OBRIGADA.

    31. Lucília Caliman disse:

      Sou leitora assídua dos artigos do Dr. Geraldo Medeiros. É um sábio, muito competente!
      Tenho problemas de tereóide, faço uso do eutirox 75. Graças a Deus as taxas estão normais. Sinto-me muito disposta. Gostaria saber do Dr. Geraldo se posso fazer o uso do Cloreto de Magnésio.
      Gostaria também, que essa mensagem chegasse ao conhecimento dele e ficaria muito feliz se ele pudesse me responder.
      Obrigada

    32. PRISCILA disse:

      Meu povo, li quase todos os recadinhos aqui postados e o interessante é que os sintomas se encaixam muito, depressão SIM, cansaço, dores no corpo, irritação… tudo isso é sim da tireóide, pela falta dela ou pela diminuição do seu funcionamento. Entretanto, acredito que o fato de vc tomar os hormônios certinho, fazer uma boa alimetação e atividade física ajuda na recuperação de todos esses sintomas porque entraram outros hormônios estimulantes do SNC em jogo… não temos só a tireóide no corpo produzindo hormônios, vale lembrar. Para aqueles que estão com medo da cirurgia aconselho procurar um bom médico, uma boa equipe para que não sofram tudo o que sofri, o hipotiroidismo severo é horrivel, as pessoas não acreditam, achama que vc é preguiçosa e o ganho de peso é praticamente inevitável, já que ficamos como inválidos praticamente…. entretanto, o ideal é não passar por tudo isso e temos o resguardo da justiça, temos o Thyrogen, tanto quem tem plano de saúde quanto quem não tem tem o dierito de ter esse medicamento, se informem…!!! O propblema é que os médicos, alguns deles, não sabem disso ou não recomendam pelo seu alto custo e claramente para não criarem constragimentos com a seguradora em questão… vamos dizer assim para sermos mais sutis rsss…. enfim, pesquisem, informem-se, o hipotiroidismo hoje é evitável, principalmente para aqueles que podem tomar o thyrogen em caso de iodoterapia ou PCI.
      Boa sorte !

    33. sandra santiago disse:

      operei a tireoide ha oito anos e confeso que não faço o exame com a frequencia devida
      ou melhor tem muito tempo que não faço ,meu nodulo era benigno graças a deus mas lendo sobre o asunto fiquei com algumas duvidas e espero uma resposta por favor.
      1ª mesmo meu nodulo sendo benigno é preciso fazer os exames periodicamente.
      2ª ha posibilidade desse nodulo voltar
      3ª há posibilidade do hormonio que tomo causar algum tipo de cancer.

      desde ja obrigada .

    34. danielacristinacarvallho. disse:

      fiz a cirurgia e retirei toda a tireoide por causa de um nodulo e um cisto hipercaptantes ,sentia muita ansiedade , uma coisa horrivel ,taquicardia ,fome intesa,muito nervosismo, irritabilidade,insonia,cheguei a achar que estava com panico fui a dois psquiatras que me dizeram que era por causa da tireoide ,agora estou aguardando o resultado da biopsia ,estou assim a quatro meses sera que agora com a retirada da trteoide fou ficar boa sem os sintomas do hipertireoidismo e vou poder largar o anti-depressivo que tomo a noite e as gotas de rivotril pela manha .me respondam obrigada

    35. Cicera disse:

      tenho hipertirodismotomei o iodo ela foi para hipo agora está hiper tomei iodo outra vez meu cabelo cai muito minhas unhas quebram minha pele está manchada estou gorda com coceira no corpo não sei mas o que faser pois trato no centro de endócrinologia do Rio de janeiro me ajude por favor.

    36. jessica disse:

      Tenho hipo,a ja faço tratamento a dez anos. Mas de um ano para ca nao consigo achar a dosagem do remedio. Faço exames constamente,ora esta baixo ,ora esta alto. Sendo assim já estou cansada de trocar deremedio,sem resultado .Me diga o que esta acomtecendo com meu organismo.

    37. Ana Cristina Concei;'ao de moraes disse:

      fiz uma ultrassonografia da tireoide a 4 anos e refiz outra anteontem houve altera;’ao nnitida e o medico disse nao ser nada de alarmante antes tinha uma forma;ao nodular hoje tenha duas forma;oes nodular e uma forma;ao cistica e fia 30 exames de sangue de hormonio e deu altera;ao em alguns, hoje fia uma ultra com dolppler e o medico so me revelara o resultado na 2 feira. gostaria de obter o telefone de um endocrinologista especializado em tratamento de tireoide, por favor me ajudem estou com muito medo e mais estou com 100quilos redondos e quase nao como mas meu nervozismo e absurdo.A na Cristina

    38. Ana Cristina Concei;'ao de moraes disse:

      exelente p[agina.

    39. Kil disse:

      O importante é encontrar um endocrino especializado em nódulo e anomalias de tireoide. Há muitos médicos que são focados em dietas, diabetes e quando encontram algo mais complexo, pode ter uma condução longe de que chamo ideal. Falo . Vai dar tudo certo. .

    40. jessica disse:

      Tenho hipotereoidismo,a ja faço tratamento a dez anos. Mas de um ano para cá nao consigo achar a dosagem do remedio. Faço exames constamente,ora esta baixo ,ora esta alto. Sendo assim já estou cansada de trocar deremedio,sem resultado .Me diga o que esta acomtecendo com meu organismo.

    41. elisa disse:

      faz 17 dias que minha mãe fez uma cirurgia e tirou toda a tireoide…….está se sentindo fraca e
      e com muita tremedeiras pela corpo isto é normal?

    42. sheila benjamin disse:

      Olá dr. Geraldo, tudo bem? Estive ai co vc quando fui acompanhar minha irma na consulta. Meu nome e Sheila. Sou de Manaus-Am. Sou daquela familia que ja sao quae 18 com cirurgias de tireoide e carcinoma papelifero. minha cirurgia foi adiada por conta de uma crise asmatica que estou. Só farei em fevereiro de 2011. Mas o que eu queria comentar, e que me sinto muito mal. Estou deprimida e inchada. Nao sinto prazer pra nada e ganhei y6 kilos rapido demais por conta de muita ansiedade. Minha medica aqui, nao passa nada, so um remedio por nome de AMITRIL e que nao me senti nada bem, so vivia sonolenta, assim, ja vivo sempre. Como o Senhor poderia me ajudar? Beijos, e quem sabe, ate breve.

    43. joanice disse:

      boa noite ,tenho duvidas quanto a minha saude,tirei toda a tireoide a 3 anos, de lá pra cá engordei 25quilos,tomo o puran 125,tenho insonia e dores em todas as articulações,gostaria de saber se tudo isso é normal pois sofro muito,o meu metabolismo nao funciona mais?não conseguirei emagrecer mais?tire minhas duvidas por favor,sem mais e obrigada.

    Comentar

    Powered by WP Hashcash