Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

10 coisas que você sempre quis saber sobre aviões

Sabe por que temos de abrir as janelas ao pousar? E por que temos mais gases quando voamos? Sabia que há uma razão para a comida de avião ser sem gosto?

Tem quem odeie, tem quem tenha pavor ou quem adore viajar de avião.

Eu, por sorte, sou da última turma. Nunca tive medo de voar e depois de tantos anos viajando pra cima e pra baixo por horas a fio em desconfortáveis poltronas de classe econômica, desenvolvi minhas técnicas para sofrer o menos possível em voos longos (já dei estas dicas neste post aqui e neste outro aqui, se você ainda não leu!).

E, por mais que eu já tenha viajado, entrar num avião é sempre empolgante para mim. Podem me chamar do que for, mas ainda acho mágico você ir dormir em São Paulo e acordar em Nova York. E confesso que, por mais que já tenham tentado me explicar um milhão de vezes, não consigo achar normal um bicho deste tamanho voar pelo céu como se nada fosse.

Sempre fico fascinada com a complexidade de um avião, com a quantidade de procedimentos que os comissários de bordo têm de fazer durante o voo e com os detalhes das aeronaves.

Acabei de voltar de uma viagem que teve vários voos cancelados/atrasados e na qual acabei ganhando de brinde algumas horas de voo a mais antes de chegar em casa. Com tempo de sobra, acabei fazendo uma lista com dúvidas que eu sempre tive e que nunca tinha ido atrás das respostas.

Se você também tinha estas curiosidades, aqui vão as respostas para dez coisas que você sempre quis saber sobre aviões:

1. Por que as janelas dos aviões têm pequenos furinhos?

Se você nunca prestou atenção, da próxima vez que sentar na janela, dê uma olhada. Mas não se assuste! Estes furinhos servem para regular a pressão da cabine. A maioria das janelas dos aviões são compostas de três painéis de acrílico. A exterior é para manter a pressão da cabine e evitar que objetos entrem no avião. A segunda serve como uma barreira de proteção caso algo ocorra com a primeira. O furinho que fica na terceira placa de acrílico serve para regular a pressão e para que a segunda camada permaneça intacta.

 

2. E por que elas são sempre arredondadas?

Que a cabine tem de ser pressurizada para que a gente sobreviva em altitudes elevadas todos sabemos, certo? Mas a pressão interna e externa da cabine variam de acordo com a altitude e têm de ser distribuídas uniformemente pelo corpo do avião. A tendência é que a pressão acabe sendo desviada para as janelas. Se elas forem quadradas, a pressão acaba se concentrando nos cantos e pode acabar gerando fissuras na fuselagem. Se o formato delas for arredondado, a pressão acaba sendo distribuída de maneira uniforme.

 

3. Por que as luzes do avião são apagadas durante aterrisagens noturnas?

O motivo é simples e ninguém quer tirar a prova. As luzes da cabine são apagadas quando está escuro do lado de fora para que seja mais fácil a adaptação com o ambiente externo em caso de algum acidente em que os passageiros tenham que sair da aeronave. Imagine estar em um ambiente super iluminado e, de repente, ter que sair correndo no meio de uma floresta escura? Credo! E eu que pensava que era para poupar energia para o pouso…

4. E por que os comissários pedem para levantarmos as persianas das janelas ao pousar?

Simples também, como no caso acima. Mas as janelas têm de estar abertas por dois motivos. Para que os comissários possam ver o lado de fora em caso de acidente e saber como agir. Ver se há um incêndio, se o avião está sobre a água, e pensar no melhor plano de evacuação. Ou, o segundo motivo é, também em caso de acidente, para que quem está do lado de fora, possa ver qual a situação dentro da cabine. Depois de saber isso nunca mais vou fazer cara feia para os comissários quando eles me pedirem para abrir a janela. Prometo!

5. Por que o pão sempre vem super gelado nas refeições?

A não ser que você esteja viajando de executiva e receba aquele pãozinho quente no café da manhã e possa comer com talheres de verdade, a chance de seu pão estar tão gelado quanto o iogurte é de 99%. (Faço aqui uma ressalva para a Air France, que pelo que me lembro, é a única companhia aérea que esquenta os pãezinhos antes de servir na econômica, como boa francesa que é!). O motivo para isso acontecer é bastante simples. As bandejas com as refeições ficam todas prontas e mantidas em geladeiras até o momento de servir. A única coisa aquecida é a proteína da refeição (no jantar frango, carne ou massa, e no café, em geral, ovos). O resto, incluíndo o pãozinho, vai direto da geladeira para sua mesinha. Como pão gelado é horrível, eu sempre o coloco em cima (ou até embaixo) da bandejinha de alumínio quentinha. Assim pelo menos ele perde o gelo e fica comestível…

6. Por que é tão gelado dentro do avião?

Sei que não sou a única a viajar como se estivesse indo para uma estação de esqui. A maioria dos aviões é simplesmente uma representação do polo norte! O problema, segundo minhas pesquisas indicam, na verdade é a idade dos aviões. Quanto mais velhos, mais frio a bordo. E pensando bem, não lembro de ter congelado quando viajei no A380 ou no Dreamliner… Nas aeronaves mais antigas é mais difícil controlar a temperatura da cabine em diferentes áreas. Ou seja, para que o passageiro da última fileira não passe calor, o da primeira tem de passar frio e vice-versa. Nas mais modernas, os comissários podem fazer um ajuste mais fino na temperatura das fileiras. Outro motivo para sempre passar frio no avião pode ser o fato de eu sempre sentar perto das saídas de emergência, que tendem a ser mais frios que outras áreas do avião.

7. Por que temos que levantar as poltronas para pousar e decolar?

É fato que a probabilidade de algo dar errado em um voo é maior durante decolagens e aterrisagens. É justamente por este motivo que as poltronas devem estar na posição vertical durante os momentos mais críticos do voo, facilitando a movimentação dos passageiros caso algo de errado aconteça. É também por isso que as mesinhas têm de estar recolhidas e porque não é permitido nenhuma bagagem no chão para quem está sentado nas fileiras próximas às saídas de emergência. Achou que era frescura?

 

8. Por que a maioria dos aviões é branco?

Se você é como eu e adora ficar olhando os diferentes aviões em aeroportos ao redor do mundo, deve ter notado também que a maioria das empresas aéreas escolhe o branco como cor principal de suas aeronaves. Sabe o motivo? Na verdade são alguns. O primeiro é que a cor branca, ao contrário das demais, reflete a luz do sol e não absorve. Ou seja, pintar o avião de branco faz com que ele não absorva a luz do sol e superaqueça, tanto em terra quanto no ar. Outro motivo é que fica mais fácil detectar imperfeições ou defeitos na fuselagem. O branco também facilita a detecção de vazamentos e é mais fácil de visualizar à distância em caso de acidente. Mas não é só isso! A pintura branca é mais barata e não desbota como as outras cores mesmo após muito tempo de exposição ao sol.

9. Por que comida de avião não tem muito sabor?

Claro que nem toda comida de avião é igual e algumas são até comestíveis. Mas tem outras que peloamor… na minha última viagem pedi refeição vegetariana. Gente do céu, veio uma gororoba sem cor e com gosto de isopor que me deu medo. Mas a culpa por refeições tão sem sabor nem é das empresas aéreas. O problema são os aviões. De acordo com um estudo da Cornell University, o ambiente do avião altera o sabor de comidas de bebidas. O que é doce fica menos doce e o que é salgado é potencializado. Isso tudo por conta do ar seco e reciclado, além da baixa umidade da cabine. De acordo com outro estudo, este do Instituto Fraunhofer, da Alemanha, é 30% mais difícil detectar doce ou salgado em aviões. Ok, Delta, perdoada pela gororoba vegetariana 😉

10. Por que temos mais gases no avião?

Quem nunca sentiu um cheirinho estranho vindo do vizinho durante uma longa viagem de avião ou sentiu a barriga super inchada e um certo incômodo abdominal? Isso tem uma razão: assim como garrafas de água expandem em altitudes elevadas, os gases no nosso intestino também expandem no avião e podem ocupar até 30% mais espaço do que o normal. Beber bastante água e evitar comidas muito salgadas ou gordurosas ajudam a combater o incômodo. Andar durante o voo também pode ajudar com os gases. E não se sinta culpado caso alguma coisa acabe escapando… segundo um estudo da Universidade de Copenhagem, segurar os gases durante um voo pode causar desconforto, dor e inchaço abdominal. Com o passar do tempo, isso pode até aumentar o risco de diverticulite e inflamação do cólon. Ou seja, como diz minha avó, o que entrou tem que sair 

Veja também

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s