Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Encontrados dois poemas desconhecidos de Sylvia Plath

Autora de 'A Redoma de Vidro' teria escrito obras em papel carbono e guardado em um caderno em 1956

Dois poemas da escritora Sylvia Plath foram descobertos por estudiosos e inseridos em um livro de materiais inéditos da autora recém-lançado em Londres, These Ghostly Archives, que conta também com fotos inéditas dela e do marido. Intituladas de To a Refractory Santa Claus e Megrims, as obras foram escritas em 1956, época em que Plath estava com seu único esposo, o também escritor Ted Hughes.

O primeiro poema fala da Espanha e de seu clima quente, tema também abordado nas poesias Fiesta Melons e Alicante Lullaby, e deve ter sido escrito depois da sua lua de mel. O segundo, que foi mais difícil de decifrar, é mais subjetivo e trata de um paciente paranoico, em uma conversa com o médico sobre acontecimentos estranhos, como uma aranha em uma xícara de café.

A descoberta foi feita pelos estudiosos Gail Crowther e Peter K. Steinberg, que encontraram os textos datilografados em papel carbono dentro de um caderno de Sylvia. Com o emprego de ferramentas de edição digital de imagens, Steinberg descobriu a marca d’água da autora — uma mulher encarando seu próprio reflexo na água –, o que comprovou que os textos eram realmente de Sylvia. 

No mesmo papel, ainda havia o índice de The Hawk in the Rain, publicação de Ted Hughes datilografado por Plath, e dois poemas que não entraram nessa coletânea: The Shrike e Natural History. Nos cadernos analisados pelos estudiosos ainda foram encontrados fotos nunca vistas do casal e escritos de Ted para a coleção Birthday Letters, em que desabafa sobre a perturbação que o tomou após o suicídio de Plath, em 1963.

Mais Sylvia Plath 

Em março deste ano, cartas divulgadas entre Plath e sua analista confirmaram que Sylvia teria um relacionamento abusivo com Ted Hughes e ele até teria agredido a escritora dois dias antes dela ter um aborto espontâneo, em sua segunda gravidez.

No ano que vem, está programada a estreia da adaptação de A Redoma de Vidro — publicação mais conhecida de Sylvia Plath — para os cinemas, dirigido por Kristen Dunst e estrelando Dakota Fanning.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s