Geraldo Samor VEJA Mercados

VEJA Mercados

O capitalismo e seus protagonistas. A estratégia das empresas. A tal da mão invisível. O espírito animal. E as políticas públicas que ajudam e atrapalham.

sobre

Geraldo Samor foi correspondente no Brasil do The Wall Street Journal, da agência Dow Jones e da International Financing Review (IFR). Foi produtor do Podcast Rio Bravo e consultor de hedge funds americanos com investimentos no Brasil. Desde 2014, é responsável pelo VEJA Mercados.

Deputados do PMDB querem censurar a internet e ler suas mensagens

Projetos 'Big Brother' tramitam na velocidade da luz na Câmara de Eduardo Cunha

Por: Geraldo Samor

12059397_140738859610181_670664745_o

O relato abaixo vai lhe parecer coisa de ficção.  Mas não é.

A Câmara dos Deputados está tentando aprovar projetos de lei que vão intimidar eleitores que criticam os políticos na internet (quem nunca?), violando liberdades individuais, garantias constitucionais e o bom senso.

É uma inversão de valores que sabota a própria ideia de democracia, reforça a tentativa do Estado de dominar a sociedade, e cria um ‘Big Brother’ a serviço dos políticos e contra os cidadãos.

Cinco projetos de lei — tramitando na Câmara na velocidade da luz — aumentarão penas e, em alguns casos, podem transformar em crime hediondo ‘ofensas’ contra políticos na internet. A votação de um deles, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), será amanhã.

A autora do principal deles, o projeto de lei 1.589, de 2015, é a deputada Soraya Alencar dos Santos, do PMDB do Rio de Janeiro (um selo de qualidade, para quem conhece a política do Estado).

O projeto de Soraya reforma o Marco Civil da Internet para permitir que qualquer ‘autoridade competente’ — qualquer órgão público — possa requerer acesso aos dados de qualquer internauta, sem a necessidade de uma ordem judicial, como ocorre hoje.

Como se isto já não fosse arbitrariedade suficiente, o projeto prevê que a ‘autoridade’ poderá ter acesso também a todas as comunicações do usuário de internet, como as mensagens diretas trocadas no Facebook, Twitter e Whatsapp.

Eleita por Macaé, cidade petroleira do litoral do Rio de Janeiro, a deputada Soraya é desconhecida do Brasil, mas neste dia estava psicografando grandes nomes da História, como Josef Stálin, aquele grande democrata soviético, e J. Edgar Hoover, o poderoso chefe do FBI que invadia a intimidade de seus adversários.

Mas a deputada Soraya quer mais. Ela dobra a meta. Pela lei atual, ‘ofensas’ contra políticos — frequentemente verdades ditas sobre eles — só são investigadas e vão parar na Justiça se o ofendido for à delegacia prestar queixa. O projeto de Soraya acaba com esse incômodo — afinal, políticos como ela são pessoas ocupadas, que não podem perder tempo indo à delegacia.

Pelo projeto de lei, tanto a polícia quanto o Ministério Público poderão investigar qualquer ofensa na internet sem a necessidade de queixa prévia — ou seja, ficarão a serviço dos políticos, que assim poderão intimidar seus criticos na rede.

Para Ronaldo Lemos, professor de direito com doutorado pela USP e diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade, “trata-se da maior ameaça à liberdade de expressão que o País já sofreu em muitas décadas.”

O Marco Civil da Internet é uma legislação avançada, que protege a liberdade de expressão dos usuários da rede, e está em linha com as melhores leis sobre o assunto em vigor no mundo. Em matéria de internet, é ele que faz o Brasil ser diferente da Rússia, Turquia e Arábia Saudita, países onde o Poder Executivo tem — por lei — o direito de intervir em conteúdos na internet. No Brasil, o Marco Civil estabeleceu que apenas o Poder Judiciário pode autorizar alguém a tocar em conteúdos na internet – exatamente o que os projetos querem mudar.

Com qualquer busca no Google, você descobrirá que o maior opositor do Marco Civil ao longo de sua tramitação foi o deputado Eduardo Cunha, que chegou à presidência da Câmara em grande parte graças à sua ascendência sobre o PMDB fluminense. Os projetos atuais, que deformam o Marco Civil, parecem um acerto de contas.

Dos cinco projetos de lei em tramitação que tratam da proteção da honra dos políticos, quatro são do PMDB. Três destes projetos aumentam penas para as ‘ofensas’ na internet, e dois tratam do chamado ‘direito ao esquecimento.’  Esta é outra inovação interessante, que atende bem aos políticos, e presta um desserviço à democracia. Se o ‘direito ao esquecimento’ for aprovado, permitirá ao político incomodado com análises criticas sobre sua ética ou performance exigir que estes comentários sejam retirados do ar.  Simples assim.  (É uma versão contemporânea do que os soviéticos faziam, removendo das fotos os membros do regime que caíam em desgraça.)

Ainda que muitos desses projetos sejam o produto de deputados inexpressivos e de mentalidade provinciana — se não de má fé — e ainda que muitos possam ser enterrados pelo Senado (onde repousa a reserva de sanidade da classe política), eles revelam uma agenda oculta de setores específicos que tentam subordinar o cidadão a seus interesses mais particulares. O que estes políticos têm a esconder? Por que temem tanto a voz dos eleitores nos sites e nas redes sociais?

Nos últimos anos, o brasileiro perdeu a estabilidade econômica e precisou ter estômago forte para digerir as revelações da Lava Jato.

Mas o brasileiro não precisa perder mais essa.

Os eleitores do Rio de Janeiro podem ligar para a deputada Soraya — telefone do gabinete: (61) 3215-5352 — pedindo que ela explique para quem trabalha: para os eleitores ou para seus colegas de Câmara.

Qualquer brasileiro pode, ainda, assinar uma petição da Avaaz mostrando aos políticos quem é que trabalha para quem.

Talvez assim dê para garantir que, apesar de estarmos ‘quebrados’ e desiludidos, possamos (pelo menos) continuar reclamando de tudo isto que está aí.

***

Abaixo, os links para os projetos de lei em questão:

PL 215/2015, do Deputado Hildo Rocha (PMDB/MA)

PL 1676/2015, do Deputado Vital do Rego (PMDB/PB)

PL 7881/2014, do Deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ)

 

 

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. Ivani Egalon

    Crasso exageiro como sempre.
    Seria necessário somente que a pessoa que acusa scannear e colocar como arquivo anexo e disponivel somente para os ofendidos pela verdade.
    Se não tiver como provar a acusação, ou for somente ofensa, (sendo que se deve diferir uma ofensa de uma Charge), sai do ar, pois é justo, e sabemos que sempre tem os que exageram.
    Acusação sem prova ou ofensa desmedida deveria ser crime e tratada como tal.
    Agora cá pra nós, nessa mesa de debate, vc acredita no dito “Quem Não Deve Não Teme”?
    É isso. Está na hora de acordar e aprender a votar do jeito que estes tais não gostam.
    Não Reeleja. Vamos renovar para ver se eles percebem que “O Poder Emana Do Povo” e não deles, dos empresários ou mesmo dos amigos da imprensa, que no Brasil têm sido parcial demais.

  2. Márcia Regina de Paula

    Essa deputada é de uma boçalidade! Tanta luta pela liberdade de expressão e aí vem uma deputada inexpressiva para propor esse tipo de coisa absurda!

  3. RICARDO SILVA

    SE ESTA MULHER E EDUARDO CUNHA ESTÃO NO PODER É PORQUE EXISTEM MILHARES DE RETARDADOS QUE VOTAM NESTAS PESSOAS. POVO BRASILEIRO!!! ACORDA !!! E NAO ADIANTA IR PARA AS RUAS AOS DOMINGOS QUE NAO TEM QUASE EFEITO. NAO ATRAPALHA NINGUEM. PAIS DESENVOLVIDO FAZ PASSEATA NO MEIO DA SEMANA PARA PARAR TUDO MESMO E MOSTAR QUE QUEM MANDA NO PAIS É O POVO !!!!

  4. ismael b de jesus

    Só falta fazer uma lei para que os representantes do povo tenham credibilidade.

  5. ADÃO FERREIRA RAMOS

    SORAIA ALENCAR DOS SANTOS, QUE TAL VOCÊ SER CHAMADA DE “DOUTORA, DEPUTADA, GENERAL SORAYA AMIM DADÁ?” É POR CAUSA DE ABUSOS DE PODER COMO OS SEUS, DEPUTADA, QUE EXISTEM TERRORISTAS ASSASSINOS, DITADURAS MILITARES COMO A DITADURA DA CORÉIA DO NORTE E MUITAS OUTRAS ABERRAÇÕES E LOUCURAS NO MUNDO; QUE TAL VOCÊ SAIR DA VIDA PÚBLICA E PROCURAR UMA OUTRA ATIVIDADE NA QUAL POSSA SER ÚTIL, POIS COMO DEPUTADA, VOCÊ ESTÁ DECEPCIONANDO AOS SEUS ELEITORES E A TODOS OS BRASILEIROS; POR FAVOR, DEIXE O BRASIL SER UM PAÍS DIGNO DE RESPEITO; VOCÊ GANHA UM SALÁRIO ALTO PAGO PELO POVO; ENVERGONHE-SE DESSE SEU PROJETO DE LEI, QUE PREJUDICA AO POVO QUE PAGA O SEU SALÁRIO; EU DESEJO QUE VOCÊ SEJA EXTIRPADA DA POLÍTICA BRASILEIRA.

  6. Sérgio Pereira

    Estou de mãos atadas, amordaçado e o pior: preciso GRITAR, mas não consigo. Que desespero. Isso parece um pesadelo que insiste em não acabar. Vamos Nação Brasileira, recuperar a nossa liberdade.

  7. Wellington Pablo

    Não, o “Marco Civil” veio justamente para essas brechas serem abertas. Parem de fazer isso um jogo politico de partidos, são socialistas atentando contra a liberdade, independente de partidos, estão todos com ambição de calar a população.
    A internet não precisa de regulação, a sociedade não quer isso. Vão para o inferno, politicos

  8. Adilson Silva

    Gente, é vergonhoso ter uma mulher dessas na presidência do nosso país; dizer, numa reunião da ONU, na presença de representantes do mundo inteiro, sobre “estocar vento”!!!!! De onde essa louca tira uma coisa dessas? Deve ser para estocar naquela cabeça de vento dela!!!Onde nós chegamos!!!!

  9. Adilson Silva

    Se isso passar, vamos quebrar esses políticos no pau! Eles não vão poder nem sair na rua. Esse país é nosso, é o nosso lar, nosso berço, lutamos por ele. Temos que rechaçar esses desgraçados! Eles não são patriotas, não podem ser. Estão destruindo tudo que conquistamos durante anos de sacrifício!

  10. Paulo

    Os comprometidos com os ilícitos interessam pelo projeto.

  11. Adilson Silva

    À mídia que ainda não foi comprada:
    Vocês ainda serão censurados, podem ter certeza!

  12. max

    SORAIA ALENCAR DOS SANTOS ,VC E RIDICULA ,VAI SE CATAR VAI PRA CASA LAVAR ,COZINHAR ,LIMPAR …

  13. Pulserio Flores

    Não devemos reeleger nenhum político que estão no poder agora,pois estão quase todos contaminados,vamos colocar gente nova lá sem os vícios dessa gentalha podre e fedida!Acorda Brasil!Desperta gigante te levanta e abate o opressor!Lembra que esta terra pertence a teus filhos!Vamos votar em gente humilde,séria e responsável que tenha amor,inteligência e sobriedade!Vamos copiar o modelo das nações desenvolvidas!

  14. Syllas Valadão

    Precisamos criar um projeto de lei de iniciativa popular que nos proteja dos deputados.
    Esse caso é muito sério, pessoas como Soraya devem ser excluídas do meio político pois é uma ditadora.
    É preciso que seja feito um projeto de “Re-call” para que o povo possa cassar o mandato desse tipo de gente.

  15. Paulo h monteiro

    Vc’s ai… não tem o que fazer? O Brasil com problemas sérios e vc querendo mecher em cachopa de marinbondos… (povo)… isso pode ser um problemas serio… vcs devem se unir ao povo… e nao contra… pense bem…. cade a liberdade???

  16. RONI

    Quem tem c** tem medo, invés de criar projetos que benefeciam a população; cria um projetinho medíocre que favorece uma classe de políticos ladrões e safados que tem medo da opinião pública…uma salva de palmas pra “digníssima deputada” e sua incapicidade adiministrativa.
    ABAIXO A MORDAÇA.

  17. Joaquim Carvalho Filho

    Discordo totalmente.Abaixo a Censura que vigorou de 1964 a 1985 durante a Ditadura Militar.E abaixo a Censura de blogs e de Revistas semanais de grande tiragem que não publicam comnetarios contrarios aos seus pontos de vista e aos seus editoriais.A VEJA e Reinaldo Azevedo está nesta bloco.A Censura não parte somente do Estado,mas tambem dos donos da Midia,da grande Midia se acham os donos da Verdade.A VEJA por exemplo destoa totalmente da grande maioria do povo brasileiro no que se refere ao financiamento empresarial de campanha eleitorais,a grande maioria do povo é contra.Pesquisas realizadas durante os protestos de 2013 e 2015 provaram isto.Mas VEJA não quer enxergar a realiddade.Alguma empresa doa milhões para o PT,PSDB,PMDB,DEM e para os fisiologicos de sempre e não vai quere nada em troca?Bilhões roubados da União,dos Estados e das Prefeituras para retribuir a “generosidade”VEJA está na contra mão da Historia no que se refere a este assunto.Reinaldo Azevedo chega ado displante de afirmar que os Ministros do STJ fazem o jofo do PT.”esqueceu” que em 2008 o DEM inteiro-42 parlamentares na época-votaram a favor do fianaciamentyo publico de campanha e das listas pre ordenadas.Não foi só o PT.Mas com parte da grande Midia é parcial e partidaria.

  18. Amauri

    Quem diria hein PMDB, se vendendo por tão pouco..que vergonha!!!

  19. Jayson C Fauth

    Eles estão procurando”SARANA PRA SE COÇAR”, de repente acabam os comentarios na internet e começa o “SEROL NELES” cuidado senhores politicos, existe a lei de Talião” olho por olho”,pescoço por pescoço.

  20. PAULO CAMPOS

    Então como isso é uma ação de ditadores, estamos prontos para receber os militares de braços aberto para assumir o governo e acabar com esses hipócritas transvestidos de políticos.
    E se fizer uma varredura na vida dessa mulher vai encontrar alguma coisa podre. PMDB ô partidozinho podre.

  21. Juliana

    A classe trabalhadora, todo e qualquer cidadão, tem o direito sim de exigir e cobrar suas autoridades, afinal, nós os pagamos para que trabalhem em nosso benefício, através de políticas públicas e sociais. Diga não à Censura!

  22. Sergio Doria Simão

    Tenho 61 anos, brasileiro, nascido na Praia Vermelha do Rio de Janeiro, vi o golpe militar então com 10 anos de idade e estava em frente a Escola do Exercito com minha mãe quando cercaram tudo e todos. Vi a Operação Oban em SP, Dops, Doi Codi e etc. Arena, Mdb, Pds, a foice o martelo, Jânio, Geisel, Golbery, Figueredo e etc. AI5, Fleury, Geraldo Vandré, Caetano festivais, Une, Calabouço e Edson sendo morto no Flamengo, vi a cavalaria sendo escorraçada pelo povo na praia do Flamengo, a vida inteira votando e me decepcionando, agora se esquecem disso tudo e pasmem querem reeditar uma espécie de AI5 no País e na surdina como sempre. Fico indignado e a revolta crescente, gostaria que o povo o maior lesado respondesse a altura pois somos o POVO MILHÕES de seres que usamos a internet e a força do povo é o maior bem de uma nação (vejam a paralisação dos caminhoneiros) não podemos calar temos que repudiar de fato com atos e cobrar maiores punição a políticos que prestam um desserviço a nação.

  23. Ary F Gomes

    Eu liguei agora há pouco para os gabinetes dos deputados Hildo Rocha e Juscelino Filho e as secretárias negaram que esses projetos tratam de censura contra políticos e me pediram para ver no site da câmara o teor dos projetos, mas lá não tem esses detalhes que dizem as notícias. êles estão mentindo para quem liga pra lá. É uma corja de mentirosos também. Sugiro colocarmos faixas nas ruas denunciando isto, pois faixas não circulam na internet.

  24. Victor Martins - Perito em Informática

    Relatos como “usaram a foto da minha filha pra sites de pedofilia, clonaram meu cartão de crédito, invadiram minha conta pessoal de e-mail ou rede social, sequestraram meus dados digitais e criptografaram e a policia não faz NADA, ninguém me ajuda, nem delegacia pra crimes virtuais pode me ajudar”… Ao meu ver, um ambiente não regido por condutas, normas, regras e leis, se torna um ambiente inviável para operações pessoais e comerciais, necessitamos com urgência de melhorias no Código de Processo Civil e Penal para punir esses criminosos virtuais assim como é feito no mundo físico, afinal a internet é uma extensão distorcida dele.

  25. Antonio

    Quando li isso fiquei pensando, se ainda tiver um general ou coronel do tempo da ditadura ainda vivo, podem ter certeza que com tudo que está acontecendo no nosso país, inclusive esse absurdo de censurar a internet, eles estão pulando de gargalhadas isso eu não tenho duvidas.

  26. Rai

    Sempre o PMDB..Do lado do Collhor, Junto com Sarney, Itamar, Apioando FHC, preso como uma sanguessuga nas barbas do poder do PT. Até quando esse partido (resquício) dos coronéis de outrora estarão dando as cartas na política? Deviam ser erradidados do processo democrático, pois só causam atrasos ao país.

  27. Gustavo Monteiro

    . Acho que as pessoas não estão visualizando a real intenção do projeto de lei. Cunha busca atingir a esgotosfera petralha.
    . A maior produção de infâmias e desinformação na internet está a cargo da esquerda à serviço do PT e agregados. O senador Aécio Neves virou na internet uma mistura de playboy com traficante. Marina Silva quando encostou na Dilma virou alvo e não conseguiu se defender a contento.
    . Sendo assim, é melhor relegar esse projeto de lei à lata de lixo da história.
    . O problema do projeto é que ele é um tiro de canhão para matar uma barata petralha. Acaba atingindo a todos os brasileiros não detentores de mandato parlamentar, indistintamente. O efeito colateral é gigantesco pois o cidadão comum não está protegido pela blindagem da imunidade parlamentar.

  28. Vitor

    Poxa deveriam mudar o nome do projeto de lei para Ato Institucional.. Acho que seria bem coerente
    E como alguns comentários disseram, não é simplesmente se tornar anônimo na internet com uso de ferramentas, essa não é a questão. O furto de liberdade é que é o problema, restringir a possibilidade de criticar um político na internet é ridículo, já acaba com o pouco de democracia que conseguimos segurar em nossa pátria. E o que impede essa lei de criar um precedente para censura de quem falar mal de políticos ou que a intervenção em algum meio midiático seja plausível perante a e insatisfação do excelentíssimo representante do povo?
    A mente de muitos políticos seria um absurdo até para Freud.

  29. ronaldo santos

    Por um Brasil mais justo e digno!

  30. Faith

    ANDRE LUIS 30 de setembro de 2015 às 09:19 Uma idéia que já havia me ocorrido, um parlamento virtual, onde pudessemos eleger representantes, onde todos os participantes tivessem o dever de contribuir com trabalho voluntário e até contribuições singelas. Temos que levar isso aos juristas dos foros de oposição para reflexão e ação. Que todos os especialistas em tecnologia avançada e advogados que colocam do lado do Brasil examinem a proposta, que é sem dúvida muito boa. Beatriz Kicis do revoltado online é sua a palavra.

  31. ANDRE LUIS

    Iniciativas autoritárias como esta podem brotar aos montes facilmente. Já a mobilização popular para barrá-las tem um custo gigantesco, incalculável. É inviável mobilizar milhões toda vez que algo assim aparecer. Me pergunto sempre qual será o ponto de ruptura do encanto da representação política (o do monopólio do pensamento de esquerda, vale lembrar, já sumiu).
    Uma ajuda e tanto seria propor uma alternativa, mais eficiente e de menos custo. Por favor Geraldo, entre no site http://www.ethereum.org. Há ali uma plataforma de rede P2P utilizando tecnologia Blockchain, adaptável às mais variadas necessidades humanas, sobretudo às que necessitam controle fiel, transparente e em tempo real. Isso seria perfeito para substituir nossas suspeitíssimas eleições, ou mesmo propor um parlamento virtual, com toda uma classe política nova.
    Afinal de contas, se o mercado pôde substituir máquinas de escrever por PCs e envio de fax por e-mails, pode muito bem substituir uma plataforma de representação política por outra melhor, certo? Essa DEVE ser a nova fronteira da “destruição criativa”, que tanto progresso entregou nos últimos 200 anos. Já passou da hora dos Estados nacionais serem submetidos ao melhor escrutínio que já inventaram… O mercado.

  32. Paulo Brianez

    vi 4 projetos. São 5? quais são?
    PL 1.589/2015, é a deputada Soraya Alencar dos Santos, do PMDB do Rio de Janeiro
    PL 215/2015, do Deputado Hildo Rocha (PMDB/MA)
    PL 1676/2015, do Deputado Vital do Rego (PMDB/PB)
    PL 7881/2014, do Deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ)
    ?????

  33. Marcelo

    É uma corja, temos que dizer não a qualquer forma de CENSURA.

  34. Nessa Regina kochinski

    Eu não aceito está lei.pois não existem outras formas de desabafo. A Internet é o único lugar onde podemos nos expressar. Precisamos ser ouvidos e temos esse direito pois nós que colocamos todos os politicos em seus cargos, e é nós que pagamos os salários deles. Quer dizer eles já roubaram tudo o que tinha e muito mais..

  35. Marco Morais

    Essa lançada de sem futuro, devia. Está preocupado em projetos por uma administração dos recursos do país aos seus cidadãos.

  36. FAROFINO

    Logo que comecei a ler essa matéria, em vez de ficar espumando ódio, dei boas risadas, afinal esse Brasil é, e sempre foi um circo (com palhaços da pior qualidade). Ao ver a relação dos deputados que apresentaram projetos de lei iguais, parei de rir e fiquei indignado. O tal do infeliz deputado pelo Maranhão, o abestado que atende pela alcunha de hildo rocha. é um energúmeno, vital do rego um capacho do pt que na cpi da qual participou fez tudo que o seu mestre mandou: (lulalá na Papuda). A debilóide, imbecil, cretina da tal da soraya (infelizmente xará da minha adorada filha), em Macaé, de onde se diz que é, ninguém a conhece, confirmado por parentes que lá residem. Agora, o notório eduardo cunha, que antes de ser presidente da câmara, nunca tinha ouvido falar entra na mesma canoa furada, com motívos prá lá de obvios, já que está metido no escândalo do ptrolão. Qual o motivo de eu ter tido um ataque de riso ao começar a ler a notícia: simples: SEGUNDO O ARTIGO 5º DA CONSTITUIÇÃO É TOTALMENTE IMPOSSÍVEL UM PROJETO DE LEI DESSES PASSAR! QUEIRAM OU NÃO OS CORRUPTOS! Mas o motivo real da minha indignação é ver que com esse episódio, esses trastes do alto de “suas excrecências”, assumem cargos de tamanha relevância e importância para o país sem terem, em sua grande maioria o menor conhecimento da Constituição. É uma vergonha! Precisamos mesmo parar de reclamar e passar à ação o quanto antes. da minha parte faço o que posso, reclamo nas redes, participei das passeatas, gritei, reclamei, reinvindiquei e tudo o mais… mas o sentimento de que nada vai mudar é frustrante quando termina a manisfestação e a maioria, muitos com a família inteira, voltam para casa sorrindo e tranquilos achando que tudo no dia seguinte vai mudar, os corruptos serão presos, processados e que curtirão muitos e muitos anos de cadeia, ahhh…. ledo engano! Mas não é assim que a banda toca, infelizmente. Um parlamento incompetente, desonesto, mordomias assustadoras, salários estratosféricos, foro especial, impunidade, justiça lenta e cooptada e também um reduto com privilégios e salários dignos de marajás. Como se isso tudo não bastasse, são portadores de um poder anormal paar uma democracia que se respeite. Como pode esses sacripantas ainda quererem calar a rede com o famigerado marco civil da internet, o último bastião que a sociedade dispõe para denunciar, cobrar e exigir as mudanças mais que urgentes? A imprensa, com raras excessões como a Veja, é dependente das verbas dos governos federal, estadual e até municipal, e o caso, como dizia Aparício Torelli, o famoso Barão de Itararé: de onde menos se espera, é que não sai nada mesmo.

  37. nailton

    Políticos sem principios.Estamos no Estado democrático de Direito Senhores

  38. Josimar

    Como podem dizer aq aqui funciona a democracia? só de for a democracia da Venezuela, de Cuba , da Rússia, da China, etc,,,,,,,,

  39. Faith

    Essa sem noção está a serviço do PT tentando instalar a censura no país. As instituições brasileiras foram conspurcadas pelos quadrilheiro petistas, não há mais confiabilidade em nada. Para Soraya da política temos que acabar com as urnas eletronicas. Precisamos dum abaixo assinado urgente a favor do voto impresso. 93% dos brasileiros não podem abaixar a cabeça para a ditadura vermelha, abaixo assinado minha gente já, contra essas arapucas eletronicas que não nos deixa detetizar o Brasil dessa praga imunda e de seus seguidores.

  40. luiz fernando

    vai lavar roupa

  41. Rosa Maria

    BANDO DE DESOCUPADO PARA FAZER LEIS QUE BENEFICIA A ELES PARA ELES E SOMENTE A ELES ,PRESTAM EM VEZ DE TRABALHAR PARA O POVO EU FALO TRABALHAR MESMO HORAR OS GRANDES SALÁRIO QUE GANHAM SEUS LADRÕES SO PRESTAM PARA MENTIR ENGANAR ,O POVO E CLARO ENRIQUECER FICAREM MILHONARIO.

  42. Charlles

    É só usar o navegador Tor pra navegar na internet quando forem te rastrear, o IP é do Iraque, Noruega, EUA etc. Não cadastre seu celular verdadeiro no Twitter ou facebook, use um chip que não esteja em seu nome. Pode usar o nome verdadeiro mas mude o sobrenome.

  43. Everardo de Vasconcelos

    Isso é comunismo em alto grau. Um golpe violento na democracia.

  44. Mariana

    Éh quem sabe.. se no passado algumas pessoas tivessem pensado no futuro?
    Muitos prezam por outros paises com ensinos melhores, hospitais melhores, mas de que só reclamar? Um bom revolucionário age!! bora pra rua galera! Eu sou uma jovem de 15 anos, e sim me procupo com o meu pais!

  45. Adriano

    Pessoas, pessoas, as coisas no Brasil so mudarão através de Guerra Civil, ou porque será que o congresso aprovou desarmamento da população. O congresso faz o que quer e ninguém vai mudar porque não temos poder em mãos. Todos os dias notícias são postas nas nossas mesas, mas não existe mudança. Mudança virá com luta, guerra.

  46. Lauro Nogueira

    Deputada Soraya, não precisamos dessa sua iniciativa. Diga aí aos seus colegas políticos, que apenas sejam éticos, honestos e cumpridores de seus mandados, que eles só ouvirão elogios do povo brasileiros.

  47. Caetano Petry

    é fácil
    é só 50 milhões de Brasileiros baixarem o sarrafo compulsivamente nos safados como Cunha, Lula e toda a corja
    dai vai faltar lugar na cadeia visto que o espaço estará dominado por Petistas, PMDbistas, Traficantes, Estelionatários, Estupradores etc
    Com a falta de espaço não teremos problemas

  48. Mário Valentini Pinto

    Eu discordo de qualquer tipo de censura, a Deputada foi eleita numa eleição democrática, então está usou a democracia para atingir seu objetivo como quer ficar contra o sistema que a elegeu. Acho por bem fazer uma auto crítica antes de insistir nessa ideia pouco democrática, a maioria do povo não aceita nenhum tipo de censura e por certo vai protestar.

  49. jose odael silva

    Levou muito tempo para conseguirmos um meio realmente eficaz e de fácil acesso as informações, que também usamos pra expressar nossas criticas e opiniões, hoje a maior parte das informações e criticas na internet, e sobre ou a políticos, como esta e uma classe em que a maioria dos brasileiros não confia, dai a grande quantidade de criticas e ate ofensas mesmo devida a grande insatisfação,como os políticos no Brasil sempre si cercão de artifícios para esconder do publico suas trapassas (vide foro privilegiado) dai a necessidade de censurar a internet, e quanto a nos retrocedemo-nos as mordaças da época militar.

  50. martinho santafé

    A mencionada parlamentar não foi eleita por Macaé. Moro aqui há 34 anos, sou jornalista, e nunca ouvi falar dela. Peço a devida correção, por favor. Obrigado

    Martinho Santafé