Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nomeado por Crivella desfila machismo em redes sociais

Ricardo Amaral, o "rei da noite carioca", é membro do conselho de Turismo do Rio

Membro do recém-criado Conselho de Turismo do Rio de Janeiro anunciado pelo prefeito Marcelo Crivella (PRB), o empresário Ricardo Amaral ostenta em suas contas no Facebook e no Instagram uma coleção de postagens machistas. Conhecido como “rei da noite carioca” por sua atuação no ramo de boates, bares e clubes noturnos, Amaral une fotos de mulheres com pouca roupa a legendas de péssimo gosto. “A crise realmente está feia”, escreveu o empresário, por exemplo, acima de uma fotomontagem com duas jovens, em que uma delas anuncia em uma placa: “Promoção, pague uma coma duas”.

Divulgadas no blog Agora é que são elas, do jornal Folha de S. Paulo, e em perfis de adversários políticos, como o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), as postagens ofensivas de Ricardo Amaral são alvo de protestos nas redes sociais. “Crivella não é pastor?? Bispo sei lá o que?? Devia ter vergonha de indicar um tipo desse”, escreveu uma internauta. “Crivela chama pra sua equipe um cara que seria facilmente descartado numa seleção de emprego com uma rápida pesquisa no seu perfil do Facebook”, ironizou outro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. César Augusto

    O sujeito ser homem, hétero e ter bom humor agora é crime para a Veja. Só presta se for Bambi e engajada!

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    Eles querem a diversidade única e a liberdade de concordar com eles.

    Curtir

  3. Vitor Chvidchenko

    “Crivela chama pra sua equipe um cara que seria facilmente descartado numa seleção de emprego com uma rápida pesquisa no seu perfil do Facebook” – que idiotice! Quer dizer então que as empresas selecionam seus candidatos agora pelo seu perfil no Facebook, ao invés de sua competência profissional? Pois eu não trabalharia numa empresa que, ao fazer a seleção, fosse dar importância para o meu perfil no Facebook! A imbecilidade está realmente dominando o mundo. Dentro em breve, todos vão ter que ser politicamente corretos, senão serão marginalizados pela “sociedade bonitinha”. Haja paciência!!

    Curtir

  4. Artur Coelho

    Agora tudo é ofensivo, desde que seja contra mulher, homo ou pessoa de cor. Mas o contrário pode. Achei que era só a Época que estava uma porcaria.

    Curtir