Blogs e Colunistas

07/03/2012

às 20:21 \ Cinema

W. E. – O Romance do Século

Isabela Boscov fala sobre o segundo longa dirigido pela cantora Madonna. Aqui, ela entrelaça duas historias, a do rei Edward VIII, que se apaixonou por uma divorciada americana e abdicou do trono por ela, e a de uma socialite de Nova York, infeliz no casamento. Com: James D’Arcy, Andrea Riseborough, Abbie Cornish e Oscar Isaac.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

17 Comentários

  1. Mi

    -

    29/03/2012 às 17:59

    Sim Isabela, a Madonna floreou a história e sabe-se lá porque não enfocou a relação do casal inglês com os nazistas…Identificação, romantismo de admirar alguém que largou tudo pela mulher amada, tudo isso existe no filme, mas concordo com E.Nigma, se apesar disso tudo a trama foi bem contada, então valeu! E foi! Contada ao seu jeito, mas muito bem contada, com cenas belíssimas e direção primorosa, caprichosa e atenta a detalhes dignos de diretores extremamente experientes! Cenas como a da lágrima que escorre do olho de Wallis e como a dos guarda-cuvas se amontoando, considero impressionantes e de uma sensibilidade ímpar! E taí, gostei do filme! Parabéns Madonna por mais esse trabalho brilhante! Para mim você é e sempre será uma rainha.

  2. fernando henrique antony

    -

    29/03/2012 às 0:28

    um filme interesante , pra quem achou uma porcaria eu digo ,o pior filme foi ides of march

  3. Antonio Alves de Moura

    -

    24/03/2012 às 13:24

    Tratando-se de quem se trata, o filme nao poderia ser diferente. O titulo deveria ser I e nào W.E.

  4. Karla

    -

    22/03/2012 às 19:06

    Nunca fiz comentários, mas desta vez não resisti, leio esta coluna pois sempre vejo uma opnião fundamentada e franca, mas desta vez foi tudo isso e bem humorada! D+

  5. Carol

    -

    18/03/2012 às 21:51

    Adoro críticos, eles detonam mesmo. “Prefiro Shrek”. Hahahahahaha. Boa essa!

  6. MYRIAN

    -

    17/03/2012 às 18:09

    UM FILME TÃO BEM FEITO! E UMA CRÍTICA TÃO DEBOCHADA! SE MADONNA TIVESSE ADOTADO UM PSEUDÔNIMO NÃO TERIA RECEBIDO CRÍTICAS TÃO SEVERAS! ATÉ PARECE QUE FILMES BASEADOS EM HISTÓRIAS REAIS NÃO TÊM LICENÇA PARA ADOTAR UMA OU OUTRA VERSÃO DA HISTÓRIA!!

  7. Eliane Lordello

    -

    16/03/2012 às 18:09

    É verdade, Isabela,

    O roteiro e a direção das duas histórias são fracos demais, nem chegam a formar uma meia-história.

    O único mérito, a meu ver, é a transferência, para a estética do filme, daquilo em que Madonna é um luxo: a fotografia, a música e o figurino, que são mesmo impecáveis.

    Bom final de semana, beijo.
    Eliane

  8. Adones Almeida

    -

    14/03/2012 às 10:21

    “Prefiro Shrek!” KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Você superou-se Isabela… O pior: é verdade…

  9. Pedro Luiz

    -

    10/03/2012 às 12:35

    Muito boa a crítica, direta e com muito humor. Tem filmes que eu sei que não vou assistir, mas queria que alguém me contasse o rumo da coisa. Esse é o caso.

  10. E. Nigma

    -

    10/03/2012 às 10:26

    entendo o seu ponto de vista, tambem não acho honesta a atitude da madonna em florear em demasia fatos historicos e tambem forçar a barra em construir um romance historico interligado com um contemporaneo com ideias forçadas. contudo ficou vaga sua opinião se a estória é boa ou não mesmo com estas falhas propositais, se apesar de tudo a trama foi bem contada, de resto parabens pelo seu trabalho.

  11. Jeferson

    -

    09/03/2012 às 21:12

    UOU !

    Isabela SUPER se superou nessa crítica.
    Já estava indo bem, mas o desfecho com “Shrek” foi matador…

  12. Michel

    -

    09/03/2012 às 19:37

    Que bela porcaria de filme com toda certeza.

  13. Josimar

    -

    09/03/2012 às 17:30

    Adoro o sarcasmo em algumas das críticas da Isabela! Nesse filme da Madonna, então… Sarcasmo em doses cavalares!! hahahaha

  14. Edwin

    -

    09/03/2012 às 11:04

    Precisa ser SUPER tão debochada? Faça melhor, gata! ;)

  15. Júlio Gouvêa

    -

    08/03/2012 às 20:44

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…”Prefiro Shrek” foi de uma crueldade única! Adorei a crítica!

  16. I.B.

    -

    08/03/2012 às 8:51

    “Super ótima” essa crítica da Luana Piovani.

  17. Junior

    -

    07/03/2012 às 23:51

    uai, kd a crítica de Drive que estava aqui e depois sumiu?

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados