Blogs e Colunistas

prazo

02/05/2012

às 8:36 \ IR 2012, Outros temas

Declarações atrasadas podem ser feitas a partir de hoje

A partir desta quarta-feira já é possível fazer a declaração atrasada do imposto de renda. Para aqueles que perderam o prazo de entrega, que se encerrou na noite do último dia 30 de abril, será necessário baixar na página da Receita o programa para fazer a declaração.

Após baixar e instalar o programa, o contribuinte já estará apto a realizar a declaração. Após o término do preenchimento dos dados, o contribuinte receberá, por meio do próprio programa, a notificação da multa, que pode ser salva e deve ser impressa.

A multa mínima para todos os contribuintes retardatários é de 165,74 reais. Além do valor mínimo obrigatório para todos os que não declararam, há ainda multa de 1% ao mês sobre o total do imposto devido.

O prazo para o pagamento da multa é de 45 dias, contados a partir da entrega da declaração. A quitação da multa pode ser feita em qualquer agência bancária, mesmo naquelas onde o contribuinte não possuir conta. Se a multa não for paga até o vencimento, haverá incidência de juros com base na taxa Selic.

Se o contribuinte tiver direito à restituição e a multa não for paga no prazo estabelecido, seu valor será deduzido da restituição – juntamente com os respectivos juros.

Restituição – De acordo com a Receita Federal, serão sete lotes de restituição até o final do ano. O primeiro lote será liberado no dia 15 de junho. Os seis outros serão disponibilizados todo dia 15 de cada mês, até dezembro. Caso o dia 15 caia em feriado (como em novembro) ou em dia de final semana, os lotes serão liberados no próximo primeiro dia útil. Contribuintes idosos – com mais de 60 anos – e as pessoas que entregaram primeiro suas declarações têm prioridade na ordem da restituição.

Dúvidas – Em sua página na internet, a Receita Federal mantém uma lista de perguntas e respostas das dúvidas mais frequentes.

Manual – O Centro de Orientação Fiscal (Cenofisco), parceiro do site de VEJA no blog IR 2012, disponibilizou um manual para auxiliar no preenchimento da declaração. O material, com 68 páginas, aborda detalhadamente os principais pontos da declaração.

01/05/2012

às 7:17 \ IR 2012, Outros temas

Perdeu o prazo do IR? Saiba como proceder

Quem perdeu o prazo para a entrega do imposto de renda, que se encerrou ontem, tem agora a obrigação de fazer a declaração retificadora junto à Receita Federal. Há também a necessidade de pagamento de multa mínima de 165,74 reais para regularizar a situação. Além do valor mínimo obrigatório para todos os contribuintes que não declararam, há ainda multa de 1% ao mês sobre o total do imposto devido.

Regularização – Hoje ainda não é possível fazer a declaração retificadora por causa do feriado de Primeiro de Maio. Mas neste ano, diferentemente dos anteriores, é possível fazer essa operação com o mesmo programa da declaração, disponibilizado na página da Receita. O programa já está apto para o cálculo da multa de quem entregou com atraso.

Após baixar e instalar o novo programa, o contribuinte já estará apto a realizar a declaração retificadora. Terminada a retificação, o contribuinte receberá, através do próprio programa de envio de dados, a notificação da multa, que pode ser salva e deve ser impressa.

O prazo para o pagamento da multa é de 45 dias, contados a partir da entrega da retificação. A quitação da multa pode ser feita em qualquer agência bancária, mesmo naquelas onde o cliente não possui conta. Se a multa não for paga até o vencimento, haverá incidência de juros com base na taxa Selic.

Se o contribuinte tiver direito à restituição e a multa não for paga no prazo estabelecido, seu valor será deduzido da restituição – juntamente com os respectivos juros.

Restituição – De acordo com a Receita Federal, serão sete lotes de restituição até o final do ano. O primeiro lote será liberado no dia 15 de junho. Os seis outros serão disponibilizados todo dia 15 de cada mês, até dezembro. Caso o dia 15 caia em feriado (como em novembro) ou em dia de final semana, os lotes serão liberados no próximo primeiro dia útil. Contribuintes idosos – com mais de 60 anos – e as pessoas que entregaram primeiro suas declarações têm prioridade na ordem da restituição.

Dúvidas – Em sua página na internet, a Receita Federal mantém uma lista de perguntas e respostas das dúvidas mais frequentes.

Manual – O Centro de Orientação Fiscal (Cenofisco), parceiro do site de VEJA no blog IR 2012,disponibilizou um manual para auxiliar no preenchimento da declaração. O material, com 68 páginas, aborda detalhadamente os principais pontos da declaração.

30/04/2012

às 7:32 \ IR 2012, Outros temas

Prazo para entrega do IR se encerra hoje

Hoje é o último dia para a entrega da declaração de imposto de renda. O prazo da Receita se encerra precisamente às 23 horas e 59 minutos.  Especialistas consultados por VEJA.com dizem, no entanto, que ainda dá tempo e ensinam como preencher o formulário com tranquilidade para não cometer erros.

O mais importante agora é não deixar para as últimas horas do dia.  “Quase todos os anos temos congestionamento do sistema da Receita Federal”, diz o contabilista Shizuo Kuzuyabu, que há 20 anos trabalha com imposto de renda na KLG Consultoria. O ideal é evitar a entrega da declaração após as 18 horas, quando geralmente o volume de envios é maior.

O supervisor nacional de imposto de renda, Joaquim Adir, afirma que a Receita Federal está bem preparada para evitar quedas e outros problemas com o sistema. E ressalta que há profissionais de prontidão para resolver as eventuais falhas técnicas. “Dependendo da quantidade de declarações simultaneamente enviadas, deve ocorrer lentidão para completar o processo”, diz Eliana Lopes, coordenadora de imposto de renda da empresa de contabilidade H&R Block.

“Se o envio for interrompido e a pessoa não conseguir completar a transmissão dos dados na primeira tentativa, não é preciso desespero. Basta tentar novamente”, completa Eliana. A especialista ainda explica que é impossível enviar a mesma declaração duas vezes. Uma vez transmitida, fica registrado nos computadores da receita e no computador do contribuinte.

Documentos – Para fazer a declaração é imprescindível ter em mãos os informes de rendimentos das fontes pagadoras e das instituições bancárias em que o contribuinte for cliente. Para aqueles que prestaram contas o ano passado, é preciso ter também o número de protocolo de entrega da declaração de 2011.

Os documentos de compra e venda de bens, comprovantes de gastos escolares, médicos e com previdência privada também devem estar à mão. Para os profissionais liberais, o livro-caixa é outro documento fundamental para fazer a declaração.

Malha fina – A cada ano a Receita Federal vem aprimorando seus sistemas de dados, o que consequentemente está levando mais contribuintes para a malha fina. Hoje, além das declarações de imposto de renda de pessoas físicas e jurídicas, a Receita dispõe de sistemas de prestação de contas obrigatórios. Como todos os dados são passíveis de serem cruzados, aumentam as formas de controle e diminuem as possibilidades de se burlar o leão.

Por exemplo, um contribuinte corre sério risco de cair na malha fina se declarar movimentação bancária e investimentos diferentes dos dados apresentados pelo seu próprio banco à Receita. Por isso, o correto preenchimento dos dados oferecidos por fontes pagadoras e demonstrativos financeiros é muito importante para prevenir desagradáveis surpresas. A declaração incorreta ou mesmo feita propositalmente com má fé, numa tentativa de enganar o Leão, quando cai na malha fina, é passível de retificação e até multas.

Dúvidas – Em sua página na internet, a Receita Federal mantém uma lista de perguntas e respostas das dúvidas mais frequentes.

Manual – O Centro de Orientação Fiscal (Cenofisco), parceiro do site de VEJA no blog IR 2012, disponibilizou um manual para auxiliar no preenchimento da declaração. O material, com 68 páginas, aborda detalhadamente os principais pontos da declaração.

27/04/2012

às 7:02 \ IR 2012, Outros temas

Declaração do IR entra na reta final

O prazo para os contribuintes prestarem contas ao leão está se esgotando. A Receita irá receber as declarações até às 23h59 da próxima segunda-feira, dia 30 de abril. Portanto, este será o último final de semana antes do encerramento da data limite.

Para Joaquim Adir, supervisor nacional de imposto de renda da Receita Federal, o feriado de primeiro de maio deve influenciar na dinâmica do envio dos dados. “Ninguém quer passar o feriadão declarando imposto de renda. Trabalhamos com a expectativa de recebermos a maior parte das declarações restantes na sexta-feira [hoje]”, disse ele.

Quem deixou para a última hora também corre um risco comum. A pressa no preenchimento dos dados costuma comprometer a precisão de algumas informações, por isso é preciso atenção para não cair na malha fina e ser obrigado a fazer uma declaração retificadora.

Os erros mais frequentes, segundo Eliana Lopes, coordenadora de imposto de renda da empresa de contabilidade H&R Block, acontecem na digitação dos valores nas fichas do programa da Receita. “O cuidado maior deve ser com o preenchimento de números, especialmente com as casas decimais e vírgulas. Uma vírgula mal colocada pode modificar um valor importe”, explica Eliana. A orientação da especialista é revisar atentamente os dados antes de fechar e enviar a declaração à Receita.

Outro equívoco comum é o esquecimento da declaração de certas despesas. O lapso pode ter consequências diretas no bolso dos contribuintes. Por exemplo, se uma pessoa paga plano de saúde e não declara seu gasto, o valor do imposto a pagar pode ser maior. E, caso o contribuinte tenha direito à restituição, o esquecimento da comprovação de certos gastos pode também baixar valor a receber.

Balanço  Segundo o último balanço da Receia Federal, mais de 16 milhões de pessoas já enviaram suas declarações de imposto de renda. A expectativa é de que, ao menos, outros 9 milhões enviem até o dia 30.

Dúvidas – Para ajudar os contribuintes, a Receita Federal mantém em sua página na internet uma lista de perguntas e respostas das dúvidas mais frequentes encontradas durante a declaração.

Manual – O Centro de Orientação Fiscal (Cenofisco), parceiro do site de VEJA no blog IR 2012, disponibilizou um manual para auxiliar no preenchimento dos dados no programa da declaração.

O material, com 68 páginas, aborda detalhadamente os principais pontos da declaração. Sebastião Guedes, consultor do Cenofisco, explica que “o manual foi elaborado com dados da Receita Federal e revisado pela nossa equipe”.

Além dos itens mais conhecidos e populares da declaração, o manual traz, por exemplo, a tabela oficial de conversão para reais de ganhos obtidos em dólar americano; orientações de declarações para regimes de casamentos em comunhão total ou parcial de bens; dentre outros exemplos de preenchimentos de dados.

06/03/2012

às 15:37 \ IR 2012, Restituição

Receita libera calendário de restituições

A Receita Federal divulgou nesta terça-feira a programação de pagamento das restituições do imposto de renda. Os sete lotes serão liberados entre os dias 15 de junho e 17 de dezembro.

De acordo com instrução normativa da Receita, quem entregar a declaração via internet terá prioridade no recebimento da restituição, seguido dos que declararem em disquete.

Além da prioridade dada aos meios eletrônicos, a restituição também segue a ordem de entrega, ou seja, quanto antes o contribuinte declarar, mais cedo ele terá a restituição em sua conta corrente.

A expectativa é que 25 milhões pessoas façam a declaração do imposto de renda 2012 até a data limite, em 30 de abril. Segundo o comunicado da Receita, até às 11h desta terça-feira 818.705 contribuintes já tinham entregado seus dados ao fisco.

Calendário de restituições
1º Lote – 15 de junho
2º Lote – 16 de julho
3º Lote – 15 de agosto
4º Lote – 17 de setembro
5º Lote – 15 de outubro
6º Lote – 16 de novembro
7º Lote – 17 de dezembro

22/02/2012

às 22:10 \ Informações básicas, IR 2012

Informações básicas IR 2012: Multa

Se a entrega da declaração ocorrer fora do prazo, a Receita multará o contribuinte em 1% sobre o total do imposto devido para cada mês de atraso. O valor mínimo, para casos de 1 a 29 dias de atraso, é de 165,74 reais; e o máximo é de 20% do imposto devido. A multa será cobrada mesmo que o valor do imposto devido tenha sido integralmente pago.

22/02/2012

às 22:05 \ Informações básicas, IR 2012

Informações básicas IR 2012: Prazo

A declaração de imposto de renda deve ser entregue entre 1º de março e 30 de abril de 2012, até as 23h59.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados