Blogs e Colunistas

13/04/2011

às 7:12 \ IR 2011, Pagamentos e doações

Pagamentos e doações

Claudio R. – O plano de saúde de minha mãe foi descontado mensalmente de minha folha de pagamento ao longo de todo o ano passado. Ela, contudo, não é minha dependente. Posso lançar o valor como doação? Ela pode lançar o valor recebido e o pagamento do plano na declaração dela?

Na hipótese de apresentação de declaração em separado, são dedutíveis as despesas com instrução médica ou com plano de saúde referentes ao tratamento do declarante e de dependentes incluídos na declaração cujo ônus financeiro tenha sido suportado por um terceiro, se este for integrante da família. Não há, neste caso, necessidade de comprovação do ônus. Entretanto, se o terceiro não for da família, há de se comprovar a transferência de recursos para este de alguém que faça parte da entidade familiar.

Marcelo C. – Faço a declaração de toda a minha família e estou em dúvida com o seguinte cenário que temos para este ano. Meu irmão vendeu um apartamento no ano passado e usou o dinheiro para comprar uma casa no mesmo mês. Contudo, para completar o valor de compra da casa, minha mãe lhe doou 30 mil reais. Como faço para declarar o imposto de renda da minha mãe e meu irmão para esse caso? Para minha mãe, teria de colocar o valor de 30 mil reais no item ‘Pagamentos e Doações’, informando os dados do meu irmão? No caso de meu irmão, onde devo preencher esse valor? Quais campos terei de preencher para informar essa operação de venda e compra de imóvel?

Como ocorreu venda de bem sujeito a lucro, você deverá preencher o programa GCAP – programa para apuração de ganho de capital disponibilizado pela Receita no site: http://www.receita.fazenda.gov.br. O valor tem de ser importado à declaração do seu irmão. Já a doação feita por sua mãe entra como rendimento isento na declaração dele. Na declaração dela , a quantia entra como doações e pagamentos efetuados.

Suzy L. – Estou tentando incluir meu ex-marido como ‘alimentando’ no campo ‘Pagamentos e Doações’, pois, por decisão judicial, sou obrigada a pagar o plano de saúde dele. Quando coloco o nome dele e dou um ‘enter’, nada fica registrado. Quando verifico as pendências, o programa realmente acusa a falta do ‘alimentando’ e solicita seu nome. Já tentei inclui-lo diversas vezes, mas o programa não aceita. Eu poderia simplesmente não colocar o nome do alimentando? Se tiver problema, como proceder?

Você deve informar o nome e CPF dele no campo “alimentandos” e depois preencher o campo “pagamentos e doações efetuados”.

Eneas S. – Pago pensão alimentícia a meus filhos e despesas médicas. Na empresa onde trabalho, os descontos mensais da pensão e, conseqüentemente, o recibo anual saem em nome da mãe deles (minha ex-esposa). Ao fazer minha declaração anual de Imposto de Renda, não posso colocar meus filhos como dependentes, mas sim como alimentnados.

Ao preencher o quadro de “Pagamentos e Doações Efetuados” no item 30 “Pensão alimentícia judicial paga a residente no Brasil”, o recibo que tenho está em nome da mãe dos meus filhos. Pergunto:

1ª – Coloco o valor total em nome de um filho?

2º – Divido o valor total por dois e coloco nos nomes dos meus dois filhos?

3º – Coloco no nome da minha ex esposa (nome que está no recibo)?

Você deverá informar os nomes  e CPF’s dos alimentandos (seus filhos).

Jorge L. – Meu pai faleceu no ano passado. Como faço para declarar as despesas com o funeral?

Você só está obrigado a declarar os “Pagamentos e Doações Realizados” que constam da lista de codificação realizados a pessoas físicas e pessoas jurídicas quando a despesa for dedutível. Este não é o caso dos gastos com funeral.

Renata J. – Posso deduzir os pagamentos feitos para assistente social, massagista e enfermeiro?

As despesas com esses profissionais só são dedutíveis se por motivo de internação do contribuinte ou de seus dependentes e quando integram a fatura emitida pelo estabelecimento hospitalar.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

23 Comentários

  1. thauane pereira da silva

    -

    29/04/2012 às 12:25

    eu quero pedi ajuda para a minha mae obrigado

  2. Ana Rosa

    -

    28/04/2012 às 15:57

    Boa Tarde!
    No comprovante de rendimentos pagos tenho item 07 informações complementares nele está despesas medicas com valor onde lanço esse valor?

  3. marisa braz paes

    -

    26/04/2012 às 22:32

    Olá! Não entendi se devo colocar o mesmo valor pago ao dentista na parcela não dedutiva ou deixa-la en branco. pode me ajudar?

  4. Nilson Lopes Pinto

    -

    24/04/2012 às 13:26

    Bom dia, cai na malha fina ano passado, paguei mais de R$ 3.000,00. Minha duvida, onde eu declaro esse valor pago? Posso restitui-lo?

  5. CLAUDETE SUZANA PADILHA DA SILVA

    -

    23/04/2012 às 12:20

    Complementando a pergunta anterior.

    Esqueci de descrever que, com meu marido falecido tive despesas com funerária, cemitério, cremação e ainda não recebi auxílio funeral sob alegação de que ele faleceu no dia 15 do mês. Obrigada. Desculpe ter que complementar.

  6. CLAUDETE SUZANA PADILHA DA SILVA

    -

    23/04/2012 às 12:09

    Olá!
    Meu marido faleceu, era funcionário público/RS, isento de declaração, pois portador de doença terminal. Sou pensionista dele. Onde declaro?
    Tive despesas com médico, fisioterapia, farmácia e medicamentos para ele.
    Minha filha tinha 32anos e faleceu. Deixou comigo uma neta com 12anos, não tem pai na certidão de nascimento. Com minha filha tive despesas com médicos, fisioterapia, remédios, funeral e cemitério. Ela não tinha renda. Posso declarar a neta como dependente. Quanto a filha, posso declarar as despesas com farmácia e tudo o mais já descrito?
    Aguardo resposta.

    Obrigada
    Suzana Padilha

  7. Luiza

    -

    22/04/2012 às 21:04

    Ola, meu marido faleceu ano passado, agora recebo pensão alimentícias, onde declaro esse valor que recebo mensalmente?

  8. Vania

    -

    22/04/2012 às 13:37

    Fiz tratamento dentário mas não tenho o CPF do profissional, tenho o CRO, posso declarar isso?

  9. Dirce Lucia Marschall

    -

    15/04/2012 às 17:47

    Oi, sou dependente do plano de saúde do meu marido. Entretanto, não sou dependente na sua declaração, pois declarado em separado. Sei que ele não pode declarar as minhas despesas, mesmo que tenha pago no seu plano.
    Os valores gastos comigo aparecem em separado no comprovante do plano de saúde. Assim, declarei estas despesas do plano de saúde e médicas na minha declaração e não na dele.
    1 – Posso fazer isso?
    2 – Tenho que dar entrada e saída desse valor na declaração dele? Onde?
    3 – Tenho que informar como entrada e depois como despesa na minha declaração?
    4 – Ou simplesmente não informo nada na declaração dele e informo a deduçao nos pagamentos da minha?
    5 – Como devo proceder? Por favor, explique de forma simples e informe em quais fichas da declaração devo lançar os valores. Obrigada!

  10. jonatan vieira

    -

    04/04/2012 às 16:53

    Posso colocar como dependente minha mãe, pois ela recebe bolsa familia do governo e esta bolsa familia não ajuda muito a ela se manter. Sendo necessário minha ajuda financeira todo mês.

  11. Nilson

    -

    25/03/2012 às 15:02

    No comprovante de rendimentos fornecido pela empresa,no campo 7 – (informações complementares) vem especificando o prestador de serviço, no meu caso odontoprev e Bradesco Saúde e nº do cnpj.
    Na hora de fazer a declaração o programa irpf 2012 não disponibiliza o campo para inserir o cnpj e sim o cpf do profissional prestador de serviço.como fazer neste caso, sendo que sem colocar o cpf dá erro que impede o envio da declaração?

  12. adao

    -

    14/03/2012 às 11:29

    minha mãe faleceu no ano passado posso declarar despesa com funeral dela

  13. MARCOS DE PAULA

    -

    12/03/2012 às 9:26

    PAGO PENSÃO ALIMENTENCIA PARA MEUS FILHOS, POREM PAGO EM DINHEIRO TODO MES. TENHO DIVORCIO HOMOLGOADO. A MÃE NÃO TEM DIREITO. COMO LANÇAR ESTES VALORES NO IMPOSTO DE RENDA E SE FOR NECESSÁRIO A COMPROVAÇÃO COMO FAZER? TENHO QUE FAZER A DECLARAÇÃO DE RENDA DOS FILHOS COLOCANDO OS VALORES RECEBIDOS(PAGOS POR MIM)?

  14. cleonice cunha de souza donza

    -

    05/03/2012 às 11:53

    Pago MED CURSO (curso preparatorio p/residencia) mensalmente ao meu filho vlr 638,00, eh estudante de medicina rede publica,posso abater essa despesa no IR?

  15. León Confúcio de Souza

    -

    02/03/2012 às 16:02

    Pago plano de saúde, meu e da alimentanda, incluindo o percentual do custeio de despesas médicas que o plano não paga integralmente. Assim procedo em virtude de separação homologada judicialmente. Não posso deduzir despesas relativas à alimentanda? A decisão judicial vale, ou não?

  16. jailma

    -

    15/07/2011 às 17:16

    to mim separando do meu esposo, vou pagar a parte que cabe a ele no imovel em que moramos, preciso de um modelo de recibo para essa situação

  17. MARLUS

    -

    24/04/2011 às 9:54

    Nunca declarei imposto de renda, ocorre que precisei fazer um decore de tres meses, no valor de R$ 1.500,00, efetuando o pagamento do DARF (R$ 10,00 por cada mês) para aquisição de um imóvel financiado, vou precisar declarar?
    Meu pai me deu R$ 22.500,00 de um carro que vendeu. Peguei este dinheiro e comprei um outro carro em meu nome, no mesmo valor, vou precisar declarar?

  18. Julian Harter

    -

    20/04/2011 às 12:34

    Prezados,

    Gostaria de uma ajuda de vocês, tenho uma dúvida sobre a declaração do imposto de renda.

    Em 2010 eu estagiava e ganhava em média R$ 900,00, até então não precisava declarar imposto de renda, mas eu comecei a investir em ações no meio de ano de 2010 e agora sou obrigado a declarar.

    Como eu declaro bolsa em estágio no irpf 2011, qual campo utilizo?
    Eu pesquisei e preciso ter da empresa em que estagiava um comprovante, nele segundo fiquei sabendo viria os impostos retidos na fonte pagos pela empresa, mas acho que isso quando o valor do estágio supera um valor em lei e acredito que minha bolsa estava abaixo disso. Segundo a empresa em que estagiava, me informou que vai me dar uma declaração dizendo que estagiei lá, mas não vai especificar nada pq não tive vínculo empregatício (CLT).

    Como devo proceder?

    Muito obrigado pela ajuda.

    Atenciosamente,

    Julian Harter

  19. Carol

    -

    14/04/2011 às 23:43

    Se os valores recebidos durante os meses do ano de 2010 foram superiores a R$ 1.499,15, como calcular o imposto de renda devido?

  20. MARIA AP. AZEVEDO

    -

    13/04/2011 às 19:22

    minha mãe tem 3 filhas e nos deu sempre tudo igualmente, pois ela emprestou a cada filha, mais de 300.000,00,para pagarmos como pudermos.
    a questão aqui é como irei declarar no IRPF, terei que pagar ao fisco?
    se tiver, vcs saberiam qt ficaria mais ou menos, pois eu não recebo pensão nenhuma, renunciei a do meu marido, tive cancer e estou desempregada, a casa q tenho é herança do meu pai, sou desempregada e minhas 2 filhas é q ajudam na despesa da casa. é a 1x que minha mãe ajuda.

  21. Ciro

    -

    13/04/2011 às 9:41

    Minha esposa recebe pensão da filha (dependente dela) do ex-marido. Houve variação nos valores recebidos. Alguns meses foi de 1 salário minimo e outros meses foi meio salário . Onde ela deve declarar a pensão?Isentos e não tributáveis ou Tributáveis recebidos de pessoas físicas?

  22. Ciro

    -

    13/04/2011 às 9:36

    Qual a diferença entre alimentando e dependente?

  23. Carlucio

    -

    13/04/2011 às 9:35

    Tenho um CNPJ em meu nome e não tive rendimentos no ano passado, fiquei vivendo de bicos, gostaria de saber se tenho que declarar? Pois este CNPJ está inativo a vários anos.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados