Blogs e Colunistas

19/02/2010

às 15:51 \

Informações Básicas IR 2011

Prazos

A declaração de imposto de renda deve ser entregue entre 1º de março e 29 de abril de 2011, até as 23h59min59s.

Quem é obrigado a declarar

Estão obrigados a apresentar a ‘Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda’:

a) os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a 22 487,25 reais;

b) aqueles que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a 40 mil reais;

c) quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na venda de bens ou direitos – sujeito à incidência do imposto – ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

d) os contribuintes do setor rural que obtiveram receita bruta superior a 112 436,25 reais; ou que pretendem compensar prejuízos de 2010 ou anos anteriores;

e) quem contabilizou, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, em valor total superior a 300 mil reais;

f) aquelas pessoas que passaram à condição de residentes no Brasil no ano passado; ou

g) aqueles contribuintes que optaram pela isenção do IR sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, cujo valor será aplicado na aquisição de outro(s) imóvel(is) em 180 dias contados a partir da celebração do contrato de venda. 

Como entregar a declaração

O contribuinte pode entregar sua declaração de duas formas. A mais comum é através da Internet por meio dos programas IRPF 2011 (usado para preencher e gerar a declaração) e Receitanet (para transmissão da declaração aos servidores da Receita Federal). Os ‘softwares’ podem ser baixados gratuitamente no site da Receita, no http://www.receita.fazenda.gov.br.

Ao realizar a declaração pelo programa IRPF 2011, o contribuinte pode ainda, se preferir, salvá-la em disquete, e entregá-la nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, durante o expediente bancário.

Principais mudanças

• O piso de obrigatoriedade para entrega da declaração do imposto de renda passa a 22 487,25 reais neste ano, contra 17 215,08 do ano passado.

• Neste ano, a Receita Federal não aceitará mais o formulário de papel para declaração do IR. Os contribuintes só poderão lançar mão do envio de informações via internet ou por meio de disquetes – que terão de ser entregues nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal

• O governo passa aceitar a inclusão de parceiros do mesmo sexo, desde que a união seja estável, para declaração de dependentes

• Em 2010, o IR sobre aposentadorias, pensões e rendimentos acumulados, que deveria ter sido pago no passado, era cobrado sobre o total de uma só vez. A partir deste ano, o tributo será calculado sobre o valor diluído em vários meses.

Multa

Se a entrega da declaração ocorrer fora do prazo, a Receita multará o contribuinte em 1% sobre o total do imposto devido para cada mês de atraso (ou fração do atraso). A multa será cobrada mesmo que o valor tenha sido integralmente pago. O valor mínimo é de 165,74 reais e máximo de 20% do imposto devido.

Malha fina

O que é?

A “malha fina” da Receita Federal é, na verdade, um parâmetro eletrônico aplicado ao processamento das declarações dos contribuintes. Um exemplo: por meio de seu programa de leitura de dados, a Receita compara o total de rendimentos isentos de tributação com o total de rendimentos tributáveis de todos os contribuintes: se o primeiro ultrapassar determinado porcentual do segundo, a declaração do contribuinte é retida em “malha”. Em outras palavras, será encaminhada para análise manual por parte da fiscalização da Receita Federal. Isso pode resultar em intimação do contribuinte para prestar esclarecimentos e retardar a devolução, caso haja imposto a restituir.

O que fazer para evitá-la?

Seguir as instruções de preenchimento da declaração e atentar para os avisos de inconsistências gerados pelo próprio programa IRPF 2011. É preciso ainda estar seguro que a fonte pagadora informou corretamente à Receita o rendimento e o imposto de renda retido na fonte. Havendo situações que fogem à rotina, como ganhos em ações judiciais e em negócios com bens e direitos, é recomendável, em caso de dúvida, a leitura atenta das instruções do “Perguntas e Respostas” divulgado anualmente pela Receita Federal, bem como a consulta a profissionais especializados.

Como declarar

• DEPENDENTES

Quem pode ser declarado como dependente pelo contribuinte

– cônjuge (inclusive parceiro do mesmo sexo, desde que comprovada a união estável);

– companheiro de união de mais de cinco anos ou com quem o contribuinte tem filho;

– filho ou enteado de até 21 anos;

– filho ou enteado de até 24 anos, desde que curse universidade ou escola técnica;

– filho ou enteado de qualquer idade, quando incapacitado física e/ou mentalmente ao trabalho;

– irmão, neto ou bisneto de até 21 anos cuja guarda judicial é do contribuinte;

– irmão, neto ou bisneto de até 24 anos cuja guarda judicial é do contribuinte, desde que curse universidade ou escola técnica;

– irmão, neto ou bisneto de qualquer idade cuja guarda judicial é do contribuinte, quando incapacitado física e/ou mentalmente ao trabalho;

– pais, avós e bisavós que em 2008 tenham recebido rendimentos de até 1.655,88 reais;

– menor pobre de até 21 anos cuja guarda judicial é do contribuinte;

– pessoa absolutamente incapaz e da qual o contribuinte seja tutor ou curador;

• BENS (compra e venda)

É preciso declarar bens, como imóvel e carro, que não tenham sido adquiridos em 2010?

Sim. Se os bens e direitos eram de sua propriedade em 31 de dezembro de 2010, ainda que tenham sido adquiridos anteriormente ou vendidos em 2011, devem constar da Declaração de Bens e Direitos.

Como atualizar o valor dos bens?

Desde 1996, não há mais atualização monetária dos bens e direitos. Os valores a partir de então foram “congelados”. Se os dados foram anteriores àquele ano, o contribuinte deve buscar a atualização por meio de tabela disponível no site da Receita.

Em caso de compra e venda de imóveis como devo proceder e como se dá a incidência do imposto?

Em caso de compra, basta declarar todos os dados relativos à propriedade adquirida na área dedicada a bens e direitos.

No caso de venda, o princípio geral é simples. O imposto a ser pago, se houver, incidirá sobre a diferença entre o valor da venda do imóvel e o valor registrado na declaração do ano passado. Porém, o contribuinte ficará isento de pagamento nas seguintes situações:

– se o valor da operação atingir no máximo 35 000 reais por mês;

– se o valor de venda do imóvel atingir no máximo 440 000 reais, o imóvel for a única propriedade do contribuinte e este não tiver realizado outras operações de venda nos últimos cinco anos;

– se o imóvel for residencial e todo o valor obtido com a venda for empregado na compra de outra(s) propriedade(s) com o mesmo fim no prazo de 180 dias; e

- se o imóvel vendido foi adquirido antes até 1969.

O contribuinte deve declarar benfeitorias feitas em imóveis?

Sim. É importante declarar as benfeitorias porque isso permite ao contribuinte elevar o valor de seu imóvel. Conseqüentemente, isso também ajuda a reduzir o valor de imposto a ser pago em caso de venda. Porém, é fundamental guardar todos os comprovantes de pagamento de despesas com benfeitorias, como recibos e notas fiscais.

No caso de imóveis adquiridos após 1988, as benfeitorias serão acrescidas ao próprio valor do imóvel. Já nas propriedades adquiridas antes dessa data, os melhorias devem ser declaradas em separado, pelo código específico para benfeitorias.

• INVESTIMENTOS

Os investimentos em renda fixa devem ser declarados na área de bens e direitos. Sobre eles, não incide imposto agora, pois já foram taxados pela própria instituição financeira. No caso dos investimentos de renda variável – caso de aplicações na Bolsa de Valores –, o contribuinte deve informar as operações mês a mês, indicando lucro líquido ou perda. Há isenção para esse tipo de investimento no caso de alienações de até 20 000 reais no mês.

• DEDUÇÕES

A Receita permite que o contribuinte deduza as seguintes despesas da base de cálculo do IR:

– despesas com dependentes:

Limitada a 1.808,28 reais por pessoa.

– despesas com previdência:

Podem ser deduzidas as contribuições para a Previdência da União, estados e municípios (tanto os valores retidos do trabalhador assalariado como os recolhidos pelo trabalhador autônomo) e também as contribuições para as entidades de previdência privada. São ainda dedutíveis as contribuições para o Fundo de Aposentadoria Programada Individual (Fapi). Entretanto, a dedução referente à previdência privada somada à relativa ao Fapi é limitada a 12% do total dos rendimentos.

– despesas com instrução:

Limitada em 2 830,84 reais por dependente ou despesas do próprio contribuinte.

Os pagamentos de aulas de idiomas, música, dança, natação, ginástica, dicção, corte e costura, de trânsito, tênis ou pilotagem não podem ser deduzidos. Quanto aos gastos com instrução no exterior, podem ser deduzidos apenas os valores relativos a despesas de instrução em estabelecimentos de ensino regular comprovadas por meio de documentação.

Os pagamentos efetuados em moeda estrangeira devem ser convertidos em dólares dos Estados Unidos na data do pagamento, pelo valor fixado pela autoridade monetária do país em que foram realizadas as despesas. Em seguida, o valor deve ser convertido para reais, mediante taxa de câmbio fixada pelo Banco Central na data do último dia útil da primeira quinzena do mês anterior ao pagamento.

– despesas médicas:

Não há limite para a dedução de despesas médicas. Porém, se forem de tal monta que superem os parâmetros de análise fixados internamente pela Receita Federal (a “malha fina”), o contribuinte poderá ser chamado para apresentar os comprovantes dos gastos.

É possível abater despesas com planos de saúde?

Sim. São permitidas deduções com planos de saúde e também com seguro-saúde. Para isso, porém, os beneficiários do plano realmente devem ser o contribuinte e seus dependentes. E só valem os pagamentos efetuados a empresas domiciliadas no Brasil destinados à cobertura de despesas com hospitalização, médicas e odontológicas. É bom lembrar que a parcela do plano de saúde paga pela empresa ou ressarcida no contra-cheque não pode ser deduzida

E gastos com remédios?

Não são permitidas deduções. Gastos realizados com a aquisição de medicamentos, até mesmo aqueles de uso contínuo e obrigatório, bem como os gastos com materiais de uso contínuo e obrigatório para doenças irreversíveis não são dedutíveis por absoluta falta de previsão legal.

– outros tipos de dedução

* despesas com advogado: honorários advocatícios e despesas judiciais podem ser diminuídos dos rendimentos tributáveis decorrentes de ação judicial desde que não sejam ressarcidos.

* aluguel de imóveis: nos casos em que os proprietários de imóveis alugados pagam despesas como condomínio, impostos, taxas relativas ao imóvel, podem deduzir mensalmente do rendimento tributável. Estas deduções estão discriminadas no art. 50 do RIR/99.

    Deixe o seu comentário

    Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

    » Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

    96 Comentários

    1. JOSE EUDES AMARAL VARELA

      -

      18/04/2012 às 16:29

      estou fazendo declaração pf-2012 de uma aposentada com mais de 65 anos, com rendimentos isentos e não tributaveis – pensao e com molestias graves, com rendimento de 403.888,99 e que está doando pela a neta uma up Pick de r$ 160 mil, mas a RECEITA FEDERAL pede uma confirmação se o bem é superior a 50.000,00. Existe alguma tributação no valor execente aos 50 mil?

    2. katia

      -

      12/04/2012 às 23:43

      Sempre fiz meu IR, mas passei a ser isenta por ter aposentadoria por invalidez. Sendo assim, ano passado não declarei, e por motivo particulares, resolvi declarar esse ano, mas o sistema me pede o número da declaração do ano anterior, a qual não fiz/ possuo. Como posso fazer a de 2012 sem essa informação? Isso é possível?

    3. Marcus

      -

      02/04/2012 às 11:54

      Gostaria de saber se posso colocar meus pais como dependentes, sendo que os dois são aposentados, ambas recebem o salário mínimo.

    4. Helder Luciano Aragão

      -

      31/03/2012 às 7:59

      Gostaria de saber se, no caso de alienação de bem imóvel (não é único), cujo valor da venda é igual àquele que está atualmente declarado, estou obrigado a preencher o programa da Receita Federal “ganho de capital”, de imediato, isto é, por casião da celebração do contrato, ou apenas findo o prazo de 180 dias (oferecido por lei e instrução normativa da Receita) para a hipótese de aquisição de outro imóvel? Como devo proceder? Agradeço a atenção.

    5. erika

      -

      28/03/2012 às 16:57

      Gostaria de esclarecer uma duvida. Adquiri um consorcio em andamento em 2011 e no mesmo ano fui contemplada, porem ainda nao utilizei o bem. Como devo proceder para preencher o ir?

    6. maria de fatima

      -

      23/03/2012 às 12:13

      pago um absurdo de aluguel,naõ consigo entender porque não posso abater no imposto de renda

    7. Sérgio

      -

      22/03/2012 às 19:31

      Gostaria de saber qual o valor devo preencher na declaração de valores recebidos acumulamente por processos trabalhistas recebi 252.000 e paguei por conta advogado 74.250 informo o valor liquido? sendo que recebi um informe de rendimentos por 252.000

    8. wagner cardoso da silva

      -

      22/03/2012 às 13:23

      gostaria de saber se posso declarar os gastos que tive com as mensalidades da faculdade da minha companheira (obs: nao samos casados mais temos dois filhos).

    9. Loraine

      -

      16/03/2012 às 22:25

      Gostaria de saber se posso incluir o valor que pago de taxa do meu condominio?

    10. Udson Modesto

      -

      13/03/2012 às 14:04

      Fiz uma previdência privada em nome da minha esposa, e fizemos uma retirada. Como devo declarar esta aplicação?. Minha esposa faz declarar mas não tem rendimento sificiente para este tipo de aplicação.

    11. Luiz G.Soares

      -

      12/03/2012 às 18:04

      Qual o valor que posso declarar para abater no IR sem comprovação, como e onde faço isso?

    12. Márcio Oliveira

      -

      10/03/2012 às 17:07

      Boa tarde, estou com dúvida a onde lançar o valor de aluguel que eu recebi de pessoa física. Atenciosamente.
      Márcio.

    13. Natanielle leandro

      -

      10/03/2012 às 14:04

      Boa tarde , gostaria de saber se eu preciso declarar imposto de renda ! eu emprestei 10 folhas de cheques no meu nome no valor de 2.500 cada folha , mas o dinheiro nao fica na minha conta apenas coloco no dia qe vai cair o cheque ! , gostaria de saber se é preciso declarar?

    14. Elvis alcantara

      -

      10/03/2012 às 13:47

      Boa tarde, trabalhei o ano passado até o mes 8 e todo ano faço a declaração, porém este ano ao receber o demonstrativo de rendimentos o valor esta abaixo do estipulado pela receita, devo declarar ou não? grato pela atenção.

      At, Elvis

    15. jose carlos de souza

      -

      09/03/2012 às 15:35

      Bom dia, tenha uma casa alugada com um valor de 550,00 por mes, gostaria de saber se é preciso imformar ao IR esse valor que recebo,pois nunca fiz imposto e eu não sei se so abrigado a informar esse valor na minha declaração.
      fico muito grato pela atenção.
      at.

      jose carlos

    16. olair

      -

      07/03/2012 às 13:05

      TEnho um plano de saude familiar, eu, esposa e 4 filhas, duas delas já não são mais minhas dependentes, mas continuo pagando. O problema é que recebo um boleto do valor total , e não tem como eu dividir o valor para cada usuário sendo que isto é calculado pela idade e como tem reajustes anuais tb. Ou seja não recebo um informe do valor pago indivudual.Como faço está conta?

    17. Adriana

      -

      06/03/2012 às 16:30

      Gastos com processo trabalhista(30%)para o advogado devem ser declarados?
      Posso declarar o que foi pago de condôminio no ano de 2011?
      Tenho que declarar valores de poupança a partir de quanto?

    18. Dayana Miranda

      -

      05/03/2012 às 23:52

      óla, moro de aluguel e meu marido faz faculdade posso deduzir do valor do imposto ( o aluguel e a faculdade ) Como faço?
      Grata.

    19. Alexandre Provin Sbabo

      -

      02/03/2012 às 23:08

      Olá, é a primeira vez que vou declarar e estou com algumas dúvidas.
      1 – Vendi um terreno, já amortizado, pagarei imposto de renda sobre o valor da venda deste imóvel?
      2 – A poupança que possui valor acima de 50 mil paga imposto de renda? Precisa declarar algo?

      Agradeço desde já.

    20. Sansio Ricardo

      -

      02/03/2012 às 10:08

      É a primeira vez que vou fazer a declaração, como proceder e que tipo de documento é exigido pela receita?

    21. Cirlene Alves

      -

      17/02/2012 às 21:14

      Tenho uma dúvida sobre o IR, será que voces podem me ajudar, vou enviar a pergunta, desde já agradeço.
      Paguei honorários de advogado para conseguir meu divorcio, posso lançar essa despesa no imposto de renda?

      Obrigada
      Cirlene

    22. raka

      -

      06/02/2012 às 15:31

      No Item de aluguel de imóveis falam de Proprietarios de Imoveis Alugados, mas e o enquelino q tem gasto c o aluguel????

    23. Marcelo Gonçalves

      -

      15/11/2011 às 18:31

      Boa tarde, não tenho casa própria, estou pretendo fazer um financiamento pela Caixa Econômica Federal, para aquisição de uma casa.
      O valor das prestações, podem ser abatidos no Imposto de Renda ?
      Grato por sua atenção,
      Marcelo.

    24. Ampere Luiz Bastos Vilar

      -

      29/10/2011 às 18:45

      Parabéns pela elucidativa e bem redigida matéria. Gostaria se posssível que esclarecessem como se dá a incidência do imposto de renda sobre as doações.

    25. Eda Lima

      -

      14/10/2011 às 14:52

      Honorários pagos aos advogados devem ser declarados por quem, ou seja, por quem pagou (eu) ou por quem recebeu(advogados)?

      Grata. Eda Lima

    26. roberto

      -

      27/07/2011 às 14:17

      minha esposa ganha 1200 reais por mês,eu pago plano de saude para ela posso coloca-la na minha declaração como dependente? e como fica os bens dela,isso também eu coloco na minha declaração?pode dar algum problema os bens como carro e sua casa na minha declaração?obrigado

    27. Adriana

      -

      15/06/2011 às 14:40

      Declaro isento IR pois minha renda não atinge o mínimo.Meu pai quer fazer um depósito em minha conta de R$60.000,00 tenho dúvidas, por isso vou ter que fazer declaração, como e oque devo fazer?

    28. jose gilberto stoco

      -

      29/04/2011 às 16:04

      No iten despesa com previdencia?
      O valor pago em carnê ao INSS para o dependente pode ser declarado e será deduzido no IR?
      Se a resposta for positiva posso retifica-lo para abater o imposto pago?

    29. Ricardo

      -

      27/04/2011 às 23:28

      Tenho um terreno que foi adquirido em 1990, hoje o valor venal total do terreno é R$29.379,84, moro e estou construindo, como devo declarar este terreno?

    30. Enilma Macedo

      -

      25/04/2011 às 21:00

      Como fazer a declaração de um bem comprado pelo meu pai no valor de R$ 190.000.00 em jul/2010. Meu pai comprou o imóvel e colocou no meu nome e da minha irmã.

    31. Rosiane Ramos

      -

      24/04/2011 às 19:35

      sou dependente de meu esposo na declaração,mas sou autonoma e recebi da empresa um documento para declaração com o valor de 13800,00…minha duvida, com este valor tenho que declarar ou continuo como dependente dele e faço alguma mudança na declaração dele??? ou sei lá o que devo fazer?????

    32. jose wilson oliveira santos

      -

      24/04/2011 às 8:52

      Dr. bom dia! sou Advogado recem aprovado na OAB, e gostaria de saber como funciona a declação de IR para esses profissionais. Exemplo: auferindo renda superior ao estabelecido pela receita, referente a 2010, deve-se declar os ultimos tres meses daquele ano? ou seja, Outubro, Novembro e Dezembro, ou não, qual é a sistematica?. grato Dr. e o brigado pela consulta.

    33. gilson

      -

      23/04/2011 às 17:55

      eu sou funcionario publico dos Correios, vivo fazendo emprestimos, ha alguma deduções neste sentido para eu pagar menos imposto, como e a onde devo lançar

    34. Jaelma Thoilliez

      -

      16/04/2011 às 13:04

      No texto “o valor de venda do imóvel atingir no máximo 440 000 reais, o imóvel for a única propriedade do contribuinte e este não tiver realizado outras operações de venda nos últimos cinco anos;” o termo “imovel” se refere a qualquer tipo de imovel, inclusive terrenos? Se estou vendendo meu unico apartamento, mas possuo 2 terrenos, posso me beneficiar da isençao?
      Obrigada pelo esclarecimento.

    35. onesimo lacerda

      -

      15/04/2011 às 7:44

      gostaria de saber como declarar aluguel recebido

    36. Renato Coutinho

      -

      14/04/2011 às 14:20

      Venda de imóvel residencia: Vendido e logo realizado a compra de novo imóvel residencial… sendo único imóvel do contribuinte… ( o novo imóvel tem valor menor, q o anterior… a diferença de capital que sobrou dessa transação. Como será o tributação nesse caso?

    37. aldenilson c. nascimento

      -

      13/04/2011 às 16:01

      fui informado que havera mudança do (IR) pois quero saber qual sera esta mudança, pois sou pessoa fisica e possuo uma conta de previdencia do tipo (vgbl renda fixa)no bradesco.
      desde ja agradeço a atenção

    38. Analia Kiemo

      -

      12/04/2011 às 23:21

      Meu pai tem 83 anos. Não tem rendas pois não é aposentado pois devido ao escritorio de contabilidade ter incendiado foi incinerado todos os documentos da firma ficando impossivel a aposentadoria sem poder comprovar o recolhimento. Tenho declarado como proprietario de empresa inativa para manter o CPF e por ter a casa e um terreno em seu nome. Agora sendo meu dependente financeiro pago plano de saude e despesas medicas e etc. Posso lançar como dependente no meu IR? Caso positivo como devo lançar os bens pois isso irá alterar o valor do patrimonio.Tera consequencias?

    39. Gesane

      -

      10/04/2011 às 14:18

      Meu marido faz a declaração como isento para manter o CPF e declarar o bem (apartamento) que possui em seu nome recebido pela família antes do nosso casamento. Esse ano o coloquei como meu dependente na minha declaração, porém não consigo colocar o bem do dependente. Nessa situação como posso fazer? Ou é melhor manter a declaração dele como sempre vem fazendo? Grata.

    40. Marilene de Oliveira

      -

      09/04/2011 às 23:40

      Meu filho esta fazendo Universidade de |Jornalismo na Alemanha desde fevereiro de 2010, recebe do pai 600 EUROS por mês, ele não trabalha. O pai que paga os alimentos e é médico disse que ele deveria Declarar IR, ele tem 20 anos e é totalmente dependente, por que ele diz o o estudante deve Declarar? Ele nãob tem renda, teria alguma má fé nesta solicitação.

    41. Ronaldo

      -

      06/04/2011 às 15:57

      Quero colocar minha mulher no meu convênio mas como não somos casados com declaração de união estável a minha empresa pediu uma declaração de dependentes no imposto de renda mas não consigo achar o modelo me passem por favor grato

    42. EDSON A FERNANDES

      -

      05/04/2011 às 21:21

      Sempre fiz minha declaração em conjunto com minha esposa. No entanto este ano avaliei que e bem melhor fazer separado colocando 100% dos rendimentos de aluguel na declaração de minha esposa. Estes alugueis sempre foram dela. No entanto tive investimentos nestes imóveis que com os rendimentos dos alugueis somente não seria possivel ela ter investido. Tenho que transferir os imóveis para a declaração dela ou posso somente declarar os rendimentos e deixar os imóveis na minha declaração com os investimentos?

    43. Alice Pereira

      -

      04/04/2011 às 22:07

      Pago o Colégio de meu neto, cujos pais estão em litígio de separação judicial, sem condições financeiras para arcar com esta dispesa no momento e estando com restrições no cadastro financeiro e bancário, fui eu que assumi a responsbilidade financeira pelo pagamento do mesmo.
      Se os pagamentos são efetuados em meu nome, pq não posso abatê-los ?

    44. Beatriz Silva

      -

      03/04/2011 às 15:45

      Tenho um filho de 5 anos autista (Sindrome de Asperger), tentei deduzir um valor de 1.500,00 gastos (o que ultrapassou das despesas com educação dele) como despesas médicas com o código 10, porém lá pede CPF e como os recibos são de instituição de Ensino com CNPJ não deu certo, como posso fazer este lançamento?

    45. Prudente de Moraes

      -

      02/04/2011 às 23:51

      Pessoas com mais de 65 anos abatem de imediato a parcela a que tem direito do valor recebido da Fonte Pagadora? Por exemplo: recebi R$ 20.000,00 já diminuo de 17.989,80 e informo o resultado?

    46. Lucio Brum

      -

      29/03/2011 às 10:00

      Muito explicativo, e rápido de consultar.

    47. Leno

      -

      29/03/2011 às 8:08

      é obrigado a incluir o nome da esposa no imposto de renda?

    48. PAULO HENRIQUE

      -

      28/03/2011 às 20:49

      Muito boa a iniciativa de tirar as dúvidas dos contribuintes. Gostaria ainda de saber como devo declarar receita recebida de ação judicial civel no ano de 2010. Recebi R$ 10.000,00 de indenização e paguei R$ 3.000,00 de honorários advocatícios como devo proceder na hora de declarar ? grato

    49. claudineia silva silverio

      -

      28/03/2011 às 10:44

      passei em um concurso,e estão pedindo declaração de bens encaminhada a receita federal,não possuo bens como faço.

    50. Bruna

      -

      27/03/2011 às 18:53

      O inquilino pode declarar o valor q paga do aluguel para q esse seja deduzido do IR em 2011?

    51. renato

      -

      26/03/2011 às 9:23

      tenho uma empresa que não houve movimentação no ano de 2.010, onde e como declaro?

    52. Tiago

      -

      25/03/2011 às 19:14

      Ola,
      Meu caso é um tanto quanto diferente, eu trabalhei na Imbra Tratamentos Odontologicos, que pediu falencia dia 06/10/10 mas o juiz nao decretou a falencia. Eu era funcionario e tenho meus holerites porem necessito de uma declaraçao de rendimento fornecido pela empresa(imbra) a qual nao conseguimos contato. Como devo proceguir para o envio do meu imposto de renda??
      Grato

      Tiago Valle

    53. Paulo Sérgio Silva

      -

      25/03/2011 às 10:39

      Me aposentei no ano de 2010. Recebi 6 meses de proventos e mais 13° salário. Declaro como dependente de minha mulher, pq a renda dela é maior do que a minha. Como declarar esses valores que recebi nesta declaração e onde? (que parte do formulário) Ví que está meio confuso isso.

    54. Sergio Amaral

      -

      25/03/2011 às 10:17

      Bom dia.

      Comprei um carro financiado em 72 meses e no valor de R$7320 ao ano (12x de 610) o carro desvaloriza anualmente e , nesse momento, vale na tabela R$20000.
      Como faço para declarar esse veiculo?

      Desde já agradeço,

      Sergio

    55. Célia Regina

      -

      25/03/2011 às 8:24

      Olá… Contas com: aluguel (casa), energia, água e telefone não são deduzidas?

    56. JACOB MULLER

      -

      23/03/2011 às 15:22

      PARABENS MAIS UMA VEZ – DEVEMOS AJUDAR AS PESSOAS HUMILDES E NAO SOMENTE OS BARÕES – BENS – JM -

    57. Marcos Alexandre Mesquita

      -

      23/03/2011 às 12:29

      Bom dia, Em que ficha devo lançar despesa de condomínio, já que o imóvel de minha propriedade encontra-se alugado. Sendo certo que o pagamento de condomínio é realizado por mim.

      Sou assinante da Revista Veja.

      Desde já agradeço a atenção!

    58. Daniela Peloso

      -

      21/03/2011 às 21:19

      Como declarar veículo financiado??

    59. Fabi

      -

      19/03/2011 às 11:32

      Por favor, como devo declarar um apartamento financiado pela Cef… como bens devo colocar o valor que ja paguei(FGTS e recursos próprios) e no campo dividas, devo colocar o que ainda falta para o pagamento??
      Também, como devo declarar aluguel recebido de outro apartamento.. o valor é pouco(540,00) e só recebi por 4 meses em 2010; outra dúvida, preciso pagar algum imposto referente ao recebimento deste aluguel?como proceder??

    60. Francisco Coutinho

      -

      17/03/2011 às 17:02

      Tenho uma filha que é minha dependente pois apesar de ter mais de 21 anos ela é estudante universitária. A propósito, no ano de 2010 ela fez uma estágio remunerado em um órgão público, no qual recebeu cerca de 8000,00, assim, gostaria de saber, posso, mesmo assim, declarar ela como minha dependente? se afirmativo, tenho que declarar o valor que ela receu junto com os meus rendimentos?

    61. GILBERTO NECKEL

      -

      16/03/2011 às 16:37

      como posso declara meu imovel?
      em –/10/2008 comprei casa propria valor pago R$120.000,00 desses R$48.000,00 sao financiados… onde eu declero o financiamento pago no ano 2010…
      (la em pagamentos só tem pagamento de aluguel)…

    62. AGOSTINHO

      -

      16/03/2011 às 14:09

      DESPESAS COM EMPREGADA DOMESTICA, PODE SER DEDUZIDO?
      COMO LISING E DEDUZIDO SE É?
      Prestaçao de compra de imovel proprio para residir, sendo este seu unico imovel?
      Obrigada

    63. Waldomiro Tomacheski

      -

      15/03/2011 às 14:47

      Essas informações são muito úteis. Gostaria de saber se um bem móvel (carro, moto, etc), devem ou podem ser corrigidos os valores.

    64. JOSE CARLOS

      -

      13/03/2011 às 18:53

      Sou aposentado, tenho 63 anos estou isento de pagar ir na declaração, ou posso abater da declaração alguma verba.

    65. Janete

      -

      11/03/2011 às 11:56

      Pago plano de saúde para minhas filhas(menores de idade)no entanto elas são dependentes no IR do pai pois fazemos a declaração em separado gostaria de saber que declarará as despesas com plano de saúde se eu ou ele, pois a titular do plano sou eu e portanto os recibos são no meu nome.

    66. jaqueline veloso

      -

      10/03/2011 às 21:47

      Em caso de financiamento de imovel que ainda falta muito tempo para ser quitado tem que ser declarado?

    67. João Avelino dos santos

      -

      10/03/2011 às 15:50

      Estou declarando e não encontrei um campo para declarar a venda de uma casa a uma pessoa que financiou 24.000 reais pela caixa econ. federal que a avaliou em 30.000 reais. Recebi somente os 24.000 e comprei um terreno por 20.000 reais, que esta avaliado em 25.000.
      Como devo e em que campo faço essa retificação?

    68. FLAVIO

      -

      10/03/2011 às 9:17

      Acho que entendi mal uma coisa. Foi dito que, “Os bens e os direitos adquiridos a partir de 1996 devem ser informados pelo custo de aquisição, ou seja, pelo valor histórico, sem atualizações.”. Porém em outro momento é dito que “é importante declarar as benfeitorias porque isso permite ao contribuinte elevar o valor de seu imóvel. No caso de imóveis adquiridos após 1988, as benfeitorias serão acrescidas ao próprio valor do imóvel.”

      Enfim, deve ser declarado o valor de compra do imóvel ou deve-se atualizar com as benfeitorias? Eu comprei em 2008.

    69. nei

      -

      08/03/2011 às 5:25

      Como fazer a retificação on line da DIRF de 2009?

    70. mauricio braga

      -

      06/03/2011 às 23:18

      honorarios advocaticios em casos de açõs penais nao podem ser deduzidos no IRPF ? E podem ser declarados pelo prifissional liberal como renda? a restrição e abusiva ou não… o que fazer para deduzir honorarios advocaticios pagos a profissional liberal em ações judiciais

    71. Berenice Ferrnandes Araújo

      -

      06/03/2011 às 14:15

      Gostaria de saber como faço para receber esclarecimento de dúvidas, quanto ao preenchimento da declaração IR.

    72. cleusa rg diniz

      -

      05/03/2011 às 12:40

      minha mãe, de 88 ano de recebeu pensão + – $70.000,00 não tributados por isenção por molestia grave, pela PMMG, tem que continuar a declarar IR?

    73. André Devos

      -

      03/03/2011 às 19:49

      Boa Noite, Eu alugo um apartamento posso deduzir do IR?

    74. milton alves filho

      -

      02/03/2011 às 20:59

      A matéria está bastante rica. Tenho uma dúvida, onde replico sua orientação e faço o questionamento:

      – se o valor da operação atingir no máximo 35 000 reais por mês;
      Pergunta: Se comprei um imóvel de 300.00,00 e vendo o mesmo após 36 meses, o cálculo seria dividir o valor final por 36, de modo que o valor não ultrapasse R$ 35.000,00, por mê, para ser isento?

      – se o valor de venda do imóvel atingir no máximo 440 000 reais, o imóvel for a única propriedadedo contribuinte e este não tiver realizado outras operações de venda nos últimos cinco anos;

      Pergunta: Deve ser atendida as 03 condições para não pagar, ou uma delas já isenta o pagamento?

    75. ANA SILVA

      -

      02/03/2011 às 13:24

      Boa Tarde!
      Tenho alguns reais retidos na fonte , se eu fizer a declaração simplificada , recebo o que ficou retido?
      Obrigada.
      ANA

    76. Silvano Gomes de Oliveira

      -

      02/03/2011 às 10:39

      Meus rendimentos tributáveis é inferior ao piso 22.487,25, portanto, não terei obrigatoriedade para apresentar delaração no corrente ano 2011. Como fica meus bens e imóveis que foi adquirido durante a vida? Não existe declaração para contribuinte isento?

    77. aristo muniz de oliveira junior

      -

      02/03/2011 às 0:03

      SOU OBRIGADO A TER CONTA CORRENTE OU CONTA POUPANÇA NO MEU NOME . OU PODE SER NO NOME DE OUTRA PESSOA , PARA A RECEITA FEDERAL DEPOSITAR MINHA RESTITUIÇÂO DO IMPOSTO DE RENDA

    78. Claudio

      -

      01/03/2011 às 11:16

      Minha filha faz curso superior em escola militar e recebe soldo. Posso declará-la como dependente ?

    79. Rafael Felipe

      -

      28/02/2011 às 20:01

      gostaria de saber se tenho que fazer declaracao de uma empresa que ta parada desde 1987 fiz declaraçao ate o ano passado e precisa fazer declaraçao ou ela ja caducou se ela nao caducou como faço para dar baixa

    80. Marcos Ribeiro

      -

      28/02/2011 às 19:30

      No caso de compra de imovel lancar no quadro de “bens e direitos” e nocaso de Venda, qual é o quadro?

      No meu caso tinha um carro declarado no valor de 32.000,00 vendi o mesmo por 20.000,00 reais e dei o valor de entrada no financiamento de outro carro no outro mes isso tudo em 2010.

      Como e onde lançar a venda do veiculo?
      Como e onde lançar a compra do outro veiculo? Considerando o financiamento onde dei a entrada citada e pago uma parcela todo mês desde então.
      Devo condiderar o valor principal do BEM, ou o valor com os juros?

    81. Fernanda Bossi

      -

      28/02/2011 às 19:10

      Em 2010 meu rendimento bruto foi de R$ 25430,00, líquido R$ 21,245,29. Quero saber se devo considerar como tributável o valor líquido ou bruto? Se for líquido então estou isenta???
      Obrigada.
      Fernanda

    82. Manoel Rozendo Filho

      -

      28/02/2011 às 13:20

      Recebo uma suplementação de uma Fundação-FACHESF,meu regulamento diz
      que todas as vezes que minha aposentadoria do INSS FOR CORRIGIDA será
      aplicado o mesmo percentual na suplementação.O Governo Federal reconheceu umas perdas de 39,67% o INSS corrigiu e pagou o retroativo.A fundação não aplicou o percentual só esta aplicando via justiça do trabalho.Em novembro de 2010 recebi uma diferença
      da minha suplementação de aposentadoria hoje tenho 67 anos.Pergunto o montante é todo tributável,valores frutos de
      de aposentadoria é tributável? No ato do pagamento ficou descontado
      27.5% de IR R$ 35.0000,00 e pouco entendeu gostaria de receber
      algum comentário

    83. Paula Fernandes

      -

      28/02/2011 às 12:13

      Sempre declarei o IRPF, antes porque tinha uma firma individual, depois porque trabalhava numa empresa e tinha importo retido.

      No ano de 2009 fiquei sem trabalhar, mesmo assim fiz a declaração sem rendimentos, só declarando um bem (carro) que tinha na época.

      Desde 2010 trabalho numa empresa, mas o salário não atinge o valor mínimo para estar obrigada a declarar. Porém nesse ano vendi o carro e comprei outro mais barato e a diferença (dinheiro) foi depositado numa conta na CEF, que me chamou pedindo uma explicação sobre a origem do dinheiro. Dias depois retirei o dinheiro de lá.

      Gostaria de saber se sou obrigada a fazer a declaração; Se tenho que declarar o dinheiro da diferença do carro; Se tenho que declarar o carro novo la na parte de bens; Enfim, como devo proceder?

    84. cleusa regina gonçalves diniz

      -

      28/02/2011 às 10:18

      minha mãe é isenta desde 2003, por molestia maligna sendo que em 2008, teve o prazo de validade de seu laudo por tempo indeterminado. não possui bens e seus proventos somam em torno de 60.000,00. é preciso continuar a fazer declaração?

    85. Antônio Mauro cardoso de Souza

      -

      27/02/2011 às 9:24

      Prezados, estava em votação uma lei em que o Aposentado poderia deduzir um valor que recebe do INSS a partir de 60 anos, Pergunto isso foi aprovado e se não o que está valendo hoje e como deduzi-lo

    86. Abrao Krym

      -

      26/02/2011 às 17:44

      Sou assinante Veja/4 rodas.
      Pergunta :obtive ganho de capital em dezembro 2010 e como procedimento recolhi o imposto devido em janeiro de 2011.Ao exportar a planilha ganho de capital 2010 nao constara o recolhimento do imposto devido feito em 2011 e assim provavelmente cairei na malha fina.
      Como proceder?

    87. SEVERINO BEZERRA DE MELO

      -

      26/02/2011 às 17:36

      Muito bom os esclarecimentos a respeito do IR, pois assim os contribuintes ficam mais informados.

    88. naneliane

      -

      25/02/2011 às 20:31

      muito bom,tirei varias duvida…..parabens.

    89. Geraldo

      -

      25/02/2011 às 18:08

      Parabéns, excelente iniciativa!

    90. maria cicera de brito m

      -

      25/01/2011 às 19:08

      Gostaria de saber porque meu marido não recebeu a devolução de sua declaraçao

    91. Sebastião José de Oliveira

      -

      14/01/2011 às 8:37

      Gostei muito das orientações fornecedas, estão bem esclarecidas e o contribuite lendo e observando com atenção, não havera motivos para que o mesmo caia na malha fina.
      Grato
      s.j.oliveira – Sorocaba – SP

    92. fabricio miotto

      -

      15/12/2010 às 1:06

      caso eu caia na malha fina pelo simples fato de ter recebido indenização trabalhista, posso recorrer através de mandado de segurança, já que na minha declaração ficou constatado saldo a restituir? ou não, é pura discricionariedade da receita federal?

    93. nilma santos setti de faria

      -

      14/12/2010 às 10:48

      meu pai faleceu a 20 anos atras. a minha mãe a 3 anos. em vida de minha mãe era declarado emposto de renda do inventario e do inventariane.Espolio de alcidio setti e nilze santos setti.hoje a minha irmã alcineia setti cardoso tomou a frente de tudo sem ser nomeada, comprou carro para o companheiro, casa e construiu outra casa em nossos tereno sem autorização dos erdeiros. pedir prestação de conta na justiça a mas de dois anos cada maozinha de obra e feita pelo companheiro dela sem concordancia dce valores e descontado um abisurdo, soube tambem que ela usa um a cnta bancaria em nome do falecido esposo ivam fagundes cardoso. cade a malha fina a onde funciona a justiça pois quero fazer essa denuncia.

    94. kelly

      -

      29/08/2010 às 17:07

      so tem coisa de doido nesses saites de vocês.não esplica bosta nem uma ! ;@

    95. jose anastacio gabriel

      -

      25/08/2010 às 11:45

      o formal de partilha saiu com data de 28/07/2010, por gentileza, gostaria de saber em que periodo devo efetuar a declaração de esspolio

    96. Ronaldo

      -

      05/08/2010 às 18:22

      Em qual campo declarar as contribuições que fiz como autonomo a previdência da união. Recolhi todos os meses de 2009 pelo teto, existe
      limite máximo para esses valores? Preciso fazer a retificadora e tenho
      que incluir esse valor, portanto favor me orientar.
      Grato!

     

    Serviços

     

    Assinaturas

    

    Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados