Base de Temer quer a cabeça de Imbassahy

Vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho xingou o ministro nesta quarta-feira

Deputados que integram a linha de frente da base do presidente Michel Temer no Congresso decidiram pressionar pela saída do ministro Antonio Imbassahy da articulação política do governo. Imbassahy é um dos nomes da cota do PSDB na Esplanada dos Ministérios, mas, depois da votação da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Temer na Câmara, perdeu interlocução com a tropa de choque do Palácio do Planalto — leia-se PMDB e o chamado “centrão”, que quer colocar o líder do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), na cadeira do tucano. Uma das queixas dos deputados do PMDB, PR, PP, PRB e companhia, é que Imbassahy prometeu — e não cumpriu — cargos e a liberação de emendas antes da votação. Nesta quarta-feira, o vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG), perdeu a linha e xingou publicamente o ministro de “seu merda” durante cerimônia no Congresso. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), precisou atuar como bombeiro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Calma! Estão todos com a merd4 a flor da pele.

    Curtir