Blogs e Colunistas

William & Kate

Os segredos de moda da mamãe do ano, Kate Middleton. Leia entrevista

Desde que assumiu o relacionamento com o príncipe William, há mais de dez anos, os flashes do mundo inteiro se voltaram para Kate Middleton. Com um estilo elegante e nada afetado, a duquesa de Cambridge mistura criações assinadas por grandes estilistas a peças encontradas nas araras daquelas lojas em que qualquer mulher de classe média pode comprar. Admirado e freneticamente imitado nos quatro cantos do mundo, o estilo de Kate inspirou reportagens, teses, aplicativos de celular, livros… Um deles, Kate Middleton: Estilo e Elegância do Maior Ícone da Realeza, acaba de chegar ao Brasil em uma bela edição da Editora Prata. O meu bate-papo com a autora, a britânica Caroline Jones, você lê a seguir:

Qual foi, em sua opinião, o pior momento de Kate na moda? Não consigo pensar em um mau momento de Kate. Nem mesmo o vestido transparente que usou em um evento beneficente nos tempos de faculdade, quando ainda não era a namorada de William. Era um visual adequado para a ocasião e para uma jovem solteira. O que a torna tão fascinante é que, aos olhos do público, há dez anos ela raramente comete erros. Talvez, quando era mais nova, Kate tivesse um estilo mais ‘patricinha’, com roupas mais caras, mas não necessariamente mais elegantes que as de hoje.

E sua melhor performance? Meu favorito é o lindo longo esverdeado de Jenny Packham, usado em uma festa para a contagem regressiva dos Jogos de Londres, no Royal Albert Hall, em maio de 2012. É exatamente o tipo de vestido que as meninas crescem querendo usar um dia. As rendas e os muitos botões nas costas são detalhes preciosos.

Além do fato de ser a duquesa de Cambridge, quais outros ingredientes fazem de Kate um ícone da moda? Sua história, a de uma menina comum que virou princesa – é um conto de fadas real. É uma história de amor e também a história de como nasce um ícone de moda. Kate está sempre impecável. Mas, ao contrário de outras famosas que se tornaram ícones de estilo, as mulheres normais que aspiram se vestir como Kate podem, efetivamente, vestir-se como ela. E, claro, Kate é esguia, tem medidas de modelo e um belo par de pernas, o que facilita o bom caimento das roupas. Mesmo com vestidos abaixo do joelho, ela deixa as pernas à mostra, mas jamais parece vulgar.

Quais são as peças essenciais para quem deseja vestir-se como Kate? Não podem faltar: 1- um blazer azul-marinho bem cortado; 2- alguns scarpins nude de salto alto; 3-um vestido simples, de bom corte, abaixo dos joelhos e acinturado para o dia; 4-para a noite, um longo em tons de pedras preciosas; 5-uma coleção de bolsas clutch clássicas. Além, claro, de manter os cabelos escovados, mas com movimento.

Kate é discreta, mas, às vezes, deixa a vontade de vê-la ousar um pouco mais nas joias, vestidos e nos penteados… O ponto crucial quando se fala de um ícone de estilo é que essa pessoa tem seu próprio olhar sobre a moda. Audrey Hepburn, por exemplo, não usava roupas extravagantes e tampouco mudava seu cabelo. A classe e a elegância atemporal são tudo. Kate escolhe cuidadosamente as roupas novas para que se ajustem às peças que já tem. Ou seja: ela usa as roupas a seu favor e não o contrário. Além disso, seu papel na vida pública não permite extravagâncias.

Audrey Hepburn, assim como Gisele Bundchen, por exemplo, vestia-se despojadamente longe dos sets de fotos e filmagens. Mas o que as transformou em ícones certamente não foram os jeans e as blusas de seda, mas as criações históricas de grandes estilistas… Kate segue o estilo lady-like. A ideia é vestir-se com recato, sem ser muito chamativa ou óbvia.

E ela acertou durante a gravidez? O estilo lady like trabalhou a favor de Kate durante a gravidez, fazendo com que sua silhueta parecesse sempre elegante. No mês passado, por exemplo, amei um casaco com estampa de dálmata que ela usou em um evento. Mas é curioso que, pouco antes da gravidez, ela estava fazendo escolhas um pouco mais ousadas, como quando usou um Alice Temperly de renda preta e forro nude.

Kate em três momentos: vestido Alice Temperley, longo Jenny Packham e estampa de dálmatas Hobbs. Fotos: Getty Image

Kate participa de vários eventos oficiais por semana. Mesmo durante a gravidez, foi uma média de um ou dois por semana. É realmente possível que ela se organize sem a ajuda de um stylist? Assim como outros membros da família real, Kate tem camareiros que mantêm suas roupas em ordem e garantem que ela as tenha à disposição quando precisar. Mas isso é muito diferente de ter um stylist pago, que escolhe combinações de roupas para o seu cliente, como muitas celebridades têm. Kate escolhe suas próprias roupas.

Qual foi a informação mais difícil de obter durante a produção do livro? Algumas das joias que Kate usa são presentes de William e várias são adaptações de peças antigas que pertenceram a membros da família real, como a princesa Diana. Esse trabalho de recriação tende a ser feito por joalheiros da realeza, como Garrard ou G Collins & Sons, em arranjos privados, com detalhes que não são divulgados.

Kate eternizou a Issa, marca inglesa fundada pela brasileira Daniella Helayel, ao usar um vestido assinado por ela para anunciar seu noivado. Como foi visto o fato de Kate deixar de usar a marca depois que parte da empresa foi comprada por Camilla Al Fayed, irmã de Dodi, que morreu ao lado da namorada Lady Di, em Paris? É uma pena que Helayel tenha deixado a marca, já que suas criações eram incríveis. Talvez tenha havido alguma patrulha política por trás da decisão de Kate não usar Issa, mas acho que parte disso deve-se simplesmente ao fato de seu estilo ter evoluído e incorporado outros designers aos seus favoritos.

Qual seria o visual perfeito para Kate usar a saída da maternidade? Ela deve escolher um modelo simples, descontraído, com corte em ‘A’. Provavelmente, usará uma de suas marcas preferidas. Uma boa opção seria Alice Temperley, que tem uma bela gama de vestidos florais na atual coleção, ou Libelula, que faz vestidos fluidos de verão. Deve optar por um tecido leve, como chiffon, já que estamos em um julho quente aqui em Londres.

Paula Neiva @pneiva no Instagram @gpsveja no Twitter

Leia a coluna completa em www.veja.com/gps

GALERIA: O ESTILO DE KATE MIDDLETON

GALERIA: PRODUTOS EM HOMENAGEM AO HERDEIRO REAL AQUECEM COMÉRCIO

26/04/2013

às 17:33 \ Realeza, Sociedade

Príncipe Harry e as fraldas: treinamento para ser titio

Até que as visitas do trio real Harry- William- Kate a instituições de caridade rendem bons flagras para os paparazzi de plantão. Depois dos cliques da barrigudinha Kate Middleton com um varinha de condão nas mãos (uma homenagem a Harry Potter com intuito beneficente), foi a vez de o Príncipe Harry mostrar que também está treinando para receber o mais novo bebê da realeza apropriadamente. O titio Harry trocou fraldas nesta semana e, como costuma fazer, não poupou o irmão mais velho de uma piadinha. Segundo a imprensa britânica, ele disse aos repórteres: “Logo, logo é o meu irmão quem estará nessa situação”. O bebê de William e Kate deve nascer em julho.

Paula Neiva

Leia a coluna completa em www.veja.com/gps

Leia também: Harry: o príncipe está nu

A nova mansão dos pais de Kate Middleton

Galeria: PRÍNCIPE HARRY ENTRE ESCÂNDALOS E POSE DE BOM MOÇO

 

21/11/2012

às 16:30 \ Arte, GPS/ Rio, Realeza, Sociedade

Álbum de viagem, com fotos by Kate Middleton

Kate Middleton, que formou-se em História da Arte na faculdade onde conheceu o Príncipe William, raramente mostra ao público sua veia artística (ok… exceto pelo fato de lançar moda com as boas combinações de seu figurino). A princesa abriu uma exceção hoje e sua equipe publicou fotos tiradas pela própria durante uma viagem com o marido, em setembro, pela Ásia. Nos flagras de Kate, além de um orangotango– espécie ameaçada de extinção– nenhuma indiscrição que lembre o recente flagra do casal real (ele à vontade, ela de topless, na França): apenas imagens da floresta de Borneu, na Malásia.

Paula Neiva

Veja também:

A nova mansão dos pais de Kate Middleton

Kate Middleton: a conta do guarda-roupa vai para o sogrão

William e Kate Middleton: nas unhas das inglesas

Os bonecos de William e Kate no Brasil: ficção e vida real

19/09/2012

às 17:28 \ Sociedade

O leilão do topless de Kate Middleton

No ebay: o preço para ver a princesa nua. Imagens: reprodução

O movimento para frear a (irrefreável) volta ao mundo das fotos em que Kate Middleton aparece de topless na companhia do marido, o Príncipe William, afetou até ebay– um dos sites de compra e venda online mais populares do mundo. A empresa chegou a anunciar que imagens da capa da edição postadas por seus usuários seriam suspensas. Antes, porém, exemplares com o ‘furo’ já tinham sido leiloados por até 50 libras (quase 200 reais). Na tarde desta quarta-feira, embora a imagem da capa, em ofertas mais antigas, estivesse mesmo fora do ar (ou com os corpos de Kate e William recortados), outras ofertas incluídas mais recentemente tinham a imagem intacta. Resta saber se a empresa adotará medidas mais enérgicas para inibi-las. A edição da revista italiana Chi, que também publicou imagens do topless real, chegou a receber lances de 120 libras (cerca de 400 reais).

A CULPA– O flagra da princesa virou manchete no mundo inteiro e desviou um pouco o foco da nudez do cunhado de Kate, o Príncipe Harry, nos Estados Unidos. A discussão sobre a violação da privacidade da realeza emergiu em ambos os casos. Mas é preciso lembrar que, em uma e outra circunstância, a exposição da nudez é absolutamente diferente. Harry, que já nasceu príncipe, participava de uma farra com desconhecidos em um hotel em Las Vegas. Mesmo acompanhado de seguranças que custam fortunas aos contribuintes ingleses, sua equipe não tomou o cuidado básico de checar se os convidados da pequena orgia tinham deixado seus celulares longe do rapaz.

Já Kate, praticamente uma princesa estreante, estava com o marido, príncipe há 30 anos, na mansão de um parente, no interior da França. Aparentemente, um lugar preservado de lentes de paparazzi e olhares curiosos. Claro que, para uma futura rainha, todo cuidado pouco. Mas ela perde de longe para Harry em matéria de amadorismo. Compará-la ao cunhado, portanto, soa um tanto absurdo. Só não é mais absurdo, cá entre nós, que o corpão da futura rainha. Se uma legião de mulheres já olhava torto para Kate depois que a moça conquistou o coração de William, agora é que ela não escapa da inveja alheia.

Por Paula Neiva

@gpsveja

Para ler mais: www.veja.com/gps

 

 

30/08/2012

às 8:00 \ Foto, Playboy, Sociedade

O ‘Furacão da CPI’ na PLAYBOY: veja foto exclusiva

Denise Rocha: musa da CPI. Foto: JR Duran/ Playboy

Na próxima terça-feira, chega às bancas a edição da revista PLAYBOY de setembro– com as fotos do nu de Denise Rocha, a ex-assessora parlamentar mais conhecida como o furacão da CPI de Carlinhos Cachoeira, depois de um vídeo em que protagoniza cenas de sexo ter sido encontrado no computador de integrantes da comissão de inquérito que investiga o bicheiro. O ensaio, clicado por J.R. Durán, tem inspiração sadomasoquista, tema tão atual quanto o julgamento do mensalão, depois do sucesso arrebatador de “50 Tons de Cinza“, o livro pornô light que tem ajudado mulheres mundo afora a dar um colorido à vida afetiva. A coluna antecipa com exclusividade uma das fotos de Denise nas páginas de PLAYBOY. A loiraça brasileira terá a companhia, na mesma edição, das fotos de outro furacão (que passou longe de Brasília, mas atingiu em cheio o Palácio de Buckingham): a jovem dançarina Katrina Darling. A inglesa, prima distante (e assanhada) de Kate Middleton, ganhou cachê milionário para posar  sem roupa.

Leia também:

Luiza Valdetaro, na VIP: longe do ar angelical de Gerusa

A PLAYBOY de Nathália Rodrigues, capa de agosto: veja foto exclusiva

A capa da PLAYBOY de julho: com Mari Paraíba, do vôlei

A PLAYBOY de Aline Riscado: clima de filme e dança em ensaio nu

 

09/08/2012

às 13:26 \ Esporte, Foto, Realeza, Sociedade

O espírito olímpico do guarda-roupa de Kate Middleton

Kate Middleton, a mulher mais bem vestida da atualidade, segundo a Vanity Fair (e os milhões de súditos– não apenas ingleses– que ela conquistou pelo mundo), não se furtou a comparecer às competições nessa Olimpíada. Ao lado do marido, o príncipe William, fez ‘hola’, roeu unha, gritou pata incentivar os atletas. Ela própria esportista antes do casamento, virou torcedora assídua nas arquibancadas londrinas. E, sabendo que seu figurino é uma arma poderosa de divulgação de mensagens, demonstrou o espírito de equipe também através dele. Na maioria das provas em que esteve, usava camisas polo ou o casaco da delegação inglesa.

Por Paula Neiva

@gpsveja

Leia a coluna completa em www.veja.com.br/gps

Veja também:

Kate Middleton: a conta do guarda-roupa vai para o sogrão

William e Kate Middleton: nas unhas das inglesas

Os bonecos de William e Kate no Brasil: ficção e vida real

O (primeiro) discurso da duquesa Kate: assista ao vídeo

02/07/2012

às 14:10 \ Realeza, Sociedade

A nova mansão dos pais de Kate Middleton

A imprensa inglesa continua atenta aos gastos da família Middleton– principalmente àqueles diretamente relacionados à folha de pagamentos dos descendentes da Rainha Elizabeth II. Depois de divulgar que o closet de Kate é abastecido por peças pagas pelo príncipe Charles  (pelo menos os modelitos usados em eventos oficiais), a mira passou aos pais da mulher de William. Michael e Carole Middleton acabam de comprar uma nova mansão para chamar de lar. Localizada na pequena cidade de Bucklebury, a propriedade foi adquirida por 4,7 milhões de libras– o triplo do valor da casa onde a família morava anteriormente. Tem quadra de tênis, piscina e sete quartos, além de uma “bela paisagem” e a privacidade que 18 acres conferem. Desde o enlace real, estima-se que a fortuna dos pais de Kate, donos de uma empresa de venda de artigos de festas infantis, a Party Pieces, tenha quadruplicado. Eles teriam, portanto, condições de bancar esse luxo. Ainda assim, comenta-se por lá que William deu uma ‘forcinha’ para que a aquisição acontecesse. A propriedade tem história: o terreno foi doado à primeira família proprietária pelo rei Henrique VIII.

Leia também:
Kate Middleton: a conta do guarda-roupa vai para o sogrão, o príncipe Charles

William e Kate Middleton: nas unhas das inglesas

 

Por Paula Neiva

@gpsveja

Leia mais em veja.com.br/gps

 

26/06/2012

às 19:46 \ Moda, Realeza, Sociedade

Kate Middleton: a conta do guarda-roupa vai para o sogrão

Duas características são indissociáveis à Kate Middleton como ícone de estilo. A primeira é a discrição elegante de suas roupas, que apenas uma princesa sem afetação ostentaria. A segunda é a falta de pudor em aparecer publicamente com vestidos e sapatos repetidos ou mesmo desfilar uma ou outra peça já usada por sua mãe. Mas, mesmo sem os exageros que sua posição permitiria, a duquesa de Cambridge é uma prova viva de como manter um guarda-roupas elegante custa caro. São, precisamente, 55.000 libras (180.000 reais, aproximadamente), segundo os cálculos de um conhecido jornalão inglês, desde que ela se tornou a duquesa de Cambridge. E William nem pode reclamar que a mulher gasta demais. Como as roupas de grife são usadas para eventos oficiais, quem paga a conta, segundo o mesmo jornal, é o sogro, o príncipe Charles.

Por Paula Neiva

@gpsveja

Leia mais em veja.com/gps

 

16/06/2012

às 8:58 \ Realeza, Sociedade

William e Kate Middleton: nas unhas das inglesas

Se você, cara leitora, pensava que nada poderia superar os cristais e florezinhas no quesito gosto duvidoso na bancada da manicure, surpreenda-se. Nos salões de beleza ingleses, tem muita menina prestando homenagem ao casal William-Kate com as próprias mãos. Ou melhor, unhas. Um desses jornalões ingleses, o Daily Mail, divulgou a moda, que você pode ver na imagem reproduzida a seguir. Kate Middleton, ícone da discrição e do bom gosto, deve te levado um susto. Tomara que essa moda não chegue aqui.

Por Paula Neiva

@gpsveja

Para ler a coluna completa, acesse, www.veja.com/gps


 

 

 

09/05/2012

às 16:44 \ Brinquedos, Gente Famosa, GPS/ Rio, Realeza

Os bonecos de William e Kate no Brasil: ficção e vida real

Por que recorrer à ficção quando o conto de fadas acontece na vida real? Partindo dessa premissa (e de outra: a de que o sonhar com o príncipe encantado é um mal do qual padecem meninas inglesas, chinesas e brasileiras também), a Mattel lança no Brasil os bonecos do príncipe William e de Kate Middleton. Os trajes são os mesmos do dia de seu casamento, realizado há um ano. Kate já havia sido homenageada com uma boneca que reproduzia seu vestido de noivado, desenhado pela brasileira Daniella Helayel.

Os bonecos, uma edição limitada, têm a aprovação do Palácio de Buckingham e foram lançados na Inglaterra, no início do ano. A fabricante, mesma que produz a Barbie, não venderá os bonecos separadamente–afinal, casal assim, não deve se separar nunca, certo? O preço é de, em média, 400,00.

Por Paula Neiva

Outras notas em www.veja.com/gps

Twitter: @gpsveja

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados