Roger interrompe show do Ultraje para reagir a José de Abreu: “Quem está me pagando é o povo, através de um órgão do governo que não pertence a um partido político”

O vocalista Roger interrompeu o show de sábado do Ultraje a Rigor no Festival CCBB de Música Urbana, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, para reagir a militantes virtuais do PT como o ator José de Abreu, que havia questionado sua integridade no Twitter por “meter pau no governo federal”, mas aceitar patrocínio para se apresentar no evento.

Assista ao discurso, cuja transcrição segue abaixo, assim como os tuítes originais.

FestivalHoje fui atacado no Twitter pela militância virtual do PT, os chamados MAVs.

Gente paga para militar. Gente que, na impossibilidade ou incapacidade de defender suas ideias, ataca a pessoa.

Gente baixa, gente escrota, como o ator global José de Abreu, o dublê de jornalista Pedro Alexandre Sanches e gente tão covarde e insegura de suas convicções que se esconde atrás de pseudônimos, como é o caso de Stanley Burburin.

Fui atacado porque segundo a lógica distorcida desses cretinos, eu estaria aceitando dinheiro de um governo que não apoio para tocar hoje aqui, e que isso não seria coerente.

Pois bem, quem está me pagando hoje não é um partido que se considera dono do Brasil. Um governo honesto deve apenas administrar o dinheiro que recolhe do povo e devolvê-lo ao povo em forma de serviços, de acordo com a necessidade desse mesmo povo.

Não vou agora discutir se isso está sendo feito ou não, mas o fato é que estou sendo contratado para exercer meu ofício, nesse caso, trazer cultura e diversão para o povo.

Quem está me pagando é o povo, do qual eu faço parte, através de um órgão do governo que, repito e enfatizo, não pertence a um partido político, ao contrário do que querem acreditar esses canalhas que me perseguem por eu exercer meu direito de pensar e me expressar livremente.

E eu estou com o saco cheio dessa violência indiscriminada, dessa luta de classes cruel e ignorante que vem sendo incentivada de uns tempos pra cá.

Somos todos brasileiros. É esse tipo de miséria que eu gostaria que acabasse no Brasil: a miséria cultural, a pobreza de espírito, a falta de educação de qualidade. Tenho certeza que, bem educados, ninguém precisaria de esmolas do governo, assim como eu nunca precisei.

Seguem alguns dos tuítes:

Captura de Tela 2014-05-11 às 01.45.04Captura de Tela 2014-05-11 às 02.39.57Captura de Tela 2014-05-11 às 02.23.50

Captura de Tela 2014-05-11 às 02.23.29Captura de Tela 2014-05-11 às 02.54.25Captura de Tela 2014-05-11 às 02.22.11Captura de Tela 2014-05-11 às 02.40.08 Captura de Tela 2014-05-11 às 01.23.57

Captura de Tela 2014-05-11 às 02.20.35Captura de Tela 2014-05-11 às 01.23.32

Felipe Moura Brasil – http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Facebook e no Twitter.

Leia também: A vantagem de ser “reaça” no país do “Esquenta”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Mari

    Parabens Roger. O dinheiro não é de um partido, muito menos do PT. O dinheiro é do trabalhador, do contribuinte, e é dever do Estado gasta-lo conforme consta na Carta Magna (?) que infelizmente é uma colcha de retalhos em frangalhos. Quando dizem nas propagandas eleitoreiras que vão construir mais casas, mais escolas, mais hospitais, blá, blá, blá, è OBRIGAÇÃO do estado. Se fossemos uma País sério sequer haveria necessidade de horário político e muito menos dizerem que vão fazer isto ou aquilo. São eleitos pelo povo e deveriam administrar o estado para este. A coisa aqui é tão ruim que o voto é obrigatório. Passamos a nossa vida ouvindo este blá blá blá a cada 2 anos. Eu não voto mais em ninguém há anos. Nenhum deles cumpre a constituição. As leis são feitas com brechas para que eles possam se beneficiar e por isto vão continuar com a corrupção. E não pensem que é somente nas grandes cidades, é uma praga que assola este País no mais longíquo e desconhecido rincão mas os tais Tribunais de Contas (que só tem funcionários indicados por partidos, deputados, governadores) para aprovar as contas. Uffa. Não daria para colocar aqui.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Laura Lira

    O Zé de Abreu não expressa a opinião dele, até porque não tem, ele vomita o mantra do PT, ou seja, merrrrrrrrrrdaaaaa!!!!

    Curtir

  3. Comentado por:

    Elisa

    Parabéns Roger, o PT não é dono do Brasil!!!

    Curtir

  4. Comentado por:

    Sávio Queiroz Costa

    Com apartamento no Marais (caríssimo bairro parisiense), pago sabe-se lá como, é fácil ser de esquerda. Um babaca… #zedeabreu

    Curtir