Blog Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil

Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

sobre

Felipe Moura Brasil estreou este blog em 2013, após dez anos como cronista na internet. Idealizou e organizou o best seller de Olavo de Carvalho, "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota". Autor da Editora Record, trabalha em dois livros previstos para 2016.

Lula e Dilma que paguem a farra petista

VEJA Bem com Felipe Moura Brasil

Por: Felipe Moura Brasil

Na TVeja:

“A coluna ‘VEJA Bem’, com Felipe Moura Brasil, resume a situação (e o custo) de Dilma, Renan, Dirceu, Lula, mulher e filhos. Acompanhe!”

Transcrição:

Vamos dar um panorama da situação dos líderes petistas.

Dilma Rousseff arrombou as contas públicas em 2014 para ganhar a reeleição e agora cobra mais imposto do povo brasileiro para equilibrar essas contas

Montou até um Conselhão de amigos escolhidos a dedo para fingir que debate com o povo a intervenção do Estado no nosso bolso, mas no Congresso, na volta do recesso, foi merecidamente vaiada por parlamentares ao pregar a volta da CPMF.

Agora, Dilma está mais uma vez nas mãos do vice Michel Temer, que se acertou com Renan Calheiros e Eunício de Oliveira e tomou conta do PMDB. Os grupos de Temer e Renan vão dividir os principais cargos da Executiva do partido.

Renan pode virar réu a qualquer momento, se o STF não protegê-lo como protegeu Dilma contra o impeachment. Depois de três anos da denúncia, o Supremo finalmente vai julgar se abre ação penal contra o presidente do Senado. O ministro Luiz Edson Fachin liberou para a pauta de julgamento o inquérito que apura se Renan usou dinheiro de empreiteira para pagar pensão a uma filha que teve fora do casamento, com Mônica Veloso.

Enquanto isso, José Dirceu admitiu que o delator Milton Pascowitch pagou a reforma de sua casa e de seu escritório, mas Lula ainda nega que o tríplex e o sítio reformados por empreiteiras que têm contratos com o governo sejam dele ou de sua mulher.

É natural que poderosos chefões usufruam bens registrados em nome de ‘laranjas’ para evitar provas contra si na hora do cerco policial.

O Ministério Público investiga se este é o caso de Lula, que, aliás, usufruiu 111 vezes nos últimos três anos o sítio em Atibaia, registrado em nome de dois sócios de seu filho Fábio Luís, o Lulinha.

É como se fosse normal ir 111 vezes ao sítio de um “amigo”.

Resta a suspeita de que aceitar reformas de imóveis como forma camuflada de pagamento de propina é um hábito que petistas só admitem depois de presos e condenados, como Dirceu.

Até porque as investigações apontam que a OAS levantou recursos para a construção do condomínio Solaris, do Guarujá, junto ao FGTS com ajuda de outro petista, André Luiz de Souza, ligado ao próprio Lula e à CUT.

Resultado: além de processar jornalistas, tentar tirar o caso das mãos do juiz Sérgio Moro, reforçar sua equipe de advogados com Nilo Batista e dizer-se a viva alma mais honesta do país, Lula agora recorre ao ex-ministro da Justiça Nelson Jobim para se contrapor à avalanche de suspeitas e críticas contra si e, quem sabe, influenciar os tribunais superiores, porque finalmente se deu conta de que os blogueiros petistas são inúteis para salvá-lo da cadeia.

Para completar, a Operação Zelotes descobriu que o valor total dos contratos do escritório Marcondes & Mautoni com a empresa de outro filho do Lula, Luís Cláudio, pode ter chegado a 4 milhões de reais.

O valor seria pago a “colaboradores” do governo petista para a aprovação da Medida Provisória 471, mas os pagamentos teriam sido interrompidos em março de 2015, justamente o mês da primeira deflagração da Zelotes. Luís Cláudio Lula da Silva acabou recebendo ‘apenas’ 2,5 milhões de reais de Mauro Marcondes na conta da LFT Marketing Esportivo.

Em resumo: enquanto Dilma tenta mascarar os escândalos de seu desgoverno, Lula, sua mulher e seu filho estão sendo investigados, sem contar que estão presos seus amigos como José Carlos Bumlai, seus parceiros de negócios, como Marcelo Odebrecht, seu antigo braço-direito, José Dirceu, e, claro, seus colegas de partido, como João Vaccari Neto.

Dirceu, aliás, está com “dificuldades financeiras” para pagar suas despesas e agora quer receber uma pensão maior por ter sido preso na ditadura.

Como sempre acontece no caso dos petistas, quem paga a conta é você.

* Veja também aqui no blog:
– Lula investigado! Veja as malandragens no tríplex e no sítio do ex-presidente
– Câmara usa argumentos deste blog para reduzir a pó voto de Barroso sobre rito do impeachment

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*