Blog Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil

Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

sobre

Felipe Moura Brasil estreou este blog em 2013, após dez anos como cronista na internet. Idealizou e organizou o best seller de Olavo de Carvalho, "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota". Autor da Editora Record, trabalha em dois livros previstos para 2016.

Juíza suspende nomeação do novo ministro da Justiça

Solange Ramos atrasa manobra de Lula para melar Lava Jato

Por: Felipe Moura Brasil

Wagner cesar

Jaques Wagner e seu afilhado Wellington César

A juíza federal Solange Ramos de Vasconcelos deferiu pedido liminar para suspender decreto da suposta presidente Dilma Rousseff, publicado na quinta (3), por meio do qual nomeou Wellington César Lima e Silva para o posto de ministro da Justiça, em substituição a José Eduardo Cardozo, derrubado por Lula.

Com a decisão (reproduzida abaixo), ela acatou os argumentos da Ação Popular proposta pelo deputado José Mendonça Bezerra Filho (DEM-PE), segundo a qual a Constituição veda que um membro de Ministério Público estadual assuma o ministério.

A juíza sustenta que Lima precisa primeiro ser desligado do MP da Bahia.

Como apontei aqui, ele foi o menos votado na lista tríplice dos candidatos em 2010, mas conseguiu ser alçado à chefia por escolha do então governador petista e hoje ministro Jaques Wagner, que articulou também sua nomeação para a vaga de Cardozo.

Para Mendonça Filho, “a decisão da Justiça Federal pela ilegalidade da nomeação do ministro da Justiça mostra ao PT a força das instituições democráticas”.

Pode até ser que não dure muito. Mas é mais uma derrota de Lula nesta memorável sexta-feira.

sustar

A decisão da juíza em documento revelado pela repórter Andréia Sadi, da Globonews

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*