Blog Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil

Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

sobre

Felipe Moura Brasil estreou este blog em 2013, após dez anos como cronista na internet. Idealizou e organizou o best seller de Olavo de Carvalho, "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota". Autor da Editora Record, trabalha em dois livros previstos para 2016.

Golpes do PT revelados por petistas: não tem preço

Os mandantes Lula e Dilma correm para o abraço dos afogados

Por: Felipe Moura Brasil

Lula-Dilma-Mercadante-1024x608

– Meu computador não suporta tantas janelas para a criminalidade petista. Desde segunda está em pane, impedindo-me de postar notas e tuitadas como as que finalmente reúno abaixo. O PT é um atraso de vida.

– Folha: “Dilma convoca Mercadante para dar explicações sobre gravação de Delcídio“. Imagino a “cobrança”: como você deixou gravar, imbecil!!?

– Lula, Dilma e PT tem pouco tempo para: 1) despejar ódio contra Mercadante; 2) comprar de antemão seu silêncio; 3) ameaçá-lo ou 4) você sabe.

– Mercadante tenta se defender: “Não trato de delação, apesar da tentativa do assessor [de Delcídio] de induzir esses assuntos, minha atenção era de solidariedade. Não trato de acordo financeiro, não falo para ele não delatar.”

Traduzindo Mercadante: a voz na gravação é minha, mas eu não sei de nada sobre o que ela disse.

– Mercadante, claro, tenta blindar Dilma: “A responsabilidade é totalmente minha”. Faltou acrescentar: pelo menos foi o que a chefe me mandou dizer, ok?

– Dilma repudia “tentativa” de vinculá-la a iniciativa pessoal de Mercadante. Como disse o próprio Mercadante na gravação: “Em política, pode tudo”.

– Assessor de Delcídio que gravou a conversa disse à Globonews “não ter dúvidas” que Mercadante o procurou a pedido de Dilma. Obrigado, Marzagão.

– Mercadante e Delcídio são adversários desde a CPI dos Correios, disse o assessor. “Falar em solidariedade? Ele nunca viu as filhas do Delcídio”. Pois é. E achou que, no desespero, podia tudo.

– Delcídio: “O senador Renan é muito cuidadoso e discreto nas suas articulações”; ele “normalmente se serve de terceiros”, como o empresário Milton Lira, o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

Aprendeu com Lula.

– Delcídio: “Ao contrário do que Lula sempre diz, o ex-presidente teve participação em todas as decisões relativas às Diretorias das grandes empresas estatais, especialmente a Petrobras”.

Toda frase que comece com “ao contrário do que Lula sempre diz” tem tudo para ser verdadeira.

– Trecho da delação: “Lula pediu expressamente a Delcídio do Amaral para ‘ajudar’ o Bumlai porque, supostamente, ele estaria implicado nas delações de Fernando Soares e Nestor Cerveró.” Sim: Lula precisava salvar seu colega de quadrilha.

Bumali quadrilha

– Delação: “No caso, Delcídio intermediaria o pagamento de valores à família de Cerveró com recursos fornecidos por Bumlai”, mas o senador “explicou” a Lula que “conversaria com o filho” de Bumlai, Maurício.

Resultado: “A primeira remessa de R$ 50.000,00 foi entregue pelo próprio Delcídio do Amaral, em mãos do advogado (de Cerveró) Edson Ribeiro, após receber a quantia de Maurício Bumlai”.

Ordens do chefe.

– “As entregas de valores se repetiram em outras oportunidades.” Claro.

– Não foram a VEJA, a TV Globo, a oposição, nem “coxinhas”. Foram dois petistas do governo, Delcídio e Mercadante, que entregaram a cúpula do PT.

– Radar: O Ministério Público vai acrescentar Lula no inquérito que corre no STF e investiga o chamado “quadrilhão” de políticos da Petrobras. Não existe “quadrilhão” sem chefe.

– Rodrigo Janot deverá pedir abertura de inquérito para investigar Mercadante por suposta tentativa de obstrução das investigações da Lava Jato. Mercadante já deveria ter sido preso, à moda Delcídio.

– Globo: a PGR deverá decidir nos próximos dias se pede ao STF abertura de inquérito para investigar a conduta de Dilma na nomeação do ministro Marcelo Navarro para o STJ com o propósito, segundo Delcídio, de soltar Marcelo Odebrecht.

Deve ser duro para Janot mandar investigar sua superprotegida. Mas coragem: ela merece.

– A PGR também vai abrir investigação para apurar denúncias contra Lula, o vice Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), tido por Delcídio “um dos beneficiários dos valores ilícitos” no esquema de corrupção na hidrelétrica de Furnas.

A denúncia contra o tucano é bem menos forte do que aquelas de testemunho direto contra Lula e Dilma, mas tem de ser apurada com o mesmo rigor. Este blog é Brasil contra bandido (ou bunda-mole) de qualquer partido.

– A PGR, segundo O Globo, também “deverá chamar para depor o lobista Marcos Valério Fernandes de Souza, o que pode resultar na reabertura do mensalão, o processo que levou à prisão a antiga cúpula do PT”.

Falso. Não levou à prisão o “chefe”, logo tem de ser reaberto.

– “Valério será chamado para explicar se recebeu dinheiro do PT [R$ 220 milhões] a mando do ex-presidente Lula para não denunciar líderes do partido durante o processo do mensalão”, como denunciou Delcídio. Também tem de explicar se apanhou na cadeia.

– 4 milhões de pessoas foram às ruas pedir e . Como Dilma reagiu? Chamou Lula ao governo para escapar da prisão. Mais um tapa na cara do povo.

– Onde a Folha disse “mais à vontade”, lê-se “desesperado”.

Folha Lula ministro

– Advogados de Lula recorrerão da decisão da juíza Maria Priscilla de mandar denúncia e pedido de prisão preventiva a Sérgio Moro. Eles eram felizes com o MP de São Paulo e não sabiam.

– Pedro Corrêa fechou delação premiada. Diz que Lula sabia do petrolão e interveio para Paulo Roberto fechar transação que renderia pixulecos. Foi mais um motivo para Lula decidir se esconder num ministério.

– Petistas dizem que Lula aceitou ser ministro de Dilma. Eu digo que Lula aceita fugir da polícia e do juiz Sérgio Moro no governo.

– Se Lula desistir de virar ministro após a ‘bomba’ de Mercadante, seria amarelada dentro de amarelada. Nunca antes na história deste país…

– Lula chegou a Brasília nesta terça-feira com grande equipe de assessores, em dois jatinhos fretados. Fica sempre a pergunta: quem pagou?

Lula jatinhos

Lula desembarca no hangar do aeroporto Juscelino Kubitschek (Michel Filho / Agência O Globo)

– Relembro o post: Lula diz que você “não gosta de dividir a poltrona do avião”, mas só viaja em jatinho de empresários.

– Imprensa repercute lorota do marketing de Lula sobre condição de guinada na economia para aceitar ministério. Ele está em fuga de Moro. Só.

– Fernandinho Beira-mar não vai perguntar se pode ganhar ministério também?

– Todos os jornais que, sem cerimônia, destacam manobras de Cunha nas manchetes, favor destacar que Lula MANOBRA para não ser preso, ok?

– DEM protocolou na Justiça Federal em Brasília ação para barrar a nomeação de Lula como ministro, conforme Ronaldo Caiado havia prometido. A representação alega que o ato “não busca atender a necessidades de governo” nem visa o “bem comum”.

“Trata-se de inegável tentativa de auxiliá-lo a subtrair-se à persecução penal no âmbito dos inquéritos e ações penais que são movidas em seu desfavor, redirecionando tais procedimentos para uma instância superior, onde o mesmo imagina poder influir politicamente e safar-se das acusações que são imputadas a si e seus familiares, bem como de eventuais condenações que delas possam resultar.”

Belíssimo português contra dois dos maiores responsáveis pela destruição da língua.

– DEM também acusa Dilma de atentar contra o livre exercício do Poder Judiciário com a nomeação de Lula, podendo vir a responder por crime de responsabilidade. E pensar que essa Dilma é a mesma que diz jamais intervir em investigações…

– STF determinou que mulher e filha de Cunha sejam julgadas por Sérgio Moro. Lula aguardava essa decisão para saber se conseguiria ‘subir’ sua família à Corte. Em princípio, perdeu.

Delcídio disse que Lula sempre abandona os ex-companheiros. Se assumir ministério, mostrará que abandona também a família.

– Lula no governo é um golpe triplo contra o Brasil: terceiro turno ‘eleitoral’, terceiro mandato e fuga da Justiça.

– Prezado Sérgio Moro, ainda está em tempo de decretar a prisão da jararaca antes que ela volte ao ninho de ratos do governo. Obrigado.

– Tentativa do governo de transformar pedido por saída de Dilma na maior manifestação da história do país em pedido de solução para economia é mais uma distorção da propaganda petista. Dilma É a crise. O princípio da solução é sua saída oficial.

– Cunha pediu a deputados que se preparem para ficar em Brasília até sexta para dar início a processo de impeachment. O povo acabou com a folga.

– Jaques Wagner, sem apresentar prova alguma, disse que o juiz Sérgio Moro pretende “criminalizar a política”. Os petistas sempre chamaram de “política” os crimes cometidos pelos membros do partido.

– Wagner classificou a Lava Jato como “algo espetaculoso”. Não, Wagner. É espetacular mesmo.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*