Blog Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil

Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

sobre

Felipe Moura Brasil estreou este blog em 2013, após dez anos como cronista na internet. Idealizou e organizou o best seller de Olavo de Carvalho, "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota". Autor da Editora Record, trabalha em dois livros previstos para 2016.

Adesão ao 13 de março pode definir saída de Dilma

Planalto teme tamanho do ato e já tenta pré-pautar cobertura da imprensa

Por: Felipe Moura Brasil

Ato contra Dilma pobres e ricos

Painel da Folha:

“O Planalto trata as manifestações contra Dilma Rousseff marcadas para o dia 13 de março como determinantes para o futuro do governo. Na avaliação de auxiliares palacianos, se os protestos alcançarem, no mínimo, o quorum do ato de março de 2015, quando o Datafolha contou 210 mil pessoas em São Paulo, a pressão sobre a petista crescerá. Do contrário, a sensação será a de que o movimento refluiu, e Dilma poderá manter viva a esperança de sair das cordas.

Para o MBL, a adesão será, ao menos, equivalente à de abril, quando 100 mil foram à avenida Paulista.”

Traduzo:

O Planalto teme que o ato de 13 de março seja grande como o de abril, então vaza para a Folha que o piso comparativo é o de março passado, naturalmente mais difícil de ser alcançado porque o clamor popular vinha dos estelionatos eleitorais após uma disputa acirrada acompanhada diariamente pelo povo na TV.

É uma forma de se precaver contra a presença de 100 mil ou até 200 mil pessoas na Paulista, transformando de antemão uma adesão deste porte em fracasso e razão de fôlego para Dilma.

É uma forma, também, de pré-pautar o discurso da cobertura da imprensa, além da opinião dos deputados e (com sorte) senadores que votarão contra ou (com sorte) a favor do impeachment.

Este blog estará de olho em jornais, TVs e portais de notícias que repetirem o discurso governista, caso o ato seja grande mas não alcance o maior de todos em número de adesões.

De qualquer modo, o 13 de março poderá definir a saída de Dilma, até porque o PMDB, como disse Moreira Franco ao Estadão, só deve discutir o desembarque do Executivo quando a sociedade der sinais claros de amadurecimento na defesa do impeachment, embora 60% dos peemedebistas já sejam a favor.

Quanto mais gente nas ruas, mais claros os sinais (de urgência!) da sociedade e melhor para o país.

E você? Já convidou quantos amigos?

13 marco

* O movimento Vem Pra Rua lançou novo site: http://www.vemprarua.net/.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*