Blog Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil

Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

sobre

Felipe Moura Brasil estreou este blog em 2013, após dez anos como cronista na internet. Idealizou e organizou o best seller de Olavo de Carvalho, "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota". Autor da Editora Record, trabalha em dois livros previstos para 2016.

Ação “Venha derrubar a Dilma” convoca para 13 de março

É um "tombo legal" para a suposta presidente

Por: Felipe Moura Brasil

Todos os brasileiros podem contribuir para a queda de Dilma Rousseff.

O movimento Chega de Impostos demonstrou isso com uma ação criativa e divertida na Praça do Rádio, em Campo Grande (MS), realizada neste sábado (27) com o objetivo de convocar a população para o ato nacional de 13 de março contra o governo petista.

O grupo montou a estrutura de um brinquedo conhecido como “tombo legal” para que pessoas de todas as idades pudessem derrubar a personagem Dilma em uma piscina de 6 mil litros d’água atirando bolas em um buraco do tipo “boca do palhaço” que funciona como alvo.

Este blog aplaude a iniciativa – e se identifica com ela.

No país do carnaval, o bloco do impeachment e da cassação precisa de soluções irreverentes para atrair a atenção, o envolvimento e a participação das massas.

Assista ao vídeo.

* Segue abaixo a imagem de convocação para 13 de março em Campo Grande (MS).

Em breve, o blog divulgará horário e local dos atos em todas as cidades do país.

Venha derrubar a Dilma foto

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*