Blog Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil

Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

sobre

Felipe Moura Brasil estreou este blog em 2013, após dez anos como cronista na internet. Idealizou e organizou o best seller de Olavo de Carvalho, "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota". Autor da Editora Record, trabalha em dois livros previstos para 2016.

Papa Francisco promove bispo que criticou jararaca Lula

Dom Darci merece!

Por: Felipe Moura Brasil

O papa Francisco promoveu na quarta-feira (9) o bispo auxiliar de Aparecida dom Darci José Nicioli a arcebispo metropolitano da arquidiocese de Diamantina (MG), após o pedido de renúncia de dom João Bosco Oliver de Faria, então arcebispo da cidade mineira.

É um salto tremendo para dom Darci, que, na missa de domingo (6) – dois dias depois que Lula foi conduzido a depor e se comparou a uma jararaca atingida no rabo – convocou os fiéis a vencer o mal “daqueles que se autodenominam jararacas”, como mostrei aqui.

A transferência de dom Darci de Aparecida para Diamantina nada tem a ver com a recente declaração, já que o processo para a escolha de um arcebispo é longo e requer uma série de consultas.

Mas depois de irritar padres ligados ao petismo, como Paulo Sérgio Bezerra, este blog acredita que Dom Darci fará jus à vaga.

“Peça, meu irmão e minha irmã, a graça de pisar a cabeça da serpente, de todas as víboras que insistem e persistem em nossa vida, daqueles que se autodenominam jararacas. Pisar a cabeça da serpente. Vencer o mal pelo bem. Por Cristo, Nosso Senhor…”

Amém!

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*