Blog Felipe Moura Brasil

Felipe Moura Brasil

Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

sobre

Felipe Moura Brasil estreou este blog em 2013, após dez anos como cronista na internet. Idealizou e organizou o best seller de Olavo de Carvalho, "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota". Autor da Editora Record, trabalha em dois livros previstos para 2016.

Blog diminui ritmo até carnaval, mas segue atento à canalhada

...e aos jornalistas que tiram selfie com os membros do poder

Por: Felipe Moura Brasil

2anos

Este blog, que não teve férias desde a sua estreia na VEJA em dezembro de 2013, aproveita o recesso do Congresso e do Judiciário, em que o noticiário está (ou deveria estar) mais calmo e o público mais distraído com o verão, não para parar completamente, mas só para diminuir o ritmo de publicações até o carnaval, no começo de fevereiro.

Além de me dar um descanso parcial após o trabalho mais do que diário, incluindo muitos sábados, domingos e feriados, durante dois dos anos mais conturbados da história brasileira, também preciso assimilar a pesquisa feita para um dos meus livros contratados pela Editora Record e engatar a escrita antes que a disputa do impeachment volte com tudo.

Muito obrigado pela (in)compreensão, meus leitores.

Continuem passando por aqui diariamente, cientes de que às vezes um resumo comentado dos fatos essenciais ou uma análise minuciosa de casos complexos podem valer até mais do que milhões de informações dispersas nesta era de notícias fragmentadas e jornalistas que tiram selfies com os membros do poder.

Inté.

Selfie Levy

Brasília - DF, 07/01/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante café da manhã com jornalistas-setoristas do Palácio do Planalto. Foto: Ichiro Guerra/PR

O provincianismo adulador da imprensa nacional talvez renda um capítulo do meu livro

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Voltar para a home

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*