A monstruosidade de Emir Sader contra Joaquim Barbosa

“Havia ameaças de morte, com telefonemas para o gabinete e a casa dele, com frases covardes como: ‘Sua hora está chegando.’”

A declaração é do chefe de gabinete da presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o diplomata Sílvio Albuquerque Silva, explicando a aposentadoria do ministro Joaquim Barbosa, após dizer que ele chegou ao seu limite de cansaço.

Foi o bastante para que o militante petista Emir Sader, organizador do livro chapa-branca sobre a primeira década do PT no poder, 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma, eternamente empacado nas vendas, como já escrevi aquidisparasse no Twitter:

Captura de Tela 2014-05-30 às 17.36.29Já imaginou se um reacionário fala isso? Se Rachel Sheherazade comenta algo assim na TV? O escândalo que a militância esquerdista faria, gritando “apologia do crime!” e “incitação à violência e à justiça com as próprias mãos!”, como já fez por muito menos (ou nada) – já imaginou? Pois é.

E não é que Sader, na prática, apenas endosse ameaças por telefone. Ele as considera pouco, ou melhor, “suspiros de amor” perto das “monstruosidades” de Joaquim Barbosa, cujo nome ele providencialmente omite para evitar um processo. O que estaria acima, então, de ameaças por telefone na escala da delinquência, de forma a se converter em uma suposta reação proporcional a esta “monstruosidade” que é para os petistas o cumprimento da lei, já que não houve uma condenação sequer dos “companheiros” mensaleiros feita sem provas?

Ameaça ao vivo? Agressões verbais na saída de um bar, como as do millitante Rodrigo Grassi, o “Pilha”, então assessor parlamentar da deputada federal Érika Kokay? Ou logo “um tiro na cabeça”, como desejava outro militante (da Comissão de Ética do PT!) no Facebook, Sérvolo de Oliveira e Silva, que só agora, com a PF em seu encalço, se diz arrependido da “maior idiotice” que já fez na vida? Se ameaças por telefone são “suspiros de amor”, imagino que fazer uma montagem racista em que a imagem de Barbosa apareça associada à de um macaco, como fez o Blog da Dilma, não seja lá para Emir Sader mais do que um beijinho no ombro.

A campanha sórdida da militância real e virtual petista contra Joaquim Barbosa, que obriga o ministro a se precaver para não virar outro Celso Daniel, é apenas mais uma prova do quão cínica, (in)justiceira e monstruosa é essa gente.

A verdadeira insanidade do nosso tempo, como já escrevi, foi tê-la permitido chegar ao poder.

Felipe Moura Brasil – http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Facebook e no Twitter.

Mais sobre Emir Sader neste blog: Sucesso e Sader-masoquismo

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    hellen

    O Brasil tá mais para um país sem leis (pelo menos aos políticos)! Tem imunidade material impossibilitando qualquer processo judicial (civil ou criminal). E ai? Podem tudo?! Pelo jeito podem! Fazer e desfazer, roubar e desviar, nada acontece! Havia uma esperança, cujo nome foi Joaquim Barbosa. Mas claro, eles não poderiam deixar que alguém chegasse para acabar com a farra… e por meio de ameaças, fizeram aquele que fez justiça, ter que se retirar. Como já fizeram com jornalistas que divulgam a VERDADE! Somos obrigados a engolir e não nos manifestar, como a #gerentona disse, em seu discurso covarde em rede nacional! Tudo isso ainda foi pouco! Nada de liberdade, vamos implantar a Ditadura Comunista, ai sim, a felicidade será completa! #Lulalau chega neh?! Já provou ser um cretino, sem educação, desprovido de inteligência! Não vejo a hora do dia 05 de outubro chegar, e poder participar da “Festa de Despedida da Dilmona”!

    Curtir

  2. Comentado por:

    Helia Guedes

    Gente, que campanha suja!!!!!!!!!! Isto tudo só porque querem que os trabalhadores sejam eternamente Escravos .
    Pena que alguns inocentes acreditem nessa gente e engrosse a fileira dos que só querem o povo como bucha de canhão. Depois, merda para o povo. Se soubessem dar felicidade ao povo não teriam sido banidos do
    poder, porque passaram mais de quinhentos anos no poder e só nos afun-
    daram em tudo que se possa pensar de ruim. Ou estão esquecidos?
    Querem voltar ao poder porque só sabem estar com o chicote na mão.

    Curtir

  3. Comentado por:

    CELSO ARANTES

    É inacreditável, é baixo, torpe, infame, asqueroso as respostas dadas nesta esta entrevista em Portugal. Até a reporter fica espantada diante de tanto apoio delituoso. Realmente, falta alguém na Papuda..

    Curtir

  4. Comentado por:

    João Leopold

    Pois é Felipe, tudo tão claro e cristalino, mas estes comunistas venceram mais uma batalha, está aí o José Dirceu e o outro réu confesso Delúbio soltos. Este STF do vídeo não existe mais.
    Se as vitórias deles continuarem seremos um país tão avançado quanto a extinta União Soviética, Cuba e Coréia do Norte e espero junto com você um encontro em algum paredão da vida porque mediocridades não conversam, tal como o Emir Sade deseja para o Joaquim deve desejar a todos nós que estamos enojados com a corrupção e os anseios de poder que estes petralhas carregam.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Seta

    Mais cedo ou mais tarde, TODOS os corruptos do mensalão “que não existiu”, serão alcançados pela Lei. Concordo perfeitamente que a História será devidamente contada. Questão de tempo.

    Curtir