Blogs e Colunistas

16/03/2010

às 15:01 \ Doenças

Você só tem a ganhar com o check up de suas pintas

 

exame-pele-450

É simples: você tira a roupa e, em poucos minutos, o dermatologista avalia uma a uma as pintas do seu corpo. A maior parte é conferida a olho nu. Outras podem precisar de lupa especial, que diferencia pintas normais de pintas cancerosas. Se houver pinta suspeita, ela é removida e enviada ao patologista.
Esse exame é simples e importantíssimo porque pode salvar sua vida: o melanoma, o mais agressivo dos cânceres de pele, é curável se detectado nos estágios iniciais.

Faça o check up uma vez por ano

Quando o melanoma é detectado no começo, a taxa de cura é próxima a 100%. Com o tempo, ele se desenvolve e pode se espalhar para outros órgãos. É triste quando uma pessoa descobre um melanoma avançado: a mesma doença que podia ter sido curada, agora provavelmente custará a vida.

Dois estudos científicos publicados recentemente comprovam que, quando o dermatologista confere rotineiramente as pintas de seus pacientes, acaba descobrindo melanomas iniciais. Por isso, mesmo que você nem imagine ter uma pinta suspeita, mesmo que garanta que nenhuma pinta se modificou ao longo do tempo – ou mesmo quando tudo o que espera do dermatologista é uma caprichada no Botox – o exame dermatológico é fundamental.

Grupo de risco

Todo mundo corre risco de ter melanoma, basta estar vivo. Mas existem pessoas mais suscetíveis. Quem passou dos 50 e tem pele clara, quem costuma se queimar ao sol e ficar vermelho e quem já teve queimaduras solares com bolhas está no grupo de risco. Também está quem tem mais de 50 pintas pelo corpo. Ou quem tem na família alguém que já teve melanoma. O risco é maior se o parente for próximo, como mãe, pai ou irmão. Esportistas que passam muito tempo ao ar livre também entram no grupo de risco, e adeptos do bronzeamento artificial idem.

Se você se encaixou no grupo de risco, marque uma consulta com um dermatologista e faça um check up de suas pintas. Se você já vai ao dermatologista para cuidar de assuntos de beleza ou mesmo para olhar uma unha com micose, peça a ele que aproveite e olhe também suas pintas. Porque a detecção precoce é a melhor arma contra o câncer de pele.

Leia também: Câncer de pele – melanoma

Por Lucia Mandel

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

7 Comentários

  1. RODOLFO

    -

    05/05/2010 às 0:09

    tenho umas manchas na pele, principalmente nos dedos e nas nadegas , que se coçlar , sangram e nao cicatrizam , fiquei com medo agora, porem o dermato é só para daqui a 1 mes

  2. ELISA

    -

    21/04/2010 às 20:45

    pintas

  3. Lucia Mandel

    -

    06/04/2010 às 0:01

    Joel, sinto muito pelo que aconteceu na sua família.

    Aproveito para dizer que feridas que sangram e não cicatrizam sempre devem ser avaliadas por um dermatologista, sem demora. Feridas que sangram e não cicatrizam são sinal de perigo. Podem significar melanoma ou outros tipos de canceres de pele.

  4. Rosana

    -

    22/03/2010 às 9:03

    Adorei essa nateria é um sinal de alerta para todos,podendo evitar muitos transtornos.Vale uma vida dar uma visitinha ao dermatologista.
    GOstaria que vc me falasse um pouco sobre o creme facial priorage da racco, pois li uma materia da vaja sobre cosmetcos e uma amiga que vende esses produtos disse que a racco tinha lançado esse produto a base do componente que um especialista canhou um premio sobre ele a revista veja é de 3 de março de 2010.ficarei grata se puder me dar uma ajuda parece que ele ajuda a pele regenerar.

  5. joel

    -

    17/03/2010 às 15:42

    Minha sogra tinha uma calosidade no calcanhar que às vezes chegava a sangrar.
    Isso durante meses e meses.
    Até que um dermatologista descobriu que era um melanoma.
    Mas aí já era tarde demais para a cura.
    Espero que muitos leiam seu post, Dra. Lucia.

  6. Rosana Oliveira

    -

    17/03/2010 às 11:53

    Exatamente a detectação precoce é uma verdadeira arma contra o câncer de pele… foi bom ler essa matéria.. sempre tive vontade em eliminar minhas pintinhas…que tenho no colo um pouco nos ombros…
    E esse ALERTA , for fundamental… tenho pavor de doenças…Nem pensar…Vou marcar uma consulta com a dermatologista urgente!!!!

  7. berna

    -

    17/03/2010 às 2:23

    Acho que você saiu na frente. Parece até que leu esta reportagem antes. Vou fazer o mesmo.
    Papai

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados