Blogs e Colunistas

31/03/2009

às 7:19 \ Arquivo

Alívio para picadas de insetos

Gosto de passar meus finais de semana em um sítio no interior de São Paulo. Mas não sou só eu que aprecio o lugar: uns 500.000 mosquitos também adoram. Ao entardecer, eles chegam em bando, principalmente nos dias mais quentes. Curiosamente, não sou incomodada. Às vezes, nem preciso passar repelente. O segredo é que levo comigo uma isca, um escudo para me proteger: chama-se marido. Parece que todos os mosquitos voam para cima dele e nenhum se interessa por mim. Gostou da técnica? Espero que o seu marido também funcione do mesmo jeito.

Por que os mosquitos picam?

Eles picam porque se alimentam do nosso sangue, certo? Errado. O prato favorito dos mosquitos é néctar de flores. Nosso sangue só é importante para as mosquitos-fêmeas, pois nossas proteínas ajudam a amadurecer seus ovos. E assim, com a ajuda do nosso sangue, elas vão constituindo família.

Como qualquer mãe de família que se preze, a mosquito-fêmea tem suas preocupações. Por exemplo, encontrar um bom fornecedor de sangue para alimentar seus preciosos ovinhos. Como a natureza a presenteou com um olfato apuradíssimo, ela percebe o cheiro de gás carbônico que eliminamos na respiração. Mesmo estando a dezenas de metros de distância. E lá vai ela rapidamente na direção do seu alvo.

Existem pessoas de sangue doce?

Por que algumas pessoas são mais picadas que outras? A causa exata ainda está para ser completamente elucidada. Provavelmente não há relação com o gosto do sangue, mas sim com o cheiro do corpo escolhido. Evidências sugerem que os mosquitos usam o seu nariz para escolher a sua vítima. Podemos não perceber, afinal não temos o olfato apurado do mosquito, mas existem diferenças individuais nos odores emitidos por nós. Nem sempre as preferências do mosquito batem com as nossas. Eles se interessam, aparentemente, por cheiro de suor.
Além do cheiro, o calor também os atrai. Por isso quem usa roupas escuras e mais quentes é mais picado. O ideal, num lugar infestado de mosquitos, é usar roupas claras, que refletem a luz e são mais frescas.

Pessoas alérgicas à picada

Ao nos picar, a mosquito-fêmea injeta um pouco de saliva. Isso lubrifica a pele, facilitando a sua perfuração, e evita que o sangue coagule. A reação local à picada é uma alergia às proteínas da saliva do inseto. A reação alérgica faz surgir aquela ferida elevada, vermelha e que coça.
Algumas pessoas sofrem mais que outras com as picadas, por conta de uma reação alérgica chamada estrófulo. Nesse caso, após a picada, surgem várias outras feridinhas semelhantes espalhadas pelo corpo. A alergia é mais frequente nas crianças e costuma melhorar com a idade. Se o incômodo for tolerável, usamos cremes que dão alívio sintomático. Casos mais intensos são tratados com medicamentos por via oral. E, se o problema for muito frequente, existe tratamento com dessensibilização através de vacinas. Infelizmente isso nem sempre dá bom resultado.

A prevenção

O ideal é afastar-se dos mosquitos quando eles dominarem o ambiente. Ir para dentro de casa ao entardecer e usar telas nas janelas. Se isso não for possível, a alternativa é um bom repelente. O cheiro dele encobre o nosso e desagrada aos insetos. Os mais eficientes são à base de DEET ou de icaridina, mas existem também produtos feitos com óleo de citronela, que têm eficácia moderada. Velas de citronela podem ajudar.
Leia aqui sobre repelentes de insetos (Armas contra a Dengue, 20 de janeiro de 2009)

O tratamento

A vermelhidão e o inchaço melhoram com gelo. Ou então, com compressas de água boricada gelada. Deixe a área limpa e tente não coçar, porque predispõe à infecção secundária e aumenta a chance de surgirem manchas no local da picada. Existem loções que aliviam a sensação de coceira, com calamina, azuleno ou alfabisabolol.  Não recomendo anti-histamínicos de uso tópico, que podem causar alergia. Se a inflamação for grande, pode-se usar um creme à base de cortisona. Finalmente, casos mais intensos, com urticária associada, melhoram com anti-histaminicos por via oral.

Por Lucia Mandel

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

18 Comentários

  1. Rafael Duarte Noblet

    -

    29/03/2013 às 1:03

    É interessante como os pernilongos ficam loucos quando soltamos peidos, eles atacam com maior intensidade, talvez para se vingarem do mau cheiro. Acredito também que eles piquem mais quando se está fedendo, por falta de banho, pois são animais invertebrados atraídos por sujeira e coisas em decomposição.

  2. carlos

    -

    22/02/2012 às 21:02

    porque os pernilongos me picam e meu irmao nao?

  3. Eduardo

    -

    22/02/2012 às 20:58

    doutora preciso que me ajude a solucionar o meu problema meu corpo e muito quente por isso transpiro de mais horrivelmente alem de ter o transtorno do calor que sinto e do suor que escorre pela face,costas e barriga.tem mais um caso que me deixa bastante constrangido nunca vi alguem com esse problema li alguns comentarios do seu outro blog que fala sobre suor e nao vir ninguem comentar sobre musquitos que nos pesegue pelo suor tenho muito medo panico de sair de casa onde eu estou costumam aparecer moscas e começam a me arrodiar e arrodiar o ambiente que estou isso na minha casa na empresa onde trabalho quando estou em uma recpçao de alguma empresa,estituiçao financeira,escolas que a porta esta aberta sempre aparece mosquitos por favor me ajude tem algum tratamento que possa afastar os mosquitos tenho muita vergonha de comentar este caso mas preciso de ajuda para conseguir levar uma vida normal. muito obrigado pela atençao um grande abraço preciso de ajuda mesmo .

  4. Luci Ramos

    -

    14/11/2011 às 8:00

    Achei muito interessante este artigo porque descobri coisas sobre os mosquitos que eu não sabia.
    Gostaria de saber se no caso de picada de percevejo ou aqueles bichinhos de pombo os cuidados são os mesmos ou se existe algum tratamento diferente.
    Minha casa está infestada desses bichos e eles mordem muito!!! É uma coceira terrível e temos a impressão de que eles correm por dentro do nosso corpo.
    Estamos muito preocupados. Por favor, nos oriente a respeito disso.
    Parabéns pelo blog! Bem claro, esclarecedor e muito bem humorado.

  5. luiz carlos

    -

    28/01/2011 às 7:16

    Excelente: muito obrigado pelas orientações. Infelizmente, os escudos aqui em casa são minha esposa e meus dois filhos.

  6. ELISABETE

    -

    17/03/2010 às 14:50

    COMO TIRO ESSAS MANCHINHAS COLOCO GELO NO ROSTO??? ESTOU APAVORADA MAS CONFIO QUE A SENHORA PODE ME AJUDAR

  7. ELISABETE

    -

    17/03/2010 às 14:48

    SUA RESPOSTA FOI BEM ESCLARECEDORA MAS PARA MINHA PESSOA FALTOU.
    ME DESCULPE MAS EU GOSTARIA DE SABER COMO ME LIVRAR DESSAS MANCHAS VERMELINHAS QUE A MOSQUITO-FEMEA DEIXA FUI ACAMPAR E ESTOU COM MEU CORPO CHEIO DELAS PRINCIPALMENTE NO ROSTO E ESTÁ ME CAUSANDO MUITA VERGONHA, NÃO TENHO COCEIRAS MAS ESSAS PINTAS ESTÃO CHAMANDO A ATENÇÃO!
    POR FAVOR ME RESPONDA DANDO-ME UMA DICA OU MAIS!
    DESDE JÁ OBFRIGADA!!!!!!!!

  8. TASSIA

    -

    26/05/2009 às 18:19

    Será que o cheiro dos cremes hidratantes afasta ou atrai os insetos?

  9. Luiz

    -

    20/04/2009 às 16:56

    picada de mosquito

  10. Pri

    -

    20/04/2009 às 16:55

    Picada de mosquito

  11. Antonio Marcos

    -

    14/04/2009 às 10:42

    Tirando seu marido, gostei do texto. Abraços.

  12. W.

    -

    04/04/2009 às 21:57

    Tomar água tônica parece que também é ótimo (contém quinino – cheiro que afasta mosquitos). Quem sabe? Beijocas, baby.

  13. Luciene

    -

    01/04/2009 às 15:43

    Existem produtos ótimos, tanto para evitar picadas, como para aliviar os efeitos das mesmas na rede de lojas Alergoshop. Quem se interessar, pode entrar no site http://www.alergoshop.com.brAbraço.

  14. Maisa Pereira

    -

    31/03/2009 às 20:51

    Enquanto não tenho um marido,comprarei um bom repelente! Obrigada Dra. Lucia.

  15. marcela

    -

    31/03/2009 às 14:47

    Muito interessante o texto e aprendi muito. Achei ate uma razão para ter um marido, porque estava dificil achar alguma, especialmente com tantos homens sem senso de humor e com dificuldade de entender e ler um bom texto.

  16. Nina

    -

    31/03/2009 às 10:36

    Dra. Lúcia,Sou muito alérgica, um médico italiano, especilialista em doenças tropicais, me ensinou que beber agua tonica também afasta os bichinhos, experimentei algumas vezes, e para mim funciona, ele disse que os mosquitos, não gostam do cheiro do quinino, que a agua tonica contém,Abraços,Nina.

  17. Aline Campos

    -

    31/03/2009 às 9:42

    Texto muito esclarecedor! Dicas bem legais! Parabéns!

  18. Orácio

    -

    31/03/2009 às 8:54

    Li toda a matéria achando que havia alguma descoberta para prevenir picadas de mosquito, mas, na verdade, a prevenção se referia ao marido da autora.Nossa, que engraçado…desculpe, vou ter que parar de escrever porque estou chorando de rir…perdi meu tempo a troco de nada.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados