Blogs e Colunistas

humberto costa

11/01/2011

às 17:36

Humberto Costa é escolhido líder do PT no Senado

Em decisão unânime, a bancada do PT no Senado decidiu nesta terça-feira que o pernambucano Humberto Costa será o novo líder do partido na Casa. O anúncio foi feito pelo senador Delcídio Amaral (MS) pelo Twitter. “Acaba de ser escolhido, por unanimidade, o companheiro Humberto Costa como líder da bancada do PT no Senado”, escreveu no microblog. Costa vai substituir o senador Eduardo Suplicy (SP), que ficará no cargo até o dia 1º de fevereiro, quando começa a nova legislatura.

O novo líder do PT preferiu evitar a discussão sobre o valor do salário mínimo, uma das primeiras batalhas a serem levadas ao Congresso Nacional em fevereiro. Ele admitiu, no entanto, que o aumento ainda pode ser negociado com as centrais sindicais. “Esperamos uma proposta que possa atender tantos movimentos sociais, quanto às prioridades de governo”, afirmou.

A declaração do senador contraria a posição do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que avalia que qualquer valor acima de 540 reais será vetado pela presidente Dilma Rousseff. Sobre os recursos destinados à saúde, Costa disse que a discussão deve ocorrer no âmbito da reforma tributária. “Debate sobre recursos para saúde não é a mesma coisa que a implementação da CPMF”, ponderou. O senador foi ministro da Saúde no primeiro mandato do governo Lula.

Apenas três senadores faltaram ao encontro da bancada do PT, que também contou com a presença do presidente do PT, José Eduardo Dutra.  A legenda ficou com 15 cadeiras na casa, perdendo apenas para o PMDB, que conquistou 19.

Presidência – Além das discussões sobre a liderança, o PT também está de olho na 1ª vice-presidência do Senado. A legenda não aceitou bem o fato de Marconi Perillo (PSDB-GO) ter ocupado a presidência na última legislatura na ausência de José Sarney (PMDB-AP).

Marta Suplicy (SP), Delcídio Amaral (MS) e José Pimentel (PE) são cotados para assumir a vaga. O nome deve ser definido na próxima reunião de bancada, marcada para o próximo dia 27.

Já a Presidência da casa será indicada pelo PMDB, que tem o maior número de cadeiras. Sarney, que deve continuar no cargo, também tem o apoio do PT, segundo Costa. “Nós não temos nenhuma restrição a quaisquer nomes que venham a ser apresentados pelo PMDB”, declarou.

Os petistas também devem ficar com a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ou da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), que são as de maior peso político.

(Luciana Marques, de Brasília)

03/10/2010

às 21:37

PE: Armando Monteiro e Humberto Costa são eleitos senadores

Em Pernambuco, a disputa pelas duas vagas ao senado está matematicamente encerrada. Com 93,39% das urnas apuradas, Armando Monteiro, do PTB, e Humberto Costas, do PT, foram os mais votados no estado. Armando Monteiro está com 39,71% dos votos, enquanto Humberto Costa tem 38,64%. Em terceiro lugar ficou Marco Maciel, do DEM, com 11,99% dos votos.

31/08/2010

às 15:10

Maciel rebate Lula: “Orgulhoso não pode fazer política”

Alvo de críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o senador Marco Maciel (DEM-PE) partiu para o ataque nesta terça-feira. A seu estilo – discreto e sem citar diretamente o presidente – Maciel afirmou, no plenário do Senado, que “o orgulhoso e o ressentido podem fazer de tudo na vida, menos política”.

Na última sexta-feira, em Recife, o presidente disse que Maciel é senador “desde o tempo do Império”.  E indagou: “Já foi presidente da Câmara, ministro e até vice-presidente da República. O que ele trouxe para Pernambuco?”.

Os ataques de Lula tentam minar a oposição em Pernambuco, já enfraquecida com os altos índices de aprovação do governo no estado onde nasceu o presidente. Marco Maciel aparece em segundo lugar na última pesquisa Datafolha, atrás de Humberto Costa (PT) e à frente de Armando Monteiro Neto (PTB).

(Gabriel Castro, de Brasília)

23/07/2010

às 20:50

Na terra de Lula, não existe oposição

Animadores contratados para comício de Dilma (Foto: Cristiano Mariz)

A cidade de Garanhuns (PE) foi toda enfeitada para receber a candidata pestista Dilma Rousseff, o presidente Lula e o candidato à reeleição ao governo de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Cartazes com imagens dos três foram espalhadas em todo o município. Um carro de som anunciava, durante o dia, a chegada de Lula a Garanhuns. Na cidade natal do presidente, nenhum sinal da oposição.

Na entrada do Colégio Monsenhor Adelmar, onde haverá comício na noite desta sexta-feira, bandeiras e adesivos foram distribuídos aos convidados e autoridades. Animadores com perucas amarelas e vermelhas foram contratados para empolgar o público com gritos de guerra e palmas.

O principal adversário de Eduardo Campos é o peemedebista Jarbas Vasconcelos. A contragosto de seu partido na aliança nacional, Vasconcelos apoia o tucano José Serra. Também está na disputa o verde Sérgio Xavier.

Na corrida ao Senado, Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro (PTB) são os candidatos da aliança em torno da candidatura de Dilma. O principal adversário de ambos é o democrata Marco Maciel.

(Luciana Marques, de Garanhuns)

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados