Blogs e Colunistas

Elisa Quadros

03/03/2014

às 16:35 \ Opinião

‘Isso é lindo’, por J. R. Guzzo

Publicado na edição impressa de VEJA

J. R. GUZZO

A tolerância é sem dúvida uma das mais belas virtudes do ser humano e, também, uma das mais úteis ─ sua aplicação já salvou este mundo de uma infinidade de sofrimento, guerras e toda a coleção de misérias que só o homem tem talento suficiente para inventar. Seu problema, como ocorre com tantas outras virtudes, é que está disponível ao público em duas versões, a legítima e a falsa. A tolerância, quando falsificada, pode passar muito rapidamente de coisa do bem a coisa do mal, ao se transformar em covardia, apatia moral e cumplicidade com o erro. Nesses casos, em vez de agir em favor da paz, apenas serve de estímulo a quem age em favor da guerra. Poucas vezes o Brasil teve a oportunidade de viver com tanta clareza esse tipo de situação como nos dias de hoje, quando muita gente capaz dos melhores sentimentos permitiu que uma atitude legítima ─ a de aceitar tumultos de rua em nome do direito de expressão ─ degenerasse na aprovação geral de condutas doentias. Da “compreensão” passaram para a simpatia, da simpatia para o apoio e do apoio para o incentivo aberto a ações descritas como criminosas pelo Código Penal ─ incluindo, ao fim da linha, o homicídio.

» Clique para continuar lendo e deixe seu comentário

01/03/2014

às 16:34 \ Homem sem Visão

André Vargas vence a eleição de fevereiro e dedica o troféu aos companheiros da Papuda

ANDREVARGASHSV

“Dedico o troféu aos companheiros injustamente engaiolados na Papuda”, emocionou-se André Vargas ao ser oficialmente informado da conquista do título de Homem sem Visão de Fevereiro. “Todos merecem, mais que a nossa solidariedade, o nosso amor eterno. Não podemos esquecer que eles podem ser a gente amanhã”. Ao lhe perguntarem se o palavrório abrangia parceiros como Valdemar Costa Neto, Pedro Henri e Roberto Jefferson, o vice-presidente da Câmara ergueu o punho cerrado e berrou: “Estou falando de presos políticos, não de ex-políticos que viraram presos comuns”.

A vitória de André Vargas foi atribuída pelo candidato à ideia de provocar o ministro Joaquim Barbosa com a reprise do gesto que identifica comunistas incuráveis. “O chefe acha que não ver nada de errado em afrontas ao Poder Judiciário é coisa de campeão”, confidenciou um dos 114 assessores de confiança do parlamentar que pretende reeleger-se com o nome de guerra Vergonha do Paraná. “Ele também acredita que subiu na cotação dos leitores-eleitores com aquela história das cutoveladas”.

» Clique para continuar lendo e deixe seu comentário

24/02/2014

às 17:18 \ Homem sem Visão

André Vargas, Edison Lobão, Elisa Quadros, Henrique Pizzolato e João Paulo Cunha brigam na enquete pelo troféu de fevereiro

Começou a votação na enquete que apontará o ganhador do título de Homem sem Visão de Fevereiro. Inscritos voluntariamente ou por determinação dos leitores-eleitores, cinco feras estão na jaula dos candidatos.

andre_vargas

» Clique para continuar lendo e deixe seu comentário

21/02/2014

às 18:07 \ Homem sem Visão

Elisa Quadros, codinome Sininho, entra na disputa de fevereiro depois de enxergar na imprensa a responsável pelo assassinato do cinegrafista Santiago Andrade

Sininho-dois-480x360 (1)

“Ela demorou até demais para entrar na disputa”, declarou um jovem mascarado que se identificou apenas como “Peter Pan” na manifestação de lançamento da candidatura de Elisa Quadros, codinome Sininho, ao título de Homem sem Visão de Fevereiro. Com um rojão na mão direita e um coquetel molotov na esquerda, Peter avisou que quer quebrar dez vitrines e incendiar um camburão para protestar contra a conspiração da elite golpista, aliada à mídia reacionária, para retardar a entrada de Sininho na briga de foice. “Se o escolhido deve ser o pior entre os piores, ninguém melhor que nossa musa”, acusou.

» Clique para continuar lendo e deixe seu comentário

12/02/2014

às 17:04 \ História em Imagens

O que diz a black bloc Sininho justifica a reação do cinegrafista ameaçado de morte

No vídeo abaixo, Elisa Quadros, codinome Sininho, diz: “Também não vamos tirar a responsabilidade da Band, não só da Band, da Band, da Globo, da Record, dessas emissoras que mandam seus jornalistas pra uma manifestação, que sabe que vai ter bomba, que vai ter bomba da polícia. (…) E aí depois que acontece essa tragédia, a culpa é só dos manifestantes que estão na rua?”

No programa Cidade Alerta, apresentado por Marcelo Rezende na TV Record, um Black Bloc comunica ao cinegrafista: “Você é o próximo”.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados