Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Se almoçar, não dirija (1)

“Somente uma pessoa ignorante ou uma pessoa de má-fé ou uma pessoa que não conhece o povo brasileiro será capaz de dizer que uma pessoa que recebe o Bolsa Família vai ficar vagabundo e não quer mais trabalhar. É não conhecer a sociedade brasileira”. Lula, depois do almoço da sexta-feira, fechando a semana em que, […]

“Somente uma pessoa ignorante ou uma pessoa de má-fé ou uma pessoa que não conhece o povo brasileiro será capaz de dizer que uma pessoa que recebe o Bolsa Família vai ficar vagabundo e não quer mais trabalhar. É não conhecer a sociedade brasileira”.

Lula, depois do almoço da sexta-feira, fechando a semana em que, além do Bolsa-Família, falou sobre José Sarney, crise no Senado, crise econômica mundial, Honduras, bases americanas na Colômbia, Alvaro Uribe, Barack Obama, desemprego, indústria automobilística, povo brasileiro, terceiro mandato, eleição para o governo de São Paulo, sucessão presidencial, comportamento do empresariado, comportamento de Aloízio Mercadante, campeonato brasileiro de futebol e exportação de jogadores corintianos, fora o resto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Ixmael

    Perfeito H.B.J , finalmente alguém espeta
    essa conta no ilustríssimo Golberi.
    O criador se foi e a criatura ensandeceu,
    ficando fora de controle.
    Sua colaboração com a campanha
    anti-amnésia é notável.
    O bruxo Golberi é que era o “cara”.
    Abraço.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Hugo Werneck

    Meu caro Augusto,
    Desculpe ficar apontando pautas mas é difícil resistir quando lermos “preciosidades” com as pronunciadas pelo Secretário Nacional de Assuntos Institucionais do PT, Romênio Pereira, figura nova na praça, pelo menos para mim. Referindo-se à necessidade de se discutir as disputas estaduais envolvendo o PT e o PMDB(a já manjada briga de quadrilha!), disse ele: “Nós temos problemas em vários estados para compor com o PMDB. É como um problema de saúde. A melhor forma é começar o tratamento assim que se descobre a doença. Se demorar mais tempo, não tem mais jeito.” É inevitável consultar o meu oráculo, Stanislaw Ponte Preta que, como o nosso presidente, adora falar por metáforas: “O marido enganado é um homem que se engana a respeito da mulher que o engana”.
    HUGO, meu caro, você internou mais um no Sanatório Geral. AUGUSTO

    Curtir

  3. Comentado por:

    PDONEUX

    Em toda democracia existem aqueles que não podem votar, pelo menos temporariamente. São as pessoas que estão sob a tutela do Estado, como militares na ativa, presos condenados, ou que tiveram seus direitos políticos cassados. Ora, o governo do Presidente Molusco deveria considerar os beneficiários do bolsa-família como tutelados, portanto sem direito a voto enquanto receberem o benefício. Tal medida eliminaria rumores de que este tipo de benefício tem fins eleitorais, e estimularia os beneficiados a progredirem a ponto de re-adquirir o direito de voto.

    Curtir