Peluso desmoraliza os defensores de João Paulo Cunha e encurta a distância que separa o deputado mensaleiro do cadafalso

Depois de implodir em poucos minutos a montanha de mentiras e invencionices recitada pelo advogado Alberto Toron, pelo revisor Ricardo Lewandowski e pelo companheiro Dias Toffoli, defensores de João Paulo Cunha, o ministro Cezar Peluso condenou o deputado federal do PT paulista por corrupção passiva e peculato. Peluso encurtou a distância entre o mensaleiro de […]

Depois de implodir em poucos minutos a montanha de mentiras e invencionices recitada pelo advogado Alberto Toron, pelo revisor Ricardo Lewandowski e pelo companheiro Dias Toffoli, defensores de João Paulo Cunha, o ministro Cezar Peluso condenou o deputado federal do PT paulista por corrupção passiva e peculato.

Peluso encurtou a distância entre o mensaleiro de Osasco e o cadafalso. Falta apenas um voto para a condenação do delinquente que queria ser prefeito.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Alexandre Minas Gerais

    Creio que os demais Ministros se sentiram constrangidos com a atuação do suspeitíssimo Toffoli e do descaradamente parcial Lewandowski. Ou se dava uma resposta à sociedade ou o STF perderia a moral. Parabéns aos Juízes sérios do Pretório Excelso.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Abreu

    .
    Augusto,
    .
    45 anos de honrada judicatura – respeitada por todos e temida principalmente pelos que infringem a Lei, não é coisa para qualquer um, não!
    .
    A firme, porém discretíssima manifestação de Peluso foi a confirmação do porquê que Tóffoli jamais conseguiu ser aprovado em concurso para juiz da mais singela comarca do Estado de São Paulo!
    .
    Fosse uma prova de um concurso qualquer, Tóffoli estaria liminarmente e-li-mi-na-do.
    .
    Contudo, como ao votar (como ministro!) no STF, ele apenas exercia sua missão de militante partidário, tudo sairá mais barato.
    .
    Seja como for, esta foi apenas uma batalha desta guerra – que ainda terá que derrubar alguns “generais” como o “chefe da quadrilha” e também o mentor de todos eles.
    .
    A propósito disto, sugiro a leitura de duas notas – aqui mesmo no Portal da Veja:
    .
    Uma, do Ricardo Setti: «MENSALÃO: PROCURADOR DA REPÚBLICA EM ATIVIDADE DENUNCIA MINISTÉRIO PÚBLICO POR SUPOSTAMENTE PROTEGER LULA DO ESCÂNDALO – Mensalão: o que poucos sabem, e o Brasil deveria saber», pela qual tomamos conhecimento das explicações dadas por MANOEL PASTANA, Procurador da República, sobre os porquês do apedeuta nove-dedos não constar da denúncia do Mensalão e também porque Antonio Fernando (procurador que a subscreveu contra estrelas da comunidade petralha) ‘nuca’ foi molestado pelos estafetas do submundo, enquanto que ele (Pastana) vive severas dificuldades por ter denunciado um petralha de muito menor patente.
    .
    Outra, do Lauro Jardim: «O PIB JANTA COM LULA», pela qual tomamos conhecimento de que no exato instante em que a corda aperta em premiados pescoços, por ocasião do julgamento no STF, pesos pesados da indústria nacional (que mamaram fartamente durante a octaéride do petralha de nove dedos) fez algo como “reunião para reconfirmação de pactos”…
    .

    Curtir

  3. Comentado por:

    LUIZ TAVARES

    SEILÁ-NÃOSEI…
    CETICISMO NO BRASIL É SINÔNIMO DE REALISMO
    SE O MIN AYRES BRITTO NÃO VOTAR NA ÍNTEGRA COM O RELATOR…;
    SE A ROSA WEBER NÃO CONDENAR NAS LAVAGENS…;
    SE UM DOS JULGADORES NÃO MUDAR O VOTO PARA CONDENAR NO 2º PECULATO…;
    SE OS RÉUS NÃO FOREM CONDENADOS COM PENAS-BASES ACIMA DO MÍNIMO LEGAL…;
    ( ESTAREMOS DIANTE DE UM FILME DE FICÇÃO – DE UM SONHO SONHADO POR 7 ANOS QUE O STF TRANSFORMOU EM PESADELO )

    Curtir

  4. Comentado por:

    WELIANO PIRES

    Condenação histórica!
    Esta é uma condenação histórica. Não obstante, a insistência ridícula do ex-presidente Lula e do ex-ministro José Dirceu de que ‘não houve mensalão’ e que ‘não há provas’, o STF cumpriu o seu dever constitucional. Não se deixou intimidar, nem mesmo pelas chantagens de Lula ao Ministro Gilmar Mendes. O STF deixou claro, com estas condenações e com outras que ainda virão, que há uma luz no fim do túnel e que nem tudo está perdido neste Brasil, que tem a corrupção intrínseca em grande parte de seus filhos; o STF manda um recado aos corruptos desse país: Se cuidem, corruptos deste país! Pode demorar – o julgamento do mensalão demorou sete anos para acontecer – mas, se as instituições republicanas trouxerem as provas, corruptos podem sim, serem presos.

    Curtir

  5. Comentado por:

    pierre

    Acho que o Peluso foi muito bonzinho com o bandido corrupto mensaleiro ,o osasqueroso JPC, ao dosar a pena para o semi-aberto.
    Além dos crimes que o condenado cometeu, expostos na ação penal 470, elle,a segunda autoridade da república,na época dos fatos, cometeu mais um ,hediondo, pois estuprou ,diversas vezes, a desprotegida VIÚVA ! E crime hediondo se paga em regime fechado ,onde o bandido vai conhecer a real justiça dos homens!

    Curtir

  6. Comentado por:

    Ricardo Silva – Uberlândia-MG.

    Caro Augusto, a cara do mensalowski e do Ptófoli (Advogados de defesa incrustados na toga) não tem preço.
    Dia 02 próximo completo 63 anos e, honestamente,ao longo dos anos ontem foi um daqueles dias inesquecíveis. Para o País que presta, é claro.

    Curtir

  7. Comentado por:

    g g Oliveira

    Augusto, embora de modo virtual, comprei sabão em pó e várias toalhas, pois era muita sujeira e não teria outra maneira de limpá-la. Foi assim que pude lavar e enxugar a alma. Tendo a certeza que todo o timaço de comentaristas irá aprovar a compra e a distribuição que faço aqui. Apenas os milicianos não poderão usar, por estar em um recipiente fora do alcance deles e esse recipiente tem o nome de “moral” que lhes é inacessível é claro. João Paulo deverá ter todos os seu bens confiscados e a Receita Federal, deve, também, fazer um pente fino em sua vida pregressa, pois só a prisão não devolverá o que ele desviou dos cofres públicos em seu beneficio e do partido. Um grande abraço meu irmão. Lembrando sempre, que o escorpião, as cobras e os vermes, se escondem entre as pedras e o lixo. Quando removemos esses componentes eles ficam expostos e fragilizados.

    Curtir

  8. Comentado por:

    lin

    Talvez os computadores do mais prestigiado escritório de advogados do Brasil contenham arquivos com o draft do texto lido pelo afilhado de dona Marisa. este sr não destruiu a própria biografia. Não se destrói o que nunca se teve. Era um juizinho de 3ª, sem qq perspectiva e foi guindado ao posto para fazer exatamente o que fez. A única acusação que não se pode fazer a S. Excia é a de que não tenha a mais profunda gratidão pela madrinha.

    Curtir

  9. Comentado por:

    Flavio Costa

    Mais bandido é o Lula, que, cinicamente, disse que o mensalão nunca existiu…

    Curtir