Pegou no fígado

“Infelizmente, eles não estão mais aqui conosco. Se estivessem, certamente estariam do nosso lado.” Inácio Arruda, líder do PCdoB no Senado, sobre a propaganda partidária exibida na última quinta-feira, caprichando na pose de quem recebe mensagens psicografadas para informar que todos os dirigentes do partido, vivos ou mortos, estão ao lado de Orlando Silva e […]

“Infelizmente, eles não estão mais aqui conosco. Se estivessem, certamente estariam do nosso lado.”

Inácio Arruda, líder do PCdoB no Senado, sobre a propaganda partidária exibida na última quinta-feira, caprichando na pose de quem recebe mensagens psicografadas para informar que todos os dirigentes do partido, vivos ou mortos, estão ao lado de Orlando Silva e seus comparsas.

“Os fatos que hoje atingem o partido são lamentáveis e não podem estar vinculados a esses valorosos dirigentes. Se meu pai estivesse vivo, ficaria envergonhado com o que virou o PCdoB.”

Victória Grabois, filha de Maurício Grabois, dirigente do PCdoB desaparecido em 1973, durante a a guerrilha do Araguaia, indignada com a associação do nome do pai às bandalheiras promovidas pelos atuais chefões do partido.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Denny Doherty

    Duvido que ficasse -até umpouquinho – envergonhado.

    Curtir