Blogs e Colunistas

01/12/2013

às 17:36 \ Opinião

‘Sinais alarmantes’, um artigo de Fernando Henrique Cardoso

Publicado no Estadão deste domingo

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO

Finalmente se fez justiça no caso do mensalão. Escrevo sem júbilo: é triste ver na cadeia gente que em outras épocas lutou com desprendimento. Eles estão presos ao lado de outros que se dedicaram a encher os bolsos ou a pagar suas campanhas à custa do dinheiro público. Mais melancólico ainda é ver pessoas que outrora se jogavam por ideais ─ mesmo que controversos ─ erguerem os punhos como se vivessem uma situação revolucionária, no mesmo instante em que juram fidelidade à Constituição. Onde está a revolução? Gesticulam como se fossem Lenines que receberam dinheiro sujo, mas o usaram para construir a “nova sociedade”. Nada disso: apenas ajudaram a cimentar um bloco de forças que vive da mercantilização da política e do uso do Estado para se perpetuar no poder. De pouco serve a encenação farsesca, a não ser para confortar quem a faz e enganar seus seguidores mais crédulos.

Basta de tanto engodo. A condenação pelos crimes do mensalão deu-se em plena vigência do Estado de Direito, num momento em que o Executivo é exercido pelo Partido dos Trabalhadores (PT), cujo governo indicou a maioria dos ministros do Supremo. Não houve desrespeito às garantias legais dos réus e ao devido processo legal. Então, por que a encenação? O significado é claro: eleições à vista. É preciso mentir, autoenganar-se e repetir o mantra. Não por acaso, a direção do PT amplifica a encenação e Lula diz que a melhor resposta à condenação dos mensaleiros é reeleger Dilma Rousseff… Tem sido sempre assim, desde a apropriação das políticas de proteção social até a ideia esdrúxula de que a estabilização da economia se deveu ao governo do PT. Esqueceram as palavras iradas que disseram contra o que hoje gabam e as múltiplas ações que moveram no Supremo para derrubar as medidas saneadoras. O que conta é a manutenção do poder.

Em toada semelhante, o mago do ilusionismo fez coro. Aliás, neste caso, quem sabe, um lapso verbal expressou sinceridade. “Estamos juntos”, disse Lula. Assumiu meio de raspão sua fatia de responsabilidade, ao menos em relação a companheiros a quem deve muito. E ao país, o que dizer?

Reitero, escrevo tudo isso com melancolia, não só porque não me apraz ver gente na cadeia, embora reconheça a legalidade e a necessidade da decisão, mas principalmente porque tanto as ações que levaram a tão infeliz desfecho como a cortina de mentiras que alimenta a aura de heroicidade fazem parte de amplo processo de alienação que envolve a sociedade brasileira. São muitos os responsáveis por ela, não só os petistas. Poucos têm tido a compreensão do alcance destruidor dos procedimentos que permitem reproduzir o bloco de poder hegemônico; são menos numerosos ainda os que têm tido a coragem de gritar contra essas práticas. É enorme o arco de alianças políticas no Congresso cujos membros se beneficiam por pertencerem à “base aliada” de apoio ao governo. Calam-se diante do mensalão e das demais transgressões, como se o “hegemonismo petista” que os mantém fosse compatível com a democracia. Que dizer, então, da parte da elite empresarial que se ceva dos empréstimos públicos e emudece diante dos malfeitos do petismo e de seus acólitos? Ou da outrora combativa liderança sindical, hoje acomodada nas benesses do poder?

Nada há de novo no que escrevo. Muitos sabem que o rei está nu e poucos bradam. Daí a descrença sobre a elite política reinante na opinião pública mais esclarecida. Quando alguém dá o nome aos bois, como, no caso, o ministro Joaquim Barbosa, que estruturou o processo e desnudou a corrupção, teme-se que, ao deixar a presidência do STF, a onda moralizante dê marcha à ré. É evidente, pois, a descrença nas instituições. A tal ponto que se crê mais nas pessoas, sem perceber que por esse caminho voltaremos aos salvadores da Pátria. São sinais alarmantes.

Os seguidores do lulopetismo, por serem crédulos, talvez sejam menos responsáveis pela situação a que chegamos do que os cínicos, os medrosos, os oportunistas, as elites interesseiras que fingem não ver o que está à vista de todos. Que dizer, então, das práticas políticas? Não dá mais! Estamos a ver as manobras preparatórias para mais uma campanha eleitoral sob o signo do embuste. A candidata oficial, pela posição que ocupa, tem cada ato multiplicado pelos meios de comunicação. Como o exercício do poder se confundiu, na prática, com a campanha eleitoral, entramos já em período de disputa. Disputa desigual, na qual só um lado fala e as oposições, mesmo que berrem, não encontram eco. E sejamos francos: estamos berrando pouco.

É preciso dizer com coragem, simplicidade e de modo direto, como fizeram alguns ministros do Supremo, que a democracia não se compagina com a corrupção nem com as distorções que levam ao favorecimento dos amigos. Não estamos diante de um quadro eleitoral normal. A hegemonia de um partido que não consegue deslindar-se de crenças salvacionistas e autoritárias, o acovardamento de outros e a impotência das oposições estão permitindo a montagem de um sistema de poder que, se duradouro, acarretará riscos de regressão irreversível. Escudado nos cofres públicos, o governo do PT abusa do crédito fácil que agrada não só aos consumidores, mas, em volume muito maior, aos audaciosos que montam suas estratégias empresariais nas facilidades dadas aos amigos do rei. A infiltração dos órgãos de Estado pela militância ávida e por oportunistas que querem beneficiar-se do Estado distorce as práticas republicanas.

Tudo isso é arquissabido. Falta dar um basta aos desmandos, processo que, numa democracia, só tem um caminho: as urnas. É preciso desfazer na consciência popular, com sinceridade e clareza, o manto de ilusões com que o lulopetismo vendeu seu peixe. Com a palavra as oposições e quem mais tenha consciência dos perigos que corremos.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

138 Comentários

  1. Angelo Gilberto Dias

    -

    11/03/2014 às 14:10

    Parabéns FHC…enfim um pouco de lucidez e esperança para esse cenário sombrio. O que mais preocupa é a ausência de lideranças para promover uma reforma no cenário político brasileiro. Vejo em você a saída para essa alternância de poder…você deve isso ao Brasil…você sabe…pois deveria ter conduzido um candidato para a continuidade do seu governo e não o fez…faça agora…um grande abraço…Angelo

  2. Lincoln Vieira Mesquita

    -

    05/12/2013 às 21:43

    Gosto do que escreve o sociólogo Fernando Henrique Cardoso..mas faltou neste artigo a omissão do PSDB..
    ante a tal descalabro..E o reverso da medalha..o “mensalinho”do seu Governo para a sua reeleição..
    não apurados..

  3. oipanue

    -

    05/12/2013 às 12:05

    Admiro FHC e ao mesmo tempo condeno-o por ter se posicionado contra o impeachtman de lullarose, que hoje não perde a oportunidade de se revelar.Disse o apedeuta:SE JESUS VIVESSE NOS DIAS ATUAIS,TERIA FEITO ACORDO COM JUDAS.Precisa mais………

  4. petista arrependido

    -

    04/12/2013 às 21:15

    Quando as pessoas não tiverem mais vergonha na cara,estaremos próximos do fim.
    Parece que o fim está próximo…

  5. Heitor

    -

    04/12/2013 às 20:00

    O poema do idiota do advogado sitado pelo Sr. José Fernandes da Silva (04/12/13 às 17:58) cabe perfeitamente ao petistas e aos políticos que estão no poder hoje. Com certeza absoluta não cabe ao Ministro Joaquim Barbosa.
    “Na primeira noite, eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim: não dizemos nada. Na segunda, já não se escondem. Pisam as flores, matam o nosso cão e não dizemos nada. Até que um dia o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E já não podemos dizer nada”.
    Como pode um advogado falar tanta besteira? Só pode ser um dos ladrões que pilham este país.

  6. Bernardes

    -

    04/12/2013 às 19:39

    Presidente,

    Seria bom demais tê-lo como opção na minha cédula eleitoral. Já que isso é impraticável, lavaria a alma vê-lo no horário do Aécio resumindo esse discurso à imensa e orfã classe média brasileira.

    Mais gente tem que ouvir isso, mais gente tem que “acordar”. Mas, francamente, eu e você sabemos que essa indignação é como a tal mosca sem asas de uma velha canção: “não ultrapassa a janela de nossas casas”

  7. JOSÉ FERNANDES DA SILVA

    -

    04/12/2013 às 17:58

    Caro Augusto Nunes,
    Sugiro que Você leia, no site “Migalhas.com.br” o que escreveu o advogado Leonardo Isaac a respéito do ministro Joaquim Barbosa. Eu li e não acreditei. Veja que vale a pena!
    JOSÉ FERNANDES DA SILVA
    OAB/SP nº 62.327

  8. Armando Cerqueira Gomes

    -

    04/12/2013 às 16:03

    Sim os sinais são alarmantes, mas a oposição brasileira está como um sino sem badalo.Inócua.

  9. CARMEN

    -

    04/12/2013 às 14:43

    O artigo de nosso último estadista Fernando Henrique é perfeito, na medida certa! A oposição tem que ser mais corajosa para fazer OPOSIÇÃO a esse PT que está levando o país de nossos filhos e netos para o fundo do poço! ainda há tempo para reagir!

  10. João Queiroz

    -

    04/12/2013 às 13:32

    Artigo tipico de um estadista inteligente, competente e digno. Eu não chuto quem caiu mas verdade seja dita, a petralhada deitou e rolou (se ainda não faz na moita…) e como não temos oposição, somente DEUS evitará mais tempo do PT no comando do Brasil.

  11. Biagione Rangel de Araújo

    -

    04/12/2013 às 10:30

    Meu caro Augusto, o texto é perfeito e vai direto ao ponto, mas considero que o maior culpado dessa corja ter se aboletado no Planalto foi o Senhor que escreve este artigo tão pertinente. Então pergunto: por quê só agora? Bem, antes tarde do que nunca! Espero que ele encarne a oposição e lidere essa oposição ao confronto de idéias e projetos para reverter esse caminho tão tortuoso que o Brasil está trilhando rumo a um abismo de obscurantismo.

  12. Renato

    -

    03/12/2013 às 22:14

    Ótimo texto. Muito inteligente e sincero. Deveria ser matéria de capa da Revista, porém uma observação: o que estão fazendo as oposições para esclarecer ao grande público das farsas montadas pelo PT? l

  13. Jose Maria

    -

    03/12/2013 às 21:57

    A oposição tem como liderança efetiva o maior símbolo estadista desse país, FHC. Falta ímpeto de vencedores aos senhores oposicionista, falta coragem, disposição, para tanto. Liderança, têm.

  14. Ronaldo Barra

    -

    03/12/2013 às 21:42

    Este artigo de FHC mostra o comportamento dúbio da oposição, em particular do PSDB, com o uso atroz dos panos mornos.”Escrevo sem júbilo: é triste ver na cadeia gente que em outras épocas lutou com desprendimento”.Isto parece piada. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso deveria ter a responsabilidade de dizer com todas as letras que os políticos que estão na cadeia são corruptos com C maiúsculo. Uns por usarem de expediente nefasto de tentar dar um golpe de estado e estabelecer uma ditadura comunista no país, e os outros corrompidos passivos que se aliaram as pústulas comunistas visando somente o dinheiro e o enriquecimento ilícito e da família. O político FHC tem o dever cívico de atuar de forma clara e objetiva sem tergiversar e esclarecer aos brasileiros o perigo que nos ronda. Usar luvas de pelicas para atacar os adversários que tanto o injuriam e acusam ou é covardia ou irresponsabilidade. O Brasil precisa não de heróis, porém de homens de coragem e isto não encontramos na oposição. Dá-me náuseas e arrepios este comportamento tímido e sem temperança do principal político vivo no Brasil. O tempo não é de tergiversar nem de contemporizar: o Brasil está sob o perigo de se transformar numa Venezuela e duvido que o FHC diga que isto é mentira!

  15. toninho Malvadeza

    -

    03/12/2013 às 20:08

    Esse texto,jamais sairía da ponta de um lápis na de Lula.

    ” Com a palavra as oposições e quem mais tenha consciência dos perigos que corremos”

  16. GABRIEL

    -

    03/12/2013 às 17:06

    Este texto me fez lembrar com saudade dos pronunciamentos de Brizola.
    Ele era uma pedra no caminho do lulopetismo.
    Com clareza e metáforas fáceis de entender era
    uma voz ativa contra o sapo barbudo.
    Sua morte, para o lulopetismo, foi como soltar um bezerro no campo.

  17. Jota Meira

    -

    03/12/2013 às 16:13

    Meu respeito e admiração pela sua figura política, Sr. FHC. Permita-me comentar quando diz: “escrevo sem júbilo”. Gostaria de acrescentar em sua colocação o que segue: eu, particularmente, nesses episódios , ao contrário de suas considerações, estou, no momento atual, me fartando de júbilo. Estou em pleno regozijo sobre os atuais acontecimentos. E quero mais! É só Sair dos grandes centros e ver a realidade. Mensaleiros em condições de semi aberto, trabalhando em locais de seus interesses. Qual é? E ainda vem o Datafolha mostrar que a Presidente Dilma, conseguiria ganhar, ainda, no primeiro turno. Se o caminho fosse as urnas, me desculpe mas, porque então, ainda estamos nessa, após esses anos todos.

  18. GEROLDO ZANON

    -

    03/12/2013 às 15:50

    O FHC tinha uma mulher que lutava pelos pobres foi ela que instituiu o bolsa família que agora virou bolsa votos agora eu pergunto quem é a mulher da DILMA

  19. Ronaldo Benvenga

    -

    03/12/2013 às 15:21

    Magistral artigo do ex-presidente Fernando Henrique.
    Ponderado e indo direto ao ponto nevrálgico.Cabe , agora à oposição,sair da letargia e botar a boca no trombone.Caso contrário, a petelhada continuará a reinar em berço esplêndido, via bolsa família.

  20. Zizi Cat

    -

    03/12/2013 às 15:04

    Palavras! Palavras ! Palavras! De que adiantam se dirigidas a ouvidos moucos!!É preciso algo mais que todos pressentem . Só não ousam dizer… Duvidam o que estes embusteiros estão pedindo ?

  21. Marcos

    -

    03/12/2013 às 14:58

    Somente a história poderá fazer justiça a um homem como Fernando Henrique Cardoso. Ele construiu o que os mensaleiros petistas estão a destruir.

  22. janusbifon

    -

    03/12/2013 às 14:20

    Caro Augusto.
    E lamentável o roto falando do mal lavado, essa destruição da Pátria começou com esse senhor que escreve o editorial, com ele começou tudo inclusive dar dinheiro para anistiado o que o seguiu só ampliou a bandalheira.
    Existia um acordo entre os esquerdistas que aquele que primeiro chegasse ao poder, resgatasse os demais, só que ele esqueceu que o Pombo mor é mais esperto que ele, dai essa lambança do mensalão e outras roubalheira.
    São todos farinha do mesmo saco.
    No ano que vem vote Bem.

  23. CID LOPES

    -

    03/12/2013 às 14:16

    Prezado presidente FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, admiro e respeito a sua cultura e caráter, mas lamento a sua ausência na vida política. O seu “mea culpa” teria sido bom, não fora o atraso de sua manifestação e a pieguice com os mensaleros. Sem qualquer oposição, é óbvio que o lulopetismo ainda terá muitos anos de corrupção, para pesadelo de todos nós.

  24. wendel cerutti

    -

    03/12/2013 às 13:34

    ao inves de defender a legalizaçao da manconha ,fhc deveria defender seu governo que iria colocar o pais no rumo certo ,o das naçoes desenvolvidas .

  25. ana maria

    -

    03/12/2013 às 12:30

    Voto no PSDB porque ainda considero que tenha os melhores homens para governar o país.
    Entretanto, fico incomodada com o silêncio sobre
    as irregularidades do atual governo.
    Mesmo neste artigo há uma menção da luta desse mensaleiros. A meu ver, não são e nunca foram úteis ao país.
    São equivocados, corruptos e farsantes. É só assistir a alguns vídeos desde mesmo blog para comprovar.

  26. Carlos - Rj.

    -

    03/12/2013 às 11:37

    Sábias palavras de nosso, infelizmente ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso. Os escândalo nestes dez anos do pt são constantes, repetidos eles compram as pessoas com a maior facilidade. Lamentável como não são patriotas, querem apenas viver o presente, o momento e se esquecem do futuro, de seus descendentes. Se o pt fosse oposição, não tenho nem ideia da tragédia que seria o país. Temos no Rio de Janeiro um exemplo máximo de como o povo prestigia certos políticos, me refiro ao Antony “garotinho”, um elemento comprovadamente corrupto conforme todos sabemos, anda livre e solto, prometendo como sempre o impossível, vivendo de liminares, aparecendo com destaque nas pesquisas. Se o patriotismo fosse praticado, seríamos sem dúvida o melhor país do mundo, porém, quem tem que nos dar o bom exemplo…

  27. Antonio Alves Pereira

    -

    03/12/2013 às 11:15

    Ao SR.FHC, quero lembra-lo que o Sr, ficou oito anos no comando da presidência,teve tempo suficiente para fazer grandes mudanças no país, no entanto, o país paralisou e a pobreza multiplicou, sem contar com a perca indiscriminada, das vendas do patrimônio Brasileiro,como por exemplo,a Vale do rio doçe e outras.Ao meu ver a política Brasileira é totalmente egoísta, os grandes líderes usa a política do( quanto pior,melhor. )Neste momento que o país passa por uma grande avaliação a nível mundial,nós vemos a maioria dos políticos se encolherem, e ficar na torcida de um possível fracasso da atual presidente.Eu não vejo nem um político sugerir uma ideia brilhante e sim críticas exuberantes. Eu acredito que antes de se fazer sérias críticas tem que se pensar no Brasil.

  28. Fernando

    -

    03/12/2013 às 10:03

    São pessoas como o Fernando Henrique que dão “gás” a essa turma de ladrões do pt. Dizer que se trata de “pessoas que lutaram com desprendimento noutras épocas”, razão pela qual seria triste vê-las encarceradas, é o tipo de concessão que não deveríamos fazer ou aceitar. Primeiro, porque essa “luta”, no passado, é uma lenda dos “vivos”. Segundo, em virtude do fato de que essas pessoas, Dirceu, Genoíno e caterva, sempre agiram com dolo, fosse mentindo sobre a própria trajetória de vida, fosse afanando dinheiro público tão escasso em um país miserável.
    Infelizmente, o Fernando Henrique está entre aqueles que gostar de cultivar a imagem de generosos.

  29. Eufrazio

    -

    03/12/2013 às 6:53

    Parabéns, senhor Fernando Henrique Cardoso pelas palavras sábias, esclarecedoras e reconfortantes. Mas é pouco. Precisamos, cada um de nós, que pensamos no bem do Brasil, colocar seu texto bem adiante de todos e deixá-lo claro para muitos que estão ludibriados pelas facilidades oferecidas ao povo pelo lulopetismo, mas que são de boa fé. São apenas ingênuos. Precisamos fazer nossa parte.

  30. vicente

    -

    03/12/2013 às 2:11

    Caro Nunes,
    Admiro o FHC, mas não podemos esquecer da “VAMOS SANGRA-LO ATÉ AS ELEIÇÕES¨” a covardia do maior partido de oposição deu nisso que esta ai e agora é tarde…Augusto voce e sua turma como sempre impecavel é o que nos resta a imprensa., parabéns o RODA muito bom.

  31. Ira Santa

    -

    02/12/2013 às 21:12

    Sou fã de FHC.
    Ele fez o que pode e muito bem.
    Depois dos mandatos, não abandonou o PSDB.
    Foi abandonado pelo partido que fez questão de ‘esquecer’ todos os merecimentos deste grande estadista.

  32. Tonio Cunha

    -

    02/12/2013 às 20:53

    Boa FHC, seja bem vindo. Pena que agiu tarde. Você ajudou a chocar o ovo da serpente.
    Veja: http://cidadaniadireta.com.br/wp/blog/2013/10/08/fhc-diz-que-o-stf-pode-livrar-mensaleiro-mas-esquece-que-ele-chocou-o-ovo-da-serpente/

  33. Heitor

    -

    02/12/2013 às 20:35

    Os maiores culpados dessa situação Sr. Fernando Henrique Cardoso são os senhores mesmos. Que oposição fizeram a tudo isso? Nenhuma!!!
    Quando tiveram oportunidade de fazer o certo na ocasião do escândalo do mensalão calaram-se, acovardaram-se. E depois, em tantas oportunidades não tiveram competência nenhuma para apontar essas barbaridades que estão fazendo com o nosso país.
    A verdadeira vergonha são essas oposições chinfrins, incompetentes. Ou será que também estão comprometidos com esses estúpidos que estão no poder a 12 anos? É bem provável que a covardia tem uma explicação nesse sentido também.
    Chega, estamos cansados de tudo!!! Cansados…

  34. FERNANDO MENDES

    -

    02/12/2013 às 19:32

    Se tivessem pedido o impeacheman do papudo em 2005 nada disso estaria acontecendo. Falta coragem a oposição de mostrar as mentiras do atual governo. Parece até que concordam com tudo. Estou até surpreso com este artigo. Será que agora acordaram ???

  35. FERNANDO MENDES

    -

    02/12/2013 às 19:26

    FHC, está aí o resultado de terem pedido o impeacheman do papudo. Se tivessem pedido ele estaria na papuda.
    Enquanto a oposição vem a passos de tartaruga os ptralhas andam no aerolula.

  36. erik

    -

    02/12/2013 às 19:20

    Fernando Henrique Cardoso,
    .
    As urnas eletrônicas brasileiras são fraudulentas!
    .
    Qualquer cretino de um país de primeiro mundo sabe disso!

  37. LABOR

    -

    02/12/2013 às 18:47

    ” não agem por quê?”

  38. LABOR

    -

    02/12/2013 às 18:45

    As maléficas simbioses políticos/empresários, cidadãos/traficantes , ideologia aplicada/imbecís úteis, sinecuras/aproeitadores, etc, exacerbadas nos últimos 10 anos fazem parte, ou são a síntese, do nó górdio que a sociedade brasileira tem que desatar se não quiser estender o atraso por mais algumas décadas. No geral, não há mais novidade. FHC sabe,os políticos sabem, nós sabemos. Resta a perplexidade: não agem por que? Será que a oposição está deixando o pulo do gato para o ano que vem? (kkk).

  39. R.

    -

    02/12/2013 às 18:39

    Caso haja interesse da imprensa escrita e televisiva de alcance nacional, poderia se juntar e ajudar na preservação da constituição e dos ideais republicanos e democráticos do país, conforme solicitado nas palavras em anexo do ex-presidente Fernando Henrique :”Com a palavra as oposições e quem mais tenha consciência dos perigos que corremos”.

  40. ivano

    -

    02/12/2013 às 17:58

    FHC, suas ponderações agora de nada valerão, os sinais alarmantes detectados já sidementaram-se no jogo político , agora é tarde, desfazer isso tudo levará décadas, o PT num teve opositores à altura, foram omissos.

  41. CEKA

    -

    02/12/2013 às 17:46

    É isso aí, elegantérrimos, continuem indo de chinelo que êles estão vindo de metralhadora!

  42. santos

    -

    02/12/2013 às 17:20

    que demora, FHC ,como dito e bem ja a luta sem escrupulos nao pode ser enfrentado com metodos de civilizados, aos trogloditas so um bambu na cabeça, e no ultimo paragrafo temos ironia? so um caminho,as urnas e uma referencia ao povo que nao sabe votar, e os esforços eticos e eruditos nao serao ouvidos? aos pobres as bolsas, aos medios baixos o credito enganador ,aos ricos o bolsa Bndes, aos banqueiros os juros estratosfericos, entao todos estao contentes, ao congresso e as raposa os mensaloes e a impunidade , vide Sarney e Renam , ai e dificil m/m presidente, o discurso tem que ser p/ os pagadores dessas regalias a real classe trabalhdora e quem financia tida essa mamata,que deu 40 milhoes de voto ao Psdb que nao os honra e mais milhoes de brancos e nulos que juntos derrubariam a dita PresidentEEEEE, entao cidadaos p/ votar tem se acharem um discurso e um projeto que valorize o trabalho e o merito e denuncie sem medo os riscos e imoralidades que o Sr tao bem descreveu

  43. Leonardo X

    -

    02/12/2013 às 17:18

    Se discursos pedagógicos, professorais, e artigos que tais, vencessem uma eleição presidencial, o PSDB estaria há 18 anos ininterruptos no poder. Mas não é assim que a banda toca. É preciso falar às pessoas de todos os estratos sociais e se fazer entendido principalmente pelos menos esclarecidos, a grande maioria de nossa população. Mas certos tucanos de alta plumagem ainda fazem pior. Eles rendem homenagens aos feitos dos adversários, talvez pela militância comum no passado, e um deles chegou a cometer o sacrilégio de promover Lula a uma divindade acima do bem e do mal. Lembram? – foi aquele candidato imperdível
    (ninguém perde pra ele). E quem precisa “berrar” muito, e com força, é o conjunto dos senadores e deputados tucanos, fazendo um coro que daria sustentação à campanha do principal candidato do partido, sem o que tudo que este disser cairá no vazio solidão. Lula não foi a locomotiva que levou a composição de vagões do PT ao poder. Ao contrário, ele foi o santo do pau oco que a enorme procissão de “abnegados revolucionários” – professores, jornalistas, artistas e intelectuais da vanguarda do século XIX – levou no andor até entronizá-lo no palácio do Planalto.

  44. Frede Silveira

    -

    02/12/2013 às 17:16

    Senhor Redator,

    Pode-se até em alguns tópicos discordar pontualmente do que nos diz de forma clara, dura até, mas, como sempre, elegante, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.Todavia pela obviedade consubstanciada nos fatos que desenham cotidianamente as capas de nossos principais jornais e revistas com assombrosos casos de desmandos políticos e administrativos não há como negar-lhe razão. Infelizmente.

  45. maria-maria

    -

    02/12/2013 às 17:04

    Parece que o calendário do ilustgre sociólogo está com 12 anos de atraso se, só agora, ele detecta “sinais alarmantes”

  46. Delcimar Bezerra

    -

    02/12/2013 às 16:47

    Com todo respeito, Presidente, isso é um mea culpa ? Espero que isso o que o senhor escreveu seja direcionado principalmente ao seu partido, que nada faz pra tirar o PT do poder. São muitos os culpados por essa alienação sim, mas as oposições tem obrigação de bater de frente com essa gente e não o faz. É a maior culpada. Outra coisa, me apraz muito ver essa bandidagem petista na cadeia sim. Me apraz muito.

  47. Renato

    -

    02/12/2013 às 16:12

    Que falta nos faz osso presidente?

  48. JC GODINHO

    -

    02/12/2013 às 16:08

    Sem ação coerente, o ponto de vista perde a significância, é apenas mais um.

    Caríssimo Augusto,
    Li com atenção “os sinais alarmantes”, peça bem construída, que procura sintetizar a conjuntura atual, entretanto uma atualidade remota, já que se deu início há algum tempo, conforme demonstrado pelo autor, no alto de sua sapiência. Não me cabe aqui julgá-lo na literalidade do verbo, não, entretanto, cabe-me questioná-lo, quanto às ações, principalmente sendo Presidente de Honra de um Partido de Oposição, e sabido ser o árbitro imprescindível para dirimir as querelas internas do partido. O noticiário de há muito vem nos informando sobre as desavenças internas que o autor, como árbitro equaciona, põe fim, harmoniza, portanto, tem voz ativa, tem comando, é lhe então de sobre maneira reconhecida a sabedoria, a experiência, e, por isso, tem a responsabilidade maior de trazer para si, o direcionamento correto para combater esse câncer que está debilitando a nação, o lulopetismo.

    Quando usa o eufemismo, lamentando as prisões, procura então na suavidade, a brandura do árbitro que é, sei muito bem que um árbitro não necessita ser grosseiro, entretanto, deve ser rigoroso nas empreitadas há que se coloca, e essa exemplificação de brandura, não condiz com a omissão que aponta, pois assim sendo, denunciasse tal qual omisso. Torna-se então necessário uma correção, a harmonização entre a palavra e a ação, em outras palavras coerência. Sabemos todos que o governo que aqui se instalou, prometendo ao povo nacional a fruta tenra, suculenta e doce, habilmente não informou qual fruta seria, e, por isso está a entregar jacas verdes, com cica, e, junto, entrega a sica (punhal romano) para abri-la e contaminarmo-nos com o visgo nela contida, ficando nele grudado, com a esperança de receber o azeite ungido para soltar-se, esse é o quadro dantesco que o autor visualizou, mas, somente informar o que vê, é apenas mais um de muitos embora não privilegiados com tamanha sapiência, também são capazes de ver, falta à ação de oposição eficaz, é o mínimo que se espera, dela, da oposição.

    A criticidade obriga a deveres, mormente quando se tem instrumentos adequados, é certo que a Democracia se faz pelas urnas, então é preciso saber, que tipo de urna se quer? Aquela manipulável? Ou aquela de última geração, em que os vícios já foram sanados? Por que os partidos de oposição ainda não se moveram ha esclarecer esses aspectos? Afinal, quanto menos possibilidade de manipulação de resultados vence a Democracia, esse é cerne da questão, a manipulação. Seguido da questão das urnas, temos outra questão mais perversa, quando “pesquisas” ditas de avaliação, transforma-se em indutor de preferencia, sejam elas espontâneas ou contratadas antes do período próprio, a quem interessa esse jogo mórbido?

    Pelos fatos, parece-me que a criticidade exercida tão somente no âmbito da exposição de pontos de vista, sem o devido acompanhamento de ações pertinentes, que visem a equacionar a questão, é apenas mais um texto, mas não impõe a significância devida, já que o cidadão comum só dispõe de uma arma que seria letal a esse imbróglio de poder instalado, se manipulável não o fosse, nas urnas, e, se os partidos de oposição tivessem o bom senso de juntos construírem uma opção mais vantajosa e visível para nação e para os nacionais. Os partidos de oposição com assento no parlamento, e, os políticos com mandato na esfera estadual e municipal são em conjunto os responsáveis pela construção de um novo viés de governo, afinal, se o que aí está não é certo, qual a outra opção? Porque essa outra opção é melhor? Como ela vai beneficiar a população? Porque essa divisão mesquinha em que o Vereador e o Deputado Estadual não terem voz no plano nacional? Juntos, podemos mais, juntos e coerentes podemos construir mais, juntos podemos acabar com essa “cubanização bolivarista”, esse estado híbrido, que rouba, aprisiona consciências, dando-lhes a impressão de estarem recebendo o fruto prometido.

    Por fim, cabe lembrar, quando o país teve uma oposição que sabia o seu lugar, o seu dever, e não tergiversava com ele, um presidente suicidou-se, o país ganhou a liberdade, sem armas letais, ah! Desculpem-me, foi com a arma mais letal que existe, a PALVRA DITA, com a VERVE bem produzida, e, agora se faz necessário, é hora da ação com vigor na oração, o eufemismo é para os brandos, pois nesse bando que aí está agasalhado no poder, de brandos nada tem. Sem vigor e o rigor necessário que a oposição deve ter, embora tardio, mas em tempo, nada mudará, então fico com a impressão que ela, a oposição, é só o nome da reserva estratégica desse poder nefasto.

  49. bruna

    -

    02/12/2013 às 15:56

    Infelizmente, com toda essa gentileza Presidente a oposição não vai virar a mesa. Voces da oposição terão que ser mais duros nos seus métodos para retomar a situação.

  50. jorge

    -

    02/12/2013 às 15:36

    Sempre nos restou isso: choro, às vezes muito trágicos.

  51. Ramos

    -

    02/12/2013 às 15:31

    O presidente FHC tem um nivel intelectual e de pensamento anos luz a frente do que se ve na politica hoje. Pode-se concordar ou discordar dele, mas nao da para duvidar que se tivesse continuado no poder ao menos teriamos outra forma de pensar que a roubalheira rasteira de hoje. Para a direita militante que massacrou o presidente, faz sentido hoje que era uma pessoa muito mais aberta ao debate franco, e imensamente mais capaz do que seu sucessor. E o pais ficou pior porque nao tivemos a coragem de apoiar o melhor entre dois, quando nao havia terceira opcao.

  52. mceu

    -

    02/12/2013 às 15:28

    FHC e PSDB com esse discursinho politicamente correto ficam em cima do muro pra agradar a gregos e troianos só deixam seus eleitores desgostosos e sem alternativa enquanto isso o petismo e cia instalam cada vez mais sua ideologia populista que lhes serve muito bem pra se perpetuarem no poder e continuarem com as regalias e não demora muito isto aqui vai virar uma cuba/venezuela – ai de nós os que estamos realmente indignados com essa situação e estamos sem alternativa pois o que há é mais do mesmo

  53. emilio

    -

    02/12/2013 às 15:00

    FHC um estadista. Perdeu popularidade, mas tomou as medidas necessárias para salvar o real. Agora vemos o pais caindo, cada dia mais, nos braços populistas e vigaristas dessa turma. Não tenho muitas esperanças nas próximas eleições, o pupulismo, enquanto o pais tiver gordura para queimar, não perde eleição nessa américa tão latrina.

  54. Dr Kaligari

    -

    02/12/2013 às 14:46

    Só foi meio comentário…. rsrs
    Desprendimento, enfim, é eufemismo demais pra se referir a guerrilheiro subversivo. Essa glamourização da “luta” dos “cumpanheiro” é que já chegou ao limite. Tá na hora de rebater essa mentirada toda.
    Mas Freud explica:
    Ele tá fazendo uma projeção! Pede aos outros que façam o que ele mesmo deve fazer. Talvez assim se livre da culpa…
    Na verdade ele mesmo é o único com competência pra fazer o que pede que os outros façam. Ele mesmo deveria, com sua lucidez e capacidade, ter enfrentado esses bandidos. Nada ou pouco fez por 10 anos.. Deu no que deu. A oposição ridícula que temos é, em parte, fruto da sua incrível ausência.
    Portanto, foi omisso. Talvez isso o esteja incomodando agora, que quase nada pode ser feito.

  55. Dr Kaligari

    -

    02/12/2013 às 14:24

    Tenho que concordar com vários comentaristas:
    “lutou com desprendimento” é eufemismo demais pra se referir à atividades de guerrilheiro.
    O exército alemão na segunda guerra também lutou com honra e desprendimento… ora bolas. E

  56. Luiz C.

    -

    02/12/2013 às 14:23

    Único reparo: NUNCA lutaram com “desprendimento” e nem se “jogavam por ideais”. Queriam apenas a implantação de uma DITADURA COMUNISTA!!! No mais, irretocável…

  57. Ricardo A

    -

    02/12/2013 às 13:44

    Como sempre FHC um gentleman, tem o saber e dom para se expressar, e concordo. Ocorre que o aparelhamento do Estado é de tal ordem que nem a derrota nas urnas será solução, pois o PT e suas metástases estão infiltrados em cada instituição pública, em cada ONG, ONG’s, movimentos sociais, cotas raciais, ministérios, etc….Para desfazer deste caos político lulopetista será necessário muitos anos. O que fazer, esperamos um milagre…

  58. GutoBACKYARDS

    -

    02/12/2013 às 13:02

    Lendo os comentários abaixo deparei me com uma colocação muito pertinente, a de que FHC nutre um inaceitável “respeito ao passado de Lula e do pt”. Também não me conformo com as macias palavras direcionadas ao mensaleiros condenados. Mas o que mais me causa estranheza é a falta de indignação para com o que estão transformando o país. Pior ainda o não aproveitamento das manifestações de junho para virar o jogo de vez contra o governo. Explico: o psdb não encampou os anseios da opinião pública espontânea, aquela que foi às ruas de forma apartidária movida pela indignação contra os parasitas estatais. Não soube tirar proveito mais uma vez do desgaste do modelo pesteísta de governar, esse neocoronelismo assistencial clientelista. Basta ver que o governo de SP não nos elucida sobre a origem e identidade desse “movimento social” orquestrado dos tais black blocks. Não há setor de inteligência na Polícia de SP capaz de identificar de onde partiram as ordens para que as SA (Sturm Abteilung) salvadoras do status quo acabassem com as manifestações de junho? Mais uma vez não souberam aproveitar o momento político para encampar aquilo que o povo realmente deseja, qual seja, o fim do parasitismo estatal, o profissionalismo na política como um fim de locupletação de agentes públicos corruptos.

  59. GutoBACKYARDS

    -

    02/12/2013 às 12:44

    Prezado e valoroso Xará, tenho muitas críticas ao período FHC no governo, notadamente àquela do episódio da reeleição, um casuísmo inaceitável. Mas inegáveis a inteligência e a lucidez do ex presidente. Pena que tenha sido “escondido” pelo partido,principalmente por Serra, e não tenha participado ativamente da política abandonando o psdb nas mãos dos incompetentes próceres do partido que mesmo sendo oposição deixaram se pautar pelo governo neocoronelista quanto ao debate eleitoral, sempre a reboque daquilo que o pt deseja discutir. Creio que com Aécio o jogo se inverterá e os colossais avanços proporcionados por seu governo serão realçados. Mas segue sugestão ao psdb: ESCONDAM SERRA, responsável maior pela ascensão do petralhismo lulo pesteísta ao poder federal.

  60. Solano de Oliveira

    -

    02/12/2013 às 11:50

    Darci Ribeiro dizia que FHC era um príncipe e considerava um luxo tê-lo como presidente. Concordei desde logo com o que pensava o grande intelectual assim como concordo com quase tudo que fala ou escreve o ex-presidente. Necessário, porém lamentar a fraqueza complacente como tem-se portada a oposição desde que a quadrilha se encastelou no Planalto Central; quando surgiu o mensalão, no primeiro mandato do sapo barbudo a reação foi de tímidos murmúrios, quase um queixume. Quis-se jogar com regras decentes contra um adversário inescrupuloso,como se viu no caso dos dossiês. A bandalheira escandalosa segue de vento em popa e não se houve uma voz acima do tom. A oposição segue se portando como quem está em um velório. Fala-se pouco e baixo. Parece ter medo de apontar o dedo aos larápios e ouvir mais desaforos do que tem a dizer. Minha constatação é desoladora: Temos oposição, mas é como se não tivéssemos. FHC tem parte nisso.

  61. GA

    -

    02/12/2013 às 11:43

    Esse artigo do ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso deveria ser lido pelo próprio no horário político do PSDB. Apresentado na TV em duas telas uma com FHC lendo o artigo (comentando os pontos principais) e na outra apresentado os fatos. Quem sabe, poderia ter bons resultados.

  62. angelo

    -

    02/12/2013 às 11:36

    Senhores,Bom dia,o texto apresentado por FHC é o
    ponto de vista dele,portanto quando disse que é
    triste ver na cadeia”gente”ou camaradas que em
    outras épocas lutou com desprendimento(?) o que
    quer dizer(?);Ora ele se manifesta mas não move
    uma palha para mudar a situação de mediocridade
    que o Brasil esta passando,e outra coisa que
    “oposições”ele tanto fala,se na realidade é tudo
    farinha do mesmo saco,pois a 10 anos estão na
    convivência da corrupção,subserviência podre,no
    cinísmo,no fraco blá,blá,blá,ora vá cuidar de seus
    netos!

  63. Oliver

    -

    02/12/2013 às 11:26

    SINAIS TREPIDANTES
    Alguém por aqui já se fez aquela pergunta óbvia: Mas, afinal, o que essa oposição tem para esconder ? É claro que alguém que se equilibra entre o oportuno murismo e o pusilânime silêncio tem algo a não dizer aos seus supostos representados. Recentemente fui “desconvidado” a fazer uma campanha política e posso afirmar que tudo teria sido muito mais simples se alguém por lá me dissesse simplesmente que certas informações estratégicas não poderiam circular livremente na internet e que, por isso, não haveria condições de ser fazer um trabalho não presencial, como eu havia proposto. Mas não. Quiseram me explicar porque aquela estranha estratégia de campanha que não divulga a cara do candidato, o número, a sigla do partido e outros penduricalhos tão importantes para convencer a velhinha quase esquecida de um rincão distante de que aquele sim deveria ser “o cara” era a estratégia certa para a eleição em andamento. Faltou combinar com o distinto publico, apenas. Deu no que deu. É claro que, se a lógica fosse traída, estaríamos diante de uma campanha-azarão onde quem se esforça para perder acaba ganhando sem precisar afirmar nada, sem se comprometer com nada e recebendo mais um cheque em branco da patuleia para votar em Zés e ganhar Gilbertos de brinde. Mais recentemente ainda, li uma pérola do arrazoado político vindo de uma ativista tucana que se arvora no direito de apontar os “nossos erros” como oposição na internet. O panfleto afirma em resumo que os petralhas “tapam o nariz e elegem seus líderes” e que nós – vejam só – não sabemos fazer o mesmo. Brilhante como um macacão forrado de estatais e uma “cidade limpa” que sai mais suja do que quando entrou, o libelo esquece de pensar que a oposição no Brasil é oposição porque pensa, e não porque se deixa levar pela manada da vez. O que eles querem, tão somente, é a substituição do roto pelo rasgado sem questionar uma vírgula sequer do status quo político que ora engolimos. O que eles querem, nós não queremos; é simples assim. Por isso não são eleitos. Porque não se comprometem com as bandeiras que queremos ver içadas no mastro da decência. Porque não há discurso de oposição. Eu gostaria muito de pensar neste texto de nosso ilustre ex-presidente como um chamado de luta para a renovação do tabuleiro político, pois tudo o que precisa ser dito está lá com todas as letras. Mas o momento político – ah, o momento político. Este traidor das intenções alheias. O momento político insiste em me fazer ver o que eu não gostaria de ver. Estamos no momento “das alianças”. O momento em que o empresariado baixa as cartas na manga e financia este ou aquele candidato. E o mar não está para peixes. Não custa puxar as orelhas do empresariado tão refestelado na coisona pública para o fato de que a mamata tende a se exaurir. A economia está ruindo como um estádio de futebol colado com saliva. A gente não vai mudar nada; só moralizar um pouco. Entendi. Vai indo que eu não vou. Não me espera não. Com este texto e este pensamento a oposição vai longe. Vai para um lugar que as regras do espaço me impedem de declinar. Vai indo…

  64. Semperdestro

    -

    02/12/2013 às 11:22

    Para mim, FHC foi o melhor presidente que o Brasil já teve. Lula é apenas um impostor populista, que precisa se desmascarado.

  65. Aldo Matias Pereira

    -

    02/12/2013 às 11:18

    Augusto,
    Como sempre, a fala de um verdadeiro democrata, de um estadista que, infelizmente, foi chutado para fora da vida pública do pais pelas canalhices de lulla e seus comparsas. Infelizmente também, não conseguiremos que a análise que FHC faz repercuta na grande imprensa a não ser naqueles blogs chapa branca que o fazem apenas para continuar a campanha de difamação e de mandrakarias em favor de seus donos governamentais. Pelo menos um deles já saiu na frente em seu blog no UOL e demonstra, claramente, que cumpre à risca a missão que o partido lhe confiou. Caso a oposição consiga reverter o quadro e se eleger, improvável e que torço para que não aconteça – (explico-me: são tantas as armadilhas, tantas as bombas-relógio armadas que, se alguém da oposição for eleito, terá tais dificuldades e entraves para governar que, nunca mais conseguirá ser eleito para alguma coisa. Principalmente porque a petezada fará de tudo para não permitir que a roubalheira venha a público – espero que essas bombas explodam no colo de quem as armou, para demonstrar quão patifes eles são e que sejam processados e condenados pelos crimes de lesa pátria que praticam há mais de dez anos). Jamais votarei em alguém ligado, de alguma forma ao pt. Já errei outras vezes mas, nunca mais. E rezo para que essa corja pague logo por seus crimes. Por isso que será muito importante que as pessoas sérias assistam hoje ao Lobão – um dos pouquíssimos artistas que tem a coragem de dizer as coisas como elas são – no Roda Viva da TV Cultura.

  66. MALDONADO

    -

    02/12/2013 às 11:14

    Espetacular FHC, a fuga do que o BRASIL já não suporta aguentar para a realidade, agora será que isto, terá o condão de acordar às oposições do longo e morno sono, a que estão submetidas e mal acostumadas.

  67. sem noção

    -

    02/12/2013 às 11:12

    Bom dia.. Que saudades de ser representado por pessoas que me davam orgulho, não me causem vergonha, que possuem cultura, valores, berço, educação, caráter… essas coisas que os PTralhas desprezam…Abraços..

  68. Marques

    -

    02/12/2013 às 11:12

    A borduna de FHC está quebrada. sua classe e cultura não permitem que vá adiante em críticas. Mas tem mesmo é que chamar esta corja de vadios para os fundos do sistema penitenciário. Lula safou-se por ter amigos leais, mas até quando vai a farsa? Sem oposição, não dá.

  69. Marcos

    -

    02/12/2013 às 10:51

    No artigo, FHC escreveu: E sejamos francos. estamos berrando pouco. Mas é nisso que há anos todos nós estamos reclamando, uma oposição mais combativa, que teve tudo e continua tendo, motivos de sobra para retirar do poder, esse partido que só tem feito mal ao nosso país. Dizer isso agora, acho que é um pouco tarde demais.

  70. Francisco Marinho

    -

    02/12/2013 às 10:34

    Esta situação vai continuar e tende a perpetuar-se, tendo em visto, que a maior parte da população Brasileira, culturalmente, é corrupta, adeptas da lei do Gerson, ” Se estou levando vantagens, os outros que se explodam” os pobres levam de vantagem as bolças, essa ou aquela, os remediados o crédito fácil para alimentar o sonho de consumo, mesmo com os juros altos, estratosféricos, que agrada aos ricos e poderosos, financiadores de um sistema econômico que os deixam cada dia mais ricos e o povo e pais indo cada vês mais pro buraco.
    vai dá PT pra eternidade…

  71. Socialismo cheio de bandido!

    -

    02/12/2013 às 10:19

    Muito bom! A oposição tem que se mover mais firme. É preciso que o povo veja a parcialidade da imprensa, que está sendo enganado por ela. Bate oposição, vira esse jogo!

  72. GlorInha de Nantes

    -

    02/12/2013 às 9:56

    Insofismável! Será que, enfim, as oposições confrontarão os governistas “Donos do Poder”?! Ou ainda há falta de garra ou de vergonha-na-cara?! Basta de traques e espoletas, n’é?!
    .
    É perfeito o artigo-manifesto do melhor Presidente da República que muitos países gostariam de ter. Já na primeira linha e no primeiro parágrafo abusa da clareza, e confronta a desfaçatez pretensiosa dos políticos governistas presos :
    ..
    __ “Finalmente se fez justiça no caso do mensalão.” __ desabafa, tal qual todos os indignados com o farsesco e a pantomima que tem nos humilhado, há mais de oito anos, diante de nós mesmos e perante o mundo.
    .
    __ “Basta de tanto engodo.” __ leio e ouço sua voz. Sua indignação é nossa indignação. __ Obrigada, meu Presidente! Fernando Henrique Cardoso vibra no mesmo diapasão que os brasileiros exaustos dos “velhos” populismos e seus gestos “revolucionários”, tão vazios de significado quanto repletos de arrogância.
    .
    “__ De pouco serve a encenação farsesca, a não ser para confortar quem a faz e enganar seus seguidores mais crédulos.” Afora exacerbar a nossa indignação, sentimento dos que, por outra vez, são afrontados com tanta desfaçatez, não é?!
    .
    Obrigada, Mestre! Vamos, com esse tom e com muita garra, confrontar os “Donos do Poder”! E vencer! Vencer as escrotas encenações e práticas da porno-política. Nós podemos!

  73. jarvik

    -

    02/12/2013 às 9:55

    “… Lutaram com desprendimento… ” O amigo que comentou não percebeu, mas é a fina ironia do refinado estilo do escritor FHC aos eternos então militantes, futuros petistas, que sempre se pautaram pelo seu princípio primordial de obter vantagem própria aparelhando o estado.

  74. What's up?

    -

    02/12/2013 às 9:34

    FHC prestaria melhor serviço se escrevesse a razão do molusko sequer ter sido arrolado no processo do MENSALÃO-2005 como chefe da gangue e o silencio e a mansidão dele e da sua gangue PSDB quando estourou o escândalo.
    Também a razão de no ultimo dia do seu mandato assinar foro privilegiado para os ex-presidentes.
    A quem interessa assinar algo do tipo, ao povo brasileiro?

  75. Antonio Carlos

    -

    02/12/2013 às 9:29

    Não há como deixar de concordar com muitos aqui sobre uma certa omissão de FHC no embate público. Principalmente para fazer frentes as contumazes asneiras ditas por Lula – o Apedeuta -. Seria a lucidez fazendo frente a imbecilidade, a ignorância, ao engôdo. Essa omissão não tem justificativa mesmo. Reclamar de uma oposição inoperante é o mesmo que admitir que ele mesmo não a faz, não a exerce, não a pratica. Isso é um ato imperdoável. Falar vez por outra, mesmo que com o mais absoluto argumento e clareza de raciocínio, para um pais loteado e corrupto é pouco. Muito pouco, prezado senhor. Queremos vê-lo na tv se expondo e berrando aos ouvidos de Lula que não tem a menor chance de enfrentá-lo num debate público. Chame-o a debater. Vamos lá e antes que seja tarde demais. Se tiver que deixar de lado esse seu modo de escrever e dizer as coisas, que diga na mais ralé das expressões para que seu oponente que nunca irá entender o que aqui escreveu. Por duas razões: primeiro porque não sabe ler, pois nunca leu nada na vida. Segundo porque a capacidade de raciocínio as expressões mais sutis ultrapassam a exígua capacidade de entendimento. Por gentileza que alguém leia esse artigo a Lula, sob pena dele por não entender concordar com FHC, o que seria desastroso pelo jeito petista de ser. Ou seja, contra tudo desde que não seja ele ou dele advindo.
    FHC escreve uma realidade para o entendimento de poucos eleitores. A grande massa ainda ignorante e a classe aproveitadora não dará a esse artigo importância alguma.

  76. José Eduardo Diniz

    -

    02/12/2013 às 9:04

    Ah! , como seria bom mais e mais textos como este.

  77. leonel santos

    -

    02/12/2013 às 8:29

    De acordo meu caro Presidente, mas, a tarefa de berrar à altura e esclarecer aos eleitores mais simples, a meu ver, é do PSDB, que tem sido escandalosamente tímido, quando não, omisso. Rasguem as máscaras do baile petista, deem nome aos bois, e isso vai ajudar a frear a locomotiva Bolivariana. Mãos à obra!

  78. cesar marcelo O Paiva

    -

    02/12/2013 às 8:21

    Caro Augusto, recebo esse artigo com esperança mas nao posso abandonar o ceticismo. É bom ver FHC empenhado em desmascarar os embusteiros, mas sera que o candidato da oposiçao vai seguir na mesma linha? Nao ouvi ainda um unico pronunciamento do eventual candidato do PSDB, o senador Aecio Neves, que siga nessa direçao. Ao contrario, ouvi o governador de SP dizer que o mensalao nao seria utilizado na campanha politica pois era assunto de policia e da justiça. Se os encarcerados pertencessem ao DEM, PSDB ou PPS, acredito que nesse hora Lula estaria se vangloriando de que “seu governo colocou na cadeia os corruptos que enriqueciam as custas do dinheiro publico”, que “nunca antes nesse pais, alguem ousara a enfrentar com tanto destemor as elites politicas de direita reacionarias e retogradas.” Precisamos sim, desmascarar essa corja. E existem muitos fatos que municiam as oposiçoes mas jamais sao utilizados de maneira adequada. Na semana passada, o JN noticiou que um “profissional cubano do programa Mais Medicos” que veio salvar vidas nos confins da capitania heredirataria do Maranhao, mais precisamente na cidade de Barra do Corda,receitou para um paciente um medicamento de uso exclusivo em animais e o ministro da saude ainda saiu em sua defesa dizendo que “em Cuba aquele medicamento era tambem utilizado em humanos e que o medico permaneceria no programa”. E o que fez a oposiçao? Nada! A OAB ou alguma entidade de classe se manifestaram sobre o assunto? Nao! Talvez tenham julgado no absurdo, apenas uma “insignificante ocorrencia”.

  79. Roque Nunes

    -

    02/12/2013 às 8:06

    Como sempre o grande presidente Fernando Henrique Cardoso com sua lucidez e serenidade faz o papel que caberia às lideranças no Congresso Nacional e nas Assembleias Legislativa fazerem: apontar os erros,desmandos e crimes da “corja” e de seu chefe-mor. Nos últimos anos venho defendendo que o PSDB, o DEM só não estão na “base” porque o PT não quer, e não porque eles não querem> Com oposição assim, é fácil jogar 40 milhões de votos no lixo.

  80. Renato Carvalho

    -

    02/12/2013 às 8:04

    Hummm! Sei não… Melhorou, mas o tom ainda está muito brando pro nível da canalhada. FHC deveria se espelhar em Barbosa e descer a ripa na chulipa. Se meia palavras, sem intelectualismos, sem passar a mão na cabeça. Essa frase “Escrevo sem júbilo: é triste ver na cadeia gente que em outras épocas lutou com desprendimento”. Cuma? Você acredita mesmo nas suas próprias palavras FHC? Ou está sendo hipócrita ou tem a mesma visão distorcida dos próprios petistas. Não esqueci do que li no livro Privataria Tucana. As denúncias ali apresentadas e fartamente documentadas, são tão estarrecedoras quanto o mensalão e, como adotei a máxima do Augusto “não tenho bandidos de estimação”, quero ver todos eles na cadeia. Faz tempo que sei que essa história de esquerda, direita volver, não passa de contos da dona Carochinha pra distrair e separar os trouxas. Claro que isso explica também o ensurdecedor silêncio da assim chamada “oposição” (faz-me rir).

  81. Siará Grande

    -

    02/12/2013 às 8:03

    Com todo o respeito ao Presidente Fernando Henrique, mas quem tem de botar a carapuça da covardia é o PSDB. E tem mais, o respeito que o Presidente Fernando Henrique tem pelo passado do Lula e do PT é um desrespeito ao povo brasileiro. O PT nunca mudou, sempre foi o mesmo, apenas fala o que rende votos. Ou já esqueceu do Celso Daniel?
    Senhor Presidente Fernando Henrique, está na hora de começar a se falar português neste país, e a língua do PSDB e da chamada oposição é qualquer coisa menos o português, ninguém entende o que Vocês querem dizer. Se o PSDB tem o menor interesse pelo futuro deste país, tá na hora de falar português.

  82. Leonardo X

    -

    02/12/2013 às 7:55

    Que ninguém se iluda. Essa campanha difamatória contra “pessoas que outrora se jogavam por ideais”, com o firme propósito de fazer do Brasil uma penitenciária de criminosos de opinião, uma Cuba gigantesca, logo terá troco. Dilma vai calar a boca dos eternos pessimistas com obras que deixarão o mundo de queixo caído. Ele vai inaugurar, antes da Copa, o primeiro trem-bala invisível do planeta e o terceiro aeroporto de São Paulo será subterrâneo, evitando assim o problema das indenizações aos proprietários da superfície. E vai importar 60 mil enfermeiras escandinavas, todas loiras e de olhos azuis, exclusivamente para auxiliarem os médicos cubanos no atendimento do SUS.

  83. bereta

    -

    02/12/2013 às 7:51

    Grande artigo, sábias palavras. Ocorre que ao longo dos anos os vendedores de peixe podre souberam embotar os sentidos dos consumidores. Mil promessas, mil visões paradisíacas, algo como se ninguém mais precisasse se preocupar com nada, pois o pai governo proveria tudo a todos. Se de tanto cheirar droga o viciado perde o septo, que dizer do olfato? Já não se distingue mais o cheiro da maracutaia, tão combatida pelo partido governamental. Aliás, maracutaia era a palavra preferida de lula, lembram-se? Como a coisa muda! A ópera já dizia:- La donna e mobile. O homem também é. Mobilíssimo! Move-se, escamoteia, é uma metamorfose ambulante (e como ambula!!!) (saudades do Raulzito), muda de cor, menos o vermelho. Desse ele não abre mão. E o povo? Engole tudo. Depois joga a culpa no próximo. Antes que eu me esqueça, outro termo usado era PICARETA. Trezentos!!! E não é que ele cooptou os picaretas? De picaretada em picaretada, ele destrói o pouco que se construiu de DEMOCRACIA, anulando feitos obtidos a duras penas, com a anuência dos idiotas que compõe o eleitorado que se diz desinteressado de política. Não dá mais para exclamar como Jesus:- Pai, perdoai tais atos, pois eles não sabem o que fazem. Sabemos sim!!! É que somos concupiscentes. Vivemos numa grande orgia. É mais fácil atribuir ao outro nossas culpas. Nada novo sob o sol.

  84. Antonio Augusto Carvalho

    -

    02/12/2013 às 6:57

    “Lutou com desprendimento”?!!! ARGH!!! Continua situação quando deveria ser oposição! Parei na primeira frase!

  85. IassaI

    -

    02/12/2013 às 5:34

    Tudo que o Brasil que presta precisa saber antes que o Sindicato do Crime Organizado – PT e associados (PMDB e outros) – acabe com esse país.

  86. Guerra

    -

    02/12/2013 às 4:35

    Professor Fernando,
    O desprendimento é a virtude de quem renuncia aos interesses pessoais para dedicar-se ao bem e à felicidade do semelhante. Dirceu e Genoíno, para nos limitarmos a eles, dado o destaque que adquiriram, nunca revelaram essa virtude. Ao contrário, naquela época, queriam poder, poder para mandar nos outros, e pela forma mais autoritária possível. Desejavam integrar um governo cujo exemplo concreto está logo ali, perto da Flórida. O desprendido não prega a violência, não incita à utilização do terror como instrumento de desestabilização de um governo ou regime. Como considerar desprendido alguém capaz de determinar ou incitar que se camufle um explosivo poderoso num saguão de aeroporto coalhado de gente a espera de embarque ou desembarque ou numa calçada por onde centenas de pessoas passeiam completamente despreocupada com a possibilidade de que, de súbito, suas pernas e braços voem para longe de seus corpos??!! E, pelo que acabaram de fazer, demonstram o mesmíssimo propósito!!
    Hoje discursam atribuindo-se a virtude da luta pela democracia! E o senhor afirma que eram pessoas desprendidas!
    Ora, professor! Peço que me perdoe a franqueza. Mas, com essas palavras, no ato mesmo de reconhecer a necessidade de que o engodo custeado pelos pagadores de impostos tenha fim, o senhor impede que as gerações desinformadas sobre a verdadeira história da pátria continuem enganadas sobre o caráter desses indivíduos.
    É exatamente essa a fonte do grande perigo que nos ronda. Enquanto essas pessoas permanecerem acariciadas como gente desprendida, que só deseja o bem geral, gente que apenas pisou na casca da banana que comeu, a ilusão daninha continuará a dominar a consciência do povão que decide nas urnas.
    Não sei onde está a tão proclamada redemocratização! Temos uma Constituição realmente democrática. Mas, só por si, o texto constitucional não significa nada. O que realmente faz a diferença é a prática constitucional, a sua observância objetiva, que não vejo. Quem consegue demonstrar que as eleições de hoje são democráticas? Essa enorme quantidade de bolsas-pobreza, que apenas geram mais e mais dependentes de esmolas oficiais, permite disputa eleitoral igualitária?
    A bem da verdade, para conseguirmos eleições livres neste país, o PT teria de ser impedido de concorrer. Do contrário, quanto mais o tempo passar, mais isolado na dianteira ele estará! Continuará iniciando a corrida a três léguas de distância do pelotão constituído pelos demais.
    Esse é o nó. Permitiram que fosse dado. Agora, quero ver quem o desmancha.

  87. Obervador

    -

    02/12/2013 às 3:47

    FHC está sempre a favor do PT. Ao invés de tentar demonstrar superioridade moral dizendo que não se alegra com a prisão dos corruptos FHC deveria dizer que é impossível que o mensalão tenha ocorrido sem a ciência e a autorização de Lula. FHC deveria estar tentando tirar os corruptos do poder ao invés de se fingir de santo, se apoia o PT deveria assumir isso publicamente. Desde o começo dessa história do mensalão FHC age em favor do PT e como reconhecidamente não tem nada de burro ou inocente faz isso de caso pensado para manter o PT no governo. Poderia ter tirado Lula do governo desde o início desse caso e não fez isso porque não quis

  88. Jorge Chequer

    -

    02/12/2013 às 3:22

    Parabéns,
    Vitor de Miranda 01/12/2013 às 21:50.
    .
    O texto de FHC foi atropelado logo no início
    (Vc explica bem). Mas recuperou-se e seguiu
    sem choques. FHC sempre me dá a sensação de que
    pode mais, porém não quer. É incompreensível(?)
    o fato do PSDB tratar o PT (o partido/seita mais desonesto e corrupto da nossa História) com luvas
    macias, especialmente ele, que apanha do Lula de
    forma mesquinha e vil. E não que precise (e nem conseguiria) usar o linguajar de esgoto do apedeuta, mas, em cadeia nacional, expor sem meias
    palavras quem é e o que significa o “palanque
    ambulante” e seus militantes amestrados para o país. Ainda há tempo.

  89. Onofre Cezario de Souza Filho

    -

    02/12/2013 às 1:56

    Reflexoes sobre Cidadania:sobre o artigo de FHC que disse que em uma democracia quem Decide e as Urnas ficara difícil fazer oposição no momento atual pois vejamos os índices,como vai a educação em nosso pais? E os nossos eleitores tem alguma consciência razoável na sua decisão ?e o formato político no Brasil? E o voto como fica ?dar para quantificar e qualificar este voto?Esquecemos do básico,as pessoas que decidem em Uma verdadeira democracia e necessária condição razoável para sua manifestação política,Tudo muito Simples Sr. Ex- Presidente FHC.E Preciso Conscientizar os eleitores aí fica mais fácil até para a oposição .

  90. iassai

    -

    02/12/2013 às 1:26

    Tudo que o Brasil que presta precisa saber antes que o Sindicato do Crime Organizado – PT acabe com esse país.

  91. Cronos

    -

    02/12/2013 às 1:04

    Tudo isso poderia ter sido evitado se o nobre escriba,em 2005,quando veio a público a denúncia do mensalão,não tivesse aconselhado essa mesma oposição,que agora é chamada às falas,a deixar Lula sangrando no poder na falsa esperança de que o mesmo chegaria desmoralizado nas eleições de 2006.
    Cobra se mata no ninho seu FHC.

  92. erico pereira da veiga

    -

    02/12/2013 às 0:54

    passe por joaquim barbosa

  93. marizia tonelli

    -

    02/12/2013 às 0:53

    lendo esse artigo fico com um sentimento de desânimo, porque, infelizmente FHC mostra a “nudez do rei” que sabemos. Como brasileira quero agora ver quais os políticos da oposição a esse governo insano bradarem em luta pelo povo. Quero ver a oposição sair da mediocridade em que se enfiou. Nós votamos neles, onde estão?

  94. erico pereira da veiga

    -

    02/12/2013 às 0:53

    é bastante provavel q a solução, pelas urnas
    p assem por joaquim barbosa

    é muito provavel q a soluçao, pelas urnas, passe por joaquim barbosa. e FHC no comando da resistencia.

  95. Sandro Ferreira

    -

    02/12/2013 às 0:52

    VOLTA FHC!

  96. Maria

    -

    02/12/2013 às 0:38

    O artigo é ótimo, bem no início, mas concordo com Vitor , mas concordo com o Vitor de Miranda e Mary Hafen. No mais, só lendo o capítulo 21 de O Chefe/papel de FHC, que mudou o Brasil, pois manteve Lula no poder, no pós mensalão.

  97. Maria

    -

    02/12/2013 às 0:34

    Aqui saberemos porque Lula não sofreu impeachment e seu pavor com o estouro do escandalo do mensalão http://www.escandalodomensalao.com.br/

  98. Maria

    -

    02/12/2013 às 0:32

    O país está nesse desgoverno, porque não tem oposição. E Lula não sofreu impeachment, o que mudou radicalmente a historia do Brasil, graças ao que se pode ler no capítulo 21 em http://www.escandalodomensalao.com.br/

  99. Maria

    -

    02/12/2013 às 0:31

    O país está nesse desgoverno, porque não tem oposição. E Lula não sofreu impeachment, o que mudou radicalmente a historia do Brasil, graças ao FHC, do realista artigo. Vide Capítulo 21 do livro http://www.escandalodomensalao.com.br/

  100. Antonio Carlos de Curitiba

    -

    02/12/2013 às 0:30

    Prezado Augusto, o Sr. Fernando foi o responsável maior pela eleição de Lula, e isso não pode ser esquecido; também é desse senhor uma das mais hilárias e infantis cenas políticas dos últimos anos: ele teceu loas a Dona Dilma, a quem tratou por “grande estadista”. Bolas, esse cara é o inimigo que o Petê deseja, o inventor da dupla Serra-Alckmin, o homem a urinar para dentro da barraca. Fernando escreveu um ótimo livro que tive a oportunidade de ler, A Arte da Política, no qual ele mostra o que deveria ter feito quando presidente e não fez.
    O PSDB é o único partido capaz de desbancar e destruir o petê. Porém com as lideranças que vê-se hoje, isso vai demorar muito.

  101. maria

    -

    02/12/2013 às 0:27

    as vezes perco a esperança dado o grau de obscurantismo, ai de nos…

  102. Fora petralhas

    -

    02/12/2013 às 0:03

    Até que enfim FHC despertou e fez um artigo verdadeiramente de oposiçao.

    Deve ser o estalo de Vieira.

  103. Zé Carioca

    -

    01/12/2013 às 23:28

    Fernando Henrique é culpado por o PT estar no poder. Não trabalhou para ter um sucessor, como o Lula fez com a Dilma; e até hoje não organizou a oposição como deveria.

  104. mariana moreira

    -

    01/12/2013 às 23:09

    Para quem pensava que Lula não falasse. Falou Aliás, um lapso, expressou sinceridade pela primeira vez. “Estamos juntos”, disse Lula.

  105. Gabriel

    -

    01/12/2013 às 23:06

    Quando virarmos uma Venezuela não reclamem, os militares já estão dominados, assim como a mídia, os políticos é só questão de quanto…

  106. rodrigo

    -

    01/12/2013 às 22:48

    só um milagre faz a dilma perder a eleição. essa é a verdade, infelizmente.

  107. Marcos-PE

    -

    01/12/2013 às 22:33

    Excelente! Lúcido! Irretocável!

  108. Maria Augusta

    -

    01/12/2013 às 22:28

    Parabéns ao Fernando Henrique por mais um excelente artigo. Que venham outros e outros e mais outros.

  109. Guilherme Coutinho

    -

    01/12/2013 às 22:12

    FHC continua tentando mais uma vez retirar a pena…..
    …Mas aquela pena feita do melhor ouro democrático continua o seu sono no seio do tinteiro de alma branca, tal como a espada excalibur que repousava na rocha fria aguardando o seu rei Arthur.

  110. nice

    -

    01/12/2013 às 22:10

    Excelente artigo de FHC. Esperamos que consiga repercutir e acordar os que ainda fazem ouvidos ‘moucos’ ao canto do PT.

  111. Marcos Pereira

    -

    01/12/2013 às 22:09

    Sendo acadêmico que é, Presidente, Senador com vasta experiência Pública e Política, falta a FHC a coragem de tratar o pt como Organização Fora da Lei que é.
    Talvez o passado comum, as mesmas origens uspianas, levem o Ex-Presidente a continuar tratando com inacreditável complacência seu seus atuais concorrentes ou adversários políticos.
    Essa postura, desde o famoso “deixe o homem sangrar”, desde 2005, tem causado danos, provavelmente irrecuperáveis ao Brasil e suas Instituições Republicanas.
    Na situação atual, que se configura como um desastre político, como pouco se tem visto na história do nosso país, o embate deve ser mais eloquente, mais direto. Explorando de forma severa os erros e desvios de conduta do adversário a ser batido.
    Tanto FHC, com seu brilhantismo, como o PSDB, com a competência na gestão pública muito, muito superior as seus adversários, tem sido reféns do pt, por simples questiúnculas IDEOLÓGICAS.
    ESTÁ NA HORA, DO PSDB DE SAIR DESSE IMBRÓGLIO E SALVAR O O FUTURO DO BRASIL.

  112. alberto santo andre

    -

    01/12/2013 às 21:51

    este artigo de fhc e realista, mas acima de tudo uma projeçao realista ,visto que nao precisa ser profeta para antevermos o curso do mediocrismo em que estamos enredados ,e com um unico destino tornarmos-nos uma venezuela,e em muito pouco tempo ,visto que nossa divida publica bruta ja ultrapassa os setenta por cento do pib ,e com a china comecando a viver mais convulsoes internas ,que so sao sabidas atraves de pessoas que la estiveram, e portanto com um nivel menor de crescimento ja previsto, e automaticamente menores exportacoes de materias primas, portanto a corda que puxava o fusquinha brasil ,atras da bmw chinesa e americana ,ja começa a se romper, o o horizonte brasileiro ficara ainda mais turvo no inicio do ano, com o inevitavel rebaixamento da nota de investimento brasileira.

  113. Vitor de Miranda

    -

    01/12/2013 às 21:50

    Sr.Augusto Nunes,
    Mais uma vez lamento o respaldo dado ao Sr. Fernando Henrique por mais um artigo insosso.
    Não há um único esquerdista (e ele não é exceção) que faça críticas sérias aos outros esquerdistas; criticam com uma mão e afagam com a outra.
    A frase:
    “Escrevo sem júbilo: é triste ver na cadeia gente que em outras épocas lutou com desprendimento”.
    Que palhaçada é esta?
    Lutaram com desprendimento? me enganem que eu gosto.
    Eram subversivos e queriam um governo tipo Fidel Castro; canalhas! O lugar deles é na cadeia.
    Temos uma oposição de fancaria.
    Com este tipo de oposição não vamos a lugar nenhum.
    Em que lugar se escondeu o Sr. Fernando Henrique quando o Ministro Cardoso ataca o PSDB dizendo que não engaveta denúncias? Ele não foi acusado disso e, sim, de encaminhar documentos de forma errada aos órgão competentes sem conferir a coerência entre os textos em português e em inglês.
    Por que a oposição e o Sr. Fernando Henrique não interpelaram judicialmente o autor das denúncias exigindo esclarecimentos?
    Pobres de nós!
    SDS,
    Vitor

    O artigo é muito bom.

  114. mary halfen

    -

    01/12/2013 às 21:22

    excelentíssimo ex-presidente da república.
    concordo com tudo que o senhor diz,mas o senhor ficou ‘escondido”por anos,e agora com as eleições de 2014 chegando,a oposição,a SUA OPOSIÇÃO,nada fez para acabar com os rumos que os petralhas estão tomando,nem um candidato definido temos para concorrer com a terrorista.COMO PODEMOS TIRAR OS PETRALHAS DO PODER?
    o senhor deveria ter vindo a público,dizer tudo que disse nessa colona.o povo o conhece,mas quem conhece AÉCIO NEVES.
    desculpe senhor FERNANDO HENRIQUE CARDOSO,mas não vejo luz no fim do túnel,e a culpa é da sua oposição,que ao invez de estar brigando por PODER,deveria estar pelo menos tentando desmascarar o seu sucessor,mais conhecido como o PILANTRA do SÉCULO…

  115. Carlos Aurélio

    -

    01/12/2013 às 21:11

    Excelente exposição de uma triste realidade. Excelente exercício crítico no reconhecimento da incapacidade da oposição e da mercantilização da política. Excelente observação enfatizando que a campanha já começou para a presidente num jogo injusto. Por fim, a honestidade de FHC não o deixou calado para o comprometimento da oposição para garantir as benesses do governo, muito grave!

  116. Guilherme Coutinho

    -

    01/12/2013 às 21:10

    MUITO ELOQUENTE,PRECISAMOS LER E RELER….ESTE TRECHO EM ESPECIAL…

    “É enorme o arco de alianças políticas no Congresso cujos membros se beneficiam por pertencerem à “base aliada” de apoio ao governo. Calam-se diante do mensalão e das demais transgressões, como se o hegemonismo petista” que os mantém fosse compatível com a democracia. Que dizer, então, da parte da elite empresarial que se ceva dos empréstimos públicos e emudece diante dos malfeitos do petismo e de seus acólitos? Ou da outrora combativa liderança sindical, hoje acomodada nas benesses do poder?

    Nada há de novo no que escrevo. Muitos sabem que o rei está nu e poucos bradam. Daí a descrença sobre a elite política reinante na opinião pública mais esclarecida.”

    QUANDO ESTAMOS DIANTE DE LINDAS CONVERSAS ESCRITAS, DIGO EU…

    Uns calam-se por seus vívidos interesses,os do partido da situação pelo anseio de mais poder, mas o que se esperava é que o PSDB não se calasse por omissão, mesmo quando sendo filho de um mesmo parto.

    Podemos dizer que da tua pena não se sentenciará os teus iguais pelo nascimento, a eles uma pena zangada , para nós uma parábola de esperança para a volta do filho pródigo.
    É uma pena… ainda não foi desta vez que a Academia do Povo Brasileiro ganhou um novo imortal.

  117. wilson www

    -

    01/12/2013 às 20:57

    Antes tarde do que nunca. Finalmente o ex-presidente tomou uma postura firme contra o partido que insiste em demonizá-lo e apropriar-se das conquistas realizadas em seus governos, sem as quais o PT jamais conseguiria se equilibrar no poder.
    Concordo que o caminho para banirmos o lulopetismo e todas as suas indecências passa necessariamente pelas urnas. Mas, a cargo de quem ficará a missão de “desfazer na consciência popular, com sinceridade e clareza, o manto de ilusões com que o lulopetismo vendeu seu peixe”?
    Na última eleição presidencial, Serra veio com aquela história ridícula dos tró-ló-lós, do patético “sai o Silva e entra o Zé” e só tomou bordoada. Como se não bastasse a crescente insegurança do candidato e a visível fragilidade de sua campanha, ainda por cima cometeu-se o erro de esconder FHC.
    Os quarenta e tantos milhões que não votaram no que aí está – e hoje muitos tantos mais, com toda certeza – esperam que a oposição reaja, se organize, mobilize a sociedade e comece a desmontar a farsa que se instalou no Brasil na última década. E vozes como a sua, professor Fernando Henrique Cardoso, não podem se omitir e muito menos serem abafadas. Contamos com o senhor.

  118. Fernando - BH

    -

    01/12/2013 às 20:53

    Presidente, o senhor disse o que as pessoas mais esclarecidas conhecem bem. No entanto, somos minoria. O uso da máquina pública, a descarga assustadora de propaganda mentirosa, a exploração de bolsas e cotas disso e daquilo, a conversa mole de presos políticos, etc, tudo isso despejado escandalosamente sobre a maioria, desprovida de esclarecimentos, faz o que as pesquisas estão a indicar. É hora de dar um basta em tudo isto. E o senhor está dando o primeiro passo com esse seu artigo de uma oportunidade espetacular. Como o senhor disse, estamos numa democracia e só através das urnas ē que se pode mudar esse quadro. Portanto, cabe a cada um de nós e sobretudo aos político de oposição, JÁ, buscar “desfazer na consciência popular o manto de ilusões com que o lulopetismo vende seu peixe” . A hora é agora, senhores políticos de oposição, se quisermos livrar o país de uma desgraça maior!

  119. noeli vieira

    -

    01/12/2013 às 20:50

    É uma grande realidade o que diz o ex-presidente ,mas se a situação do país esta como está, a culpa toda é dos politicos indiferente o partido, pois eles trabalham em prol de si mesmo e nao do país. O cancer do país saõ eles. Eles tiram e esperança do povo, o direito de saude, educação e segurança, eles tiram a nossa vontade de viver. Trabalhamos para manter mordomia de uma minoria de pessoas. So temos deveres com o país, não temos direitos aqueles que nos são dados pela constituição. Precisamos com urgencia a reforma politica, para podermos salvar o Brasil, qual é o politico que tera a coragem de encabeçar esta luta.

  120. Fernando Maciel Rodrigues

    -

    01/12/2013 às 20:30

    Caro Augusto:
    Grande artigo do Presidente Fernando Henrique. Coerente nas suas ideias, verdadeiro e atual. Causa grande lamento, porém, seus pares do PSDB não comungarem das mesmas. É, o PSDB está par-ti-do! Como poderão ter alguma esperança em desbancar o hegemônico petismo, já em franca campanha para 2014, a despeito da legislação pregar o contrário?
    “Assim não dá, assim não dá.”
    Grande abraço.
    Fernando M Rodrigues

    FHC sempre foi o único oposicionista de verdade, caro Fernando. abração

  121. Roberto Silva 51 RJ

    -

    01/12/2013 às 20:21

    Complementando minha mensagem para FHC…
    Não meça suas palavras.
    Seja duro, seja rude, seja áspero.
    O povo brasileiro precisa tomar um um choque para acordar.
    O Brasil tem que reagir.

  122. Georges Uebelhart

    -

    01/12/2013 às 20:16

    O que está faltando aqui no Brasil: são cidadãos (em Numero suficiente) com coragem moral para escolher na eleição Voto certo no sentido inverso da situação para alcançar a democracia real. Fácil simples e limpo sem gritaria basta apertar a Tecla certo e todos recebem o que procurem e merecem já tanto Tempo

  123. Sonia Regina

    -

    01/12/2013 às 20:12

    Boa noite Sr. Augusto
    Gosto muito dos artigos do professor e ex.presidente Fernando Henrique.No meu entender, oposições não são os politicos que foram eleitos. Somos nós que votamos neles para serem oposição e temos também que lutar para desmistificar esse desgoverno que ai está e pretende se eternizar. Os que acreditaram e ainda acreditam nesse desgoverno muitos com bôa fé lutam por êle.
    As oposições estão em menor numero no legislativo federal e não existem no executivo. Temos que fazer a nossa parte, participando mais da política sem medo de se expresssar no nosso entorno, com nossos parentes, amigos, vizinhos, sem impor ao outro nossas opiniões somente comentando e assim vamos conseguindo ao menos debater essa nojeira que alguns políticos estão juntando com seus apaniguados.Isso não é utopia, é Democracia com Cidadania.
    Abraços
    Sonia Regina

  124. Roberto Silva 51 RJ

    -

    01/12/2013 às 20:11

    URGENTE – MENSAGEM PARA FHC
    Meu caro presidente…
    Era exatamente uma manifestação como essa que eu estava esperando de você, desde que Lula se candidatou à reeleição em 2006.
    Se proferidas naquela ocasião, suas denúncias de hoje contra o lulopetismo, poderiam ser praticamente as mesmas. com exceção da parte que diz da condenação dos mensaleiros.
    Assim como a condenação desses marginais, suas palavras de condenação também demoraram uma verdadeira eternidade.
    Não me manifesto para condenar-lhe pelo atraso nas críticas, mesmo porque fui seu eleitor e o admiro muito, mas me manifesto porque essa mesma indignação externada agora por você, venho sentindo há muitos anos.
    Infelizmente, você não deixou sucessores no PSDB, principalmente no plano intelectual.
    É lamentável a primariedade e a incompetência daqueles que dirigiram o partido no passado recente, liderados pelo Guerra, e é ainda mais preocupante que o comando do partido tenha sido entregue ao Aécio.
    Um dirigente incompetente, pode fragmentar ou implodir o partido (veja o que o Rodrigo Mais fez com o DEM)
    Eu não sei se existe tempo hábil para mudanças no PSDB, antes das eleições, mas que elas são necessárias, não tenho a menor dúvida.
    Não obstante sua condenação e o temor pela figura de um salvador da pátria, entendo que seria menos nociva para o país do que mais quatro anos de lulopetismo.
    A democracia no Brasil corre sério risco, e você bem sabe bem disso.
    Eu só vejo duas alternativas para combater o lulopetismo: ou você assume a posição de liderança no PSDB e se lança candidato, ou você lidera uma coalizão oposicionista que tenha a candidatura do Joaquim Barbosa.
    Passe como um trator sobre aqueles que se opuserem à sua candidatura ou ao seu apoio ao Barbosa, e lidere o Brasil nessa arrancada.
    Nós precisamos de você.

  125. Georges Uebelhart

    -

    01/12/2013 às 20:10

    O que está faltando aqui no Brasil: são cidadãos com coragem moral para escolher na eleição Voto certo no sentido inverso da situação para alcansar a democracia real. Fácil simples e limpo sem gritaria basta apertar a Tecla certo e todos recebem o que procurem e merecem já tanto Tempo .

  126. Marcio

    -

    01/12/2013 às 19:53

    “(…) estão permitindo a montagem de um sistema de poder que, se duradouro, acarretará riscos de regressão irreversível (…)”. Irregressível? Não, mas o regresso seria distante e como nunca antes na história deste país. Mas acho que o PT leva o Brasil à falência econômica antes e assim, morrendo, salvamo-nos. O PSDB tem culpa na fase surrealista da nossa história: é um tucano muito frangote.

  127. geraldo vasconcelos

    -

    01/12/2013 às 19:52

    Caro Augusto,
    Alerta muito sensata do ex-presidente.
    Não só a oposição, mas também, os partidos da base aliada,” fingem “não enxergar o que se passa no país.
    A história, como sempre, cobrará destes protagonistas, o preço desta omissão.
    Pena que o mesmo ex-presidente não tenha manifestado esta coragem há mais tempo, ao invés de ficar querendo que os PETRALHAS, dessem-lhe o reconhecimento pelas reformas que começou.
    Antes tarde que nunca.
    Abraços.

  128. Gilmar Fernandes

    -

    01/12/2013 às 19:39

    Bravo, bravíssimo! Reassuma seu papel de verdadeiro e único líder remanescente da oposição. Você já venceu o ilusionista, duas vezes, no primeiro turno; você pode! Se ninguém diz, então eu digo: Pra dentro, FHC!

  129. Julia

    -

    01/12/2013 às 19:25

    Acho que FHC demorou para acordar…mas…antes tarde…

  130. Julia

    -

    01/12/2013 às 19:24

    Lula e O Povo
    O Povo quer cuidar da saúde no Sírio Libanês
    O Povo quer transporte em jatos particulares
    O Povo quer viagens internacionais
    O Povo quer a segurança dos carros blindados importados do ano
    O Povo quer ter contas bancárias recheadas
    O Povo quer ter todas as regalias VIPs
    O Povo quer ser aplaudido pela imprensa
    O Povo quer roubar em nome da causa
    O Provo quer matar em nome da causa
    O Povo quer supremacia sobre a humanidade
    O Povo quer silêncio quando se manifesta
    O Povo quer obediência às suas vontades
    O Povo quer vista grossa aos seus descasos
    O Povo quer dominar o Brasil
    O Povo quer uma oposição de araque
    O Povo sou Eu!

  131. Luis R N Ferreira

    -

    01/12/2013 às 19:20

    Fernando Henrique Cardoso é a voz mais lúcida das oposições. Fala o que deve ser dito, no momento certo e no tom correto. Quem reclama que não escuta nenhuma oposição não consegue ouvir esta grande liderança. Há uma diferença entre a propaganda abusiva dos que manipulam os meios de comunicação de massa e tentam monopolizar a opinião pública e a palavra sensata dos que, mesmo no exíguo espaço de que dispõem, conseguem clarear a escuridão com brilho como o faz FHC.

  132. Silvia

    -

    01/12/2013 às 19:20

    Vamos lá oposição, vamos PSDB, está dado o recado. Ou vocês reagem ou reagem não tem outra saída. É preciso gritar, é preciso coragem. E digo mais, se o medo é perder votos que percam com gritos e verdades desnudadas e não pelo silêncio e covardia. Agora é a hora, a responsabilidade do futuro do Brasil está nas mãos da oposição. MOSTREM A VERDADE, TENHAM A CORAGEM DE FHC.

  133. Matosão

    -

    01/12/2013 às 19:19

    Eu tenho um sentimento de impotencia quando um politico da importancia como FHC escrece um artigo desse e cheio de verdades diz que a oposição está berrando pouco. Sinto que o ouro já está novamente na mão do Bandido! Só um milagre dos céus.

  134. Oliver

    -

    01/12/2013 às 18:59

    MUDOU FHC OU MUDEI EU ?
    Sinais preocupantes. Os amigos aqui que me desculpem. Tenho total consciência de minha insignificância frente aos fatos políticos e como eles se apresentam para uma sociedade parva. Venho aqui insistentemente bater meu bumbo contra aquilo que percebo como uma oposição de fachada que insiste em não ver a indignação crescente que toma conta do país. Um movimento pela decência na política que não tem partidos nem representantes, quanto mais alguma combatividade. É neste caldo que afirmo que não visto camisas, nem ligo o automático para achincalhar figuras públicas. Já afirmei aqui inúmeras vezes que FHC foi o melhor presidente que tivemos, embora discorde radicalmente de sua agenda torta de prioridades, todas tortas para a mesma esquerda picareta que hoje nos assalta sem dó nem piedade. Culpo sim o partido que ele encabeça por abrir a porteira que permitiu o acesso irrestrito dos ladrões de galinha que agora nos furtam a dignidade duramente conquistada, com seus punhos vigaristas erguidos para o nada e suas causas picaretas. Seu PSDB cheio de plumas está à frente dos maiores cofres estaduais deste país. Há vinte anos. Administra a Suécia “elitista” cercada de Zâmbias por todos os lados encostadas no beneplácito federal. Nem por isso conseguiu ser uma variante administrativa defensável em meio à pastiche em que se transformou nosso cenário político atual, coalhada de bandidos de todas as hordas e escândalos de todos os calibres. Não sei se o digno FHC, que escreveu realmente um libelo oposicionista neste artigo, entende o alcance de um escândalo como este diariamente desfiado pela “mídia” sobre os trens que chacoalham milhões de indivíduos frustrados com a política atual pelos seus desmandos e desvios na já combalida memória do país por alguma decência na política. Não adianta dizer que são escândalos diferentes; que mensalões contam com o apoio irrestrito da quadrilha que os operacionaliza enquanto o outro terá as “investigações e punições exemplares” de sempre. Ambos só corroboram com aquilo que pulsa latente naqueles indignados crônicos que, como eu, esperam em vão que uma política decente apareça e, com seus valores, coloque finalmente este país nos eixos. Se este escândalo não financiou seu partido, o que eu acredito ser verdade inclusive, ele mostra cabalmente o descaso de nossas “otoridades”, especialmente essas eleitas com nosso voto, pela coisona pública que insiste em se organizar só para nos roubar. São os Controlares da vida, as sacolinhas plásticas equivocadamente combatidas que forjam a ideia de um partido sem tutano, sem coragem e principalmente ligado umbilicalmente neste projeto manco de poder da qual nem mesmo o grande estadista conseguiu se livrar, desferindo um errático “presidenta” no tratamento de uma figura que sequer admite flexão de gênero, quanto mais flexão de estilo. Enquanto a oposição continuar “flexionada” e de quatro para esta quadrilha vigarista não teremos o que comemorar, porquanto já temos o tanto a nos indignar. Os que vão morrer te saúdam – diriam os gladiadores modernos a este César enfadonho. – Parabéns, FHC. Você acertou a primeira em muitas das que tentou ultimamente. Espero que continue assim. Ou será que sua indignação só sobe nas eleições ?

    Ele talvez seja o único dos políticos oposicionistas que sempre fez oposição ao governo do PT, grande Oliver.

  135. hestia

    -

    01/12/2013 às 18:55

    Se todos sabem que será um risco de regressão irreversível. porque não fazem nada?Vão deixar correr solto? Claro que vão!Estão deixando desde 2002! Nunca se opuseram a nada. Bem próximo das eleições continuam com a mesma lenga-lenga de

  136. Cau Marques

    -

    01/12/2013 às 18:53

    Quem disse que não temos oposição? Talvez tenha demorado para acordar, mas acordou! FHC é um homem brilhante. Teria brilhado nas grandes democracias do primeiro mundo. Seu único erro, foi ter nascido no Brasil…

  137. Marcus Vinicio

    -

    01/12/2013 às 18:39

    É sempre um prazer ler o que escreve o professor e ex-presidente FHC. No entanto, sua lucidez parece que não atinge seu partido. O sentimento que tenho é que passamos 3 anos do governo Dilma e a oposição simplesmente não se fez presente. Sinto-me orfão, fruto da incapacidade política, em especial do PSDB, de fazer valer sua história, proposta política e papel de líder da oposição no Brasil. Parece, a meu ver, que este artigo vem atrasado em pelo menos 2 anos, 11 meses e 1 dia.

  138. joanfuca

    -

    01/12/2013 às 18:28

    A oposição brasileira está como aquele cachorrinho, que, quando a ONÇA (pt) aparece ele foge, mas quando a noticia sai que a onça está “BALIADA” ele aparece já querendo MORDER.Sera que os politicos de oposição não está encontrando espaço na midia para expor suas manifestações, ou esta midia encontra com “rabo” preso ao AERO-LULALAU prefixo PT-ALOPRADOS.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados