Coluna Augusto Nunes

Augusto Nunes

Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido.

sobre

Colunista de VEJA.com, colaborador da edição impressa e apresentador do Roda Viva. Foi redator-chefe de VEJA e diretor de redação das revistas Época e Forbes e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Zero Hora. Autor do livro 'Minha Razão de Viver - Memórias de Samuel Wainer'.

  • Oliver: A Venezuela é aqui

    Por: Augusto Nunes

    VLADY OLIVER

    É incrível que, diante de tantas evidências escabrosas de que há uma quadrilha no poder, ainda exista gente disposta a defender uma ideologia calhorda que não chega até a esquina sem tentar bater algumas carteiras no caminho. Denuncio aqui “diuturna e noturnamente” uma mentalidade. Uma natureza. Pouco ou nada me importa se há ou não “legitimidade ideológica” na seita vagabunda que ora nos assola, ou se ela é simplesmente uma fachada para legitimar crimes sem castigo.

    O fato é que este ajuntamento de bandidos fez as coisas chegarem onde chegaram, no continente inteiro. No desfile patético da bandidagem que agora se reveza na defesa do indefensável, não faltam candidatos à herança ideológica maldita, parida por todos esses párias irmanados e juntinhos. Não ver o que acontece na Venezuela, por exemplo, é típico de quem se recusa a entender a natureza do jogo que é jogado por toda essa gente marreta aboletada nas poltronas do poder.

    Lá, o caudilho de plantão, também uma espécie de poste fincado no coração da democracia deles cuja única missão é manter o compadrio vagabundo que enriquece a casta, como acontece por aqui, ameaça a sociedade com um confronto armado, caso a roubalheira seja estancada pelo oposicionismo crescente. É escandaloso.

    Os caras nem se mimetizam mais em defensores dos fracos e oprimidos, como foi a bandeirinha bufa que enfiaram nos respectivos traseirões tão logo assumiram o poder. Mostram-se ostensivamente como são:  tiranetes de quinta categoria, interessados mesmo no confronto nas ruas para fugir da verdade que vai se estampar nas urnas, brevemente.

    Ninguém quer esse lixo. Ninguém aguenta mais esse cacarejo indecente, forrado de baionetas e musiquinhas de protesto, ancorado numa cartilha comunista do século passado que nega a evolução da espécie e do smartphone. Já disse aqui mesmo e volto a repetir que o bolivarianismo rampeiro que por aqui se professa espera por duas novas pás de cal que branquearão seu túmulo ainda este ano.

    A primeira é o “legado olímpico”, um verdadeiro caminhão de falcatruas que vem ocorrendo no Rio. Essa quadrilha turbina o esporte para maquiar sua real intenção, que é fazer caixa para se eternizar no poder. A segunda pá de cal será a revelação do destino do dinheiro roubado na Pétubrais e cercanias, utilizado sem a menor cerimônia para cimentar o “socialismo do próximo milênio”, tramado por um ajuntamento transnacional de bandidos que deram a cara parva na América Latrina por estas duas décadas perdidas.

    Quem se habilita a fazer o rescaldo dessa vigarice? Quem se habilita ao “mea culpa”, mostrando claramente que foi um engodo defender essas quadrilhas que tomaram de assalto nossas democracias ainda imberbes? A esquerda é nojenta o suficiente para negar sua natureza ladrona, ao contrário da direita, que é nojenta o suficiente para negar sua natureza francamente autoritária.

    Uma usou o poder para chegar ao dinheiro, enquanto a outra usou o dinheiro para chegar ao poder. Ambas se completam num círculo vicioso do qual o país não se liberta, por não entender que não é o profeta de turno o responsável pelos destinos de cada um por aqui. Somos nós mesmos os responsáveis pela coisa. Os eleitores. Os críticos. Os colaboradores. Os pensadores.

    Enquanto delegarmos nossa representatividade a bandidos de carreira, aplaudirmos intelectuais do ar condicionado e “embusteiros da forma geral”, não sairemos da barbárie que nos espreita em cada esquina. Uma grande campanha de esclarecimento se faz urgente por aqui, tal como as feitas para erradicar a dengue.

    Precisamos eliminar os criadouros de políticos vagabundos, jogando fora seus partidos como os vasos de água parada, os sindicatos de bandidos e suas organizações de pingentes de governo, numa cruzada em defesa da democracia plena por aqui e da limpeza dos terrenos abandonados depois da rapina. O bom senso vence, meus caros. Basta começar a deflagrar a mensagem que ela vencerá sozinha a “massa crítica”.

    É exatamente isso que os caras tanto temem: a verdade. Jogada na cara desses embusteiros, virá como um par de algemas. Feliz 2016, hehehe.

    Voltar para a home
    TAGs:

    Comentários

    Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

    Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

    *

    1. Alexandrino Nunes

      Tem gente que precisa saber, o povo demora prá entender mas não é idiota.

    2. Carlos Heredia

      NÃO há o que conteste as provas DE FALCATRUAS em TODOS os escalões do governo! A esperança seria aS eleições, mas fica a insegurança da lisura do pleito. Essas urna manobráveis tem que ser descartadas urgentemente! Pouco adiantará parecereS jurídicos ante a vontade popular desde que verdadeiramente fiel. FORA DILMA, FORA PT e qualquer arremedo disso. “É pra ontem”

    3. Ronaldo força

      O povo venezuelano hoje deu um grande passo em direção ao afastamento do Maduro e a abertura democrática do país. O Brasil sai menor neste episódio, pois em nenhum momento apoiou a saía de uma ditadura nojenta e violenta, ficando favorável a uma gente ignorante e antidemocrática. Devemos isto a doida da Dilma Rousseff e ao ministro sem pasta top top.

    4. Diogo

      Os formadores de opinião deveriam trabalhar intensamente para o fim do político profissional,antes que esse flagelo acabe com o país.
      Vamos engajar nesta campanha!

    5. RicardoM

      Eduquem seu filhos,ensinem para eles entenderem.
      Tempo NÃO É dinheiro,mas dinheiro COMPRA tempo sim.
      É o quanto vc não precisa ficar suando para pagar o butim dos parasitas de plantão,que nunca arrefecem em seu ímpeto imoral e absolutamente desleal para com os pagadores de impostos.Essa gente mansa que reclama e manda cartinhas como essa para blogs e outros canais da internet.Uau! somos descontentes,somos espoliados,esfolados desde a inacreditável tomada de très pólos ao extintor veícular que não apaga incêndio nenhum e ainda por cima passa para a história como um camba do estilo do “ESTOJO DE PRIMEIROS SOCORROS”.Provávelmente fruto de uma inteligência etílica desse staff nada recomendável,não consigo pensar que essas armações não se dêem sem muito trago e risadas…
      Acredito que essa catrefa desavergonhada não mais se assusta com gente na rua.Gente na rua tem,necessária e obrigatóriamente ser GENTE na rua, ouviram,gente,gente e mais gente.Isso daria aos mortadelas de plantão um bom motivo para se aparvalharem e,bem ,vcs sabem.A grande questão é quando se dará o constrangimento da imprensa pelêga,marrom e fedorenta.Quando,como e por quê ficariam esses fidalgos das letras amigas dos alheios em posição delicada?
      Temos com certeza,muitos jornalistas,e formadores de opinião independentes por aqui.Mas os espaços dados à esses não podem ser reservados apenas aos que os procuram,eventualmente,engajados que são.
      Precisamos de campanhas,precisamos de TV.
      É preciso chegar no povão todo!
      Me dá uma idéia Mr. Oliver.
      Abraços..

    6. sas

      Ao se defender, Barroso entra em mais contradição:
      http://tribunadainternet.com.br/ao-se-defender-no-blog-barroso-cai-novamente-em-contradicao/

    7. Diogo

      Em uma sessão do senado(que precisa ser extinto),o senador Pedro Simon dizia que qualquer mudança só seria possível com o povo nas ruas permanentemente até que estas mudanças aconteçam e ele ainda dizia que esperar mudanças das casas legislativas(políticos) necas de catibiribas e não é que ele tem total razão?

    8. Pires de Alencar

      concordo com tudo, indignação e tal mas será que toda direita tem que ser necessariamente autoritária?” nojenta o suficiente para negar sua natureza francamente autoritária.” creio que não, se a constituição for cumprida como não está sendo com os esquerdopatas no poder ,apoiados por vários segmentos da sociedade chupacabra ou melhor chupapovo

    9. sou + Brasil

      Perfeito!!!! Ou saimos às ruas ou estamos perdidos. Essa gente parece não ter jeito. É o velho esquerdismo com um pouco de ‘fotoshop’.

    10. Cesar

      Engraçado, desses militares ela gosta. Estranho …

    11. Oliver

      O POSTE AMESTRADO
      Fico contente em saber que este andar da elegante coluna do igualmente grande Augusto Nunes gerou uma discussão acalorada e de bom nível. Não sou dono de verdade alguma. Concordo integralmente com o que afirma o Democraduro – 12:06. Falta “bater duro” nessa tigrada. Infelizmente, quando alguém o faz, como Bolsonaros e Fidelixes, por exemplo, a emenda sai sempre pior do que o soneto, porque o texto é datado, militarista e caricato. Este estranho congresso gerou uma turma esquisita na política, meu caros. Vai de Tiriricas a Romários, passando por todo o espectro de fauna e flora que o discurso meia-bomba pode permitir. Faltam lideranças mais modernas, discursos menos inflamados por ideologias mortas e enterradas e uma atuação política menos infiltrada pela imbecilidade reinante. Não consigo ver nem nos novíssimos movimentos digitais alguma coisa realmente consistente que conquiste corações e mentes por aqui. A postura tucana, por exemplo, chega a ser risível. Basta ver o que acontece quando FHC se defronta com Diogo Mainardi na tevê. É um constrangimento. Em que pese o fato do ilustre ex-presidente ser uma “figura”, no sentido litúrgico da coisa, não dá para ficar olhando o “povo” esculachando a política atual sem ter resposta alguma para o que estamos vendo. É minúsculo. A vontade de ser herdeiro da ideologia, mas não da massa falida, acaba resultando nesse diálogo do nada com o lugar nenhum. Precisamos de muito mais do que isso de contundência para tirar o povo deste estado de letargia. Como a letargia parece beneficiar os ladrões de turno, vai tudo ficando com está, para ver como é que fica. É escandaloso. Hoje tive uma acalorada discussão sobre fontes de energia, com amigos meus engenheiros. Absolutamente ninguém sabe me explicar porque eu não posso fincar um ventiladorzão daqueles em meu condomínio e gerar minha própria energia limpa. Eu sei. É pra dar emprego para o cumpanheiro Alckmin e seus postes amestrados e caríssimos. Nada além disso.

    12. Rey Cintra

      Tenho sérias dúvidas quanto à solução ser “o povo nas ruas”. Depois de 1 mês de passeatas-monstro pelo país inteiro, Dilma, Pt & cia enrolaram com tapeacoes e trapaças e levaram a reeleição. Acredito que a única saída instrucional democrática (a outra seria o “sniper”) será a queda natural de Dilma por renúncia, devido à deterioração completa da economia – desemprego/inflação/recessão – absoluta falta de condições de governar e os resultados incontroláveis da Lava-Jato. As opções serão as convulsões sociais (e não mais as pacíficas passeatas que não resolvem nada) e a impugnacao do PT e PMDB por comprovada fraude eleitoral. Como o mundo não pode acabar e as prisões não são grandes o suficiente para acomodar toda a classe política, os conchavos serão combinados para entregar alguns bois de piranha. Dilma e o PT caem (por renúncia, não impeachment) e vão para a oposição gritar acusações para tentar sobreviver ao seu próprio eleitorado que perdeu seus empregos, poupanças, suas aposentadorias (fundos de pensão destruídos), inflação comendo sua parcas rendas e tendo seus nomes sujos na praça por não poderem mais pagar as prestações de qualquer coisa. E como o remédio para consertar o caos econômico terá de ser muito amargo, por um bom tempo, PT se arma na esperança de continuar enganando e trapaceando para tentar recuperar em 2018 (se Sergio Moro deixar).

    13. Ricardo A

      Caro Oliver, a questão sobre como a esquerda lulopetista chegou ao poder está bem explicado por Lula no vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=pzNIz64UHfo por ocasião do encontro do Foro de S.Paulo em 2013. Em 1:45 ele diz “…que a melhor forma da esquerda chegar ao poder é por vias democráticas a partir da participação das massas”. E depois segue citando Chaves, …..um nojo. Assista se tiver estomago forte. Ele só não diz que usar de mentiras, marqueteiros, cinismo e falsidades são ferramentas importantes para isso. Abraços.

    14. FM

      Tomara que você esteja pleno de razão. Eu tenho receio da ignorância de um povo que se vende por uma rapadura e de uma oposição que cultiva a briguinha de comadre de esquerdista x esquerdista em que ninguém chama o outro pelo que realmente é: comunista.

    15. arlete

      Brilhante, Oliver.
      .
      Ainda assim, concordo com Helio Ribeiro- 4/1/2016 às 9:33, qdo diz que o problema começa nos Partidos Políticos, pois são eles que escolhem os candidatos. A escolha do eleitor fica absolutamente limitada.
      .
      E concordo também com o joão – 4/1/2016 às 9:16, qdo diz: “O Brasil não tem direita. Tem esquerdistas aspirantes a Chavez e oligarcas aspirantes a chefes de casa grande (sendo o Brasil a senzala).”
      .
      No mais, você disse tudo o que eu gostaria de ler/ouvir.
      Gostaria que mais brasileiros compartilhassem dessa opinião.

    16. maria

      Um patrocínio da corja do PT…
      http://veja.abril.com.br/noticia/economia/crise-no-brasil-e-um-dos-maiores-riscos-internacionais-em-2016-diz-eurasia-group

    17. Razumikhin

      É. E tem muita gente que ainda não enxergou no Foro de São Paulo importância. Não sei qual é a desses caras… Uns são comunistas e, claro, tentam manter o segredo já revelado até por Lula, mas e os outros..?

    18. Zé Mané

      AS Instituições não funcionam, a PF está sendo posta a pique… até um dia talvez…

    19. Democraduro

      Oliver, jamais imaginaria que o post houvesse sido escrito com o pensamento no Donald Trump e nos EUA. Considero-o bufão e caricato, mas não sei se é ou não antiliberal (liberal no sentido clássico, não no sentido de esquerdista, como o termo é usado por lá). O que sei é que prefiro alguém mais equilibrado para a presidência dos EUA. Mas sabe por que ele só sobe nas pesquisas entre os candidatos do Partido Republicano? Porque bate duro, como se deve, no “politicamente correto”, esta praga concebida pela nova esquerda para minar os fundamentos da cultura ocidental. Fossem os demais candidatos mais corajosos e assertivos quanto a isso, por certo o Trump não seria tão popular.

      Estamos vivendo uma guerra cultural, com as esquerdas e o islã radical dedicados a debilitar o Ocidente capitalista, em especial, os EUA.

      E guerra é guerra.

    20. Cummerow

      Eu acho que estão subestimando o Pt.
      A cabeça de um partido de psicopatas, sempre tem uma caixinha de surpresas a ser aberta.
      Para os burros, tudo é possível.

      O Brasil tem que tomar decisões rápidas eliminando o PT, PMDB, Psol e PP. Hoje ainda se possível.

    21. Oliver

      Permite a réplica?
      Acho que preciso explicar melhor meu ponto de vista, baseado na discordância apontada pelo comentarista Helio Ribeiro – 9:33. Primeiro, louvo seu comentário, que é tremendamente explicativo. Também acho que o sistema viciado só produz políticos bandidos, caro Helio. Não sou daqueles que culpa o “povinho bumba” por sua própria situação falimentar. Também não sou daqueles que acham que uma bolsa-esmola qualquer é a solução da lavoura para aliciar cabeças. Toda vez que leio alguém afirmar aqui que “falta educação” para o povo, eu rebato afirmando que o que falta é INFORMAÇÃO. Educação também falta, mas ela não é determinante de uma escolha por VALORES. Este é o ponto. Vagabundos adoram culpar terceiros por suas próprias mazelas. Como educar é um fenômeno que passa pelo mesmo sistema viciado que produz políticos avariados, educar é a solução para fermentar a doutrina deles. Não deveria ser. INFORMAR é o que fazemos por aqui. Criar uma consciência do que são os atos e efeitos dessa gente rumbeira estacionada no poder. Constrangê-los com suas incoerências. Persegui-los com suas próprias noções avariadas de mundo. Exibi-los em todas as suas parvoíces e ambições desmedidas. Desnudá-los na essência marreta. Escancarar seus currículos ladrões e suas folhas corridas de falcatruas. Tornar pública essa privada. É pra isso que estamos aqui. É assim que se eliminam os criadouros de vigaristas, meu caro. INFORMANDO. É isso aí.

    22. sos

      A população da Ucrânia preferiu participar da União Européia, inclusive fizeram movimento de rua para tal naquele país agora invadido.Parece que a sanção econômica, meio diplomático, não surgiu efeito, infelizmente.
      http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/moscou-afirma-que-otan-esta-montando-preparativos-militares-em-torno-da-russia

    23. Oliver

      Vai para Opinião, amigo Oliver. abração

    24. Ivan, o Terrível

      Espero que daqui a dez anos a população não esteja nas ruas gritando: “Fora NOVO!”. “Fora PSDB!”. “Fora DEM!”. “Fora Rede!”.

    25. marcos

      Investimento em tecnologia ,ciência,educação,infra-estrutura,isso é coisa de país desenvolvido,civilizado,país de primeiro mundo,aqui os comunistas já nos jogaram para o quarto mundo,somos um povo atrasado ,sem cultura ,sem educação,estamos cada vez mais atrasados ,nossos carros são carroças,o brasil é um lixão a céu aberto,enquanto o resto do mundo civilizado se deslumbra com as maravilhas da tecnologia ,aqui vivemos na idade da pedra,sendo roubados por uma quadrilha de comunistas,que estão nos jogando em um buraco negro,somos um zero À e,de esquerda no mundo.o comunismo é uma seita mundial,criada para destruir o bem,para escravizar nações,se voce vÊ alguma esperança ,ou alguma piedade no rosto da dilma ou do lula,esquece ,porque eles são o mal em carne e osso,por isso q desgraça ainda vai piorar muito,a destruição da economia,a destruição das industrias,a destruição do plano real,esta crise,todas as desgraças que estamos vendo ,tudo isso faz parte do plano comunista para jogar todos na miséria,com isso o controle será inevitável,acabou.É O FIM DO BRASIL.

    26. Ivan, o Terrível

      Existe TAMBÉM um problema muito profundo dentro da sociedade brasileira: é a questão de VALORES. Provavelmente para a grande maioria dos brasileiros, o ambiente político é intrinsecamente corrupto. Quantas vezes, em conversa “de boteco” eu já ouvi frases do tipo: “ah! isqueci! robá, tudu mundu róba!”. Ou “Quiria vê si você tivessi lá nu lugar du prefeitu! Apostu qui ia robá tamém!”. E por aí vai.

    27. Igor

      Me pergunto como foi que cerca de cinquenta e quatro milhões de brasileiros foram enganados pelo especialista em marketing eleitoreiro de Dilma.
      Penso que eu sou tolo, pois inteligente é ser enganado.
      Sim, sou um perdedor!
      Jamais fui enganado seja por Collor, FHC, Lula ou por nenhum candidato a prefeito de minha cidade em tempo nenhum. Sempre que pude votar, votei no perdedor!!!!
      Não mereço ser Brasileiro.
      Não, eu não tenho o dever de ser Imbecil, não senhor.
      Sou um perdedor, mas não sou imbecil.Isto levarei para o tumulo!!

    28. Helio Ribeiro

      Prezado Oliver, permita-me discordar do seu oitavo parágrafo (“Uma usou o poder…”), quando você atribui aos eleitores a culpa pela calamidade que assola o país. Quem escolhe ou acolhe os candidatos são os partidos políticos, todos eles autênticas organizações criminosas. Imagine que a Máfia de Al Capone fosse um partido político. Ela aceitaria em seus quadros o Elliot Ness? Óbvio que não. Aceitaria alguém como o “Lucky” Luciano? Sim, com entusiasmo. Então, nenhum partido político admite em seus quadros alguém que seja contra a atuação criminosa do partido (seja este qual for). Em decorrência, os candidatos que se nos apresentam já são bandidos ou são candidatos a tal. Ou, caso puxem votos para a legenda, são inocentes úteis (Clodovil et caterva). Restam ao eleitor duas opções: anular o voto ou votar num bandido.

      Permita-me concordar com seu décimo parágrafo (“Precisamos eliminar os criadouros…”). Porém, “Precisamos” como, cara-pálida? Com passeatas de milhares ou milhões de manifestantes? Os políticos estão walking and shitting para elas, porque veem ali apenas pessoas envergando verde-e-amarelo, levando os filhos a cavaleiro nos ombros, portando faixas ou bonecos-pixuleco, andando pacificamente pelas avenidas dessa pátria-que-me-pariu e, ao fim do dia, pegando os ônibus e metrôs para suas casas. Se, ao invés disso, vissem os manifestantes depredando e ateando fogo aos prédios do legislativo municipal, estadual e federal; se esses políticos fossem alvo de xingamentos e agressões físicas; se tivessem suas casas depredadas e seus carros fossem alvo de coquetéis Molotov, aí sim eles temeriam os manifestantes. Do jeito que as passeatas ocorrem, eles já nem lhe dão importância.

      Então, concordo com você: precisamos acabar com os criadouros de políticos vagabundos. Mas isso não será conseguido com passeatas nem com editoriais. Só à base do pontapé e da revolta civil. Pacificamente, nada feito.

    29. Diogo

      Mas FHC disse que a representante maior desta quadrilha é uma pessoa honrada,ou não disse?

      FHC comete erros. Mas não é ladrão nem vigarista.

    30. joão

      Que direita? O Brasil não tem direita. Tem esquerdistas aspirantes a Chavez e oligarcas aspirantes a chefes de casa grande (sendo o Brasil a senzala). Há pequenos partidos e pequenos grupos, como Partido Novo e MBL, que possuem um ideário liberal. E acho que o Brasil precisa disso. Um ideário liberal que diminua o tamanho monstruoso do Estado que não funciona e só serve pra nos ferrar.

    31. bereta

      Deveríamos começar a limpeza pelas operadoras de internet: Oi, Claro, Vivo e Tim, sem contar alguns provedores, sei lá o que mais. A tecnologia já ultrapassou todos os limites do imaginável e esses caras, disfarçados em atendentes de telemarketing, não nos mostram as suas. Claro que sei que são conglomerados mundiais e que fazem o que lhes interessa. Pagamos pela conexão mais cara do mundo e temos um dos piores serviços. Isto para dizer que a leitura do seu texto sofreu um tremendo atraso, caro OLIVER. Prejuízo que as operadoras jamais poderão ressarcir. Mas… como para tudo há um MAS, que faremos se nossas mais absolutas necessidades forem barradas por um BARROSÃO, por um Teori, por uma Rosa Weber e outros, que permanecerão no supreminho por tempo ainda longo? Aqui neste longínquo pantanal, embora perto de Cuiabá, fico a pensar nessa possibilidade. Até agora, salvo raríssimas exceções, quer me parecer que as decisões serão favoráveis ao PT. Teremos cacife para esperar? Não entendo de leis, não sou versado em filigranas interpretativas como é o sr. Barrosão, o empolado, mas percebo que ele e um levandovis qualquer farão o diabo para atrapalhar o andamento salutar dos processo. Só a prisão do pessoal envolvido no mensalão e no petrolão não serão suficientes para aplacar ou satisfazer as reais necessidades do país. Enquanto o chefe do bando flanar por aí com jatinhos oficiais, emprestados ou achacados, ou de helicóptero nacional, nada mudará. O exemplo tem de ser cabal. Acabar com aquele boquirroto é fundamental para que outros ratos não ponham mais a cara fora da toca. Grande abraço, e que 2016 lhe traga o que todos nós precisamos: a derrocada do PT e a não reeleição dessa corja de malandros engravatados, suas excelências.

    32. francisco de souza

      Só descordo num ponto, quando vc diz que o PT, atravé do poder chegou ao dinheiro. penso que antes de chegarem ao dinheiro, utilizaram a democracia para chegarem ao poder, colocaram seus soldados em postos chaves, depois desviaram recursos públicos e estão destruindo os fundamentos democráticos e muito em breve se não forem impedidos, implantarem um império ditatorial; com o apoio de parte da sociedade, de grandes empresariais, políticos, judiciário e uma ideologia nada convincente. E isso eu não aceito. E é por isso que tenho que lutar.

    33. jose eduardo diniz

      Para provar a inépcia da oposição , do PSDB de meu estado, procurei os escritórios locais dos senadores Anastasia e Aécio para entregar-lhes fatos comprobatórios de ações p’ra lá de questionáveis do governo Pimentel à frente da prefeitura de Belo Horizonte .
      O interesse dos chefes locais ? NENHUM.
      P’ra essa turma , não importa averiguar e mostrar para
      a população o que de errado os petistas praticaram na
      capital .
      Segundo um desses interlocutores , não se governa olhando o retrovisor .
      Então , ‘tá .

    34. leo guedes

      Sr. Olivier, faço uma interpretação um pouco diferente da sua. Enquanto o sr. analisa onde estamos, eu procuro pelas causas pelas quais aqui chegamos. Começo pelo Estado. A impressão que se tem é que tudo funcionava bem até o governo do Sr. Fernando Henrique. O que não concordo. O sistema em que o Estado se manifesta está tão distante do povo quanto o planeta Marte. As três instituições já se mostravam organizadas e coordenadas o suficiente para viverem e executarem suas obrigações para si mesmas. Políticos tradicionais sempre determinaram o rumo dos acontecimentos. O fato de um governo ou outro dar uma atenção maior à população não destravou ou sequer mexeu com o sistema. Feudos eleitorais, coronéis, dinastias mandam e desmandam com o poder em suas mãos. Penso eu que, se dobrássemos a arrecadação, pouco sobraria para atender as demandas populares. Todos que chegam ao Estado se adaptam ao seu modo de ser. O PT, em seu discurso inicial, percebia isso claramente, mas infelizmente fundamentado numa ideologia vagabunda, mequetrefe, assassina, que jamais alcançou algum estágio desejável. Podem mudar as moscas, como diria meu falecido pai, porque o Estado, tal qual é, continuará inviabilizando qualquer compromisso com o futuro.

    35. santos

      os venezuelanos não estão mais nem protestando contra a falta de papel higiênico !! descobriram o sabuco de milho, que tem 3 utilidades : limpa,escova e penteia….

    36. Democraduro

      Vejo muita gente aqui indignada apenas com a corrupção, assim como vejo muitos tolos corruptos apoiando esse governo antidemocrático, quando as maiores ameaças são à democracia, à liberdade individual e ao direito de propriedade privada.

      Essa cegueira, que une os indignados apenas com a corrupção aos corruptos que desta última desfrutam, se deve à nossa (de)formação histórica autoritária, estatista e paternalista.

      Contraditoriamente, aqueles entre nós que não confiam nos políticos em geral, são os mesmos que idolatram o Estado, gerido pelos…políticos.

      Aí está a maior raiz do nosso mal perpétuo.

    37. Oliver

      POUCO ESTILO E MENOS CONTEÚDO AINDA
      É claro que eu tinha a certeza de encontrar de novo o cowboy do asfalto Flavio – 21:16 – aquele mesmo que afirmou que “se eu não tinha soluções para propor, deveria ficar quieto” em post recente, embora ele mesmo não aguente o comichão de ficar por aqui a comentar o que eu escrevo. É lógico que ele poderia ficar de mouse calado, para não ter que aturar minhas respostas igualmente atravessadas sobre a sua natureza moldada em achocolatado barato. Aproveito então para responder a pergunta de outro comentarista, o “Democraduro – 19:43″ que me incita a dizer a que tipo de direita idiota estou me referindo. Estou me referindo a esta direita idiota que aparece aqui com avatar de chapeuzinho de cowboy, carinha de noivo de bolo e uma lista de exigências para aqueles que ele considera seus subalternos. Respondeu sua pergunta, ou será que preciso desenhar para ambos? Quando lançarem uma campanha de esclarecimento só para imbecis, eu sugiro francamente que o cowboyzinho do asfalto entre várias vezes na fila, para ver se servem achocolatado rançoso também por lá. Sabia exatamente que meu comentário iria gerar este tipo de desconforto, para cabeças menos afeitas a algo que não cheire talco, nescau ou mortadela com tubaína morna. Essa gente é ávida por um pensamento pronto, que você bate e toma, com sabor de groselha. Tenha paciência. Eu não tenho. Quando me refiro ao “radicalismo da forma geral”, não consigo distinguir o que de pior pode parir a esquerda e a direita, meus caros. Ambos são grupamentos bem moldados em ideias estúpidas, pré-concebidas e regadas em fartas doses de cretinice fundamental, sendo o exato espelho um do outro. Não estou aqui a incitar um campeonato de quem pode ser pior, nessa seara coalhada de ignorantes febris. Acho que o coleguinha Flavio bem pode se candidatar a ser aspone do companheiro Trump, ajudando a construir um muro bem alto separando os mexicanos maus dos texanos bons. Vai fundo que é raso, mamulengo. E saia das fraldas primeiro, antes de querer bater queixo com o silvícola aqui. Você sabe onde está a usina de Pasadena? Não é na Cidade do México, aquele paraíso de bandidos denunciado de forma tão eloquente pelo seu coleguinha de bravatas norte-americano. São outros, os bandidos a que me refiro. Seus vizinhos. Otário se escreve com quantos Os? Me explica aí.

    38. Well

      Não acho que já tivemos um governo de direita no Brasil. Se se refere ao governo militar ou aos de transição à democracia, não eram de direita. Eram só governos. Tenho, nos últimos anos, acompanhado de perto muitos dos bons artigos publicados aqui e nos colunistas vizinhos. Acho que já podemos dizer que o diagnóstico do que nos atinge, assim como o prognóstico no caso de continuidade da situação, já estão mais do que entendidos e debatidos pelos ilustres colunistas. A pergunta agora é: quais as ações concretas para estancar essa “doença”? Não percamos mais tempo com discursos e defesas de pontos de vista. Necessitamos de ações. Fazer é sempre mais difícil do que falar, não é?

      Observações muito oportunas, caro Well. Discussões, análises, denúncias, tudo isso será sempre bem-vindo. Nenhuma safadeza do PT pode ficar sem resposta. Mas a hora é de ação. Repito que, sem o povo nas ruas, nada será resolvido. Abração

    39. José Magalhaes

      Ideologia comunista, é dinheiro no bolso e poder.

    40. analu

      Por falar em quadrilha no poder, acabo de ler uma notícia dando conta que o desgoverno petralha, desde 2003, fundou 42 empresas estatais, cujos orçamentos são gastos, basicamente, para pagar salários à cumpanherada. A do trem bala (que não saiu do papel) gastou 84% do seu orçamento para encher os bolsos da petralhada:
      http://www.luizberto.com/deu-no-jornal/mesquinharia-midiatica#comments

    41. Silvando

      É isso, sem meias palavras, ótimo texto, parabéns

    42. Sergio Rabello

      Por justiça, temos que reconhecer a capacidade de união dos Petralhas. Homens e mulheres, até então de bom nível intelectual e moral (pelo menos os descobertos ) se transformam em “sapiens”, robotizam e cumprem fielmente os ditames da cartilha esfarrapada usada pelo PT e seguem com antolhos e cabresto, tudo que seu mestre mandar (não se precisa identificar o molusco). MAS, DEUS É BRASILEIRO. A História mundial nos dá ensinamentos sólidos. Hitler, Idi Amim, Napoleão, Mussoline, Luiz XV, Pablo Escobar, Al Capone, Sadan, Reza, Salazar, entre tantos e tantos outros, que mandaram e desmandaram, hoje só “mandam” nas minhocas. O PT usa e abusa da mentira falada muitas vezes que se transforma em verdade. ACREDITA que enganar um grupo é fácil. Que enganar uma multidão é possível. MAS, ENGANAR UMA NAÇÃO, POR MUITO TEMPO, SE TORNA IMPOSSÍVEL. Na hora em que uma ou duas cabeças coroadas aceitarem a “delação”, o molusco e sua corja some do Brasil. QUEM VIVER VERÁ.

    43. analu

      Oliver, a sua capacidade de expor e adjetivar a sua indignação é algo espetacular. Você consegue exprimir todo o sentimento de revolta do Brasil que presta. Esta verdade nua e crua que você expõe com mestria lava a nossa alma extorquida, assaltada e vilipendiada.
      Para mim, tem sabor de vingança contra todo esse achincalhe que este desgoverno petralha promove contra a nossa sociedade. Continue nos presenteando com seus textos claros, precisos, honestos e inteligentes.

    44. G Carvalho

      Discordo só de dois detalhes. A Venezuela não é aqui; ainda é ali, embora seja pequena a distância. Sua população não se queixa mais da falta de papel higiênico, porque parte dela já se esqueceu do hábito de comer. Vamos na mesma direção, mas ainda não chegamos lá.
      Não importa se há ou não uma ideologia besta qualquer que sirva de pretexto ao aparelhamento dos órgãos do Estado e suas adjacências. O objetivo de tal aparelhamento é permitir a ladroagem praticada em escala industrial, como jamais se viu na história política e administrativa do País. Releguem ‘ideologias’ e atentem no aparelhamento do Estado por mafiosos cínicos, experientes, articulados.
      Gostei muito do artigo por outra razão. Não perde tempo em distinguir gatunos cujo propósito é encher as burras de seus partidos (ou legendas políticas de aluguel) daqueles interessados somente em locupletar-se. Ambas as categorias de larápios exibem comportamento cleptocrático.
      Em homenagem à Professora Filomela Klorotes, que se dedica ao estudo da corrupção política comparada (e que enfatizou o caráter sistêmico da bandalheira política no Brasil e na Grécia, países cujos próceres conhece como poucos), repito sua definição de cleptocracia: Governo aparelhado por ladrões em proveito exclusivo deles mesmos.
      Falem em projeto criminoso de poder. Discutam o intuito de perpetuar-se no topo do galinheiro. Façam o que bem entenderem. Mas cleptocracia envolve elementos bem simples: o assalto sistemático ao contribuinte por bandos voltados apenas para o bolso do alheio, confiados no estatuto centenário da impunidade.
      Parabéns pelo artigo. Parabéns à coluna que o acolheu.

    45. jose alves

      Pessoal agora temos que concentrar todos os nossos esforços para o sucesso da manifestação de 13/03. Se queremos de fato reunir milhões de brasileiros indignados nas ruas, temos que mudar a temática de convocação da população. Temos que despertar o espírito nacionalista das pessoas e não as opções polico-partidária. Mexer com o brio daqueles indignados que preferem ficar reclamando do governo sentado na frente da televisão. Temos que motiva-los a vir pra rua no dia 13/03. Para isso precisamos de um tema que mobilize TODAS AS LINHAS DE PENSAMETOS CONTRÁRIOS A ESSE GOVERNO que está acabando com o nosso Pais. O título deve ser global. Macro. Algo do tipo: PELA LIBERTAÇÃO DO BRASIL E CONTA O COMUNISMO BOLIVARIANO.

    46. Cristaldo-SP

      Acrescentar o que? Nada a acrescentar ao brilhante texto.
      Após a queda da quadrilha, a única certeza que se tem é que cairão um dia, o Brasil terá uma tarefa hercúlea para se livrar da metástase dessa gente vagabunda e das ideias esquerdóides que dominam o pensamento dos analfabetos dos meios de comunicação.

    47. Rodrigues

      É caro Oliver, seu raciocínio é perfeito quando declama o estágio que vive nossa herança portuguesa, jamais poderia imaginar que depois da virada das diretas já superando a ditadura e o enxoto do caçador de marajás medíocre, pudéssemos chegar ao ponto que chegamos promovido por esse conluio de mau caráter especializado em toda a arte de enganar, trapacear e humilhar toda uma nação, todavia, discordo de você quando paira em seu relato uma certa comparação dessa esquerda asquerosa por excelência, dada a espécie jabuticaba que evoluiu aqui, com a chamada direita, esta, que não se confunde com ditadura, está longe de ser nociva e incompetente quanto a esses que ora nos humilha e nos mata de vergonha, tanto pela imoralidade quanto pela incompetência,e vou mais, nem mesmo a ditadura produziu em seus quadros, gente com a capacidade de aparelhar o estado com tanta eficácia para desenvolver um plano tão nefasto que estes tem produzido, sepultando as honras do nosso passado e destruindo nosso futuro,os que ainda defendem esse projeto, só pode haver duas alternativa que os justificam, a maldade intrínseca ou a corrupção sistêmica como única competência que lhes resta.

    48. Ivan, o Terrível

      O PT explora a POBREZA que atinge milhões de brasileiros. Mas pouca gente entende isso! É essa desgraça que temos que combater em nosso país! MAS NINGUÉM ENTENDE ISSO!

    49. Gaucho

      `Tenho 49 anos e nunca votei no PT ou na esquerda, votei nulo quando deu Collor x lulla – batia no lulla ha quase 30 anos, era apenas um adolesce mas sabia quem era lulla, collor , xuxa, globo, lenoardo boff, frei beto, teologia da libertacao , e ai naquela epoca me chamavam de louco, e nao é que o louco tinha a razao ehehehe, seus trouxas, todo aquele idiota que ainda tem alguma duvida que essa gente tem algo de bom para nos oferecer, ou seja, tem muita , mas muita gente estupida e nao tem cura

    50. Flavio

      “A direita é autoritaria”… hein? Do que vc esta falando? Da “ditadura militar”? Essa é a tua noção de Direita?
      Ah.. pelo amor de Deus.. Quando lançarem a a campanha de esclarecimento, entra na fila. “Intelectuais do ar condicionado”… pfffft. Muito estilo e pouco conteúdo.