Coluna Augusto Nunes

Augusto Nunes

Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido.

sobre

Colunista de VEJA.com, colaborador da edição impressa e apresentador do Roda Viva. Foi redator-chefe de VEJA e diretor de redação das revistas Época e Forbes e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Zero Hora. Autor do livro 'Minha Razão de Viver - Memórias de Samuel Wainer'.

Marco Antonio Villa: A hora é agora

Por: Augusto Nunes

Publicado no Globo

Vivemos uma quadra histórica decisiva. Retirar Dilma Rousseff do Palácio do Planalto é um imperativo de sobrevivência para o nosso país. E esta é a hora. Afastar Eduardo Cunha da presidência da Câmara é o primeiro passo para viabilizar o impeachment. Sua permanência é um elemento que enfraquece a legitimidade de todo o processo. É absurdo um réu no Supremo Tribunal Federal conduzir uma ação de moralização da coisa pública. Sem esquecer que ele desmoraliza também a ação que corre no Tribunal Superior Eleitoral, que pode anular o pleito de 2014 e convocar novas eleições em 90 dias. Quem assume, neste caso, a presidência da República? Eduardo Cunha. Diria Bussunda: “Fala sério!”

Depois de hibernar por um decênio, a oposição acordou. Criou um comitê pró-impeachment suprapartidário com participação da sociedade civil. Mobilizou seus parlamentares e as estruturas partidárias. Assumiu o compromisso de ir — finalmente! — às ruas. E serão as manifestações populares que vão dar a temperatura para a luta parlamentar. A ponte entre o Parlamento e as ruas é essencial para o sucesso do impeachment: é a conexão da cidadania com seus representantes. Daí a importância de cada brasileiro acompanhar como votará o seu deputado no momento da autorização da abertura do processo do impeachment.

Já o empresariado continua em silêncio. Registre-se a honrosa exceção da Fiesp, que, em dezembro do ano passado, se manifestou em defesa do impeachment. As outras federações estaduais ficaram caladas. A CNI fez cara de paisagem. As entidades vinculadas ao agronegócio, os banqueiros e representantes do setor terciário da economia, até agora, se omitiram. Isto em plena recessão de -4% em 2015 e, provavelmente, também em 2016, podendo se aproximar de -5%. Em meio à depressão, os dirigentes empresariais optaram por coonestar, através do silêncio, a “macrodelinquência governamental,” tão bem definida pelo ministro Celso de Mello. Estão descolados de suas bases, pois os reclamos são diários. Agem como os velhos pelegos, usufruem das benesses dos sindicatos e das associações — aguardam a solução da crise de braços cruzados e de costas para seus representados.

O brilhante trabalho da 13ª Vara Federal do Paraná não pode ser o principal — e quase único — instrumento de moralização da coisa pública. A Justiça está fazendo o seu papel. Agora cabe aos políticos tomarem a liderança do processo, rompendo com a inércia e não ficar esperando — oportunisticamente — o desgaste do governo, pois, assim como o hábito não faz o monge, a crise, por si só, não levará à queda do petismo.

O governo não governa. Está paralisado — assim como o país. Dilma Rousseff não tem mais qualquer capacidade permanente de interlocução com o Congresso e nem com os setores empresariais. Com a sociedade em geral, nem se fala. É um zumbi. O isolamento é tão patente que inclui o seu próprio partido, o PT. Seus principais ministros — como o da Fazenda ou da Casa Civil — desapareceram do noticiário.

A presidente se sustenta no vazio e aprofunda o desastre econômico. Perdeu a capacidade de governar. Quanto mais cedo sair, melhor para o Brasil. Não há mais qualquer possibilidade de que possa politicamente se recuperar. A agonia do PT não pode ser a agonia do Brasil.

Desde já é fundamental construir as condições de governabilidade, dar previsibilidade ao Brasil pós-PT. Esta é uma tarefa muito importante. Apesar de ser tão evidente, cabe demonstrar, especialmente aos agentes econômicos, que a manutenção de Dilma Rousseff à frente da presidência da República significa a permanência do caos econômico-financeiro e, mais ainda, sem perspectiva, a médio prazo, de saída para a crise que vivemos, a mais grave da história republicana.

A busca de um consenso, abrindo condições para um curto mandato presidencial, aproxima-se do cenário de 1992, quando da crise que levou à renúncia de Fernando Collor. Porém, hoje, a conjuntura é mais complexa. Michel Temer não é Itamar Franco — inclusive, Temer, pode ser cassado pelo TSE. Projeto pessoais — mais que partidários — obstaculizam a construção de um governo de transição. A necessidade de que o novo governo adote medidas econômicas urgentes — e, nem sempre populares — é mais um complicador. O receio — exagerado — de que o PT na oposição saia fortalecido não passa de uma falácia. Hoje, o problema central do PT é com a Justiça e não com a política — e só não teve cancelado o seu registro partidário, como dispõe a lei 9.096/95, artigo 28, inciso III, porque o TSE é leniente com o crime eleitoral.

A solução política da crise não pode — novamente — frustrar os brasileiros. É essencial que as instituições efetivamente funcionem. E para isso a punição dos responsáveis pelo petrolão é fundamental — mesmo que, entre eles, possa ter um ex-presidente da República. Não é mais possível aceitar uma conciliação que ignore os valores republicanos, que rasgue a Constituição.

O processo iniciado com a redemocratização, em 1985, está incompleto. São absolutamente incompatíveis democracia e petrolão. O estado democrático de direito não pode ser o apanágio dos corruptos, como nos últimos 30 anos. Identificar as mazelas brasileiras é somente um momento neste movimento. Cabe construir as condições para que a administração da coisa pública saia do noticiário policial e volte às páginas de política. O primeiro passo é retirar Dilma Rousseff e o projeto criminoso do poder. E quanto mais rápido, melhor. Só há um grande interessado em postergar a solução da crise: é o PT.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

73 comentários
  1. Meia Verdade

    A hora é agora mesmo, ou acabamos com esse canalhas que assaltam os cofres públicos ou eles acabam conosco….

  2. GERALDO MAGELA CORDEIRO

    A competência de Marco A. Villa é indiscutível com análises lúcidas e baseadas na realidade dos fatos.
    O momento que o Brasil está atravessando é dos mais graves, com a economia numa grande crise, especialmente pela falta de credibilidade de nossa presidente. Temos que fazer tudo para que haja uma solução política urgente para que o Brasil volte a crescer novamente e tenha o papel que deve representar no mundo.

  3. Lenine Freitas da Silva

    Toda a força democrática deve ser centrada no STF e na PGR. Estes sim detêm o verdadeiro poder. O executivo e o legislativo perderam a legitimidade. Por isto, o STF e a PGR precisam passar por uma ressonância magnética midiática profunda. A opinião pública precisa saber tudo que os impedem de decidir sem que possam estar atrelados a quaisquer benesses governamental.

  4. JOSÉ AUGUSTO DE ANDRADE

    parabéns prof. marco antônio vila, o sr sempre com comentários brilhantes e incisivos.

  5. Derlindo Lelis de Moura

    Sr. Villa,
    É amanhã ou nunca mais. Esse pessoal q está no poder
    usufruiu tanto dos recursos do Estado/Nação assaltar o tesouro e para “comprar” consciências, tanto de analfabetos como de semi-letrados e intelectuais. Precisamos da força Divina para varrer esses totalitários da nossa história. Angustia-me constatar, melhor suspeitar que a oposição que se nos apresenta é pusilânime e covarde. Que Deus nos abençoe.

  6. Ricardo

    Queria lembrar que apesar da nossa total indignação com o projeto de perpetuação no poder com a parceria PT x Empreiteiras x Petrobras que já é motivo suficiente para tirarmos eles do poder, temos outros grandes motivos para isso que precisamos retomar urgentemente em discussão pois o PT passou 12 anos sem fazer nada com isso, são eles: reformas trabalhista, politico-partidária, previdenciária e tributária. Então, vamos às ruas amanhã porque nosso saco tá é muito cheio desse pessoal incompetente!

  7. João Wagner

    É grave e premente que a sociedade, a Polícia Federal, as forças armadas, as polícias todas estejam em estado de atenção por ocasião da condução coercitiva dessa senhora ao seu lugar (que não é o Planalto) quando de seu IMPEDIMENTO ou CASSAÇÃO pois, se “o jararaca” (sic) admite ter se apropriado de vários contêineres, imagine o que não farão os MILHARES de filhotes instalados em cargos comissionados. Vão levar até o papel de parede de seus gabinetes e o higiênico de seus vasos…

  8. José Costa

    Villa
    Você é sempre brilhante e sou teu fã.
    Concordo plenamente com você, que:
    “a punição dos responsáveis pelo petrolão é fundamental — mesmo que, entre eles, possa ter um ex-presidente da República”
    acrescento então:
    “e uma Presidenta em exercício”.
    Abraço
    Obrigado pela lucidez.

  9. Marta

    Dia 13 o Brasil vai vomitar essa carne podre que o está sufocando…

  10. Oscar Sousa

    Isso deveria ser veiculado nas televisões em horário nobre: Convocamos a todos os brasileiros para um “RECALL” de Governo dia 13. Encontramos muitas peças defeituosas. Precisamos mudar a “Burrinha Mestre” pois seus dois neurônios foram atacados pela Zica. O “Freios da Decência” não funcionam pois foram implantados e projetados por um operário semi-analfabeto e ganancioso. Está vazando o “Óleo” da roubalheira em todos os módulos gerenciados com implantes maliciosos treinados na própria fábrica. Isso pode causar morte de muitos usuários desse governo, que por inanição, pois roubam até merenda, quer por pobreza, pois o país está falindo. Venha para o “RECALL” e traga seus amigos e familiares pois eles também serão prejudicados se o “RECALL” não for acionado. Os usuários que comparecem receberão bônus de democracia que possuem validade sem restrições, desde que bem utilizados.
    PS: Esses bônus já podem ser utilizados se tivermos eleições antecipadas.

  11. Tadeu de Barros

    Por gentileza por que o honorarios advogaticios do investigados nao sao feitos auditoria pelo poder competente (pois e um absurdo quem pagar esse valores serem que e um amigo do LULA

  12. Joaquim

    Caro leitor, as normas para publicação de comentários no blog não aceitam textos escritos somente em maiúsculas. Confira as regras no link http://wp.me/pJJki-3jS5.

  13. ArquivoX

    Villa, parabens por não nos privar de sua prodigiosa memoria, dia 13 na Paulista…

  14. Banga

    Que trio maravilhoso regina.PMDB banda podre e base alugada

  15. Kalil Boanova

    Villa,como consegui reunir três gatunos,gabirus da rabo grande.

  16. housekeeping

    com a delação do Delcidio, vazada, o fiel da balança PMDB vai fazer o que?

  17. ANGÈLÌKA -

    A OPERAÇÃO LAVA JATO não restringe-se somente à PF.
    Alastrou-se e passou A SER TAMBÉM DOS CIDADÃOS BRASILEIROS.
    MAIS:
    Em maio/16 o Ministro Gilmar Mendes assumirá oficialmente a Presidência do TSE.
    #partiuTOFFOLI

    Vamos que vamos, VILLAAAAA.

  18. Roberto Flores Martins

    Um Golpe de Estado está em curso! O aparelhamento do Supremo, do Ministério Público, a troca de Ministro da Justiça para intervir na Polícia Federal, tudo isso, evidencia que o Estado Brasileiro está indefeso e suas Instituições estão impedidas de trabalhar! A delação do Senador Delcídio do Amaral demonstra uma quadrilha chefiada pelo ex-presidente Lula e da Presidente Dilma para barrar e interromper a ação da Justiça para punir e responsabilizar a roubalheira do Petrolão. Portanto a deposição do PT é uma evidente necessidade para a nossa sobrevivência! Tudo vai começar com a expulsão do PT do governo nacional.

  19. HERCILIO JOSE

    NUNCA ASSISTI EM MINHA VIDA EU COM OS MEUS OITENTA ANOS,ME SINTO CO VONTADE DE CHORAR VER TANTA ROBALHEIRA EM NOSSO TÃO AMADO BRASIL COM UMA POPULAÇÃO TRABALHADORA A SER TOMADA DE ASSALTO POR TANTOS POLITICOS CORRUPTOS E LADRÕES E NOSSO POVO HUMILDES MORRENDO EM FRENDE DE HOSPITAIS,CRIANÇAS NAS ESCOLAS NÃO TEM A ONDE SENTAR E NOSSOS CORRUPTOS E LADRÕES ROUBANDO A PETROBRAZ E ESSE BANDIDOS QUEBRARAM UMA DAS MAIORES PETROLEIRAS DO MUNDO MAS EU SOU TEMENTE A DEUS E TENHO CERTEZA QUE EM BREVE AS COISAS MUDARÃO.

  20. SÉRGIO

    É de se concordar em gênero, número e grau com o lógico pensamento do professor Villa. Estamos realmente a nos perguntar “…até quando…”! Já não existam na gloriosa Polícia Federal, no Ministério Público, TSE, as provas mais que suficientes para acabar-se de vez com esses “petralhas”?!
    Então, concordo. “A hora é agora”. Há de se confiar em nossas Instituições e, de maneira Constitucional, ser colocadas outras pessoas na direção de nosso BRASIL ( “cuja bandeira jamais será vermelha” )! Será difícil encontrar-se e escolher-se as pessoas realmente patriotas. Mas, elas existem e aparecerão com a difícil missão de reconstruir nosso Brasil, passando a ter sempre os frustrados perdedores petistas a tentar parar o país!
    Não obstante, teremos de enfrentar a realidade de que a mudança não será, de forma alguma, pacífica! Lamentavelmente muito sangue infelizmente irá correr!! Alguém imagina que o Senhor Lulla da Silva( e seus comparsas )irá entregar o poder, assim, “de mão beijada”?!? Já disse ele que irá convocar o “SEU” exército!!! É um belicista! É um desagregador da união do país! É um mau caráter! Péssimo exemplo! Um ditadorzinho muito arrogante e pretensioso, agora, frustrado e em ruínas! Só pensa no poder para sí, um dia, “avermelhar” esta nação. Jamais conseguirá, pois o comunismo/socialismo/bolivarianismo ou outros “ismos”, não fazem parte dos costumes e tradição de nosso povo!! Aqui, não pega! Seja como for, gloriosamente, o Brasil só tem UM exército, que é o de CAXIAS! Na hora “H”, saberá dar conta do recado!!
    Por último, deveremos todos nos ufanar por nosso querido País, depois que recuperemos ( nós, pessoas de bem ) o poder realmente Democrático e não nos deixemos amedrontar pelo PT e seus asseclas ( se ainda existir a sigla ), os quais virarão oposição, e que irão infernizar nosso dia-a-dia, com bandalheiras, quebra-quebra, assassinatos e tantas e tantas outras desgraças, Brasil afora! Deus é grande e é brasileiro: Não há mal que sempre dure! Esse homem, que é o grande arregimentador do partideco e das massas absolutamente comandadas, não é eterno. Um dia chegará sua hora e todo um negro passado de nossa história, infelizmente ficará registrado nos anais! Mas, paciência, a história sempre “vira a página”!

  21. Textículos do Jota (ES)

    Além da institucionalização do crime e da imoralidade que afetará gerações, a Era dos Boçais nos trouxe o orelhudo “matiz ideológico” Marina “Lulla da” Silva que se alastra pela esgotosfera. Isso vem ocorrendo desde as últimas eleições que resolveram manter boiando na devassidão o governo dos marginais do poder. De acordo com a doutrina marinista, o correto não é “ser de situação” nem “ser de oposição”, mas “ser de posição”. Segundo os adeptos dessa “reflexão”, ser situação é ser da “esquerda ultrapassada”, ser oposição é ser da “direita reacionária”. Quem não é uma coisa nem outra é um ente divino acima de qualquer suspeita. Defender a permanência do caos (30% de megarroubalheira e 70% de megaincompetência) e lutar pela retirada do projeto criminoso do poder, segundo os “posicionistas”, representam “lados da mesma moeda”. Embora o “ser de posição” de Marina signifique absolutamente nada, é fácil de constatar uma penca de escrevinhadores elevando a sucessão de bobagens dessa “política-melancia” à categoria de pensamento válido. Alguns adeptos dessa nova seita chegam a afirmar que a mídia que não estiver em conformidade com o preceito marinista estará “desinformando a sociedade”. O ideal, para os inventores da moeda de três lados, é ficar no muro observando “as coisas” do jeito que estão, sem impeachment, sem protestos, sem vergonha na cara e sem mais nada. Impossível discordar de uma vírgula do primoroso artigo de Marco Antônio Villa, que seria, para os “posicionistas”, a “direita reacionária que desinforma a sociedade”. Vamos abrir os olhos para essa nova modalidade de lulopetismo que começa a surgir nas latrinas da América Latina.

  22. raimundo oliveira

    Tecnicamente Lula e Dilma seus advogados não terão argumentos suficientes para justificarem as canalhices bem como as tentativas de obstruçoes da justiça, confirmadas pela delação do Delcidio Amaral,a condenação do gênio da raça e da anta falante será inevitável mesmo com o aparente aparelhamento dos tribunais superiores

  23. Ferreira Pena

    Muito bem senhor Villa, mas quem assumiria o processo com chances de vitória? Só temos bandidos na casa (com honrosas exceções).

  24. Diogo

    Infelizmente o povo brasileiro não tem culhão.
    Por isso a petralhada faz o que quer e o que bem entende.

  25. ICJ

    Os políticos que se dizem de oposição são, na esmagadora maioria, farinha do mesmo saco e têm o telhado de vidro. E o PT conhece muito do que eles fizeram no verão passado. São reféns de malfeitos/crimes que os impedem de ser independentes e ajudar a colocar Lula, Dilma e os bolivarianos lulopetistas para correr do poder – e na cadeia!

  26. Alex Esteves da Rocha Sousa

    Dá-lhe Villa!

  27. Alessandra SP

    Professor Villa brilhante como sempre !

  28. Eurico Marques

    Professor, o Sr. esqueceu de citar um obstáculo quase intransponível: a tropa PTista no STF. Muita coisa do improvável impeachment desta descerebrada inerte, que é dilma, para ali. Tem os Barrosos da vida, entre Rosas, e Lewandowsky pouco se importa com sua história pessoal, contanto que pague a vitaliciedade do empregão à Dilma em moeda da boa. E o Sr. também não citou que na oposição não há um sequer que tenha capacidade de agregar mais do meia dúzia de gatos pardos em um saco.Por este motivo é que a coisa toda vai muito além da gritaria do dia 13. Falta liderança, nossa oposição some, desaparece a cada dia. Ou são covardes ou ineptos. Receio que os dois.

  29. Marcos Fernando

    Villa… È só acabar com o maldito fórum privilegiado. Viu o PM??? A França condenou o bandido e família a cadeia…

  30. Danilo

    A elite brasileira “politicos, empresários, altos funcionarios públicos e alguns artistas “, explora a população e todas às riquezas a muitos anos, se serve da máquina pública segundo seus mesquinhos interesses, escarnece da nação, rouba, corrompe, manipula leis e a constituição, domina os meios de comunicação, se adonou do Estado, não dissemina as riquezas amealhadas contribuindo para o empobrecimento generalizado e todas as mazelas ecológicas e sociais. Toda elite sem princípios morais e éticos ‘e corrupta e apátrida. A operação “lava-jato” colocou na vitrine a elite que comanda o Brasil, suas atitudes envergonham qualquer ser pensante.
    Os brasileiros honrados, honestos e trabalhadores tornaram Heróis os investigadores, promotores e juízes que comandam os trabalhos no processo denominado “LAVA-JATO”, estes estão ajudando a criar um país novo, onde a elite desonesta e corrupta ‘e punida como qualquer cidadão comum.
    Lula e Dilma ainda terão seus longos dias de cadeia, como toda sua organizada quadrilha e a extinção do PT, partido mais corrupto da história também está muito próxima. Os políticos oportunistas do PT já estão debandando para os partidos satélites, criados justamente para abrigar petistas tão ou mais honestos que o grande farsante LULA.
    Cuidado! Para não ser engabelado novamente por sindicalistas e comunistas, todos sabem o que fizeram ao Brasil nos últimos 13 anos.
    FORA DILMA…sua incompetência prejudica e atrasa a nação, Lula à cadeia te espera teus crimes “lesa-pátria” são imperdoáveis, PT quadrilha travestida de partido político sua extinção será comemorada em todos os cantos do Brasil.

  31. Rey Cintra

    A situação nao deve se prolongar por muito tempo. Não acredito em impeachment nem em cancelamento das eleições ou da chapa PT/PMDB. As chicanas jurídicas e o aparelhamento dos poderes públicos impedem o “fim do mundo”. O que deve acontecer é a aceleração dramática da crise econômica. O governo vai arrecadar cada vez menos em função de 3 fatores, que combinados são de uma eficácia mortal: A queda brutal da arrecadação de impostos (com a redução da atividade econômica somada a crescente inadimplência e sonegação fiscal), a inflação em crescente espiral (o governo tem que tomar mais emprestado e emitir moeda) e o aumento da de despesas de custeio dos estados e municípios (que estão quebrados, mas vão se endividar mais para gastar em ano eleitoral, mas que são bancados pelo governo federal numa afronta à lei de responsabilidade fiscal, jogada no lixo). A pressão popular nas ruas certamente ajudara a acelerar o desmanche do apoio ao governo lulopetista. Mas chegará o ponto em que Dilma vai renunciar por pressão do próprio PT, quando a situação se tornará totalmente insustentável com pressões da Lava Jato, das ruas, da falta de recursos financeiros e econômicos do governo e do apoio de suas próprias bancadas no congresso que abandonarão o barco em função de suas própria sobrevivência. Enfim: a situação vai se agravar e piorar substancialmente antes de haver a ruptura. E depois, o rescaldo vai levar o proximo mandato inteiro de quem quer que assuma o governo (SE compuser o plano CERTO para recuperar o pais, SE conseguir aprovar as mudanças necessárias nas leis: ainda não se tem a noção completa do tamanho do estrago provocado por 14 anos de desgoverno petista). A inércia é grande e as medidas de ajuste são muito amargas, portanto, o custo social sera enorme, o que levara a problemas de segurança e conflitos por todo o pais, principalmente nas grandes cidades. Tempos muitos difíceis à frente… E para o povão, que tem menos recursos de proteção contra a devastação que o desemprego e a inflação vai provocar, a dor será acentuadamente muito maior.

  32. piconze

    Amigo Villa, parabéns pela grandiosa aula, como todo povo brasileiro, espero que tudo se concretize da forma colocada, mesmo porque como já disse em outros comentários de sua parte ou do Irmão Augusto, somente o povo pode exigir isso, pois além das falcatruas de desvio do dinheiro público, existe as de prazos processuais usadas por toda a quadrilha instalada em Brasília; Mas graças a vocês Jornalistas (Historiador), aos Promotores Públicos e Juízes que estão colocando a cara à frente dos bandidos, a máquina começou a funcionar, mas devido ao risco da integridade que vocês estão colocando em jogo; Aguardemos a grande massa humana nas ruas para apoiar o trabalho maravilhoso de vocês. Que “DEUS” os proteja e que os culpados vão para a cadeia e depois para o inferno, onde é o lugar deles. abração.

  33. Nuria

    O que não é um absurdo nos dias atuais? As notícias mostram um país sem lei, como nos velhos filmes de faroeste. Diariamente leis sendo ignoradas, descumpridas. A continuar assim, muito em breve, qualquer cidadão se sentirá também desobrigado de cumpri-las…

  34. mauro

    Existe,realmente Villa, uma grande grau de “frouxidão”, na nodda sociedade; e essa característica nos distingue da maioria dos outros povos. Os mais otimistas diriam wue isso mostra a nossa natureza pacífica; eu prefiro, neste caso ser do time dos pessimistas, que acham essa “dádiva”, mais um problema, que uma solução. Será que essas entidades não se dão conta que,seus interesses particulares, não deveriam resumir-se ao conforto de achar-se de certa forma, atingidos, por tudo de ruin que o Brasil de hoje,está passando, com esse brutal aparelhamento das entidades, instâncias, organizações de classe. Existem exemplos, ais montes, mas vejamos o compirtamento, hoje de entidades como a OAB, que adota um discurso de que a democracia está em risco, com a necessária saída dessa organização que temos hoje no poder; que usam de firma descarada a política, o Estado Brasileiro, para contemplar todi aquele que quis e queira participar dessa aventura que já era bandida, bem antes de chegar ao poder, pois não devemos esquecer dis assassinatos de prefeitos no ABC; pois alí já deviam terem sido detectadas e devidamente atacadas, pois ali podemos chamar de os primeiros movimentos deste conluio vergonhoso da política, entidades, empresários, ongs e que tais. Outra entidade que continua calada é a FUP, que no governo de Itamar Franco, fez milhões de Brasileiros, notadamente os nais humildes, sifrerem com o desabastecimento de gás, e hoje com tido que esta quadrilha fez, e continua fazendo à Petrobrás, nada falam, não vejo um pronunciamento, uma paralização, pois paralizados, estão eles, no triste papel, que a história lhes reservou; meros defensores di indefensável.
    É triste, mas o conformismo apenas mascara a conivência.

  35. J.B.CRUZ

    CARÍSSIMO PROFESSOR:
    Entre a cassação de Dilma e a prisão de lula,a mobilização da tigrada vermelha,, será para salvar o chefe..
    Dilma está(sempre esteve )sozinha.
    O P.M.D.B. tira onda de oposição na TV, e o P.T. lança um programa alternativo..
    O último que sair apague a luz..

  36. Antonio Neto

    Homem sem Visão: Votei no Nilo Batista mas o cara é tão sem visão que nem esse título ele vai levar. Pelo jeito o Ruy Falcão vai ser laureado, o que é também merecido.

  37. Marcos Fernando

    Villa…. Para os homens de bem, que vivem e pagam os impostos, para esta corja instalada nos poderes, abusar da paciência de todos nós. Este pessoal tem que entender que o país é do povo e ele é que paga os salários do setor público, isto é, eles são empregados do povo. Sem esta de “fórum privilegiado”. Errou, cadeia. São 5 séculos de esquemas e jeitinho. Tomará que a democracia prevaleça. Até Jesus Cristo teve seu momento de ira. O nojo, a descrença e a ânsia estão prevalecendo em todos nós. Não acredito que estas passeatas surjam efeitos, pois enquanto o povo está na rua, os bandidos estão rindo de nós. É somente na pressão. Para isto tem que deixar os netinhos, vestidos de camisa da seleção brasileira, e bonecos, em casa. Espero ainda que a democracia vença…

  38. Mandav

    Villa:
    Uma sugestão de correção: falta CRASE em “não levará a queda do petismo.” – Não levará à queda do petismo.

    Obrigado pelo alerta, Mandav. Corrigido. abração

  39. fred oliveira

    Perfeito o artigo de Villa. Efetivamente, temos que fazer presao sobre nossos deputados e senadores. Nao queremos mais Dilma e o pt nos governando por todos os motivos elencados pelo articulista e pelo caos moral que se abateu sobre o Brasil. Hora de nos aproximarmos com a modernidade, as leis, o mundo civilizado. Dia 13, estaremos nas ruas. Sera’ uma mega manifestacao. Os politicos irao tremer, podem escrever. Os ultimos acontecimentos colocaram lenha na fogueira. O povo esta’ animado para ir as ruas. Acho que nao me decepcionarei com esta previsao. Como disse Villa: nao podemos deixar so’ nas maos da justica a responsabilidade por um novo Brasil.

  40. Farsa delirante

    Paralelo: As organizações e grupos de poder anulam o Estado e governam de acordo com interesses próprios? E tem mais essa:Dono da Casa.Ministro é Wagner, mas quem manda é Mercadante.Decisões importantes da Casa Civil são tomadas por ex-ministro.É falsa a impressão de que Aloizio Mercadante perdeu poder, ao trocar a Casa Civil pelo Ministério da Educação. Ele continua tomando as decisões mais importantes da Casa Civil, por delegação da presidente Dilma, que confia no seu taco e sua disposição para enfrentar extensas jornadas de trabalho. Bem ao contrário do atual titular da Casa Civil, Jaques Wagner, adepto de um certo ritmo dengoso de levar a vida.Assim como o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, Aloizio Mercadante saiu da Casa Civil por exigência do ex-presidente Lula.Lula desabafou contra Mercadante a um grupo de senadores aliados, certa vez, usando-o de haver “sequestrado o governo”.Lula indicou Jaques Wagner para servir como seus “olhos e ouvidos” no Planalto. E Dilma pôs Mercadante no MEC para mantê-lo por perto.Dilma logo perceberia, após nomeá-lo, que Wagner é simpaticão, e só. É bom de papo, mas ruim de serviço Ela pediu socorro a Mercadante”
    http://www.diariodopoder.com.br/noticia.php?i=50222438880
    Plano antigo.Governo pretende demitir diretor-geral da PF.Dilma vai esperar 2 meses para evitar acusação de interferir na PF.
    http://www.diariodopoder.com.br/noticia.php?i=50220884102

  41. flick1900

    Brilhante texto ! O problema ainda são os que mais lucraram nesta empreitada maligna do PT. Os banqueiros nadaram de braçada nestes tempos e não querem largar o osso. A oposiçao, se é que pode se chamar assim, recebia o cala-boca e estava feliz da vida. A lava-jato tirou todos da comodidade. Agora só refundando o Brasil.

  42. Heldomiro Machado

    Caro Villa,
    Sua análise é perfeita, o primeiro passo é expulsar o PT e seus colaboradores do poder central. Seu artigo não mencionou a nossa GLORIOSA ACADEMIA (universidades públicas e particulares) que permanece calada, muda e sem opinião. Uma vergonha. Também não posso deixar de citar a “classe artística”, pixulequenta, e que mantem-se muda, surda e ignorante, em permanente omissão. 13 de março será a nova data de INDEPENDÊNCIA DO BRASIL!!!

  43. Flávio

    Caríssimos Augusto e Villa…

    O que mais impressiona é a falta de caráter de todos os envolvidos nessa bandalheira, sejam os do Legislativo, do Executivo e Judiciário.

    A História está sendo escrita dia após dia e eles nem e ao menos pensam, têm a mínima ideia de que seus nomes e biografias nela serão lançados como os “grandes salafrários” de sua época.

    É de se pasmar…

  44. Edson Martins - Dom Pedrito - RS

    Cara Augusto
    Concordo que as federações estão caladas, mas o Sr. Villa esquece que os empresários que de fraguarem bandeira com o lulopetismo, recebem a visita dos ficais (companheiros) da Receita Federal e, aí é o fim da empresa visitada. Lembram do Delfin Neto o e Grupo Albornos. Tenho amigos grande empresários temem, e o petismo é mais rancoroso que os militares.

  45. Petrus Hades

    Como sempre ,essa dupla Augusto / Villa sabem como colocar de forma suscinta o descalabro pelo qual estamos passando .
    Quero usar esse espaço para solicitar aos presidentes da FIESP, FIRJAN e FIEMG que deixem de serem políticos e chapa branca e resgatem ao menos uma vez a índole patriótica de Mario Amato . Os dirigentes das indústrias da tríade SP ,- RJ – MG são os principais responsáveis pela desindustrialização do Brasil, pois se encantaram pela conversa fiada do Apedeuta e rifaran ao poder dos sindicatos as empresas que deveriam defender . O tempo para expiar seus pecados é agora . Levantem pois senhores presidentes , e levem seus functionaries as ruas no dia 13 e ajudem aqueles que não podem pagar pelo transporte ou lanches durante a manifestação . Se um grupelho comunista liderado pelo PT pode trazer diversos ônibus e manter seu grupo a pão com mortadela , podemos juntos muito mais. Patrocinem faixas e banners . A hora é essa e com o nosso êxito nas ruas resgataremos nossa esperança , nossa moral e nossa ética . Reconstruiremos um Brasil melhor sob a luz dos valores irradiadas pela ação da Lava Jato sob a custódia do Juiz Sergio Moro e seus inteligentes e diligentes procuradores.
    Faça sua parte . Não fuja a luta . O momento é de guerra é tida guerra tem seu custo e sua redenção
    Pelo impeachment de Dilma e todos aqueles que querem neutralizar a ação da Lava Jato . Vivas e incondicional suporte ao Juiz Sergio Moro é tida a equipe de procuradores e Polícia Federal

  46. Petrus Hades

    Embora muito tarde é louvável a iniciativa de alguns parlamentardes da oposição se posicionarem nessa altura dos acontecimentos . O gritos da rua deve ser retumbar em todos os rincões desse país , para que todos nós ouçam . Ex presidente , presidente , parlamentares , executivos envolvidos em atos ilícitos e sobre tudo , ministros recem empossados para conter a única e louvável ação de limpeza moral que esse país está conhecendo pela ação firme e resoluta do Juiz Sergio Moro.
    Gostaria de sugerir a todos os líderes ( empresários , gerentes ou seja todo aquele que tem uma liderança ) a mostrarem a seus subordinados a importâncias desse 13 de março para que eles estejam nas ruas manifestando pelo impeachment de Dilma e a favor do Juiz Sergio Moro
    Se colocarmos mais de 3 milhões nas ruas estaremos como Gandhi libertando nossa pátria das mãos de embusteiros como esse governo petista e inaugurando uma nova fase de governo baseado na moral e na ética como resultado do êxito da operação Laba Jato
    Não fujam a suas obrigações como brasileiro . A hora é essa . O Brasil precisa de você . Leve seu pessoal , façam banners e faixas . Financie o transporte se for o caso . Nada mais é tão importante do que resgatarmos nossa pátria e toda guerra tem seu custo
    Todos as ruas dia 13 de Marco

  47. Marcelo

    Caro Villa, essa lista é longa: deveríamos demitir a Patroa, o Temer, o Renan, o Cunha, o Levandowiski….

  48. analu

    Texto maravilhoso, mestre Villa.
    Só tenho medo de que a oposição não tenha acordado completamente. Agora mesmo, o Dep. Mendonça Filho, do DEM, vai arguir a inconstitucionalidade da nomeação do novo ministro da Justiça, que é membro do MP. Pois bem, acaba de sair uma notícia de que o JEC procurou o presidente do DEM, Agripino Maia, para tentar demover Mendonça Filho da idéia de recorrer da nomeação.
    E aí? A oposição vai sucumbir? A Nação pede socorro!

  49. Ridendo castigat mores

    O povo unido jamais será vencido.
    Dia 13 de março todos à rua pedindo a renúncia ou impedimento da presidente,mas em ordem e sem violência.
    Milhões de pessoas nas ruas darão o tom necessário para acordar as lideranças honestas e os eleitores
    cooptados também terão a oportunidade de saber todas falcatruas cometidas por seus eleitos.

  50. Milton Ribeiro

    Um País que tem um ex presidente como o maior quadrilheiro da nossa história, um presidente da câmara como réu, um presidente do senado como réu, um congresso nacional com mais de 100 parlamentares denunciados e respondendo por crimes na justiça e uma presidente envolvida em dezenas de suspeitas, só deve servir de chacota para o mundo inteiro. Não sei se é necessário mudar a constituição ou mudar os integrantes da nossa justiça, mas já chegamos a fase do insuportável. Os brasileiros não merecem servir de palhaços quando viajam ao exterior ou até mesmo aqui no próprio País. A ousadia já chegou aos limites do insuportável.