Coluna Augusto Nunes

Augusto Nunes

Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido.

sobre

Colunista de VEJA.com, colaborador da edição impressa e apresentador do Roda Viva. Foi redator-chefe de VEJA e diretor de redação das revistas Época e Forbes e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Zero Hora. Autor do livro 'Minha Razão de Viver - Memórias de Samuel Wainer'.

J. R. Guzzo: Paraíso perdido

Por: Augusto Nunes

Publicado na edição impressa de VEJA

Onde foi parar neste começo de 2016 o “carrinho novo” que, segundo o ex-presidente Lula, o operário brasileiro finalmente teve dinheiro e crédito para comprar, por conta das virtudes de seu governo? Onde andariam todos os trabalhadores humildes que deixaram “a elite inconformada” por começarem a viajar de avião, pela primeira vez na história deste país? Onde poderia estar circulando neste momento o “Trem-Bala” que, segundo Lula garantiu mais de uma vez, seria inaugurado dali a pouquinho e calaria a boca dos que “torcem contra” o governo? Alguém já conseguiu tirar uma caneca de água da transposição do Rio São Francisco? O que aconteceu com a conta de luz barata e com a lição de economia que a presidente Dilma Rousseff deu ao planeta em 2013? O Brasil, assegurou ela, acabava de provar que era possível, sim, crescer, distribuir renda, baratear a vida para os pobres e ter finanças sadias, tudo ao mesmo tempo, “em meio a um mundo cheio de dificuldades”. Não só isso. Seu governo acabava de colocar o Brasil numa “situação privilegiada” perante a comunidade das nações, com “energia cada vez melhor e mais barata, mais que suficiente para o presente e o futuro”. Os “pessimistas” tinham sido derrotados, informou Dilma.

E os juros? Na mesma ocasião, a presidente comunicou que “os juros estão caindo como nunca” ─ e hoje? Outra coisa: sabe-se da existência de algum posto onde seria possível comprar gasolina barata, feito de que o governo tanto se orgulhava até o encerramento da eleição presidencial de 2014? O Brasil entrou, afinal, na Opep, como Lula previa diante da nossa transformação em potência na produção de petróleo? Aliás, por falar nisso, quando foi a última festa para comemorar mais uma descoberta do “pré-sal”, com Lula e Dilma fazendo aquelas marcas pretas de óleo nos uniformes cor de laranja com que eram fantasiados? Procuram-se notícias, também, do real forte ─ tão forte que iria dispensar o dólar nas transações internacionais do Brasil, pelas altas análises do Itamaraty. Seria interessante saber onde foi parar o investment grade que as grandes agências mundiais de avaliação de risco deram ao Brasil pouco tempo atrás ─ prova definitiva, segundo o governo, de que o mundo capitalista enfim se curvava diante da gestão econômica de Lula, Dilma, PT e de suas “políticas sociais”. O mesmo se pode perguntar em relação ao “gostinho” declarado pelo ex-presidente em ver o Primeiro Mundo em “crise” e o Brasil correndo para o abraço. Onde está “o pleno emprego”? Onde está a “Pátria Educadora”? Onde está o maior programa de distribuição de renda já visto na história da humanidade?

Nada disso se encontra disponível no presente momento. Carrinho novo? A indústria automobilística acaba de ter, em 2015, o pior desempenho em quase trinta anos ─ isso mesmo, desde 1987, nas remotas profundezas do governo José Sarney. As companhias de aviação estão de joelhos; se estão perdendo até os passageiros ricos, imagine-se os pobres. A energia barata virou uma piada: as contas de luz subiram 50% em 2015, e vão subir de novo neste ano. Os juros andam perto de 15% ─ um paraíso mundial para os “rentistas” com os quais a esquerda brasileira tanto se horroriza nos discursos e a quem tanto favorece na vida real. No assunto petróleo, o que se tem, acima de tudo, é uma Petrobras que o governo quebrou, por ladroagem e incompetência, e hoje não tem dinheiro para investir nada; na verdade, ela jamais deveu tanto. O real perdeu 50% do seu valor no ano passado, e voltou, após mais de vinte anos, à sua condição de moeda bananeira. O governo presidiu uma recessão de 3,5% em 2015 ─ isso em cima de crescimento zero em 2014 ─ e prepara-se para socar na economia outro recuo neste ano, de 2,5% ou mais. Há 10 milhões de desempregados neste país, no corrente mês de janeiro. O último IDH, uma das medidas mundiais mais respeitadas para avaliar o bem-estar dos países, deixou o Brasil em 75º lugar ─ e quem pode achar que está bem, em qualquer coisa, se fica no 75º lugar? O investment grade sumiu: como o Senhor, na Bíblia, a Moody’s, a S&P e a Fitch dão, a Moo­dy’s, a S&P e a Fitch tiram.

É este o país que resultou, na prática, dos treze anos de Lula, Dilma e PT. Ninguém no governo tem a menor ideia de como sair disso ─ nem poderia ter, quando o seu único objetivo, hoje em dia, é ficar de bem com o senador Renan Calheiros e traficar no Congresso um jeito para escapar do impeachment. Daí só se pode esperar que as coisas continuem piorando, piorando, piorando ─ até que chega um dia em que continuam a piorar.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

96 comentários
  1. JRG

    Gratíssimo, mais uma vez … Forte abraço

  2. Poliana Peres

    Prezado Guzzo,
    Guardei de lembrança seu recado. Ser citada por você, profissional que admiro tanto, foi um grande orgulho.
    Obrigada a você e Augusto Nunes (sensacional também), por existirem. O brilhantismo de seus textos nos engrandece.
    Abraços!!

    Obrigado, Poliana. Um abraço. AN

  3. Luiz

    Nunca nomeei articulista/jornalista deste site da Veja, que frequento diariamente, mas agora vai. Para mim J.R. Guzzo é top. Texto elegante e incisivo com tiradas como “o pior desempenho em quase trinta anos ─ isso mesmo, desde 1987, nas remotas profundezas do governo José Sarney.” Me senti nas fossas das Marianas no que diz respeito a descalabros econômicos. Um bom texto faz o leitor viajar.

  4. JRG

    LEIAM O RECADO DO GRANDE J.R.GUZZO, AMIGOS. ABRAÇÃO. AN

    Prezada POLIANA PERES

    Obrigada a você, pelo comentário generoso. Não pode haver recompensa maior do que ser julgado capaz, como você diz, de “transportar para o papel tudo o que o brasileiro que pensa gostaria de expressar”.
    Meus melhores agradecimentos, também, para todos os leitores que enviaram tantas palavras de apoio – especialmente Claudia, Vida Ramos, Maru, Cirval, Rosemary, Luis, Nena, Mario, Claudio, Dadal, FM, Oswaldo, Nobile, Marcio Cesar, Gilvan Macedo e, como sempre, Valentina. Vocês são a força.

  5. Neto

    A “esquerda” brasileira mostrou para que veio e para que sempre esteve disposta. Roubar e dilapidar o país de tudo até da sua esperança e dignidade. Foi graças a esta quadrilha que hoje ocupa o poder que fomos empurrados para um regime de exceção que durou vinte anos. Foi graças a a estes ladrões e terroristas que temos um atraso democrático e de desenvolvimento. Parabéns organização criminosa (“esquerda brasileira”)liderada pelo pt.

  6. Dadal

    Brilhante como sempre, superou parabens Guzzo

  7. Poliana Peres

    Prezado Guzzo,
    Você transporta para o papel, maravilhosamente, o que cada brasileiro que pensa gostaria de expressar.
    Você é o meu grito sufocado. Obrigada!

  8. Cirval

    Magnífico! Poderia servir de texto de cabeceira para a Dilma, o Lula e o PT refletirem, se é que conseguem refletir.

  9. Claudia

    Um dos melhores textos do Guzzo que já li.

  10. Anonimo

    Irretocável…

  11. Vida Ramos

    Mas em “Aparências e Fatos”, o artigo publicado na Veja desta semana, Guzzo se superou.
    Brilhante!!!

  12. Vida Ramos

    Augusto,

    Esse artigo do Guzzo está irretocável!
    Acertou o centro da meta.
    Adorei especialmente a parte inicial.

  13. ADELU

    -Onde estão os idiotas, que se deixaram levar pela mentira disseminada pelos demagogos lulopetistas, que nada tendo feito durante toda a vida a não ser chamar de ladrão quem algum coisa fez,ao assumir o poder só fizeram o que entendiam:roubaram?Assumam sua culpa de por idiotas imaginar que é possível fazer riqueza pessoal ou de uma nação sem trabalho e com todos nas tetas do pais.

  14. José Benedito

    A herança que o honoris crápula classificava como maldita foi inteiramente consumida pela ralé sindicalista, em meio a uma orgia de incompetência e corrupção. Como era de se esperar, consumida a herança, só restou a maldição.

  15. olavo

    Governo marketeiro é assim mesmo: promete, promete, promete, rouba, deixa roubar, faz de conta que não vê nada, que não ouve nada, depois quebra o pais, quebra a Petrobras, vai embora e deixa uma incompetente em seu lugar para ter um culpado, porque a acusação é o forte do PT. É coisa de Maquiavel. O povo esta com nojo dessa politicagem toda, o povo não aguenta mais ouvir falar de roubalheiras de milhões e milhões, o povo esta p da vida com a falta de saude, o povo esta p da vida com a inflação, o povo esta p da vida com a falta de escolas, o povo esta p da vida com os planos de saude, o povo esta p da vida com a falta de empregos. Depois, esses vagabundos que vivem na sombra do governo movidos à base de emendas parlamentares, que vivem a base de R$ 745.000 para tirar a presidente do sufoco, esses parasitas que fazem de conta que querem o melhor para o povo, esses mentirosos de terno e gravata que só pensam no proprio bolso, essa base de apoio do governo que so fica falando de generos e opções do ser humano, vem dizer que não é bem assim, que não são todos envolvidos na sujeira…Caramba, como eles chegaram lá? caminhando pelas cidades e pedindo o voto? Bando de safados mentirosos. O povo não acredita mais em voces e ponto. Voces não são dignos da nossa confiança. São apenas o reflexo de um povo ignorante e quer levar vantagem em tudo. É a lei do Gerson em vigor ai nesse congresso de palhaços.

  16. Maru

    Guzzo e seus textos bem pensados.
    Bravo! Bravíssimo!

  17. Carruagem de Fogo

    Depois desse post não deveria ter nenhum defensor do petismo mais na terra..,mas,sabem como é e como eles são.Apostam em que não entendem,afim de colherem o que não plantaram.Petista é sempre assim!,é só ver o que fizeram com o país e com suas instituições.

  18. Pedro

    Estou começando uma campanha para que o Brasil que não teve a felicidade de estudar Latim possa saber o que significa o nome da energúmena que brinca de casinha onde não devia. O nome dela é Dilma VANA Roussef. Pois bem: vanus, a, um (vanus, vana, vanum), para quem não sabe, são as desinências para os gêneros masculino, feminino e neutro de adjetivo qualificativo que significa vão (VÃ); vazio (VAZIA); frívolo (FRÍVOLA); enganador (ENGANADORA); falso (FALSA), mentiroso (M E N T I R O S A). Seus pais foram proféticos ao qualificarem o então pimpolho. E a genialidade dos romanos antigos (claro que isto é brincadeira)já tinham a solução para casos como o do grande parlamentar bebebístico Jean Willys, por exemplo.Mas o certo é que a presidentX (é assim que se grafam hoje as imbecilidades lingüísticas do gênio petista) não passa de pessoa VÃ, VAZIA, FRÍVOLA, ENGANADORA, FALSA E MENTIROSA. e NÃO TENHAM DÚVIDA DE QUE VAI APARECER ALGUMA MARACUTAIA EM QUE ELA ESTEJA DIRETAMENTE ENVOLVIDA, SEM FALAR NA RUIVINHA.

  19. TheRocker

    É o que sempre digo: imagem é quase tudo. O que é uma mulher de vestido curto rodando a bolsinha perto do poste??? Vc casaria com ela? E o que é um barbudo desgrenhado que todos sabem que nunca trabalhou e só promoveu piquete achacando a indústria e consequentemente e progresso? Vc votaria nele?

  20. CÍNICO

    O PP DESVIO 358 MILHÕES DE REAIS DA PETROBRAS. Deve ser por isso que o Lula e o Maluf quando se encontravam eram só sorrisos, riam da nossa cara.

  21. Agnes

    Errado Fábio Reis. Comunista é assim: dinheiro dos outros é para custear gastos de vagabundos que defendam esse desgoverno, e sustentar ditaduras falidas mundo afora.

  22. Inides

    O Lula confundiu sonhar com realizar um sonho. Sonhar todos podemos, mas a realização de sonho precisa de coragem e determinação. E na sua maioria absoluta, os sonhos precisam de muitos recursos para serem realizados.
    No caso do Lula, estava em jogo e levada de votos dos incautos, dos desinformados da Nação. Usou de hipocrisia e mediocridade, que é a bandeira petista.
    Eu sempre observo o comportamento pessoal das pessoas. E observo que o LULA não fala, seja com pessoas ou em entrevistas, olhando no olho. Isso é típico de pessoas falsas. Podem reparar que ele sempre vira a cara para um lado e para o outro. Nunca olho no olho.

  23. rosemary

    Irretocáveis os textos de Guzzo, Oliver, Rocha, Nunes, Valentina e tantos mais; acima de tudo descrevem as verdades.
    E seguindo a verdade, exponho aqui uma inquietação
    crescente.
    Invariavelmente as informações a respeito da precária situação brasileira são arrematadas com o clichê cínico e mediocre: “as instituições estão funcionando”.
    Sabe-se que os clichês constituim uma praga esquivista daqueles que não têm uma resposta convincente para absurdos gritantes. Assim, consagrou-se o “correr atrás do prejuízo” vomitado por gente “impensante” diante de interlocutor mais impensante ainda.
    As instituições que estão funcionando estào cumprindo os seus deveres e ponto. Não são uma criação deste ou daquele governo: são instituições
    nacionais. Inegável que o destemor e a competência dos heróis de Curitiba é tamanha que levam os espertalhões a tentar caracterizá-los como decorrente da benesse deste mandato.
    Então, enquanto os descalabros continuam a ser descortinados apela-se ao clichê “as instituições estào funcionando” e encerra-se o assunto com um clima de positividade.
    Imagine-se um cidadão no caixa do supermercado ou num hospital, quitar a sua despesa com a frase “as instituições estão funcionando”,e até a próxima, obrigado.
    A verdade é que as investigações da Lava-Jato tornaram-se o álibi para a ininterrupta decadência das instituições eleitas pelo povo _ senado e camara_ as quais não estão funcionando, exceto para garantir benefícios aos próprios representantes do enganado povo. Aliás, basta de usar o clichê “o povo não sabe votar”. O eleitor não é adivinho, não
    fareja mentirosos e corruptos e ponto.
    As instituições que incansavelmente estão funcionando _ PF, MPF, JF_ precisam acenar com desfechos ou continuarào a ser usadas como álibi
    para o eterno desgoverno.
    Contudo, se o instituto da interdição tivesse sido acionado muitos bilhões teriam sido poupados.
    A compra de Pasadena_ sozinha_ justifica a interdição da presidenta. Os videos de seus discursos atestam sua incapacidade de raciocinar e de expressar-se. O vídeo da entrevista na qual Dilma “enrola” por não lembrar o nome do do autor e do livro que acabara de ler na noite anterior comprova a sua incapacidade de falar a verdade. O vídeo do debate para a presidencia, em que dilma, ao ser entrevistada e não saber responder,simula uma queda de pressão comprova a dissimulação da irresponsabilidade.
    Não é gostar ou não dela, do PT, e dos quadrilheiros: é apenas fazer todas as instituições funcionarem para o bem geral da pátria. E isso é o dever de quem tem o poder para tal.

  24. Textículos do Jota (ES)

    Eis aí estampadas as digitais de boa parte das delinquências que a complexa organização criminosa da Internacional Socialista cometeu contra os brasileiros, durante a fase mais vergonhosa e covarde da história deste país. O caos visível é apenas uma das facetas da cara real do “Brasil socialista”. Imagino a podridão que os vagabundos praticaram (e continuam praticando) e a nação desconhece. Pior, dá para vislumbrar que existe devassidão maior perpetrada pelos vigaristas que a equipe de promotores, policiais federais e juízes cumpridores dos seus deveres AINDA desconhecem. Isso que nos relata o admirável Guzzo é apenas uma pedrinha de gelo do iceberg pútrido esquerdopata lulopetista. Se o texto do ilustre jornalista encerrasse outras petralhices – como o enriquecimento “surpreendente” (nota à margem: quando os marginais dos podres poderes lulopetistas são pegos em flagrante delito, os comparsas que escaparam se dizem “surpresos”) da famiglia da Silva, os acordos espúrios com países ditatoriais e uma miríade de falcatruas que começa numa cooperativa habitacional -, deveria fazer parte dos livros de História do MEC. Sugiro que o nome do capítulo seja “O rombudo ‘anos do Lulla, da mulher sapiens primeira e única e da mídia estatizada companheira’”. Sobra ao país que resta capturar as raposas, expulsá-las do galinheiro, enterrar os ossos roídos, recolher os cacos e colocar o Brasil nos trilhos de um projeto liberal autêntico, não daquele projeto “neoliberal” caricaturado dos tucanos pelo primeiro desgoverno petralha. Só um governo liberal por inteiro conseguirá desesquerdizar (os ditos “socialdemocratas” dizem “despetetizar”) a hoje aparelhada e desmoralizada máquina pública. O Brasil que restará precisará, simultaneamente à desesquerdização das repartições públicas, providenciar as imediatas privatizações da Petrobras, Eletrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Correios, BNDES, bancos estaduais e cabides de emprego assemelhados. Deverá estancar as sangrias de dinheiro que está, neste momento, sendo desviado dos trabalhadores que efetivamente trabalham e dos que legitimamente se aposentaram, para serem jogados no ralo de sindicatos, movimentos ditos sociais e ONGs de fachada. Plagiando o ilustre Reinaldo Azevedo: enquanto a esquerda não perde o emprego, os brasileiros vão ficando cada vez mais desempregados e dependentes do bolsafamilismo.

  25. Anderson

    Fui na concessionária de águas aqui em Campo Grande-MS, pedir para ligarem a água da casa em que vou residir, pois bem, me chamou atenção enquanto eu aguardava a minha vez de ser atendido, a quantidade de pessoas pobres, humildes “até achei que não existiam mais no Brasil”, tentando parcelar dividas antigas, e muitas constrangendo o funcionário da companhia, que lógico tem que atender os interesses da mesma, no entanto os mesmos ficavam em situações embaraçosas tamanha penúria explicita das pessoas que procuravam regularizar suas situações!

  26. Heldomiro Machado

    Gostaria de ler um comentário do petista Chico Buarque “Rouanet”. Se houver algum reitor petista honesto que queira nos brindar com sua “prosopopéia”, também gostaria de ler nessa página. Finalizando, nós brasileiros/contribuintes merecemos esse inferno, pois uma boa parte da população ainda crê na ORCRIM instalada no Planalto.

  27. Haddammann

    Há pelo menos duas coisas que o famoso diábo terminantemente não tem poder:
    Invadir pensamento, e, controlar o livre-arbítrio das pessoas.
    Nisso o lulladrão tentou ser mais ruim que o ‘demo'; e se estrepou.
    A mentirada impingindo submissão até da Justiça foi e é uma tentativa de invadir e deturpar pensamentos. Os ‘consêlhus-di-báirrus’ e a fraude eleitoral é e são um crime que LESA o Livre-Arbítrio. Um direito inalienável aos seres pensantes e, cíveis.
    Por esses intentos, o meliante vulgo ‘lulLadravácio’ deve até ao Camungrenho. É um usurpador, juntamente com seus séquitos de coniventes.
    Quando vemos o deprimente e fajuto estado a que chegou a esculhambação dos púlpitos corruptos entendemos que palhaçada foi aquela de chutar a simbólica figura de Nossa Senhora. Um pagamento CARO sofreu o povo que se curvou aos covardes que fizeram isso. Fajutos ‘líderes’ acoluinhados com um corruptos sem escrúpulos se ajoelharam misturados com essa pantomima exdrúxula e calhorda. O número de ateus cresceu, o desespêro se alastrou entre as pessoas do País; e os adoradores de “sacolas de dinheiro” com seus ‘shows’ de enganação criminosa de fieís nos Maracanãzinhos se esbaldam e se refestelaram em GRANA ROUBADA, que encheu o bolso dos ‘pulhíticos’ espúrios amancomunados com toda essa patifaria.
    Ninguém imagina que baratas, cupins, e ratos, e aranhas, vão se acabar; mas todos sabemos que têm seus limites; e quando infestam impõem-se que sejam devidamente contidos.
    Quão bom era quando tínhamos calçadas limpas, jardins, quase nenhum muro residencial nem predial, e sentíamos o cheiro de bolos, e conversávamos e brincávamos todos em nossos bairros ..
    Onde fomos parar aceitando a bazófia de falsos ‘líderes’? Só empobrecemos e emporcalhamos as cidades, e nos aferrolhamos em ruas, casas, e bairros, vigiados por canalhas que nos atormentam e nos roubam e se passam como ‘gênti boazinha’ se amostrando como nossos ‘protetôris’.
    Temos de MUDAR isso. Porque o que pregam em púlpitos pútridos e em palanques de calhordas não nos faz viver, só nos desgraça a vida.
    PRISÃO no lulLadrão, Cassação e afastamento dos que usurpam cargos públicos para nos prejudicar.
    Esse é o RUMO para o Brasil em 2016.

  28. Claudio

    A única dúvida que eu tenho é a seguinte: eles são mais bandidos do que incompetentes ou mais incompetentes que bandidos?

  29. Fernando de Campos

    O pior governo da história brasileira, com oposição medíocre, sem alternativas políticas minimamente confiáveis, este é o quadro com o qual a sociedade se defronta. Para onde se olha, vemos a politicagem barata e o aparelhamento, vide a vergonha que é o stf. Imprensa comprada em grande parte, contribui para solidificar a ilusão vendida a uma população inculta e mais que isto, alienada. É tempo de se buscar uma saída, já que o diagnóstico da mazelas é farto. De todos nós é preciso mais ação.

  30. Diogo

    Um país que poe um jeca e uma anta no seu governo,não precisa esperar nada melhor.
    Só que o jeca é esperto,apesar de ter só 9 dedos.

  31. Johnny

    Cada povo tem o governo que elege,ou que merece não é?

  32. Luis

    Parabéns Guzzo. Texto perfeito !!
    Sintetiza toda a vigarice : O que foi prometido e o que foi entregue .
    Mas o que pode se esperar de gente inculta , sem valores morais e adeptas a terrorismo ?
    A unica coisa boa é que os cidadãos brasileiros que antes acreditavam nesta ” terra prometida ” , não acreditam mais.
    O tempo ainda continua o senhor da razão !!

  33. nena

    Pois é, Guzzo, você foi muito bem neste artigo(como sempre!) e não poderia neste curto espaço relatar todas as ‘conquistas sociais” dos petistas que eles escrevem na melancia que trazem pendurada no pescoço, mas dá bem para qualquer um se situar na avaliação a fazer desse governo. Não há avanço em comprar um carrinho que, se não foi ainda devolvido, fica trancado na garagem da ‘minha casa’, que nem tem garagem, por falta de dinheiro para abastecer com uma gasolina a preço de ouro(um litro custa mais do que um quilo do feijão, que já está rareando na mesa do brasileiro). Poderiam ter investido na dignidade do cidadão, que é duradoura, mas jamais poderiam fazer aquilo que absolutamente desconhecem. E o cara pálida Leonardo Boff ainda diz que este é o período de purificação, que passará, e a presidenta (ele diz ‘presidenta’!) fortalecida, vai resgatar a sua competência e credibilidade. Acho que ele quiz dizer que ela vai retomar a meta do Nada e depois duplicá-la. Movida a mandioca ou a dentifrício?

  34. E. SIQUEIRA

    E tem mas, petistas até hoje dizem que FHC quebrou o Brasil três vezes, mas na verdade todos os governos desde 1.500 construíram uma dívida pública de pouco mais de oitocentos bilhões de reais e em 13 anos Lula e Dilma conseguiram triplicar essa dívida para quase três trilhões de reais.

  35. Muttley,

    O sempre excelente J R GUZZO, esqueceu de perguntar por onde anda o JOÃO CÂNDIDO, aquele portento de navio que o Asqueroso lançou com direito a champagne, que foi recolhido no dia do lançamento, e que continua, – depois de 10 anos, a singrar no deck de construção com os parafusos e soldas teimando em pular das emendas de aço. Bobagem, para o ralo foi só a bagatela de 275 milhões; pechincha se comparado à roubalheira da Petrodoida, que já foi a décima maior empresa do mundo e hoje vale menos do que a dívida que tem.

  36. olavo

    É o governo do mais puro marketing e mentiras. Nunca se viu tantas mentiras antes neste pais.

  37. mario

    Eh, materia perfeita como sempre: mas me deixou um “retrosabor” de amargo, desde o Titulo. Explico.

    Nao e’ que este Bando de Petralhas trabalhou bem (so’ para eles, claro !) e fez um Marketing que os sustentara’ para sempre ??

    Ou alguem acha que nas – inevitaveis ate’ poque assim e’ a vida – dificuldades futuras nao tera’ quem dira': “aaahhhh, quando estava Ele/eles, a vida era um Paraiso !! Os quero de volta !!”

    Claro, irao querer de volta o Paraiso, nao eles, nao o Petrolao: mas lembrarao bem do Paraiso Perdido e os votarao de novo… :(

    Se alguem duvida, vejam quanto custa ser esquecido o “Paradisiaco Peron” aqui do lado e quanta miseria ainda tem produzido a lembranca do Paraiso Perdido.

    So’ um desfecho forte das investigacoes em curso, com punicoes exemplares e claras para TODOS, muito especialmente para o Chefao, podera’ nos ” vacinar” – ao menos um pouco.

    Que eu esteja enganado !

  38. cacaroloss

    Todo partido com tendencias totalitarias tem o mesmo padrão genetico. Na Alemanha nazista, sempre se valorizou a cultura alemã, sempre se elegeu um inimigo oculto, no caso os judeus,e sempre se criou um enorme departamento do propagando do partido nazista.E tiveram seus intimidadores e arruaceiros que eram os camisas pardas e as SA.No Brasil o PT tem os black blocs.O mesmo ocorreu na antiga União Sovietica, e ocorre hoje em Cuba, na Coreia do Norte.Podemos citar varios paises que enveredaram por este caminho no seculo XX. Albania, Angola, Guiné,Vietnam, Camboja,e hoje, a Venezuela na America Latina. A maioria sabemos como terminou. De alguns estamos assistindo o seu fim agora.Os outros estão na fila.

  39. Dilson Luiz

    só uma perguntinha: por quê a oposição não consegue/conseguiu passar essas críticas ao povo?

  40. Marcelo

    Petista que tem um mínimo de vergonha na cara – se é que existe esse tipo – ao tomar conhecimento deste texto, envergonhar-se-á da própria existência.

  41. Houston , We Have A Problem !

    Augusto,
    Lucidez absoluta na opinião, comentários inteligentes, o que se poderia acrescentar ?
    Difícil compromisso moral que é exigido de uma sociedade que começou da pior forma possível e que em vez de se humanizar, se perverteu no status de cargos públicos de uma realeza covarde, que se vale da lei para criar dificuldades, para simplesmente se manter no trono!
    Que o povo guarde essas realistas palavras e corrija seu comportamento clientelista e corporativista que fideliza o pior tipo de político eleito, O PROFISSIONAL !
    Perdemos nossa soberania? Ainda não, dia 13/03/2016 a oposição hipócrita e fisiológica precisa sentir o peso da voz do povo!
    Com a palavra o povo brasileiro!

  42. LUIZ JOSE LUCIANO

    Luiz, meu caro, foi apenas uma ironia, que ridiculariza os preconceituosos. Reveja o texto, por favor. abração.

  43. Claudio

    Gostaria muito que os petistas lessem esse texto e se dignassem a responder.

  44. FM

    J. R. Guzzo, seu artigo é bom de mais, mostra na medida certa a porqueira que é o governo Dilma. No primeiro mandato essa tranqueira nada fez, pois viveu só pensando desde o primeiro dia numa maneira de enganar os otários para ganhar o segundo. Ora se tinha otários em 2002 e 2006 para votarem em Lula e em 2010 para votar nela, apostar nisso em 2014 com dose cavalar de mentiras em ouvidos de um eleitorado fácil de enganar era um golpe de mestre. O problema da Dilma não é governar o Brasil, coisa que em 5 anos não fez, mas sim continuar sem competência no cargo.

  45. Anonyma

    Concordo com a comentarista Kitty 16/01/2016 16:43 em gênero grau e numero este/ governo não têm mais nenhuma credibilidade está aí apenas fazendo remendo em panos velhos…

  46. Valentina de Botas

    Paraíso perdido sem ter havido. Quanto ao havido, penso no clássico de John Milton no qual Adão preferiu se juntar a Eva no banimento a permanecer no Éden sem ela. No fim, é como disse Roberto Carlos: de que vale o p(P)araíso sem amor? Aqui, criador e criatura se juntaram na queda para, simulando um paraíso fictício para os pagantes do paraíso verdadeiro, preservarem-se no éden dos vigaristas que o povo manso e o país amenos proporcionavam. Poderíamos perguntar o que vale um paraíso que nunca houve: não vale nada como nada vale a gente asquerosa que o simulou, mas custou o país que poderia, ele sim, ter havido. Mais um texto de JRG para comprovar que melhor do que um JRG só mesmo outro JRG. Um beijo

  47. Flavio Virla

    Helio – 16/1/2016 às 18:43 – Parabéns pelo comentário. Sucinto e factual.

  48. Geferson

    Poxa… eu adoraria falar: que cara mais ressentido! que antipetista! que pessimista! está apostando no quanto pior melhor! Mas que nada… é simplesmente um retrato fiel e duro da nossa realidade! Perfeito! Quanto tempo mais teremos que aguentar esse Desgoverno? Estou convicto que essa era PT acabou. Mesmo que dure mais três anos!

  49. Haddammann

    Há pelo menos duas coisas que o famoso diábo terminantemente não tem poder:
    Invadir pensamento, e, controlar o livre-arbítrio das pessoas.
    Nisso o lulladrão tentou ser mais ruim que o ‘demo'; e se estrepou.
    A mentirada impingindo submissão até da Justiça foi e é uma tentativa de invadir e deturpar pensamentos. Os ‘consêlhus-di-báirrus’ e a fraude eleitoral é e são um crime de que LESA o livre-arbítrio. Um direito inalienável aos seres pensantes e, cíveis.
    Por esses intentos, o meliante vulgo ‘luladravácio’ deve até ao diábo. É um usurpador, juntamente com seus séquitos de coniventes.

  50. Luiz carlos

    Aqui não há lugar para comparsa de gatunos.